Minha rotina com o Léo e dicas de como criar uma rotina para o bebê

Quando eu cheguei da maternidade, eu fiquei neurótica com essa ideia de criar uma rotina para o bebê. Tudo que eu tinha lido afirmava e tudo que eu ouvia falar das minhas amigas que já tinham filhos confirmava que uma rotina era a melhor coisa do mundo para um bebê. Que ter um sequência lógica e sempre igual de atividades ajudava a mantê-lo calmo, pois ele já sabia o que esperar.
Eu entendi o conceito e concordei 100% com a idéia, mas sabe como é, mamãe de primeira viagem, que quer fazer tudo certinho e que já tem um perfil by the book, acaba confundindo um pouco as coisas e errando justamente onde quer acertar.
Bom, como a vida muitas vezes prega umas peças na gente, quanto mais eu queria e tentava introduzir uma rotina diária na criação do Léo, mas as coisas saiam do eixo. O Léo, diferente dos filhos das minhas amigas sempre deu trabalho para mamar, não tinha intervalo regulares entre as mamadas. Eu nunca sabia que horas ele ia querer mamar. Tinha horas que o intervalo era de 1,5h e outras de 3 ou 4. Como eu dava peito e complemento eu tinha um pouco de noção do quanto ele mamava, e isso também não era regular. Em alguns momentos ele mamava super bem da mamadeira e outros não queria nem saber, não mamava nada, apesar de também quase não ter ficado no peito. Ah, além disso, ele também passou pela fase que mamava pouquissimos minutos (às vezes menos de 1!) e caia num sono profundo (e nada o fazia acordar para voltar a mamar) e pela fase que começava a mamar, depois de alguns minutos berrava feito um condenado, e desistia de continuar mamando. OU seja, caos total!
Com o tempo, descobrimos que o problema do choro nas mamadas e de mamar sempre quantidades diferentes em cada uma das mamadas é porque ele tinha refluxo oculto (resultado de APLV), mas até entendermos isso e conseguirmos tratar, foi caos total, rotina zero, e a mãe aqui quase arrancando os cabelos porque tinha certeza de que estava fazendo tudo errado.
 
