Um ano passa tão rápido

Hoje o Léo competa um ano. Mais precisamente às 23h08min. Nesse um ano aconteceu tanta coisa, eu vivi tantas experiências e experimentei tantos sentimentos que é absolutamente impossível relatar tudo em um único post.

E é por isso que eu estou aqui, meio perdida, sem saber exatamente por onde começar, sobre o que escrever, o que realmente incluir nesse texto tão importante e significativo para mim.Bom, mas como todo mundo diz que a gente começa pelo começo, é por ele que eu vou começar.

O Léo veio ao mundo no dia 22 de maio de 2012, às 23h08min, exatamente da forma que eu sempre sonhei que ele viria: de parto normal. Tive um sangramento na madrugada anterior ao seu nascimento, fui para o hospital, a enfermeia perguntou se eu queria ficar internada, pois já estava com três cm de dilatação e o Léo nasceria naquele dia, e eu respondi que não, que queria vir para casa, arrumar as coisas, mandar alguns e-mails e fazer as unhas (que bom que eu fiz isso nesse dia, pois depois virou luxo! kkk!).

O dia correu bem. Fiz mais uma visita ao consultório do obstetra e à noite, às 20h, porque aquele dia era rodízio do carro, deixamos o nosso apartamento rumo à maternidade. Quando entrei no carro, tinha certeza de que iria parir ali mesmo, sobre quatro rodas e em plena Marginal Pinheiros. A dor era tão intensa (quem mandou esperar tanto em casa?) que eu urrava, me contorcia e queria me jogar pela janela. E olha que as contrações estavam só de cinco em cinco minutos, ainda longe dos famosos “três em três”.

Chegando no hospital, eu não andava mais. Quando me sentaram em uma cadeira de rodas, eu quis me jogar no chão. Depois vim a descobrir que a situação estava tão feia porque cheguei no hospital com nada mais, nada menos que 8cm de dilatação (viu como eu podia ter o Léo sobre quato rodas mesmo!).

Um pouco depois de eu adentrar a maternidade, meu obstetra chegou e algum tempo depois (bem depois, para eu sentir com toda força que uma fêmea tem direito as dores das contrações), chegou o anestesista que, para sorte dele, era uma graça se não eu teria esbofeteado a cara dele (detalhe: ele também se chamava Leonardo)

Bom, anestesia feita, bolsa estourada pelo obstetra (ela não havia estourado ainda), fui convidada a entrar na sala de parto com a seguinte pergunta: “está ponta?”. Nessa hora, me correu um frio pela espinha. Só tive presença de espírito para responder: “e tem outra alternativa?”. Fomos para a sala de parto, fui colocada na mesa (será que se chama mesa mesmo? bom parecia uma mesa), meu marido entrou, a equipe se posicionou e eu recebi a seguinte orientação: “Segure com força nessas barras laterais, quando eu falar “já”, faça força. Vou te avisar a hora de fazer força, pois você está anestesiada e não sentirá a contração. Quando for fazer a força, lembre-se de que é força de fazer cocô. Ok? Não vá fazer força na parte de cima da barriga, é na de baixo.”. Só lembro de ter respondido: “Beleza, força de fazer cocô sei como é então está tudo sob controle”. Bom, fiz exatas quatro forças e na segunda contração o Léo nasceu (duas forças por contração. ok?). Jamais imaginei que fosse correr tudo tão rápido. Achei que fosse ficar lá por no mínimo uma hora, me vendo gritar, apertar, urrar, suar, fazer cara feia e tudo mais. Tudo aquilo que a gente vê em novela. Na verdade, fiz tudo isso, lá na hora das contrações, mas no momento que o Léo realmente veio ao mundo, eu me senti no céu.

Foi, com absoluta certeza, o momento mais forte, intenso, sublime e lindo da minha vida. Foi algo do qual não irei me esquecer nunca. Toda vez que eu vejo o vídeo meio torto que o meu marido gravou (e que se levando em conta o calor da emoção ficou ótimo!) eu tenho vontade de voltar para aquele momento e revive-lo só mais uma vezinha, e então também vem a vontade de ter outro filhote, para começar tudo de novo.

