As 10 peças de roupas que os bebês mais usam

Quando eu fiz a listinha do enxoval do Léo um tópico que quase me deixou L O U C A foram as roupinhas. Jesus do céu! Eu nunca tinha certeza do que comprar, em que quantidade, se tinha mesmo que comprar ou não. Moral da história: comprei um monte de coisas que o Léo usou super pouco e, em contra partida, acabei deixando de comprar, ou comprando poucas unidades, de itens que o Léo acabou usando horrores.

Teria sido bem mais fácil se na época eu já soubesse o que usa mais e porque. Com certeza, minhas compras teriam sido mais bem feitas.

Bom, mas agora trago para voês uma listinha das 7 peças que os bebês meninos mais usam. Infelizmente, eu ainda não consigo informar a quantidade exata de cada uma delas, porque até hoje, com oito meses de idade, eu ainda não consegui aprender isso. Mas pelo menos dou uma luz.

Bom, vamos às roupinhas indispensáveis no enxoval dos bebês:

Bodies Carters. Imagem: site do fabricante

1. Body de manga curta e longa. 
Nossa! Esse item, com certeza, é o mais utilizado até uma longa data. Como o Léo nasceu em maio e pegou todo o inverno, eu acabei usando muito mais bodies de manga longa, pois eu os colocava embaixo das roupinhas bonitinhas para ele ficar super aquecidinho. Minha dica é: compre bodies de manga longa e brancos para o bebê usar nos meses de frio. Nos meses de calor, dê prioridade para os bodies de manga curta e mais bonitinhos, pois você não usará nada sobre eles. O modelo perfeito de body, na minha opinião, é o da marca Carters. Ele vem com um tipo de abertura no pescoço que faz com que ele seja super fácil de vestir (muito melhor que bodies com botões). Esse tipo de abertura permite que o bodie seja vestido por cima ou por baixo. Super prático. Se eu tivesse que indicar um número ideal para se ter dessa peça eu diria que é entre 8 e 10 unidades. Nos meses de frio, compre mais bodies de manga longa (7longa x 3curta). Já nos meses de calor, faça o contrário, compre mais de manga curta e uns 2 ou 3 de manga longa, também para garantir. Mas a minha sugestão é que a quantidade total por idade (0 a 3m, 3 a 6m, etc…) não passe de 10 unidades, juntando peças de manga longa e curta. Acho que isso é o ideal, pois não sobrará vários sem usar, mas você também não ficará num aperto se um belo dia a fralda vasar, o bebê regurgitar e aí você sujar mais bodies do que o previsto.
Os bodies são excelentes pois não sobem quando a gente segura o bebê. Quando usamos camisetinhas sempre temos esse problema.

Macacão com ziper Carters. Imagem: www.amazon.com

2. Macacões de manga curta e longa (ou como se chama e em Inglês e eu acho perfeito: one piece).
Gente, essa peça é tão curinga quanto os bodies. É outro must have do guarda roupa de bebês. Tenha, no mínimo, umas seis unidades por idade do bebê e lembre-se de prestar atenção na estação do ano que o bebê irá usar essas peças. Para usar nos meses mais frios (maio, junho, julho, agosto e até setembro) dê prioridade para macacões de manga/perna longa e com pezinhos (muita gente fala que é melhor sem pé, porque aí o bebê vai usar a peça por mais tempo, mas sinceramente, eu prefiro mil vezes com pé, pois aí a calça do macacão não fica subindo e deixando a perninha do bebê descoberta). Ainda, lembre-se de comprar algumas peças de tecido mais fresquinho (algodão) e outras que manterão o bebê mais aquecido (plush e fleece). Outra dica bacana: a Carters tem um modelo que fecha com ziper em vez de botão. Eu simplesmente amei, muito mais prático. Até fiz um post sobre ele aqui no blog. Em um minutinho o bebê já está vestido, sem ter que se perder “horas” para fechar todos os botões. Isso faz toda a diferença quando estamos falando de bebês recém nascidos, que tem que se trocar a fralda de madrugada, quase dormindo. kkkk!
Já quanto aos macacões de verão, dê prioridade para os que não tem gola polo (no caso dos meninos), pois é verão, é calor, e a gola acaba esquentando o pescocinho dos bebês e causando brotoejas. Eu usei muito mais os macacões sem gola, apesar dos com golinha serem mais bonitinhos.
Mais um detalhe… os macacões tem a mesma vantagem dos bodies, eles não sobem quando a gente pega o bebê no colo. Eu acho isso ótimo, pois detestava ver o Léo de costas e barriga de fora, a não ser nos dias muito quentes. Ah, e eles são os melhores pijamas que existem. Com toda a certeza!!! Vocês vão ver… seus babies vão usar isso dia e noite, até já estarem bem “velhinhos”. O Léo está com oito meses e ainda uso MUITO.