Só consegui organizar mesmo a rotina do Léo depois que ele fez três meses. E vou dizer uma coisa, não foi algo do dia para a noite. Foi algo beeeeeeem aos pouquinhos, respeitando o jeitinho e as limitações dele.
Bom, mas o que eu aprendi com essa experiência não muito fácil e que posso compartilhar com vocês, a fim de ajudá-las a criar a rotina dos seus filhotes? Muita coisa! Abaixo seguem algumas dicas simplesinhas, mas às vezes não muito obvias para mamães de primeria viagem.
  1. No início, não tente IMPOR uma rotina. Deixe a rotina ACONTECER aos poucos. O que eu quero dizer com isso? Basicamente, no início, a rotina do bebê é definida pelos seus horários de fome e sono. Tem uma linha, super utilizada nos EUA, que diz que o bebê tem que ter suas atividades divididas e organizadas em períodos de 3h. OU seja, a cada 3h o bebê irá mamar, fazer uma atividade (que na verdade pode ser uma troca de fraldas) e dormir. É a famosa rotina EASYdo livro Os segredos de uma encantadora debebês. Já tem outra linha que segue a ideia de livre demanda. Nela, o bebê deve ser alimentado sempre que quiser, mesmo que em intervalos irregulares e muito menores que 3h. Eu havia lido o livro Os Segredos de uma encantadora de bebês, além disso, minhas amigas mais próximas tinham implementado essa técnica e tinha da dado super certo. Então o que fiz? Me convenci que era assim que tinha que funcionar aqui em casa, que era assim que seria melhor para mim e para o Léo. Mas um bebê não é igual ao outro e aqui isso não funcionou de jeito nenhum no início do processo. O que aprendi com tudo isso? Que no início vale a técnica da Livre Demanda. Ou seja, o bebê deve ser alimentado e colocado para dormir quando demonstrar fome e sono e não em intervalos regulares. Com o tempo, o próprio organismo dele irá se adequando. Com a técnica da livre demanda, a mãe passa a produzir cada vez mais leite (pois a produção é estimulada quanto mais o bebê mamar) e, assim, o bebê passa a alimentar-se cada vez melhor e em maior quantidade. Isso fará com que ele fique satisfeito por mais tempo e acabe, naturalmente, fazendo intervalos maiores entre uma mamada e outra. Assim, aos poucos, ele mesmo criará a sua rotina  ela pode chegar à tão sonhada rotina dividida em intervalos de 3 horas durante o dia e intervalos maiores que isso durante a noite. (A livre demanda é indicada pelos médicos até os seis meses de idade do bebê. Isso não é loucura da minha cabeça. Kkk!). E, eu, posso garantir de antemão: no meu próximo filho mandarei essa ditadura das 3h para a espaço e vou liberar a livre demanda aqui em casa. Com certeza, no seu tempo, o bebê entrará numa rotina mais organizada (isso tudo, claro, se o bebê não apresentar os probleminhas que o meu primeiro filho apresentou. Se o problema se repetir – APLV, refluxo oculto, …. – já estarei preparada para não ter uma rotina organizadinha tão cedo).
  2. Como já comentei acima, a rotina do bebê é, basicamente,  estabelecida pelo seu ciclo de sono e fome, e que, no caso de bebês novinhos, ela poderá variar muito, pois o indicado é a livre demanda nos primeiros meses. Entretanto, não é porque os intervalos entre mamar/dormir irão variar que você não pode criar uma rotina. Assim, mesmo que você faça intervalos menores de 3h com seu filho, ou mesmo intervalos irregulares, estabeleça uma rotina de ordem de atividades. O que quero dizer é: preste atenção no comportamento do seu bebê e tente atender as suas necessidades sempre de maneira regular. Por exemplo: se o seu filho tende a dormir quando mama no seu peito, estabeleça a rotina de que ele irá  (1) mamar um seio, depois (2) você trocará a fralda dele e, depois (3) você oferecerá o outro peito. Evite trocar a franda antes da mamada numa vez, depois da mamada na outra, no meio da mamada numa terceira e por aí vai. Ou seja, vá criando um padrãozinho de atividades e repita-as, mesmo que em intervalos de horários irregulares.
  3. Assim que os bebês mamam, eles tendem a ficar sonolentos, então a dica é ficar de olho nos sinais de sono do seu bebê para colocá-lo para dormir imediatamente e, se possível, no berço. Não acostumei o Léo a dormir no berço de dia, com medo que ele confundisse o dia com a noite, e me arrependo até hoje. Então, aqui a dica é: aproveite que os bebês ficam sonolentos após mamarem e não percam o ponto ideal de colocá-los para dormir (é quando eles começam a ficar irritados, olhos vermelhinhos, olhinhos vidrados, coçar os olhos. Ou seja, o segredo está em ficar de olho nos olhos das criaturinhas). Com o tempo, eles começarão a demonstrar sono sempre nos mesmos horários e você verá a rotina do sono, assim como a da fome sendo criada naturalmente.
  4. Importante para criar a rotina e ajudar no ritmo do sono do bebê: bebês devem dormir de dia e de noite no berço (eu errei feio aqui, como disse, de dia eu deixava o meu pequeno dormir em qualquer lugar, menos no berço), só que deve-se fazer uma distinção clara entre dia e noite. De dia, ele deve dormir à meia luz (não 100% claro porque atrapalha o descanso, mas não escuro para ele não se confundir e trocar o dia pela noite) e mantendo-se os barulhos regulares da casa. À noite ele deve dormir no escuro e com a casa com um pouco mais de silêncio.
  5. Já que você não pode estabelecer horários para as mamadas e para as sonecas (se você seguir a linha da livre demanda), estabeleça horários para outras atividades do seu bebê. Passeio e banho são ótimos para isso. Eu sempre passeava com o Léo bem cedinho e dava banho no fim da tarde, também próximo do horário que ele estava começando a demonstrar o início do sono noturno(normalmente, os bebês tendem a querer dormir quando o sol se põem e a acordar quando ele nasce).
  6. Se o seu bebê sofre de cólicas você já deve ter percebido que elas tendem a parecer sempre no mesmo horário (as do Léo eram de madrugada, 5h da manhã, e no fim do dia, por volta de 18h). Aqui também é um outro momento que vale a pena criar uma rotina, pois isso ajuda os bebês a passarem por esse momento terrível com mais tranquilidade. A minha sugestão de rotina para a hora da cólica é: colocar uma bolsinha quente no bebê, envolvê-lo com uma mantinha fazendo um charutinho, niná-lo bem próximo a seu corpo e ficar com ele nos braços até que ele pegue no sono e que o pior da cólica passe. Eu sempre fazia isso e era tiro e queda. As cólicas do Léo que eram terríveis acabam ficando mais amenas e ele chegava até a dormir. (Fiz um post só sobre esse assunto. Vale a pena dar uma olhada.).
  7. Não faça como eu, que fiquei neurótica e achava que, se um dia o Léo saisse da rotina, tudo iria por água abaixo. É importante sim a repetição para a rotina se estabelecer, mas se um dia você fizer uma coisinha diferente, você não voltará à estaca zero. Principalmente porque a cada cinco dias úteis vem um final de semana, e nesses dois dias final de semana é meio óbvio que em algum momento vamos sair da rotina. O ideal é que, ao se sair de casa para fazer algum programa, se tente seguir a rotina normal, mas se não for possível, porque nem sempre é, paciência. Nem tudo estará perdido.
Bom, essas são as dicas que eu posso passar para vocês baseada na minha experiência pessoal (muito mais do que nos livros). Acho que elas funcionam super bem com bebês de até 3 meses. A partir disso, já dá para ir tentando organizar a rotina com base em horários um pouco mais determinados (aí sim acho que a rotina EASY pode ser usada). Como eu disse, eu tentei seguir tudo que lia à risca, e não deu certo aqui. Cada bebê é um bebê e cabe a nós ficar de olho nos sinais deles e aprender a entendê-los antes de tentarmos impor uma rotina. Apesar de não ter feito a livre demanda aqui em casa, hoje eu olho para trás e acho que teria funcionado bem melhor (pelos motivos que eu já expliquei no tópico 1). Respeitar as necessidades do bebê é o primeiro passo para criar uma rotina saudável e que irá funcionar no longo prazo.
Bom, depois de falar tuuuuuuuudo isso e quase deixar vocês zonzas, anuncio que hoje o Léo tem uma rotina. Eeeeeee! Mas também, ele já está com quase oito meses. Eu comecei a conseguir estabelecer uma rotininha mais organizada para ele quando ele fez três meses (quando descobrimos a alergia alimentar e começamos a tratar), mas acho que só posso dizer que realmente ele tinha uma rotina legal lá pelos seis.
Hoje, o dia a dia do Léo é o seguinte (quando estamos em casa, sob condições normais de temperatura e pressão, é claro!):
  • 7h30min – Léo acoda, toma uma mamadeira e eu troco a fralda dele
  • 8h até 8h30min – momento de alegria máxima no dia do Léo, quando ele é liberado para assistir à Galinha Pintadinha e ele próprio libera a mamãe aqui para lavar o rosto, se vestir, tomar o café da manhã e dar um beijo no marido
  • 8h30min – 9h30min – Léo e eu saimos para passear de carrinho pelo bairro
  • 9h30min – retornamos e o Léo toma uma mamadeira de suquinho de laranja (e na sequência troco a fralda. Manti o padrão de trocar a fralda após cada mamada ou refeição)
  • 10h – 12h – Léo tira a sonequinha da manhã (tem horas que empedra e vai além e tem horas que não aguenta tanto tempo assim na cama. Aqui varia bastante)
  • 12h – Almoço do Léo (papinha salgada)
  • 13h30min – Mamadeirinha de leite (dada sempre, no mínimo, uma hora após finalizar a última refeição)
  • 14h – 15h30min –  Léo tira outra soneca de 1h30min (em média)
  • 15h30min – Lanche do Léo, que pode ser frutinha esmagada ou mais leite (se ele não quiser comer fruta, como às vezes acontece)
  • 16h – 17h – Brinco com o Léo
  • 17h – Jantar do Léo, que é papinha salgada de novo
  • 17h30min – 19h30min – Léo brinca ou vamos passear
  • 19h30min – Léo mama
  • 20h – Léo toma banho
  • 20h15min – Léo mama o resto da mamadeira ou dou uma mamadeirinha extra
  • 20h30min – Léo é colocado no berço acordadinho e pega no sono sozinho (esse é o meu grande orgulho! A única coisa que consegui fazer direitinho desde a primeira noite do Léo em casa)
Ah, quase todas as madrugadas o Léo ainda nos brinda com uma acordadinha para mamar. Mas essa não tem horário fixo.
 