Bom depois disso, depois da estréia do Léo nesse mundão de Deus, muita água rolou, e agora chegou a vez de falar um pouquinho (vai ser bem pouquinho mesmo, comparado a tudo que foi vivido nesse período) das experiências incríveis, malucas, apaixonantes e apavorantes que só se vive quando se é mãe.

O meu início de maternidade ficou longe, muito longe de tudo que eu sempre idealizei. Nos primeiros dias, ainda na maternidade, o Léo parecia um estranho para mim. Eu não sabia como segurar direito, eu não tinha noção de como trocar uma fralda, eu não me sentia sequer pronta para amamentá-lo. Quando eu pensava que em poucas horas eu sairia dali, com ele nos braços, só me vinha à mente a seguinte pergunta: como é que esse serzinho irá sobreviver?

E aí chegamos em casa. Carregando o bebê conforto com um pacotinho super especial dentro. Ele entrou no nosso lar pela primeira vez dormindo, feito um anjinho, e nós, meio perdidos, não sabiamos o que fazer com aquela trouxinha. Lembro claramente que nos perguntamos: “e agora colocamos onde? Em cima da mesa? Em cima do sofá? No quarto?”. Nos pareceu mais lógico acomodar o bebê conforto sobre os sofá, e lá ele ficou, até acordar e aí jão não sei mais o que aconteceu.

Os primeiros dias ainda são uma coisa meio esfumaçada na minha memóia. Lembro das coisas, mas super embaralhadas. Lembro de dormir pouco, de chorar bastante, de ficar super sensível, de não conseguir mais me separar do meu filho. Queria estar sempre por perto, sempre ao lado, sempre com ele sob o meu olhar cuidadoso e protetor. Ah, o amor quase sufocante de mãe começava a surgir.

Depois desses primeiros dias, bagunçados, caóticos, cheios de emoção e sentimentos, a maternidade começou a se tornar mais real, com tudo de bom e de não tão bom assim a que toda mãe tem direito.

Aos poucos, fui percebendo que depois que viramos mãe nos tornamos mais humanas, mais emotivas, mais preocupadas, mais responsáveis, mais zelosas, mais pacientes, e mais uma infinidade de “mais” sobre os quais eu poderia divagar um dia inteiro inteira. Basicamente, a maternidade nos faz uma nova mulher e é, na minha opinião, uma experiência tão forte, tão profunda e tão significante porque mexe com a nossa carne, as nossas entranhas e o nosso coração.

Hoje, do alto da minha experiência de um ano como mãe, me sinto confortável para fazer algumas afirmações:

A parte difícil vai passar.
Você vai sentir saudade de várias coisas. Coisas que hoje você jura que jamais sentirá.
Você vai aprender muito mais que ensinar.
Você vai se tornar mais experiente, mais segura e mais confortável no papel de mãe.
A parte difícil vai passar.
Você vai amar alguém mais que a você mesma.
Você vai fazer de tudo por esse alguém. Você vai virar uma leoa para protegê-lo.
Você vai buscar ser uma pessoa melhor porque esse alguém merece que você seja.
A parte difícil vai passar. :-)
Você vai querer ter filhos de novo. Muito antes do que você pensa.
Você vai sentir que nunca mais estará só.
Você vai ter certeza de que seu coração bate fora do corpo.
A parte difícil vai pasar e, acima de tudo, tempo vai passar, muito mais rápido do que você possa imaginar.

Por isso, aproveito esse momento para deixar aqui aquele conselho que tantas vezes eu ouvi, mas que parece que só agora eu consegui assimilar (marcos da vida nos permitem perceber a efemeridade dela): Viva cada mínimo momento! Aproveite cada instante ao lado do seu filho, pois assim como a parte difícil, tudo passará. E muito, mas muito mais rápido do que você possa imaginar.

Eu torcia para que o Léo chegasse logo aos três meses (toda mãe sabe porque, não preciso aqui explicar) e hoje tenho a impressão de que três meses levaram um ano e de que os nove restante passaram em um dia.

