Produtos BPA Free: porque eles são importantes para a saúde dos nossos filhos

Quando eu comecei a fazer o enxoval do Léo passei a me deparar com expressões que nunca tinha ouvido falar antes: BPA Free, Sem BPA, 0% BPA ou, ainda, Livre de BPA.
Ver isso em diversos itens, principalmente de alimentação e amamentação, acabou me chamando a atenção e eu fui buscar mais informação a respeito.Descobri que o BPA é, na verdade, o apelido de uma substância chamada Bisfenol A, que é usada na produção de plástico policarbonato (PC) e que garante a maleabilidade do mesmo. Utensílios de plástico que contém BPA, quando utilizados, principalmente quando aquecidos, soltam vestígios desta substância e esta, ao ser ingerida, pode vir a causar danos irreparáveis ao organismo, principalmente de bebês e crianças.

Mas qual, afinal, qual é o dano que esse tal de BPA pode causar?

Apesar de não haver ainda uma pesquisa científica conclusiva, especialistas acreditam que os vestígios de BPA podem causar distúrbios no sistema hormonal e reprodutor, danos ao cérebro e ao coração, diabete e maior risco cancerígeno.

Em março de 2011, uma diretiva da Comissão Europeia entrou em vigor proibindo o BPA em mamadeiras e outros itens tipicamente infantis e, em setembro de 2011, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) também proibiu a utilização deste composto no Brasil (essa medida entrou em vigor em janeiro de 2012).

Imagem: www.folha.uol.com.br
Atualmente, como existe em quase todo mundo essa proibição do uso de BPA na produção de utensílios infantis, não se corre muito risco de encontrar chupetas e mamadeiras que o contenham. Entretanto, na minha opinião, o risco está em outros tipos de produtos que utilizamos com frequência para armazenar alimentos infantis ou para dar para nossos pequenos brincarem/morderem e para os quais ainda não existe uma legislação vigente. Nesse grupo, entram os super utilizados potinhos de papinha, mordedores e brinquedos (itens que costuma ir à boca de crianças ou armazenar alimentos), os quais se tornam ainda mais perigosos quando vão para o microondas, para  para aquecimento ou esterilização.Mesmo que não exista nada 100% conclusivo sobre esse assunto, acho que vale a pena ficar de olho e dar prioridade para utensílios e brinquedos infantis que sejam BPA Free.

Para saber quais são, é importante checar a embalagem na hora da compra (essa informação costuma vir em destaque), ou verificar se fala alguma coisa a respeito disso em algum lugar do utensílio/objeto (algumas vezes essa informação vem “gravada” na parte de baixo).

Abaixo alguns “selos” que costumam vir nas embalagens, identificando que são BPA Free:

 

 

Leia mais sobre esse assunto em:

Deixe seu comentário