Calça culote. Imagem: http://www.mamaemequer.com.br

3. Culote
Culote ou calça de usar por baixo é algo que eu usei bastante como o Léo. Acabei comprando poucas unidades e tive que depois comprar mais. Mamães que moram em estados que faz frio, não podem esquecer desse item. Particularmente, eu gostei da mesma forma das calças com pezinho e sem pezinho, pois quando não tinha pé eu colocava a meia por cima e esta segurava a calça. Além disso, por cima do culote ainda ia o macacão, que quase sempre tinha pezinho, então não havia problema de subir na hora da gente segurar o bebê.
Como essa é uma calça para se usar por baixo, dê prioridade para a cor branca ou cores neutras e sem desenhos. Você não vai querer colocar uma roupinha por cima e ver aparecendo o desenho da calça de baixo.
Um detalhe importante para quem for fazer o enxoval do bebê nos EUA: lá não se encontra esse tipo de peça, tem que deixar para comprar aqui mesmo.

Casaquinho de linha Baby Gap.
Imagem: http://www.gap.com

4. Casaquinho de linha
Outro item que eu não comprei quando fiz o enxoval do Léo e acabei tendo que comprar depois foi casaquinho, para colocar por cima das roupinhas e deixar o bebê ainda mais aquecido. De todos que testei – malha, lã, linha e até jeans –  o que eu achei mais gostoso, mais confortável e mais curinga foi o de linha. Ele protege e aquece, ao mesmo tempo que é gostosinho de vestir. Mais um detalhe: de prioridade para casaquinhos de linha com botões (bem mais confortáveis para o bebê do que ziper, pois os casaquinhos costumam subir e aí fica o ziper incomodando o bebê) e com capuz. Se a idéia é proteger e aquecer, é legal ter um capuzinho para sair na rua. Vale a pena ter uma unidade dessa peça até para os meses de calor, afinal, nunca se sabe quando vai baixar uma frente fria. Já para os meses frios, é legal ter pelo menos dois casaquinhos, porque aí, quando um está sendo lavado, tem o outro à disposição. Ah! E lembre-se de escolher casaquinhos de cores básicas e neutras, para combinar com todas as roupinhas que o bebê tem.

Imagem: Google Images

5. Calças de malha, moleton, plush e cotton
Quando o bebê é bem novinho, até um ou dois meses, basicamente ele irá usar macacões, mas conforme ele for crescendo e você for saindo mais com ele, você vai querer empetecá-lo um pouco mais. É nessa hora que entram as calças, com todo seu charme de roupinha de adulto. O Léo teve calças de todos os tipos de tecido: algodão, jeans, sarja, moleton, tactel, plush, etc… e posso garantir, as que eu mais usava eram as de algodão, moleton e plush. Isso porque eram as que ele ficava mais confortável e podia se movimentar melhor. As calças de algodão, simplesinhas, eu usei tanto de dia quanto de noite, como pijama por cima de um bodie. Já as de moleton e plush, que tinham um corte mais estiloso (bolsos, detalhes…) eu usava somente de dia. Assim sendo, não caia na cilada de comprar somente calças jeans e de sarja para seu bebê, porque elas são lindas e você vai querer vê-lo lindo, compre também calças bonitinhas de outros materiais mais confortáveis (o Léo tinha uma de plush que era divina, cheia de bolsos e enfeites, uma graça!). Uma calça jeans para cada idade (depois de 3 meses) é bacana ter, mas mais do que isso já é desnecessário. No caso das meninas, o que se usa muuuiiiiittto são as calças legging. Há algumas super estilosas, com umas estampas incríveis, então qualquer blusinha que se coloca por cima já forma um modelito lindo.