Ah número dois: esses horários não são 100% rígidos. Vira e mexe tem uma variação de meia hora para mais ou para menos (ou até de mais tempo). Quando isso ocorre, vou adaptando os horários seguintes.
Juro que sair um pouquinho da rotina num dia nunca prejudicou a rotina do dia seguinte.
 
Bom, espero ter ajudado de alguma forma. Sei que rotina é importante, que ajuda horrores mamãe e bebê, mas temos que ter em mente sempre que as necessidades do bebê devem ser atendidas antes de tudo. Quando ele chorar, esqueça o relógio e siga seu coração (falar agora é fácil né! Kkk!)

 




50 Comentários

  1. Demais…. Legal isso da livre mamada, como vc fazia quando ele acordava de madrugada querendo o peito?
    Bjokas e parabéns!

    • Olá! O Léo não acordava muitas vezes para mamar na madrugada. Sempre foi no máximo duas. E quando ele tinha umas 3 semanas passei a dar só complemento para ele na madrugada (ele mamava peito e complemento desde o primeiro dia). Fiz dessa forma. Abraços!

  2. Fernanda disse:

    Oi! Descobri seu blog faz uns dias e estou amando. Meu filho esta com quase 6 meses. Desde o início pratiquei a livre demanda com ele. Deu super certo! A única coisa que ainda não consegui foi fazê-lo dormir cedo, por volta de 22 h. Ele sempre dorme entre 23 h e meia noite. Mesmo assim, continuo fazendo sempre as mesmas coisas, dou banho, dou mamar, coloco no berço com musiquinhas de ninar, etc. Um dia eu consigo!

