Dicas para ajudar o bebê a dormir

10 dicas para ajudar seu bebê a dormir melhor


9 de Maio de 2013

O assunto sono do bebê não se esgota. E nem é difícil desconfiar por que. Junto com a amamentação, ele está entre as questões mais delicadas da maternidade.

Eu li muito sobre esse tema antes do Léo nascer e tentei colocar em prática tudo que aprendi. Em alguns pontos fui muito bem sucedida (o Léo pega no sono super fácil à noite), já em outros nem tanto (até hoje, alguns dias, o Léo dá um trabalhinho para dormir de dia).

Bom, com base em tudo que li, testei e aprovei, eu trago hoje para vocês 10 diCas para ajudar o bebê a dormir melhor. Quase todas as dicas dizem respeito ao sono noturno, mas muitas delas podem ser colocadas em prática também durante as sonecas diurnas.

Espero que aproveitem!

1. Crie uma rotina para o sono noturno e siga-a à risca

Desde o primeiro dia em casa o Léo teve uma rotina para o sono da noite. Isso incluia mamar, tomar banho e ir para o berço, ainda acordadinho. Posso dizer que essa foi uma das coisas que mais agradeço ter colocado em prática desde cedo. Até hoje, o Léo não me dá trabalho nenhum na hora de ir para o berço à noite (ao contrário do dia), pois quando começa a rotininha, ele, que já está cansado, vai relaxando e dorme. Nessa rotina, você ainda pode incluir uma música gostosa, uma massagem relaxante, uns minutinhos de colo para ninar o bebê… enfim, o que você achar adequado. O importante, é criar uma atmosfera gostosa, na qual o bebê relaxe e que também seja prazerosa para você. E depois, repetir isso dia após dia (salvo casos em que você está viajando, seu bebê está doentinho, você não está em casa na hora ele dormir, ou seja, quando não der mesmo, por um motivo ou outro).

2. Coloque o bebê para dormir na hora certa, nem cedo demais, nem tarde demais

Um dos grandes erros dos pais é querer colocar o bebê para dormir mais tarde, pensando que ele assim também irá acordar mais tarde. Nananinana! Isso não funciona. Quando o bebê passa do horário de ir para a cama, ou seja, já está caindo de cansado, ele vai lutar contra o sono e não irá se render facilmente. O jeito é achar a hora certa, que para muitos bebês costuma ser na hora que o sol começa a se por, ou próximo disso. O Léo costuma ir para o berço entre 8h e 8h15min.

3. Brinque com o bebê durante o dia para ele dormir bem à noite

Bebês que brincam bastante durante o dia, e que, por consequência estão mais cansados à noite, tendem a dormir melhor. Detalhe: esse cansaço é físico, fruto de atividades realizadas, e não um cansaço por falta de sono diurno. Essa cansaço por falta de sono diurno só atrapalha o noturno. Além disso, a idéia não é super estimular o bebê para que ele se canse. Mas dar liberdade para ele brincar e se divertir na medida certa, criando dessa forma um cansaço natural e saudável.

4. Permita que o bebê também descanse durante o dia

Bebês que não tem um bom sono diurno tendem a dormir mal durante a noite. Primeiro eles brigam com o sono na hora de ir para o berço e, depois, acordam mais vezes durante a noite, pois não estão relaxados. Cuidar da rotina do sono diurno também é importante. Esse assunto já foi abordado aqui. Não deixe de dar uma olhadinha nas dicas.

5. Mantenha uma alimentação adequada durante o dia

Bebês que comem adequadamente durante o dia tendem a dormir melhor durante a noite, pois não acordam com fome. O ideal é que o jantar, que normalmente é servido entre 17h e 18h, também seja uma refeição bem completinha, para o bebê dormir com o estômago forradinho (básico né! A gente também não descansa direito quando vai para a cama com fome).

6. Prepare o ambiente

Para o bebê dormir por mais tempo, ele precisa dormir bem, em um ambiente seguro e confortável. Garanta que o quarto estará à meia luz durante o dia e no escuro (ou com bem pouca luz) durante à noite. Garanta também que a temperatura estará adequada (o ideal é 24 graus). Com relação à segurança, o lugar mais seguro para um bebê dormir é o seu berço. Você também pode testar o uso de canções de ninar ou os famosos white noise (sons de chuva, ondas, útero,…). Muitos bebês dormem mais fácil quando ouvem algum som relaxante.

>>> Confira o passo a passo para fazer a famosa Técnica do Ninho que ajuda o bebê a dormir melhor:

7. Prepare o bebê

De nada adianta preparar o ambiente se não prepararmos o bebê para dormir. O que quero dizer com isso? Se for à noite, o bebê deve usar uma fralda noturna, se for de dia, pode ser uma fralda comum, mas confortável. O bebê também deve estar vestido adequadamente, nem com roupa de mais, nem de menos. Colocar um bebê para dormir com uma roupa desconfortável, como uma calça jeans, também não rola. O ideal são as roupinhas de malha, que permitem movimento, e nos dias mais frios, usar saquinhos de dormir, para garantir que eles ficarão aquecidos durante toda a noite.

8. Dê um banho morno

Eu tenho a impressão de que uma das coisas que mais ajudam na hora de colocar um bebê para dormir é um bom e relaxante banho morno. Isso vale tanto para o sono da noite quanto para as sonecas do dia. Como disse, na rotina noturna do Léo o banho sempre esteve presente, mas de uns tempos para cá, quando meu pequeno tem dado muito trabalho para relaxar de dia, eu também recorro a um bainho. Aí, é tiro e queda, ele relaxa e descansa.

9. Dê ao bebê acessórios que o ajudem a dormir

Alguns bebês dormem mais facilmente se tem consigo uma fraldinha, naninha, chupeta ou algum outro acessório. O Léo, por exemplo, pega no sono mais facilmente quando está com a chupeta e com a sua fraldinha. Se o seu bebê ainda não tem um desses “ajudantes” do sono, teste alguns e veja se o seu bebê se adapta.

10. Evite maus hábitos (dos pais)

Aqui, quem tem que entrar na linha para o bebê dormir melhor são os pais, e não o bebê. O que quero dizer com isso? Que alguns pais tendem a fazer algumas coisinhas não indicadas e que isso acaba atrapalhando o sono do bebê. Por exemplo: segurar o bebê acordado até mais tarde porque você ou seu marido chegam tarde do trabalho e vocês querem curtir o pequeno. Isso será gostoso para vocês, será gostoso para o bebê também, mas atrapalha o sono, não tem jeito. Ou então pular alguns passos da rotina, com certa frequência. Fugir da rotina faz parte, todo mundo foge de vez em quando, mas quando isso vira um hábito, a rotina deixa de ser rotina e aí os benefícios trazidos por ela também desaparecem.

Leia outros posts sobre esse tema:

Como fazer o bebê dormir sozinho no berço
Como fazer o bebê dormir de dia