Bermuda PUC. Imagem:  www.muccashop.com.br

6. Bermudas, shorts, jardineiras e saias
Bom, bermudas e shorts são a versão verão das calças. Aqui vale as mesmas dicas que já dei acima. Já as jardineiras são lindas, mas se a intenção é manter o bebê fresquinho (por isso você optou por uma dessas peças e não por uma calça), elas não são a melhor opção. A parte da roupinha que fica na frente do peito e as tiras que passam sobre o ombro acabam aquecendo o bebê. Se quiser ter uma, para fazer um charme, está valendo. Mas mais do que isso é dispensável. A mesma coisa vale para as saias das meninas. Tenho o mínimo possível, pois elas não são muito práticas, apesar de serem fresquinhas.

Camiseta Polo.
Imagem: www.ralphlauren.com

7. Camisetas, camisetas polo e camisas
Camisetas, camisetas polo e camisas, de manga longa e curta, são itens que se usa bem menos, mas é importante tê-los, pois são eles que vão dar aquela cara mais arrumadinha para o bebê. Eu, particularmente, sempre gostei de vestir o Léo com camisetas polo quando iamos sair. Ele ficava com cara de bebê super arrumadinho e ao mesmo tempo estava confortável. As camisetas de manga curta também são uma boa pedida para os dias quentes, pois como elas ficam menos agarradas ao corpo que os bodies, elas permitem que o bebê se refresque mais. Algumas camisetas polo e camisas estão disponíveis também no formato bodie. Essas são super práticas.
Ao comprar esse tipo de peça, fique de olho no tamanho da abertura para a cabeça do bebê. Muitas camisetas tem a abertura do pescoço muito pequena e aí é difícil de vestir (mais um motivo para eu gostar das camisas e camisetas polo, pois nessas não há esse problema).
Para os meses frios, sugiro ter duas camisas e duas camisetas de manga longa. Já para os meses quentes, sugiro ter 2 camisetas, 2 camisetas polo e 1 camisa de manga curta. Acho que esse número atende bem.

Imagem: www.bebelele.com.br

8. Vestidinho regata
Esse é o curinga das meninas. Quando a bebê é pequena, ele é usado como vestidinho e, conforme ela vai crescendo, ele passa a ser uma blusinha para usar por cima das leggings, que já foram citadas acima. Vale a pena investir nessa peça, porque ela tem uma vida bastante longa no guarda roupa das princesas.

Imagem: site do fabricante

9. Meias sapatinho e meias calças
Bebês usam super pouco sapato. Por mais lindinhos que sejam e por mais que a gente enlouqueça quando veja e queira comprar vários, a real é que na hora H a gente não usa. Eles não são práticos de colocar (gente, colocar um sapato ou tênis num bebê é um desafio!), alguns bebês se sentem incomodados com eles e ainda tem toda aquela história de que eles não param no pé, você acaba perdendo e por aí vai… Para isso, uma ótima alternativa são as meinhas que imitam sapatinhos ou tênis. São confortáveis, fáceis de colocar, os bebês não se incomodam com elas e ainda complementa o visual. Para os meninos tem na versão tênis, inclusive de time de futebol, e para as meninas também tem a versão tênis e ainda as versões sapatilha, sapatinho e outras… (meninas com um guarda roupa bem mais “rico” desde pequeninas!).
No caso das meninas outra peça suuuuuuupppper útil são as meia calças. Minha amiga Natália Campos, mãe da princesa Valentina (namoradinha do Léo) disse que tem dezenas de meias calças, de todas as cores e estampas, e usa muito. Segundo ela, é só dar uma esfriadinha que lá está ela colocando a meia calça por baixo e o casaquinho por cima do vestido. Bem mais simples que trocar todo o modelito porque mudou a temperatura.