    • Fernanda, fico muito feliz de vc estar gostando do Macetes de Mãe! E que bacana que a livre demanda está dando certo para vocês. Como eu disse, com meu próximo filho vou fazer isso, com certeza. Sobre o horário do sono, é uma questão de tentativa e erro. Uma amiga minha também tinha esse problema, com a filha dormindo muito tarde. Aí ela foi tentando colocar a pequena para dormir em difernetes horários até que ela acertou. Uma dica: para o bebê dormir mais cedo à noite uma coisa que ajuda é não deixá-lo tirar sonecas da metade da tarde em diante. Aí, quando chega o início da noite, eles estão mais cansados. Aqui faço isso funciona super bem.
      Bjs e boa sorte!

    • Unknown disse:

      Eu também tenho o mesmo problema… O meu bebê, graças a Deus, dorme a noite toda desde 2 meses. Porém ele só consegue dormir depois das 10:30, já tentei várias vezes antecipar 10 min, 15min etc, mas o qje acontece é que ele adormece mamando e quando coloco no berço ele acorda e acaba mamando o outro peito… Não sei o que fazer. Detalhe, ele acorda perto das 8 horas para mamar e dorme até as 10, o que não deixa de ser uma “mamada da madrugada”. Tenho medo de ele ter dificuldades de dormir e acordar cedo como eu…

  3. Mariana disse:

    como dorme sozinho ?

  4. Lucinha disse:

    HAHAHAHA…..passei por algo parecido, ela tbm tinha mto dificuldade em mamar, não tinha horario, não queria, penei horrores, daí tbm descobri o bendito (maldito…rs) refluxo oculto….hahahaha

    hj com 5 meses ela tá beeeeeeeeeeeeeem melhor, e mais habituada a tal rotina….parecido com o do seu Leo…rs

  5. Thais Nunes disse:

    Se me permite dizer, acho que essa mamada da madrugada, vc pode tirar … Quando ele estiver mais espertinho, andando, vc vai ter problemas.. Por que? Já vai estar acostumado com esse vicio, vai ser pior pra tirar, vai sair sozinho da cama e te incomodar no quarto, vai querer de qualquer maneira e claro que vc também vai ter problemas maiores na idade em que julgar necessário tirar a mamadeira definitivamente..
    Digo isso porque com o meu primeiro filho foi a mesma coisa, eu já não aguentava mais ter que acordar de madrugada, tirei o peito aos 8 meses e coloquei a mamadeira,para que assim eu pudesse ter uma noite inteira de sono e quando ele acordasse, meu marido poderia ir lá e dá o mama.. Mas foi a pior besteira que eu fiz … Depois que começou a andar, aprendeu a subir na cama pra puxar a maçaneta da porta, abria a porta e ficava batendo no meu quarto, daí tivemos que drmir de porta aberta, porque várias vezes, ele saia do quarto e as vezes não chamava e ficava aprontando pela casa toda… Já teve vezes de acordarmos de manhã e ele estar dormindo no chão da cozinha, em cima dos alimentos que ele tirava dos armários .. Olha, essa questão dá dor de cabeça, acredite!
    O melhor é vc ensinar a dormir a noite toda …
    Hoje com o segundo filho, de 2 anos, aos 6 meses eu tirei as mamadas da madrugada. Começou a comer papinha salgada, a ultima mamadeira era às 11hs da noite. Pronto!
    Tive trabalho maior na primeira semana, quando ela acordava, mas depois de 8 dias, ela entendeu que a noite é hora de dormir e não de comer …
    Hoje aos 2 anos, ela é um anjo perto do que meu filho foi e todo o trabalho que eu tive, só por não ter tirado o mama da madrugada …
    Bem, esse é o meu relato… Meu aconselhamento. Abraços

  6. Anonymous disse:

    Olá!! Gostaria de compartilhar brevemente aqui, como é a rotina do meu Gabriel, hoje com 7 meses e 1 semana. Também de comentar que não foi fácil chegar a este “modelo” de rotina. Aos poucos fui ajeitando e agora aqui é excelente! Sobre o mamá da madrugada, esta dica vi em alguns sites (li TANTOS que agora não saberei dizer em qual foi): chamado de mamá dos sonhos (ou algo assim!) consiste em dar uma mamadeira (ou peito) ao bebê entre 22:30h e 23h, para que ele mame bastante, o quanto conseguir, mas sem acordá-lo. Pegar dormindo mesmo e colocar pra mamar. Óbvio que ele acorda um pouco, mas não totalmente. Aqui deu SUPER certo, faço isso desde que o Gabriel tinha 1 mes. No início, ele acordava de madrugada pra mamar, lógioc, até pq era bem pequenininho… Mas dia após dia, ele foi gradativamente aumentando o intervalo, até que chegou o dia, por volta dos 3 meses e meio, que não acordava mais. Hoje, a rtina aqui é assim:
    - Entre 7h e 7:30h: hora que ele acorda e troco a fralda, depois ele volta a ficar no berço, de “preguicinha”…
    - 8h troca de fralda e mamá
    - 9h às 9:40h: soneca da manhã (o Gabriel NUNCA dorme mais que 40 min durante o dia, pode contar no relógio, exatamente 40min… heheh
    - 10h- fruta
    - 11:30h – almoço (papinha salgada)
    - 12h às 12:40h soneca do meio-dia
    - 13:15h: suco de laranja ou fruta
    - 15h mamá
    - 15:20h às 16h: soneca da tarde
    - 17h: janta (papinha salgada)
    - 19h banho
    - 19:15h mamá
    - 19:30h sono noturno
    - 22:40h mamá dormindo…. e assim ele dorme a noite inteira, só acorda no outro dia….

