Dicas para organizar o chá de bebê

O chá de bebê da futura mamãe, assim como todos os demais eventos que irei abordar daqui para frente, dependerá muito do estilo e do bolso da anfitriã. Ele pode ser uma mega festa, com efeitos pirotécnicos e tudo, como também poderá ser um encontro informal com poucas e queridas amigas e familiares. Eu, particularmente, sou mais chegada na segunda opção, pois penso que nesse formato é menos cansativo (lembre-se do tamanho da sua barriga nesse momento) e muito mais gostoso, já que dá para aproveitar melhor a companhia de todos os presentes.
 Abaixo, trago algumas dicas simples, mas super úteis para garantir que você terá uma festa agradável e divertida.

1. Convite

Se você for fazer um chá de bebê para poucas convidadas, o ideal é enviar convites impressos. Já se a festa for para um número maior de convidadas, convites virtuais, cabem muito bem. Em ambos os casos, depois do envio, é sempre indicado ligar, para confirmar a presença e dizer que a companhia da convidada nesse momento especial será muito importante para você. Além de ajudar na logística (você vai saber o número de presentes com antecedência), é um gesto bastante delicado.
 
Independente do tipo de convite que você escolher, o ideal é enviá-lo entre 15 e 20 dias antes do evento. Também é bacana fazer convites personalizados, cujo visual combine com o tema da festa.
 

2. Lista de presentes

A etiqueta diz que não tem jeito delicado de impor uma lista de presentes, ou seja, seus convidados devem se sentir à vontade para levar o que quiserem e o que couber em seu orçamento. Mas caso você opte por fazer uma lista (o que muitas vezes pode ser prático tanto para a mamãe quanto para as convidadas), o ideal é você avisar alguém próximo (amiga, irmã, mãe…) e pedir para essa pessoa passar a informação adiante, de maneira delicada, sem fazer com que as pessoas se sintam pressionadas a presenteá-la com este ou aquele item. Ainda, se você optar por uma lista de presentes, garanta que haverá várias opções baratinhas, afinal, o objetivo da festa é confraternizar e não montar o enxoval do bebê.
 

3. Formato

Lembre-se que quando o chá de bebê irá rolar, você provavelmente já estará num estágio bem adiantado da gravidez. Por isso, minha sugestão é que você opte por festas íntimas e informais, com poucas convidadas. Nesse formato, com certeza, será bem menos cansativo para você e você poderá aproveitar o encontro com as pessoas mais próximas e queridas.
 

4. Horário

O horário ideal, para não atrapalhar os compromissos de final de semana das convidadas,  é entre 15h e 16hs. E lembre-se que esta é uma festa que não deve durar mais do que 4 horas.
 

5. Alimentos e bebidas

Já que estamos falando de um chá de bebê, por que não fazer um chá mesmo? Acho super charmosa a ideia de servir um bolo de laranja junto com algumas tortas e doces que podem ser feito em casa, com carinha e cheirinho de coisas feitas pela vovó.  Para acompanhar, sirva uma variedade de chás e sucos. Simples e elegante. Perfeito para chá de bebê.
 
Outra opção bastante adequada para esse tipo de evento são mini lanches, feitos com comidinhas leves e saudáveis. 

E você já pensou que, em vez de servir um bolo, uma boa alternativa pode ser oferecer uma salada de frutas bem fresquinha com iogurte? Se for de frutas vermelhas então, melhor ainda, pois além de gostoso ficará super charmoso.
 
E não esqueça, quanto mais com cara de cardápio feito em casa, mais acolhedora se tornará a sua festa.
 

6. Decoração

Para dar um upgrade no visual do seu chá de bebê você pode chamar uma profissional para cuidar da decoração da mesa onde as comidinhas serão servidas. É apenas um detalhe, mas que fará toda a diferença. Uma mesa bem montada, pensada e planejada com carinho, dá outra cara ao evento. Se você caprichar nisso, nem precisará decorar mais nada que a festa já ficará linda.
 
Por outro lado, se você não quer gastar com a decoração, pode aproveitar algumas roupinhas do enxoval do bebê para enfeitar a festa. Também fica uma graça. Uma ideia é montar um varal de roupinhas na parede ou na parte da frente da mesa onde as comidinhas estarão servidas.  