E, como não poderia deixar de ser, para finalizar, minha mais importante mensagem:

FELIZ ANIVERSÁRIO LÉO! Te amo!

Leia mais posta relacionados:

Parto normal, eu consegui
O nascimento e os sentimentos despertados
Quando nasce um bebê, nasce uma mãe. Será?

60 comentários

  1. Anonymous

    Parabéns Léo! Parabens também a vc Shirley pela mãe e mulher q eh… Que Deus continue abençoando essa família linda…. Me emocionei lendo seu post… Bjs

  2. Carol Valente

    Parabéns ao Léo e a você!! São mesmo muitas transformações. Nós nunca mais somos as mesmas :)

  3. Danielle Gregis

    lindo o post… chorei enquanto lia, também tenho um bebê de 1 ano e 2 meses e a cada linha escrita sua, recordava as experiências que vivi com a chegada do meu filhote…. Parabéns para o Léo

  4. Isa

    Que lindo post =)

    Amei ♥

    Parabéns pro seu Leozinho, e que Deus abençoe vcs!!
    Continue sempre essa mãe, babona e apaixonada !

    bjuus

  5. Kálita

    Oi, cheguei aqui pesquisando sobre brotoejas.
    tenho um bebe recém nascido que faz hoje 15 dias.Tem ideia do quanto foi importante ler seu post hoje…
    a parte difícil vai passar…oh alegria…rs

    1. Raphaela Motta

      Ao ler seu comentário, não pude deixar de te dar uma dica. Existe um talco liquido que é ótimo para brotoejas, o nome é AMILIA e deve ser usado 3x ao dia após o banho, só não pode no rosto! Converse com seu pediatra sobre o assunto. Aqui em casa funcionou mt bem! bjs

  6. Kátia Melo Arantes

    Parabéns pelo aniversário do Leo, e pela generosidade de compartilhar! um beijo

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, Kátia. Um brande beijo!
      Shi

  7. Claudia Cunha da Costa

    Vc descreveu exatamente o que senti qd o meu filho, hj com 1 ano e 2 meses nasceu, nos sentimos a mulher mais forte e poderosa do mundo!!! Na semana do aniversário do Gustavo vive uma retrospectiva, vivenciava cada passo que havia dado, até ele chegar ao mundo, parecia mesmo que estava me despedindo do meu bebezinho, para começar uma nova fase, dias depois descubro que estava grávida novamente,por mais que estivesse nos meus planos ter outro filho logo, o medo bateu pois olhava para o Gustavo e via um bebe e nao mais um menininho querendo conhecer o mundo!!!
    Parabéns para o Leo e principalmente para vc e seu marido pq hj é um dia muito especial!!!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, Cláudia!
      Beijos!

  8. Nívia Mariano

    Parabéns para vc, querida e muuuuito parabéns para o Léo. Hoje também faço aniversário e meu pimpolho é meu presente, com apenas quatro meses me faz a mulher mais feliz do mundo. É isso, vamos curtir, porque passa super rápido. Bjs!

    1. Shirley Hilgert

      Nívea, feliz aniversário! Tudo de bom!
      E obrigada pelo carinho.
      bjs

  9. Kah

    Que lindo :) como mâe a só 2 meses me indentifiquei com a ansiedade m relaço ao 3 mes, e parabéns leo

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada!!!!! :-)

  10. Unknown

    Lindo, chorei! Meu filho, fez 1 ano dia 23/04. É realmente o tempo passa muito rápido após o 03º mês!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada pelo carinho. :-)

  11. Pati

    Parabéns pelo filhote!!!! Lindo, chorei ao relembrar, minha baby está com 11 meses e é isso mesmo, passa rápido demais!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, Pati!
      Grande beijo.
      Shi

  12. Anonymous

    Que lindo!!!! É assim mesmo, emoções, emoções e mais emoções no primeiro ano… Tudo novo, tudo bom e algumas coisa não tão boas assim. Mas percebemos que tudo vale a pena. TUDO! E realmente, a parte difícil vai passar. E nada de ficar dizendo que a fase anterior era a melhor; devemos aproveitar e curtir cada fase em especial. 1.000.000.000.000 de felicidades pra você e pro Léo!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada!!!!!! Beijos!