    • Olá, obrigada pela dica!
      Essa mamada das 23h chama-se Mamada dos Sonhos e é do Livro Os Segredos de uma Encantadora de Bebês. Já tentei com o Léo, diversas vezes, mas nunca “colou”. Ele acorda igual depois! :-)
      Mas obrigada de qualquer forma pela dica. adorei conhecer a rotina da sua casa. Bjs

    • Aline disse:

      Eu fui reduzindo a mamada da madrugada a cada 3 dias, 15 ml. Se ele toma 90ml, dê 3 dias e depois diminua para 75ml, depois mais 3 dias e reduz de novo, até chegar em 0. Se no final disso td ele ainda acordar dê a chupeta e espere ele pegar no sono e tire. Ele acostuma logo e deixará vc dormir a noite toda!

  7. Olá, estou chegando agora. Tenho um bebê de 3 meses que acorda várias vezes a noite para mamar. Durante o dia consigo estabelecer uma rotina de 3 horas, mas a noite não. Estou dando o peito ainda, mas as vezes estou tão exausta que não tenho leite e preciso complementar com mamadeira, e mesmo assim ele acorda diversas vezes. Ele nasceu prematuro, ficou na UTI, mas está se desenvolvendo super bem, acima do esperado até. Já li o livro A Encantadora de Bebês, mas vou ser bem sincera, das 17 horas em diante fica muito difícil de estabelecer rotina, pois o Rafa as vezes dorme por 45 minutos, outras vezes fica 2 horas acordado e nada consegue fazer tirar uma soneca. A madrugada é meu pesadelo, pois muitas vezes ele acorda as 1, as 3, as 5 e demora pra dormir, e quando isso acontece já está na minha hora de levantar pra levar minha outra filha para a escola. Durante o dia não consigo dormir, pois tenho escritório em casa, daí já viu, complicado…se puderem me ajudar, fico imensamente grata!

  8. Adri, três meses ainda é cedo para você ter uma rotina estruturada à noite. Você tem alguma rotina para a hora que ele vai para a cama para o sono da noite? O ideal é você criar isso se não tiver e, ainda, colocá-lo para dormir por volta de 20h. Procure pelo tópico “Sono/Descanso” aqui no blog que tem vários outros posts sobre isso. Boa sorte!

  9. Monique ziani disse:

    E o que vocês deixam pra mim, eu estou completamente desesperada, não consigo tirar de jeito algum as mamadas da noite, a minha filha já esta com 10 meses e ela acorda muito pra mamar de noite, tem vezes que pego no sono e ela fica mamando por horas, eu adotei a livre demanda tmbm logo que nasceu e acostumei ela mau e sei que é de preguiçosa mesmo porque se eu fosse decidida deixava ela chorando algumas noites e tirava esse hábito de mar no peito a noite toda….a Isadora tmbm não tem uma rotina muito certinha mas é mais ou menos assim?: 07:00 acorda troco a fralda as 8:00 ela toma mamadeira com ninho e dorme até umas 10:00 , come uma fruta ou iogurte, bolacha ou qualquer coisa que tiver pela frete… as 11:30 ou 12:00 almoço, 14:00 mamadeira de ninho de novo, dorme até umas 16:00, come um a fruta de novo ou lanche, e brica bastante até umas 19:00 19:30 e janta, após toma banho as 20:30, as vezes consigo dar uns 150 ml de mamadeira, ams as vezes chora tanto e só mama no peito, dorme por volta das 21:00 22:00, mas não dorme mais que 2/3 horas e já acorda pra mamar de novo..e a madrugada aqui em casa tem sido tenebrosa, por favor se alguém tem uma dica pra eu tirar as mamadas noturnas por favor me ajudem estou necessitada!!!

  10. Anonymous disse:

    Será que ela não tem refluxo oculto ? A filha da minha amiga era assim, agora descobriu o refluxo, tem 11 meses, está medicada e dorme a noite toda, afinal, o relfuxo incomoda, meu filho tem e desde q foi medicado é outra criança, tranquila, dorme a noite toda desde os 4 meses! Boa sorte!