Imagem: www.mulher.uol.com.br

10. Babadores de tecido
Aqui está um item que gera controvérsias, mas na dúvida resolvi incluí-lo na lista. Algumas mamães amam babadores, tem duzias e não vivem sem eles. Já eu quase não uso com o Léo. Segundo as mamães que usam, o bebê coloca tudo na boca, baba horrores e aí a roupa fica aquela meleca. Para não ter que trocar a roupinha 10 vezes ao dia, a alternativa é usar babadores. Nesse caso, acho sim que vale a pena investir comprando algumas peças. Com certeza, em uma ou outra ocasião, se não toda hora, você vai usá-lo.

Mamães, sem sombra de dúvidas, são as roupas basiquinhas e confortáveis que vocês vão usar mais. Aquelas bonitinhas e super estilosas tem que ter, mas tendo duas ou três mudas para cada idade já está ótimo. Ou, se não, vai acontecer como aqui em casa, que há roupas que o Léo usou apenas uma vez na vida, pois eram lindas, mas pouco práticas e confortáveis, aí eu acabei evitando usar de novo.

Se você for fazer o enxoval nos Estados Unidos, eu super indico a Carters para comprar as peças básicas e mais usadas. Tudo deles é simplesinho, mas bonitinho e de ótima qualidade. Só um detalhe que não pode ser esquecido aqui: a confecção deles não é muito grande. O Léo é um bebê que sempre esteve no percentil 50 da curva de crescimento, ou seja, é um bebê M, e ele sempre usou as roupinhas da Carters antes de atingir a idade indicada na etiqueta. Por exemplo: com sete meses ele já podia usar roupinhas de nove meses. Na hora de fazer as compras, e principalmente na hora de usar, é legal ficar de olho nisso, para evitar comprar roupas que na estação certa não vão mais servir ou que serão perdidas sem sequer terem sido usadas.

Espero ter ajudado nessa árdua tarefa que é decidir que roupinhas comprar para o enxoval do bebê.

Leia mais sobre esse tema aqui no blog:
Enxoval do bebê – compras em Miami
Enxoval de bebê em Miami – lista completa de compras
Enxoval de bebê em Mami – roupas e calçados: marcas que valem a pena
Enxoval de bebê em Miami – dicas para compras na Amazon




45 Comentários

  1. Josie disse:

    Nossa! Dica perfeita… antes do Miguel nascer, procurava listas e listas de enxoval na internet. Comprei coisas que nunca usei, e deixei de comprar outras que depois precisei muito!
    Agora ele está com 14 meses e ainda usa os bodies da Carters, que tbm acho maravilhosos, e os macacões pra dormir nas noites mais frias, pq detesta ficar coberto!
    Suas dicas foram ótimas!

  2. Roberta disse:

    Estou exatamente nessa fase onde há milhares de duvidas do que comprar… achei que o que tinha era muito pouco, mas ao ler seu relato já estou mais tranquila. Obrigado pelas dicas!

