Como tratar assaduras (e algumas pomadas testadas)

assaduraO Léo teve alguns episódios de assadura memoráveis. E para minha tristeza, está passando por outro desses. Como ele tem APLV, vira e mexe a gente introduz algum alimento que irrita o intestino mais sensível dele e aí a bagunça está feita. Ou então já teve o caso dele ter que consumir antibiótico por um período e também ficar com o intestino mais solto. Enfim, motivos diversos que levam a assaduras bem difícieis de tratar.

Desde sábado à tarde, o bichinho está fazendo muito cocô e aí o bumbum, que por mais que a gente cuide não tem jeito, está super assadinho. De dar dó ao limpar. De cortar o coração.

O que eu estou fazendo é tentar descobrir com o pediatra a causa da diarréia, para tratar, e cuidando da assadura para ver se ela melhora o quanto antes ou para, pelo menos, não piorar.

Bom, mas nessas minha experiências de assaduras punk eu aprendi alguns macetezinhos que hoje trago aqui para vocês. Não tem nenhum segredo de outro mundo, são todas coisas que são de conhecimento popular, mas é sempre bom a gente rever para o caso de uma emergência aparecer (o que não é nada raro em se tratando de assaduras).

Bom, vamos às coisas que ajudam no tratamento de assaduras:

Fugir dos lenços umedecidos, pois os produtos utilizados na sua composição podem piorar o machucado (detalhe: é bom fugir dos lenços umedecidos em qualquer situação. Crianças com pele mais sensível podem ter assadura pelo uso contínuo do lenço. Ou seja, o lenço pode não só piorar como causar a assadura ou até uma alergia).

Dar prioridade para limpar o bumbum do bebê com água e sabão exclusivamente (sabão para uso infantil e em muito pouca quantidade), na banheira, chuveiro ou pia. Apenas passando água e o sabão tem menos atrito do que passando algodão com água e isso ajuda a amenizar a irrtação. Mas no caso desse tipo de limpeza não ser possível (você estando for de casa, por exemplo), utilize o algodãozinho com água sem peso na consciência, pois ele é muito melhor que os lenços umedecidos.

Seque bem a pele do bebê após a limpeza. Uma dica é secar com secador de cabelo, numa potência fraquinha e com o ar frio, para não machucar. Se você limpar super bem o bumbum do pequeno, mas deixá-lo úmido, a assadura não melhora (e pode até piorar). Se o secador não for viável, vá encostando devagar uma fraldinha bem macia em cima, para absorver o excesso de umidade (é encostar, não esfregar, viu!).

Mantenha a área sempre seca e livre de cocô. Não tem jeito, quando há assadura, as trocas tem que ser mais frequentes, muito mais frequentes. Cocô deixado na área é um veneno para a assadura, tem que tirar no instante que o bebê fizer ou assim que você perceber. O xixi também irrita, então o quanto mais você trocar a fralda, melhor. Só que no ato da troca tem que tomar os cuidados acima, para não irritar em vez de ajudar.

Se possível, deixe seu filho sem fralda por um tempo. Assim, a pele consegue “respirar” um pouco, não fica abafada e úmida, e o problema pode ser resolvido com mais rapidez.

Use produtos adequados para o tratamento de assaduras (que normalmente são feitos à base de óxido de zinco, vitainas A e D, lanolina, calêndula e óleos). Há vários produtos no mercado que ajudam no tratamento de assaduras. Eu testei alguns aqui em casa e vou deixar abaixo a minha opinião. Não é uma verdade plena e absoluta, porque como já estou careca de dizer, cada bebê é um bebê, mas optei por compartilhar a minha experiência, daquilo que funcionou e não funcionou aqui, porque talvez possa ajudá-las.

Hipoglós: testei a versão normal e não gostei muito. Achei o cheiro forte e difícil de espalhar. Como o Léo tem a pele super sensível, achei que ela não protegeu direito e acabou deixando ele ficar vermelhinho.

Bepantol: comprei de tanto ouvir falar que ela é ótima. De cara, gostei da consistência, ela me deu a impressão de fixar bem e não era difícil de passar. Só que como testei quando o Léo estava bem assado, o resultado não foi legal. Não vi melhora nenhuma. Mas é o que eu digo: aqui em casa não funciou, mas há uma legião de mães super fãs do produto. Eu prefiro não utilizar mais. Pontos negativos: ela é cara (a bisnaga com 30g sai em torno de 17 reais) e a embalagem não é prática (é daquelas tampinhas de tirar e por, e essa da Bepantol é mais chatinha de colocar de volta que as demais que testei).