  11. Inês disse:

    Obrigada pelo post. Ajudou-me imenso. Agora que estou sozinha com o meu filhote dei por mim sem saber como organizar as nossas tardes. Até à hora de almoço e perto da hora de dormir já conseguimos encontrar um ritmo, mas as tardes têm sido uma loucura, com ele a resistir ao sono, a mamar a horas completamente desgovernadas. Depois de ler a sua experiência vou respirar fundo, ter paciência e procurar aos pouquinhos encontrar uma rotina que sirva tanto para ele como para mim. Acho que será qualquer coisa como um passeio à volta do bairro depois do almoço, uma soneca depois, mamar, brincar um pouco, banho, mamar e cama… É tão saber que não sou a única a passar por estas dificuldades.

  12. Shirley adorei seu blog. Hoje tenho uma menina de três anos. Tbm adotei a rotina de livre demanda e deu super certo. Giovana sofreu muito com as cólicas e tinha o intestino muito preso, era um deus nos acuda. Fora isso, tudo certo, uma coisa da qual eu me orgulho muito, é que eu tbm acostumei ela a pegar no sono sozinha, é tão prático né? ! Parabéns pelo blog.

  13. Outra coisa que esqueci de dizer é que as mamadas da noite eu vim diminuindo tipo enganando o nenem. .. Exemplo: Giovana pedia o mama e eu dava só uma parte e ela continuava a dormir. Tenta isso!

  14. Renata disse:

    Ola Shirley! adoro seu blog, acompanho sempre, apesar de ainda não ser mae! algumas vezes réplico ele para as mãe que conheço! Achei muito legal quando disse e descobriu que o ideal é deixar que as necessidades do bebê ditem a rotina! há um psicanalista, pediatra, Winnicott, que diz (ele já morreu, mas seu pensamento é vivo!) que a mãe suficientemente boa é aquela que atende às necessidades do bebê quando elas surjem, e não impondo regras e as SUAS necessidades! especialmente até os 6 meses, mais ou menos. Porque, por exemplo, quando se dá de mamar antes do bebê querer, ou passado uns minutos depois, quando ele já está morrendo de fome, vc está invadindo o bebê e criando um desconforto que pode repercutir na vida em forma de comportamentos e sentimentos diferentes. Impor uma rotina sem dúvida é necessário para dar segurança à criança, para ela conseguir prever e se organizar melhor. Mas impor uma rotina externa a ela, ou seja, que é melhor para a mãe, pode atrapalhar o desenvolvimento dela, ao invés de ajudar! É necessário impor uma rotina que venha da criança, no sentido que você falou!
    Como disse, não sou mãe e sei que a teoria é linda, mas a realidade é diferente. Então, como você disse, cada uma tem que se achar e adaptar de acordo com seu filho. Mas o importante é ter em mente o fato de que ele é que é o novo no mundo, que precisa se adaptar não só a mãe (e vice-versa), mas ao mundo também. Então, tentar evitar que esse mundo seja o menos traumático possível e dar-lhe o que ele precisa NO MOMENTO em que ele precisa, é o ideal.
    Acho que é uma construção que vai se criando junto com a criança ne? e Cada uma tem um jeito e é uma relação diferente, mesmo com a mesma mãe,
    Parabéns pelo blog e linda experiência!

    Bjos

  15. Graziella disse:

    Shirley, e agora que o Léo está mais velho, está funcionando??? A minha Bia está com 1 ano e 8 meses e estamos tendo dificuldade de ela voltar a dormir no meio da noite. Ela toma banho, mama e dorme (entre 19h30 e 20h30). Vai direto até às 23h30/0h00, quando dou outra mamadeira. Depois, cada noite é uma surpresa. Tem vezes que ela acorda às 02h00, às 04h00 e às 06h00, e só volta a dormir se mamar (quase 210ml). Outras vezes, nem mamando ela volta a dormir. Resultado: acabo levando pra nossa cama e ela continua a dormir (mesmo assim dá umas resmungadas). Não sei o que pode estar acontecendo… Existe pico de crescimento nessa fase? Um dia eu tive rotina… Obrigada por compartilhar tuas experiências com a gente! Adoro o teu blog! Beijos

    • Shirley disse:

      Oi Graziella, tudo bem? Agora o Léo dorme a noite toda. Mas começou isso só quando fez um aninho. O horário de acordar que varia, e muito! Normalmente ele acorda entre 7:30 e 8:00, mas teve duas semanas que dormiu até 10/11h e agora está acordando entre 6 e 6:30. Ou seja, sem rotina para acordar.
      Não sei dizer se com um ano e oito meses pode ser alguma fase ou pico, o ideal seria checar com o pediatra. Mas o que posso dizer é que os bebês sao uma caixinha de surpresa. Quando achamos que algo se acerto, aí muda tudo de novo. :-)
      Bjs e boa sorte por aí.
      Shi

  16. Anonymous disse:

    Achei alguém que, como eu, ficou neurótica com a regra da rotina e acabou “fazendo tudo errado”. Minha filha chorava de fome antes do intervalo de 3 horas e eu não dava o peito por nada! Balançava ela, até que ela se acostumou com isso… Hoje penso que o correto teria sido fazer como você menciona: livre demanda até os 3 meses, porque depois dessa fase eles conseguem mamar melhor e aguentam esse intervalo. Estou adorando o blog. Minha filha está com 10 meses. Quanto tempo tem o Léo? Beijos Déia