  3. Bianca Penha disse:

    Shirley, eu sinceramente achei as roupas da carters grandes. Mas meu filho tb não é tão referência, está um pouco abaixo da média. Mas agora com 3 meses é que as roupas RN realmente não cabem. As de 0 a 3 meses estão certas, mas longe de estarem perdidas e as de 3 a 6 meses ainda ficará um tempo guardadas! Tô até com medo das roupas que comprei para usar no inverno fiquem grandes na ocasião! Só para constar a experiência aqui em casa! Mas adorei o post, pelo que percebi nos primeiros 3 meses é bem isso mesmo o que vc colocou!!! bjos

    • Pois é, o tamanho das roupas realmente varia de bebê para bebê. E o próprio bebê também cresce mais ou menos em algumas épocas. Numa dessas, seu baby dará um salto de crescimento e as roupinhas do inverno ficarão direitinho. Ah, e tem outra! Grande sempre dá para usar. O que não dá é para colocar roupa pequena, aí eles não gostam. :-) Beijos!

    • Bianca Penha disse:

      É verdade, antes grande do que pequena! E parece que meu filhote começou a dar este saldo de crescimento, fui ao pediatra hoje e ele tem engordado uma média de 43 gramas por dia, quando o normal nesta idade é 15gramas!!! rsrsrs… Tá ficando gorduxo!!! bjos

    • Você viu só! Não disse que tinha fases que eles crescem mais e outras menos. Seu bebê vai estar grandão em breve, e usando todas as roupinhas que vc comprou para ele. Sem perder nadinha! Fiquei feliz com a novidade! Beijos!

  4. Jô Carvalho disse:

    Oi Shirley, antes de tudo quero destacar que adoro seu blog, acho sua maneira de expressar super legal e leve. Estou recem iniciada na aventura que eh a maternidade e você tem me ajudado bastante com dicas e depoimentos bem construtivos. Meu bem tem quase 2 meses e vivo muitas duvidas sobre os mais variados assuntos. Falo que ser Mae eh uma inquietude constante: sempre estamos inseguras!!! Mas tudo se fortalece com um olhar e sorriso da pessoinha que domina nossas vidas desde o dia que eh gerada. Sobre o enxoval, vivi essas mesmas questões e assumo que gostaria de dar consultoria sobre roupa infantil para algumas marcas brasileiras: tem pecas que sao totalmente desconfortaveis e incomodas ate para colocar no bebe que dirá para permanecer vestido. Tenho pecas da carter, GAP, Zara baby assim como também recomendo no Brasil a Loja de departamento Renner que tem uma confecção mais adequada para bebes com tecido e acabamento confortáveis. Parabens pelo blog, obrigada pela parceria!!! Abracos!!!

    • Oi Jô! Tudo bem? Super obrigada pelos elogios. Fiquei tota toda me achando aqui. Ehehehehe! Bacana a sua ideia de dar consultoria para as marcas de roupas brasileiras. Achei a ideia ótima e acho que vc tem que investir nisso. Se um dia você quiser escrever algo a respeito e compartilhar no meu blog, será um prazer. Sinta-se à vontade. Vou adorar. Me avise se você tiver interesse em dar algumas dicas que complementam esse meu post que a gente combina como podemos fazer isso. Beijos! Adoro quando as leitoras compartilham as suas experiências. Eu acho que super enriquece o blog. Beijos!

  5. Jana disse:

    Adoro essa meias que imitam sapatinho :)
    Estou anotando todas as dicas para quando chegar meu tão esperado positivo :)

    • Jana! Que legal! Você é tentante! Olha, meu conselho de quem já passou pela fase do tentar, do gestar e do criar! Aproveite todas elas. A fase do tentar também é gostosa, a gente fica cheia de expectativa e quano vemos o “positivo” é uma alegria sem fim. Depois, a gravidez, é um dos momentos mais mágicos e maravilhosos da vida da gente. Acho que agora, quando olho para trás, é que consigo perceber isso de verdade. Quando estava grávida eu estava feliz, de bem com a vida, alegre. Mas hoje, penso que era mais do que isso, foi uma fase MÁGICA na minha vida. Bom, e a maternidade nem tem o que dizer. É incrível! beijos e boa sorte!