Desitin Rapid Relif: essa pomada não vende no Brasil, mas eu trouxe lá de fora e é a pomada que eu sempre usei com o Léo no dia a dia. Eu sempre a achei excelente, porque ela ajuda mesmo a evitar assaduras, mas nos períodos de crise, quando o cocô dele parece resíduo de uma usina nuclear, ela não foi muito boa, ou seja, não resolveu o problema.

Ainda, existe a versão de tratamento dela, que dizem ser excelente para esses casos, que é a Desitin Maximum Strengh (do pote roxo, a de uso diária é a do pote azul), mas essa nunca testei (como é uma das mais vendida nos EUA para os casos de tratamento de assadura, um dia ainda quero experimentá-la para tirar a prova). Pontos negativos: a versão de prevenção não funciona no tratamento de assaduras super fortes (as simplesinhas sim) e não vende no Brasil (mas comprando lá fora o preço é ótimo). Ah! As opções de embalagem também são ótimas: a pomada é super fácil de abrir e fechar (tampa não precisa ser retirada, é só abri-la puxando para cima) e tem também a versão potão, que dá para deixar na gaveta e pegar com facilidade quando precisa.

Creme para assaduras da Weleda: num dos momentos de desespero, de assaduras históricas, resolvi experimentar e gostei muito. De todas as testadas, foi a que funcionou melhor. Hoje eu sempre tenho uma bisnaguinha dela em casa e passo à noite ou quando a assadura começa a aparecer (deixo a Desitin para prevenção, pois a Weleda é salgadinha e aí não tem bolso que aguente  usar sempre). Pontos negativos: é cara (a bisnaga de 75ml gira em torno de 24 a 30 reais) e eu não acho a embalagem das melhores (tem tampa de rosquear, o que eu não gosto).

Dersani Baby: é um óleo para assaduras. Como é óleo, eu não acho muito prático de usar no dia a dia (faz uma meleca danada), mas quando o Léo está assado, acho até mais fácil, pois aí não fricciona na hora de aplicar e ele não reclama tanto. Testei em um dos episódios de assadura forte e tive a impressão de que ajudou bastante. Pontos negativos: por ser óleo, não é pratica de aplicar no dia a dia, e também não é das opções mais baratas (a embalagem de 50mls fica em torno de 14 reais).

Outras dicas importantes para o tratamento de assaduras

Fale sempre com o seu pediatra: 
Seu filho teve uma assadura daquelas feias, de assustar mesmo? Vale a pena ligar para o pediatra e ver o que ele indica fazer ou se vocês conseguem descobrir juntos a causa do problema. Muitas vezes, não adianta você tratar a assadura se não agir sobre a causa dela, ou seja, aquilo que está causando a diarréia. Ainda, há casos em que a assadura evolui para probleminhas mais sérios, como uma candidíase ou uma infecção bacteriana (falo mais sobre isso abaixo), aí não tem muito como escapacar, você precisa falar com o pediatra.
Ainda, muitas mamães costumam utilizar pomadas a base de Nistatina e Óxido de Zinco, que funcionam super bem para assaduras. Entretanto, como essa pomada é considerada um medicamento, eu optei por não inseri-la na lista de pomadas e cremes acima, mas aqui, junto com a indicação de que um pediatra deverá ser consultado antes do uso da mesma.

Evite a assadura:
Melhor do que tratar a assadura é evitá-la. Para isso, há algumas dicas básica.

  • Faça troca de fraldas constantes, não deixando o bebê com cocô nunca e sujo de xixi pelo menor tempo possível (as fraldas absorvem o xixi, mas a área continua um pouco úmida).
  • Evite oferecer para ele alimentos que você sabem que soltam demais o intestino dele ou que deixam o cocô dele mais ácido.

Por que é importante evitar/tratar a assadura

Primeiramente porque ela é um incômodo super desagradável para o bebê, que o deixa irritado e interfere até no sono e na alimentação. E depois porque se a assadura não for tratada, ela pode virar um problema mais sério, como uma micose (ex: candidíase) ou uma infeção bacteriana. As micoses causadas pela cândida são mais comuns em bebês que estejam tomando antibióticos (o Léo teve isso), pois esses medicamentos atacam também as bactérias boas que evitam a proliferação de fungos. A micose causada pela cândida começam com pontinhos vermelhos e se proliferam até formar uma placa vermelha (aconteceu exatamente assim com o Léo e foi bem rápido).

