Seis dicas para manter a casa organizada (tendo bebês e crianças)

Se tem uma coisa que, com absoluta certeza, muda na nossa casa depois que temos filhos é a organização. Ah, disso não tem como escapar. Bebês e crianças tem muitas, mas muitas coisas, e todas essas coisas precisam de espaço para serem guardadas, coisa que nem sempre temos em nossos minúsculos apartamentos. Além disso, eles brincam, e isso significa um monte de objetos espalhados pelo chão, por todos os cantos da casa. Enfim, quem já mãe ou pai sabe do que estou falando, e quem não é em breve irá descobrir.

Nessa minha ainda pouca experiência com o Léo já aprendi algumas coisinhas relativas ao assunto organização e hoje venho aqui compartilhar essas dicas com vocês. Espero que sejam úteis.

1. Tenha um lugar para cada coisa 

Se você tiver um lugar específico para guardar cada coisa, com toda a certeza do mundo, será mais fácl de você encontrar quando precisa. De nada adianta você comprar fraldas e uma vez guardar na gaveta da cômoda e na outra no maleiro do guarda-roupas. Cada coisa no seu devido lugar! E, se você puder definir onde irá guardar tudo antes do bebê chegar (e efetivamente já guardar o que puder) vai ajudar muuuiiiiito. Eu investi um tempo danado nisso no fim da gravidez. Perdi as contas de quantas vezes tirei e coloquei coisas dentro do guarda-roupas, sempre pensando na forma de deixar  que é mais útil mais à mão e o que é menos útil menos. Mas super ajudou. Depois de definido uma vez o espaço onde cada coisa vai, é só manter tudo direitinho lá que a bagunça já fica um pouco sob controle. Algumas dicas básicas ainda sobre esse assunto:

  • Guarde coisas similares juntas, ou próximas: todos os itens de higiene em um lugar, todos os brinquedos em outro, todos os itens de passeio em outro e assim por diante;
  • Deixe coisas mais úteis mais à mão e o que usa menos nos espaços de mais difícil acesso;
Roupinhas guardadas na gaveta antes
da chegada do Léo. Depois mantive (pelo
menos tentei) essa organização.

2. Crie um padrão para organização para as roupinhas

Roupas devem ser os itens que bebês e crianças mais tem e, também, os que são mais utilizados no dia a dia, por isso, elas devem estar sempre organizados e de fácil acesso. Tudo que o Léo usa mais ou seja, as roupas basiquinhas, do dia a dia (bodies, macacõezinhos, pijamas, roupas de moletom, camisetas….),  eu guardo na cômoda dele, pois como ainda o troco aí, fica mais à mão. Já as roupinhas mais arrumadinhas (e menos confortáveis, por isso com menos uso), ou então as que precisam ficar penduradas, eu guardo no guarda-roupas, penduradinhas em cabides: casacos, camisas, conjuntinhos,… Depois de definido o que vai onde (cômoda x guarda ropuas) crie uma organização das roupinhas dentro desses móveis. Eu fiz da seguinte forma: na primeira gaveta da cômoda guardo acessórios como babadores, bonés, gorros, meias, paninhos de boca, fraldinhas,… Na segunda, coloco as roupinhas mais básicas: bodies, macacões, pijamas,… A terceira eu uso para guardar calças, bermudas, etc… e na guarta vão as roupas que ainda não servem perfeitamente, mas, em breve, o Léo deverá estar usando. Também sempre coloco do lado esquerdo aquilo que eu costumo usar mais e do direito o que uso menos, assim meu cérebro já sabe onde encontrar mais facilmente aquilo que procuro. Ah, aqui também vai uma dica bem básica, mas que não custa repetir: guarde os mesmos tipos de peças uma em cima da outra, ou seja, não vá misturar bodies com camisetas e com calças no mesmo montinho. Faça um montinho só de bodies, outro só de camisetas e assim por diante. Outro detalhe que ajuda é sempre tentar dobrar as roupinhas no mesmo tamanho. Se na hora de você fazer um montinho tiver uma camiseta dobrada bem pequenininha e outra maiorzinha, o montinho vai ficar todo torto e tende a cair e bagunçar a sua gaveta. Já no guarda-roupas, eu penduro as roupinhas da mais quentinha para a mais fria da direita para a esquerda. Não é algo muito lógico, só uma forma que eu criei para organizar as roupinhas que ficam penduradas e que me ajuda na hora que preciso encontrar uma peça.
Indico que você crie um esquema para organizar as roupinhas dos seus pequenos e teste se funciona por um tempo (veja se você acha fácil tudo que precisa sempre que procura). Se funcionar, mantenha o método pois isso vai ajudá-la muito no dia a dia. (Leia aqui outro post em que falo sobre esse assunto)