  6. Adorei o post! É assim mesmo, nós mamães de primeira viagem ficamos perdidas em quantidade quando o assunto é roupa para nossos pequenos. Eu também investi em bodies da Carters, são ótimos e super confortáveis. Adoro os macacões como esse da foto que tem um ziper que vai “do pé ao pescoço”, super práticos. Meu bebê nasceu em outubro, mas com esse tempo maluco usou até as roupinhas de inverno que ganhou. Beijos.

  7. Helena disse:

    Para recém nascido , qual tamanho indica comprar na carters?

    • Oi Helena, tudo bem?
      Meu filho nasceu com 3.325kg e usou por duas ou três semanas as roupinhas RN da Carters (na verdade, lá elas são identificadas como NB – new born). Assim sendo, eu indico sim comprar roupinha NB (new born) para usar no iniciozinho.
      Se seu bebê for grande, compre poucas peças NB e dê mais prioridade para as peças de 0 a 3 meses ou 3 meses.
      Abraços!

  8. Fernanda disse:

    Olá Shirley! Parabéns pelo post, adorei! Gostaria de saber se você sabe onde posso encontrar aqui no Brasil essas meias que imitam sapatinhos…Muito obrigada!!! Fer

    • Fernanda, tudo bem? Não conheço loja que vende essas meinhas por aqui. Com certeza tem, mas juro que não cheguei a ver.
      Uma alternativa é vc comprar de mamães que trazem encomendas dos EUA. Você já faz parte do grupo FEirinha Macetes de Mãe? Lá tem uma mãe que vende. Entre no link abaixo, solicite a sua participação no grupo que eu aprovo e aí vc pode perguntar lá se alguém vende ou se pode trazer para você. Abraços. http://www.facebook.com/groups/feirinhamacetesdemae

  9. Anonymous disse:

    Olá Shirley, td bem? Amei seu post.

    Poderia me ajudar so em mais uma coisa?rs

    Meu bebe nasce entre final de maio e começo de junho, então estou em duvida to tamanho 3 meses da Carters…Comprei uns 7 macacão plush e 2 algodão, 2 conj plush e 1 com camisa algodão e calça jeans e agr estou pensando numas jardineiras jeans e veludo da Carters tbm, o que acha? sera que vou usar ou perder ,pois esta epoca: maio, junho , juho e agosto é meio frio né?

    Q duvida!!!Me ajude!rsrs

    Obgd,

    Cassia Cuisse

  10. Eliana disse:

    A Carter’s vende sim essa calça com pézinho que você chamou de culote (comprei algumas), o problema é que não vende avulso, mas sim dentro dos “giftable sets”! Acredito que nos EUA devido ao aquecimento/calefação não se usa em camadas como aqui no Brasil (minha sobrinha é americana e minha irmã NUNCA vestiu ela em camadas!), então eles são mais bonitos, não sendo feitos pra usar por baixo dos tiptops/macacões: http://www.carters.com/carters/baby-boy-sets-giftable-sets/carters-baby-baby-boy-sets-giftable-sets,default,sc.html

  11. Ooi Shirley estou de 30 Semanas mãe de primeira viageem estou perdida ate agr não comprei as coisinhas do meu bebe , estou com muita duvida estou com medo de comprar macacão Rn e nem usar , adorei o seu blog ele me ajudou em algumas coisas eu vou ganhar meu Principé em agosto e vaai tar no inverno vc poderia me da algumas dicas Beeijos . !!

  12. Anonymous disse:

    Olha gente meu bebe o bruninho nasce entre 26 de setembro a outubro,na primavera e eu e minha esposa iremos comprar tudo tamanho p,e tudo manga longa,a partir de dezembro eu ja compro tudo tamanhho m e misturado curto e longo

  13. Anonymous disse:

    oi eu gostaria de saber em qual site consigo comprar essa marca carter’s eu tenho no meu face mais la tem poucas peças.. gostaria de algum st q tenha a linha completa e q seja daqui do brasil bjoss adorei as dicas