  17. Anonymous disse:

    Olá boa noite!
    Encontrei seu blog hj e já amei!!!
    Seu filho continua com a APLV ? Ele continua com o Neocate, ou vc teve que trocar por alguma outra formula?
    Gostei muito do seu blog. Que Deus continue te usando para ajudar muitas mamães!!!
    Fiquem com Deus!!!
    Meire Dias

    • Shirley disse:

      Olá Meire, tudo bem? Primeiramente, obrigada pelas palabras. :-). Sobre a alergia do Léo, não temos certeza se ele segue ou não. Estamos fazendo testes no momento. Essa semana ele comeu queijo e iogurte (tudo bem até agora) e semana que vem vamos testar leite. Se tudo certo, ele irá deixar o Neocate e irá sim partir para uma formula “normal”, adequada para a sua idade (1 ano e 4 meses). Bjs

  18. Meire cav disse:

    : Ola Shirley adorei conhecer seu blog, aqui em casa estamos tentando ter uma rotina. Meu bebe Rafael esta com 7 meses, durante o dia é uma beleza, segue certinho, mas a noite esta dificil. Dou banho nele as 20hs, mama e tento colocar no berço pra dormir mas chora muito, só adormece se for no colo ou no peito, isto causa muito cansaço, estou introduzindo nan pra ver se ele diminui as acordadas da madrugada pois ele acorda a cada 2h a 3h querendo peito, esta muito dificil tirar isto dele e faze-lo dormir a noite toda, alguma dica? estou exausta por não dormir, bj obrigada

    • Shirley Hilgert disse:

      Meire, tudo bem? Sinceramente, não tenho dica para essas acordadas da noite. O Léo sempre acordou de madrugada, até ter um aninho. Eu nunca fiz nada de diferente para ele parar com esse hábito. Simplesmente, de uma hora para a outra, quando estava com um aninho, ele parou. Espero que por aí também seja assim. bjs

      • Meire cav disse:

        é a maioria passa pelo mesmo…o jeito é ir tentando um ajuste mas logo logo ele cresce e isto passa, espero que isto passe daqui 5 meses afinal ele fará um aninho e toda mãe que converso diz que depois de 1 ano eles mudam mesmo, bjs no Léo, obrigada

  19. BRENDA TRINDADE disse:

    Ola Shirley, minha bebê tem 2 meses, e as mamadas dela são de 3 em 3 horas, por ser mamadeira, mais ela tbm pega peito então eu deixo ela mamar o peito a hora que ela quiser, mais no período da noite eu acordo ela de 3 em 3 hora pra dar mamar e não do o peito anoite, acordo ela com medo dela ficar com muita fome eu ter que dar a mais mamadeira pra ela por ter passado muito tempo do horário de mamada, será que ela vai mamar a mesma quantidade quando ela mesma acordar.Fico na duvida

  20. Pamela disse:

    Oi Shirley, li seu blog e ameei!!!! Exatamente tudo q eu estava precisando! Tbm sou um pouco neurótica por rotina, sempre fui, antes mesmo de ter a Valentina, 6 meses!!!!! Lendo seu blog pude perceber q eu não conseguia manter uma rotina legal com minha baby pq não estava respeitando alguns horários impostos por ela mesma! !!!!! Hoje, seguindo mais o que ela quer, consigo administrar melhor nosso dia a dia!!!!! E o Leo hoje, como tem sido a rotina dele?!

    • Shirley Hilgert disse:

      Pamela, ele segue com uma rotina bonitinha, de seg a sex, mas está diferente.
      Acorda perto de 7h30min, faz lanche 10h, almoço 12h, toma mamadeira 14h e dorme. Acorda 17h, janta 17h30min, toma mamadeira 19h30min e dorme 20h15min. Bjs

  21. Thainá Pereira disse:

    Ahhhh, pq não encontrei esse seu post antes?! Desde q descobri seu blog, amei, e tem me ajudado muito! Mas, com essa coisa de rotina, tenho apanhado… Minha bebê já esta com 6 meses, e tb faço a livre demanda, e, como vc, tentei por meses seguir a risca uma rotina, mas q, devido a livre demanda, ela era sempre quebrada, e eu ficava hiper frustrada, e voltava a estava estava zero… Resultado: ate hj não consegui de fato uma rotina que desse certo (se eu tivesse lido um comentário como o seu antes, teria me ajudado MUITO!). E agora, estou começando a introduzir outros alimentos, e estava ficando perdida novamente nos horários (se é que, em algum momento, desde que minha pequena nasceu, eu me achei… Hehe), pois ela só dorme no peito, e não estava sabendo como dividir a hora de comer, mamar e dormir… (com a explicação da medica ainda não tinha conseguido visualizar a rotina de forma pratica! Kkk) Seu exemplo de rotina com o Léo foi una luz pra mim! De verdade, obrigada por compartilhar!!!