  13. Anonymous

    Lindo relato… Felicidades ao Léo, a mamãe a ao papai!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada!!!!

  14. baiucadasgurias

    Amei o post, exatamente como nos sentimos. … Bjs

    1. Shirley Hilgert
  15. Mariana

    Parabéns Léo!!! Que Deus proteja os seus passinhos e seu futuro.
    Um dia serei mãe, estou nos planejamentos ainda, mas não deixo de ler as msgs nem um dia se quer! Felicidades para família!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada pelo carinho, Mariana!

  16. Juliana

    Parabéns Leo e principalmente, parabéns Shirley. Vc nos emociona com os seus posts e nos mostra que a maternidade é cheia de altos e baixos, mas que com muito amor e paciência, os altos são bem mais numerosos que os baixos. Minha filhota está com quatro meses e meio e não perco um post seu!

    Bjs

    1. Shirley Hilgert

      Juliana, obrigada! Fiquei muito feliz com suas palavras. Bjs

  17. Ju Solak

    Que Papai do Céu abençoe seu lindo caminho Léo… Você é abençoado por ter nascido numa família que te ama, e que irá te proporcionar um mar de felicidade.

    Parabéns Shirley, por ser uma mãe tão dedicada.

    Um super beijo, feliz aniversário.
    Ju e Edu.

    1. Shirley Hilgert

      Jú e Edu, obrigada pelo imenso carinho. Lindas palavras.
      Bjs, Shi e Léo. :-)

  18. Anonymous

    Falou tudo… me emocionei… parabéns a todos!

    1. Shirley Hilgert
  19. Brenda Souza

    Nossa, lindo mesmo seu texto, verdadeiro… Não vejo a hora da minha pequena chegar… Adoro seu blog. Parabéns para mamãe e pro Léo é claro!!!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, Brenda!
      Grande beijo.
      Shi e Léo

  20. Vanessa Sayão

    Êêêê parabéns pro Léo, e pra vc também… Pois o aniversário é dele, mas o presente com certeza é seu!!! Beijos e felicidades

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, Vanessa!
      Grande beijo.
      Shi

  21. Anonymous

    Que lindo o post de hoje Shirley! Me emocionei muito! Que o Léo ainda te traga muitas e muitas alegrias! Parabéns pra ele e para os papais! Beijos! Amanda

    1. Shirley Hilgert

      Amanda, obrigada pelo carinho. Grande beijo.

  22. Kátia Malta

    Que lindo Shirley, me emocionei…
    realmente, o tempo voa, é preciso aproveitar, cada segundinho ao lado dos nossos anjinhos, tenho certeza que sentiremos saudades, até dos momentos difíceis…
    parabéns para o Léo e principalmente para VOCÊ, 1 ano de mamãe !! Beijos !!!

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada pelo carinho, Kátia!
      Um grande beijo.
      Shi e Léo

  23. Karen Holz

    Pára de me fazer chorar shirley! hehehe Parabéns pro Léo e toda mas toda felicidade do mundo pra vocês. Beijos

    1. Shirley Hilgert

      ahahahah! Karen! Desculpe, não foi a minha intenção.
      Beijos
      Shi

  24. Suzy S. da Lapa

    Emocionante seu post Shirley. Quero deixar aqui meus parabéns para o Léo, que se tornou parte da vida de tantos que nem o conhecem pessoalmente como eu, mas que, de tanto ler suas histórias aqui, sinto como se ele fosse parte da família. Que Deus abençoe a vida dele e que ele seja sempre esse motivo tão grande de alegria ao seu coração de mãe.
    Suzy
    http://www.oblogdasuzy.blogspot.com.br

    1. Shirley Hilgert

      LInda sua mensagem Suzy! Obrigada por passa sempre por aqui e distribuir tanto carinho.
      Grande beijo, meu e do Léo.

  25. Anonymous

    Parabéns para o Léo e para a mamãe!!! Me emocionou, minha bebezinha esta com 45 dias!!! O momento do parto eh único, uma emoção inexplicável. Cada dia uma nova lição. Parabéns pelo blog! Feliz aniversario para o Léo, que Deus abençoe a vida de vocês! Bj Débora mãe da Isabela

    1. Shirley Hilgert

      Débora, obrigada pelo carinho.
      Beijos para você e para a Isabela.