  14. Mariel disse:

    Olá,
    Moro em Curitiba e aqui faz muito frio. Minha dificuldade é em achar body manga curta ou comprida grandes, compridos, que possam fechar com folga em baixo (principalmente para menino). Meu bebê tem mais de um ano e está enorme.
    Há poucos dias encontrei os modelos de body da Carters numa feira aqui em Ctba, compridos, folgados, excelentes. Tamanho 2 anos. Mas como o bebê vai continuar crescendo, não sei se a marca oferece tamanhos maiores.
    O PROBLEMA mesmo é que não encontro em nenhum lugar (lojas, internet, etc) as imprescindíveis calças finas (tb chamadas de “mijão”), usadas para colocar por baixo dos moletons ou calça jeans. Porque geralmente essas calças vão até o tamanho G normal, que já é pequeno para crianças de 1 ano e meio ou mais, e, utilizar calça de moleton por baixo de moleton ou da jeans, fica grosso, machucando, elástico demais… Meu baby está perdendo todas as calças de colocar por baixo pq está crescendo né, isso é normal.
    Por favor mamães, se souberem desses tamanhos maiores e confortáveis me passem a dica.
    meu e-mail é “mariel_-@Hotmail.com”

  15. Grazi disse:

    Olá Shirley! Sou mãezinha de primeira viagem e amei seu post. Estou ficando louca com a lista para compras (vou fazer o enxoval em Miami), cheia de dúvidas sobre qual tamanho comprar, quantas unidades comprar… Suas dicas ajudaram um monte! Obrigadão!

  16. Shirley, tudo bem?
    concordo e muito com esse post! no 1º enxoval comprei poucos macacões e errei a fase que ela usaria os de inverno, pq ela é muito alta para a idade (76 cm com 9 meses!) apesar do peso ser mediano…agora estou na maior dúvida pq vou fazer o repeteco do enxoval mas não sei se compro e qual qtde preciso comprar de 12, 18 e 24 meses, pq a partir de 1 ano, eles não crescem e nem ganham peso tão rápido qto no 1º ano!
    você tem idéia de qtde para o 2º ano?
    super obrigada

    • Oi Flávia, tudo bem? Infelizmente, não tenho uma informação muito exata sobre isso. Até porque os bebês crescem em ritmos muito diferentes. O que posso dizer é que a partir de 12 meses eles usam muito menos macacões (mais para dormir mesmo) e muito mais conjuntos de duas peças. Acho que ter uns 6 a 8 conjuntos de duas peças para cada uma das idades (12, 18 e 24 meses) seria o ideal. Lembrando que é importante ter alguns conjuntos da estação oposta também. Por exemplo: se você tem 8 conjuntos de calça e casaco de moletom, é legal ter uns 4 pelo menos de Bermuda e camiseta. E for a isso ainda tem as demais peças do guarda-roupa. De verdade, é difícil falar com certeza qual é o número exato. Eu mesmo vivendo isso no momento não sei dizer com certeza quantas peças tenho. :-) Bjs

    • Kah disse:

      Flavia, estou igual a você estou planejando a viajem para o ano que vem quando a minha bebe estiver com 1 ano e estou pretendendo refazer o enxoval mais to perdida com as roupas se vc conseguir se organizar e tals ou ir antes de mim pode me mandar por e-mail o que vc comprou ou a lista que vc esta fazendo, podemos nos ajudar

      me manda um e-mail, Cassia.fernanda@live.com

  17. Bia disse:

    Um dos macetes de mãe que uso é sobre aplicativos no android…

    eu gostei muito e parece q tbm tem coisa nova vindo por ai… de qualquer forma de uma olhada la^^

    http://moonjava.com.br/blog

  18. Olá tudo bem ?
    Sou mãe de primeira viagem ee estou com dificuldades de comprar as primeiras roupinhas do meu nenem , não sei qual peça comprar primeiro , quantas por peças , tamanhos , marcas .
    Gostaria de algumas dicas ?