  22. Milla disse:

    Shirley

    O que você fez quando as crises (3 meses, 4 meses e meio) derrubaram sua rotina…?
    Eu estou tentando entender a necessidade do meu baby anotando tudo que ele precisa e horários (banhos de sol, banho, tomar café com papai e mamãe tento manter sempre no mesmo horário), mas essa crise mudou tudo estou ficando neurótica… As vezes ele emplaca um soninho às 17 h e empedra mesmo. Resultado? Vai dormir tarde, no outro dia acorda tarde e acaba com tudo!!!
    O principal problema é que vou voltar a trabalhar quando ele completar 07 meses, preciso de um pouco de previsibilidade (não um bebê robô, mas um pouco de previsibilidade)…

    Help me!!!
    Bjo

  23. rejane disse:

    gostaria de ajuda para conseguir fazer meu bebe dormir sozinha, ela só dorme no peito, e as vezes quan do vou coloca-la no berço acorda e aí vão horas até pegar no sono novamente, ah lembrando q ela tem dois meses e já dorme a noite inteira.

  24. jaqueline disse:

    MUITO OBRIGADA, AMEI AS DICAS! EU ESTAVA DESORIENTADA, VC ME AJUDOU MUITO ATÉ PORQUE OS HORÁRIOS DE SONO DELE (ESTÊVÃO) COINCIDEM COM O DO SEU BEBE. A ÚNICA ROTINA QUE ELE TEM É A DO SONO.BJOSS!

  25. Cristiane Martimazzi disse:

    Boah noite Shirley, meu pequeno Noah fez 5 meses e ainda estamos na luta….rsrs. Estou com muitas dúvidas e quase surtando por não dormir. Até os dois meses, ele seguia bem uma rotininha até o infeliz do pediatra passar fórmula para ele. Ele teve crises de cólicas absurdas (acordava de hora em hora) até ser diagnosticado com APLV. O refluxo também faz parte das nossas vidas… Ele não aceitou o Neocate, então estou dando só peito mesmo. O problema é que agora ele não dorme por causa de gases e cada dia tem sido diferente. Durante o dia as sonecas praticamente não existem mais. A noite agora acorda de 2 em 2 horas… (ele dormia 5 a 6 horas). Como vc fez nessa fase com o refluxo? (Sigo recomendação de ficar com ele empezinho por 30 min após as mamadas – isso acaba comigo-) E o q fez com APLV? Minha dieta está superrestrita e não sei o q causa tantos gases e provoca dor. Sou arquiteta e trabalho em casa, por falta de rotina e de sono, não estou conseguindo trabalhar…

    • Shirley Hilgert disse:

      Cristiane, eu fiz muitas coisas no período que o Leo tinha APLV. Se eu for relatar tudo aqui nesse comentário vira um livro. kk! Por favor, leia os posts que escrevi sobre ApLV (no menu rosa, em bem estar > aplv) que lá eu explico tudo direitinho. bjs

  26. Francini Sanches disse:

    Olá! Gostei muito do seu post! Antes do Matheus nascer eu também tinha lido esse livro e quando viemos pra casa me frustei…
    Não tenho conseguido estabelecer rotina, mesmo a ordem das atividades está difícil pois ele tem chorado muito e ficamos tentando entender o que se passa…
    Aliás sempre depois q ele mama tenho muita dificuldade em colocá-lo para dormir, mas acredito q seja normal, hoje ele está com 20 dias…
    Bjs

  27. Marlene disse:

    Olá, minha bebe está com 6 meses, e não estou conseguindo estabelecer uma rotina de alimentação para ela, já come papinha salgado no almoço…
    Ela acorda as 6:30 da manha e já mama uma mamadeira, depois não consigo mais estabelecer a rotina dela, me ajudem

  28. Fabiana disse:

    Shirley,como anda a rotina do Léo hoje?
    Já conseguiu tirar a mamadeira da madrugada?
    Poxa,meu bebê tem um ano e acorda toda noite para comer,já tentei varias coisas e não deu certo. Alguma dica?

  29. Franca disse:

    Oie Parabéns pelo blog!
    Como vc colocava o Leo para dormir sozinho no berço após as mamadas, pois BB q tem refluxo precisa ficar 30min em pé no braço para a comida ficar no estômago.
    Com a minha filha de 5 semanas eh assim e qdo coloco no berço já está dormindo.
    Como vc fazia?
    Bjs

    • Shirley Hilgert disse:

      Eu segurava o Leo no colo até ele arrotar. Quando ele dava um bom arroto eu colocava no berço com travesseiro anti-refluxo, para deixá-lo mais inclinadinho.
      abs.

  30. Lilia disse:

    Ola estou tentando escrever aqui no seu blog, mas a página fica atualizando antes de escrever o que quero, pq?

Deixe seu comentário