  26. hehehhe… que engraçado.. parece que revivi também o meu momento… momento do parto!
    glórias a Deus! Veio rapidinho e de parto normal, o Leo…
    Que Ele dê muito mais anos pra ele e sabedoria pra vcs educarem e cuidarem dele… ,)

    1. Shirley Hilgert

      Fernanda, obrigada!
      Grande beijo!
      Shi

  27. Vanessa

    Lindo! amei! tenho um bebê de 7 meses e vc disse tudo que eu gostaria de ter dito!!! Amo seu site, sigo suas dicas, suas recomendações e (quando posso) compro as coisas que vc sugere para facilitar nossa vida de mãe. Bjks!!!!!!
    Vanessa

  28. Unknown

    Estou muito emocionada…leio o blog todos os dias. Hoje foi mais que especial! Tenho o Arthur. .Está com cinco meses..razão da minha vida. Digo que nunca fui tão feliz como hoje. Aproveito cada minuto com ele…agarro, Beijo, canto..mimo à beça! Parabéns pro Leo!!parabéns pra vc!!

  29. Dani Hetchko

    Descobri o seu blog essa semana através de uma amiga pelo FB…
    Me identifiquei de cara: Meu filho nasceu no dia 13/06/12 e se chama Leonardo…
    Lendo o q vc escreveu, parece q sou eu falando do meu Léo… é incrível… é muito bom trocar experiências… como vc consegue, com todo o tempo o um filho ocupa, se dedicar em registrar todos esses momentos? Vc merece toda a minha admiração e respeito, eu tinha um blog antes de engravidar e abandonei :(

    Esse dia do primeiro aniversário é muito esperado, estou vivendo essa ansiedade, é como uma etapa vencida…
    Parabéns pelo primeiro ano de vida do seu Leozinho, tenho certeza q ele é um ser especial e iluminado, muita saúde pra ele continuar sua caminhada nesse imenso mundo… pq ele tem muito a descobrir!!!

    1. Shirley Hilgert

      Olá Dani, obrigada pela mensagem e o carinho. Para dar conta de tudo levo uma vida “se vira os 30”. kkkk! Beijos, amiga!
      Shi

  30. Juliana Kuhnert

    Parabens pelo bebe lindo! Eu estou a espera do meu leo.. descobri o teu blog por acaso e ja me identifiquei pelo fato do teu bebe tb ser um Leonardo! Parabens pelo blog, peguei dicas valiosissimas aqui em relaçao ao enxoval. Abraços!

  31. Mariana

    Shirley que sincero e verdadeiro este post ! Parabéns ao seu baby que ja nem é mais tão bebê assim … está ficando um mocinho !! Para os papais também pois todos merecem não é verdade ? se prepare pois vem por aí mais muitas emoções neste próximo aninho …. um beijo ! Mari

    1. Shirley Hilgert

      Mari, obrigada! :-)

  32. Fernanda

    Admiro a seriedade com q vc escreve o blog,além disto sempre me vejo no q vc relata, tuas experiências e tudo mais.Q Deus ilumine teu caminho e o da sua linda família!Parabéns pro Leo!

    1. Shirley Hilgert

      Fernanda! Super obrigada pelas palavras. Adorei! Beijinhos. Shi

  33. Tatiana Cali

    Que lindo este relato … Fiquei realmente emocionada !!! Mas aguarde que as descobertas deste segundo ano sao ainda mais incriveis e surpreendentes !!! Ao Leo, que Santa Rita ilumine seu caminho sempre !!! O sinto como um dos meus sobrinhos … Mesmo sem conhece-lo, amando-o e torcendo muito por ele !!! Parabens Leo ! Parabens Shi ! Parabens papai, que nao sei o nome ! Bjs, Tati.

    1. Shirley Hilgert

      Obrigada, querida!!!! :-)

  34. Vivi

    Me emocionei.

Deixe seu comentário