    Atnciosamente Simone

  19. Joana Darc disse:

    Olá Shirley, mais um post que me chamou a atenção. Estive em Miami fazendo o enxoval do Arthur e não havia pesquisado antes todas as dicas do seu site, mas uma amiga me enviou uma lista com suas sugestões a qual eu segui algumas, visto que quando chegamos em Miami simplesmente ficamos perdidas com tantas opções de coisas para bebês. No quesito roupinhas, confesso que comprei algumas peças da CARTERs, GAP e outras marcas, mas quando cheguei aqui achei que comprei errado considerando o tamanho. Você cita neste post o percentiil do Léo de 50,no meu ultimo ultra-som o Arthur está com percentil 51, posso considerá-lo um bebe M como o seu caso? Minhas compras na CARTERs foram nos tamanhos 3-6 para considerar o uso desde RN até o 3 mês ou considerar o tamanho P para nos aqui do Brasil. Depois comprei 6-9, considerando o nosso tamanho M e usar a parir do 3 mês. Será que acertei? Bom, só saberei quando ele chegar, pois compras agora só ano que vem. Kkkk principalmente depois de ver os produtos CARTERs em uma loja de um Shopping aqui em São Paulo a um preço ABSURDO.

    • Shirley Hilgert disse:

      respondendo:
      1. Sim, ele é bebe M com certeza.
      2. Sim, vc pode considerar as roupas 3-6 meses para uso até uns 4 ou 5 meses.
      3. 6 a 9 meses vc consegue usar até nove meses. Mais que isso acho mais difícil.
      bjs

  20. manoela fleury disse:

    olá Shirley, td bem?

    sou gravida de primeira viagem, estou de apenas 8 semanas, mas devo ir a ny em agosto e gostaria de me programar para as comprinhas basicas do bebe..
    nao quero comprar roupas demais pois sei que bebe cresce rapido e estou tentando uma fase desapego : )

    Aqui vai então a minha duvida, qdo menciona 10 peças de cada item para cada idade, vc quer dizer: 10 itens de cada para 1mes + 10 para os 2 meses + 10 para os 3 meses de idade, ou seja, 30 bodies do RN ate os 3 meses?
    ou
    comprar 10 bodies para a idade de 0-3 ja é o suficiente ?

    Outra duvida é se vc acha que vale tb ja comprar roupas para os 6 meses..

    super obrigada!!!
    e sucesso. visitarei seu blog sempre daqui em diante.

    abs,

    manoela

    • Shirley Hilgert disse:

      Quando falo cada idade quero dizer o seguinte: 10 para 0 a 3 meses, 10 para 3 a 6 meses, 10 para 6 a 9 meses (eles não tem as idades divididas por um, dois, três, quatro meses. Mas por trimestre). Beijos!!

  21. Mércia Lovato disse:

    Ótimas dicas!
    Gostaria de saber onde posso encontrar body de bebê básico? Aqueles para serem usados no dia-dia
    Obrigada!

  22. milena disse:

    super dicas!! so dei uma olhadinha p ter certeza,lembrava bejm as roupinhas q meu primeiro filho usava bastante(hoje ele ja tem 6 anos) nao comprei nada de nada ganhei tudo de uma amiga q havia acabado de perder o bebe!! ganhei tanta coisa q compartilhei com varias mamaes…dessa vez quero comprar td!! e aproveitando as dicas bj

  23. Luzianne disse:

    Oi.
    Sou mãe de primeira viagem e gostaria de saber a media de sapatos e bodies que deve ser comprado pra de 0-3 meses, 3-6 meses, 6-9 meses e 9-12 meses.
    Grata,
    Luzianne

    • Shirley Hilgert disse:

      Luzianne, sapatos até seis meses vc deve comprar o mínimo possível. Os bebês praticamente não usa.
      Quanto aos bodies, sugiro comprar 8 da estação e 4 da estação oposta para cada uma das idades. ABs.

Deixe seu comentário