Caixas organizadoras dentro do guarda roupas do Léo.

3. Use e abuse de caixas e outros organizadores

Meu marido disse que eu tenho toque quando se trata de caixinhas e de potinhos. Não posso ver uma caixa que já quero guardar para colocar algo dentro dela. Mas sabe que isso super ajuda? Eu comprei duas caixas de plástico bem grandes para guardar algumas coisas no guarda-roupas do Léo (brinquedos e outros objetos avulsos). O bom é que posso deixar a maior bagunça dentro dessas caixas que quando abro o guarda roupas está tudo perfeitamente organizadinho. Caixinhas sem tampa também são boas para se colocar dentro de gavetas e acomodar objetos menores dentro delas: meias, gorros, luvas, paninhos de boca, itens de higiene, etc… Eu uso muitas caixas, tanto aquelas ótimas de plástico, bonitinhas e super resistentes, como caixas de embalagens de coisas que ganho ou compro. Sempre acho alguma utilidade para elas e sempre consigo manter as coisas do Léo melhor organizadas quando faço uso desse recurso.

Gaveteiro similar ao que uso em casa.

4. Tenha um espaço reservado na cozinha para guardar os itens de alimentação do bebê/criança

Todos os acessórios de alimentação do Léo (mamadeira, pratinho, potinho de papinha, faca, garfo, colher, etc…) ficam guardados em um espaço separado da nossa cozinha. Primeiro porque ele tem APLV e até as panelas para preparar sua papinha tem que ser separada das nossas (para evitar qualquer contato com leite) e depois porque mesmo que esse problema não existisse, eu iria preferir deixa tudo separadinho para encontrar mais fácil. Uma solução ótima que encontrei foi o uso de um gaveteiro de plástico, de quatro gavetas, para guardar as coisas. Em cima dele eu deixo o escorredor de mamadeiras, na primeira gaveta coloco os acessórios pequenos (faca, garfo, colher, pinça, etc…), na segunda mamadeiras, e nas duas últimas pratinhos, potinhos, bowls, etc… Achei a solução ótima, pois é um móvel que cabe em qualquer cantinho, é fácil de limpar e depois, quando eu não precisar mais usar mais para guardar as coisinhas do Léo (criaças crescem, não é mesmo?) eu posso usá-lo para outro fim (gaveteiros são sempre úteis).

Gaveta dos itens de higiene organizada com caixinhas que
separam os objetos que vão dentro dela.

5. Deixe os itens de higiene sempre à mão, no quarto e no banheiro

A cômoda do Léo tem uma gavetinha pequena bem em cima, ao lado da maior, onde guardo os acessórios (meias, luvas, gorros, paninhos,…). Nessa gaveta guardo os itens de higiene (algodão, pomada assaduras, escova de cabelo, cortador de unha, etc…) e os medicamentos que o Léo utiliza com mais frequência. Assim, quando preciso, está tudo à mão. O mesmo vale para o banheiro. Tenho uma filial dessa gavetinha lá, dentro de uma cestinha. Ou seja, quando vou dar banho no Léo e vou trocá-lo no banheiro, já tenho tudo à mão (e não preciso ficar correndo do banheiro para o quarto para pegar o que esqueci). O lema quando se tem um bebê ou criança em casa é: tenha tudo à mão. E organizadinho para achar mais fácil.