7. Brincadeiras

Você é quem decide se o seu chá de bebê terá ou não brincadeiras e atividades. Se você preferir não tê-las, não há problema algum. Apenas, informe com antecedência algumas amigas ou familiares mais próximas a sua vontade para evitar surpresas de última hora (já pensou, na hora H, você, com aquele barrigão, tendo que participar de um monte de atividades e brincadeiras pelas quais não estava esperando?). Com certeza, é melhor deixar claro desde o princípio  sua posição e explicar que o encontro continuará sendo divertido, mas de outra maneira, para evitar qualquer descontentamento ou frustração (afinal, ainda há aquelas que esperam ver a gravida abrindo os presentes, sendo pintada, pagando prendas, e por aí afora…) 
 
Agora, se você é daquelas que preferem um pouco mais de agito e quer promover um chá de bebê que seja a sua cara, invista em brincadeiras e atividades diferentes, que vão realmente proporcionar momentos divertidos e de interação durante o encontro. Algumas alternativas bacanas está disponíveis nesse post já publicado aqui no blog.
 

8. Lembrancinhas

Nada mais prático do que dar lembrancinhas comestiveis. Lembre-se que em poucos dias você terá que pensar na lembrancinha da maternidade, em seguida na do batizado, e por aí vai…
 
Lembrancinha de chá de bebê é mais uma delicadeza do que uma lembrancinha mesmo. Assim, você pode caprichar em uma embalagem com quatro brigadeiros, pode fazer uma pão de mel com o nome do bebê, pode oferecer um mini bolo de laranja com calda de açúcar e qualquer uma dessas alternativas acertará em cheio. Com certeza, será uma delícia degustar o mimo e lembrar do seu chá de bebê.
 
Agora, preparem-se, pois a próxima festa está perto: o batizado!!! Até breve!
Veja outros posts similares:

Siga o Macetes de Mãe no Instagram e acompanhe diversas dicas e inspirações: www.instagram.com/macetesdemae




8 Comentários

  1. Tatiana Cali disse:

    Muito legais estas dicas … Estou adorando a coluna! Aqui em casa, como fizemos apenas chá de fraldas, não houve uma listinha. Mas uma amiga muito querida, quando fez o dela, junto com o convite – que foi virtual – havia um link para que as pessoas visualizassem a lista dela. Achei uma maneira delicada de fazer, afinal quem preferisse não usar a lista não ficaria intimidado e quem acessasse, poderia marcar o item, retirando-o da lista de disponíveis. E haviam ítens para todos os gostos e bolsos. Beijinhos, Tatiana.

  2. Ale Lima disse:

    Ótimas dicas!
    Muito bem detalhado e explicativo.
    Vou indicar para as amigas grávidas !

    Bjs

  3. Mariane Nunes disse:

    Olá, adorei as dicas, e o site também, muito bem organizado!
    Gostaria de saber quanto tempo antes do nascimento, seria ideal para realizar o chá de bebê?
    Beijos Mari.

    • Shirley Hilgert disse:

      Mariane, isso depende da sua disponibilidade e ânimo. Acho que sete ou oito meses de gestação é o ideal. Assim você não está tão cansada e consegue aproveitar melhor a festa. bjs

  4. Késia disse:

    Bom dia! Primeiro quero te parabenizar pelo blog, ele é MARAVILHOSO!! E agora vou deixar aqui uma dica que achei super legal em um chá de bebê que participei… houve apenas duas brincadeiras, a primeira uma especie de Imagem e Ação onde as mimicas foram feitas pelo papai e os convidados tinham que adivinhar nomes de filmes que tivessem a ver com gravidez; a outra foi uma declaração de amor feita pelos papais pro pequeno que estava na barriga onde alguém ia mostrando objetos que deveriam ser inseridos nessa declaração. A mamãe não se cansou e todos os convidados se divertiram!! Bjus

  5. Yanka disse:

    Eu gostaria de umas dicas para chá bar que pode ir mulher e homem !

    • Shirley Hilgert disse:

      Yanka, essas dicas valem para chá de bebê de mulher e homem também. Mas se quiser fazer algo mais “neutro”, evite as brincadeiras. Faça só um encontro dos amigos. É divertido também. bjs

Deixe seu comentário