6. Crie um cantinho da bagunça

Não tem jeito, bebês e crianças gostam de brincar e quando fazem isso (quase todo o tempo!) vai dar bagunça. Então desista de acabar com a bagunça e tente apenas mantê-la sob controle. O que eu fiz? Comprei um tapete bem grande (1,40 x 2m), macio, impermeável e firme e coloquei-o no chão da sala de TV. Assim, o Léo tem um espaço confortável e seguro para brincar. Em cima desse tapete, eu deixo uma bagunça de dar dó, mas ela fica concentrada ali (até porque quando acho algo perdido pela casa jogo em cima desse tapete e deu). Para ajudar um pouco na organização do tapete comprei uma caixa de plástico, rígida e sem tampa. Ali, no final do dia, guardo os brinquedos.
Não posso garantir que a minha casa está perfeitamente organizada depois de tudo isso, mas com certeza essas dicas simplesinhas ajudaram, e muito, a termos uma bagunça controlada, aceitável e até saudável por aqui.

Espero que as dicas tenham ajudado.

Leia outros posts sobre esse tema:

Dicas para organizar e guardar brinquedos e objetos dos pequenos
O que ter sempre à mão na hora de amamentar

9 comentários

  1. adriana

    faço a mesma coisa… e acho importante e ótimooo!!!!!
    Difícil é fazer a criança e a sua ajudante (se é que vc tem) manter a ordem! vivo organizando as caixas…
    só não tenho o tapete… aliás, gostaria muito de saber onde o adquiriu… tapete grande e fofinho?!?! gostaria muito. apesar da minha bebe já ser uma mocinha, quase 3 anos… em dias frios nada melhor do que isso para brincarmos no chão…
    obrigada, sempre, por compartilhar suas dicas.

  2. Andreia

    Amei mas o quantinho da bagunça ainda não rolou rsrs rsrs!!!

  3. Mariana

    O que eu acho mais dificil de organizar sao as roupas que vao ficando pequenas e as que ja ja vai usar ( tenho roupas ate 4 anos e minha filha tem 14 meses) . Toda hora tem que guardar e tirar! To tentando criar um metodo bom pra isso. Se tiver alguma dica! Eu guardo tudo pra meu proximo filho.

    Mariana

    1. Glau

      Mariana, tbém acho essa parte a mais difícil!! Até pq dá dó de ficar provando para ver se ainda serve. A minha é magrinha e alta então normalmente cabe no corpinho e cintura mas fica com as mangas e barras curtas. Tbém gostaria de dicas para isso.

  4. Luciana

    Olá muto boa estas dicas. sabe me dizer a marca desse gaveteiro.

    1. Macetes de Mãe

      Olá Luciana! Que bom que gostou. Não sabemos a marca, pois é apenas uma imagem de referência. Se você clicar na imagem vai ser direcionada ao site de onde ela foi tirada, quem sabe possa encontrar a marca. Bjs

  5. Elaine

    Eu segui a risca todas essas dicas…e o quarto dele é pura organização, sempre sei onde está cada coisa,
    e também sou mega fã de caixas plásticas para organizar tudo. Tenho uma que deixo para guardar as roupas de não servem mais e que vou doar.

  6. Rosanah

    Eu estou com uma dificuldade enoorme!!!! Meu bebê nasce em Outubro e só tenho um armário de prateleiras para guardar as roupinhas e todo o resto. (Não tenho cômoda nem guarda-roupas). Não faço ideia de como vou me virar para colocar pecinhas tão pequenas em prateleiras. SOCORRO!!! Alguém tem uma ideia?

  7. Zélia Pereira

    Assim que soube que estava grávida comecei a pensar numa forma de organizar a casa porque ela é bem pequena! A verdade é que entre caixas, cestinhas, guarda roupa e gavetinhas tudo ficou muito organizado!

Deixe seu comentário