Já as infecções causadas por bactérias provocam o surgimento de placas amarelas e espinhas de ponta amarela e podem causar febre. Fonte: site BabyCenter

Nesses dois casos específicos, assim que forem detectados os sintomas (pontinhos vermelhos e placas ou espinhas amarelas) o pediatra deve ser contatado imediatamente, pois os cremes e pomadas tradicionais para assadura não tratam o problema.

E, de qualquer forma, sempre que você estiver desconfortável com a assadura do seu bebê, contate o pediatra e veja o que ele indica fazer. Ele é SEMPRE a pessoa mais indicada para você recorrer quando sugir qualquer dúvida relativa a saúde do seu filhote.




54 Comentários

  1. Joseane Costa disse:

    Na minha primeira filha, hipoglós e quando assada, nistatina com óxido de zinco funcionava muito bem. Na minha caçula, não adiantava nada, tudo que usava não melhorava. Ela assa tanto que causava úlceras. O que resolveu foi o Desitin roxo, que uso direto, tanto durante o dia quanto a noite. Nunca mais teve nada.

  2. Pri disse:

    N minha bebe funciona pomada de Nistatina com oxido de zinco…algumas q foram postadas ai são apenas preventivas, não servem para o tratamento.

  3. Anonymous disse:

    A embalagem do Bepantol mudou, nao e mais de aluminio, e a tampa nao e mais de rosca… :-P

  4. Luciane disse:

    Depende da pele do bebê. O bumbum do meu mais velho gostava de Dermodex e Mustela e não gostava de Bepantol. Mustela resolvia até assadura em estágio inicial. Bepantol não funcionava bem. Já no meu mais novo só Bepantol previne bem as assaduras. Cetrilan também é ótima para assaduras iniciais. Se a assadura estiver instalada, não tem como fugir da nistatina (Dermodex Tratamento).

  5. Unknown disse:

    Desitin roxo é excelente! Foi a única que curou uma super assadura na minha pequena, e desde então só passo ela! Nunca mais tive problemas com assadura!

  6. Anonymous disse:

    Queridas, NISTATINA CREME VAGINAL__ sim, creme vaginal! Perfeito para o tratamento de assaduras. E a dica mais importante, manter sempre o bebê bem sequinho! Pode-se fazer até banho de luz, com um abajur e uma lâmpada fraquinha de 40 W uns 15 minutos ao dia com uma distância de dois palmos do bumbum do bebê.

  7. A Nina vem andando assadinha ultimamente e acho que é da alimentação. Ela está comendo de tudo e o cocô fica forte.
    Eu semrpe usei nistatina + oxido de zinco. A profe da escola disse que é uma pomada ótima mas às vezes a pele vicia, então seria bom trocar.
    Então comprei a hipolglós amêndoas e também o óleo dersani baby. Estou alternando. Também estou usando fralda molhada só com água para limpar e maisena.
    Está funcionando super bem! Está bem melhor.

  8. Anonymous disse:

    Desitin roxo é a desitin azul com a textura da Hipoglós. É mais densa, fica mais grudadinha na pele e eu acho até que tem um cheirinho de peixe. É ótima! Se a pele do meu bebê parece que vai ficar irritadinha, eu passo ela e pá-pum, o vermelhinho some de um dia para o outro. Para prevenir assadura, lavar com agua e sabonete é a solução e na assadura feia, dar um banho de sol ajuda muito! Mas tem que ser o sol fraquinho, tipo o do fim da tarde. Nistatina só funciona se a assadura for provocada por cândida, se não for cândida, vai fazer é piorar a assadura comum! Tem que procurar o pediatra sempre para ele examinar a lesão. E sobre a APLV, acho que vc é muito exagerada, Shi! Vc faz um dramalhão como se o seu filho fosse extremamente doente por ser APLV. Pára de assustar as mães! Meu filho tem APLV e seguindo a dieta totalmente livre de proteína do leite, ele tem uma vida absolutamente normal. Além disso, a APLV quando diagnosticada cedo e com uma dieta cuidadosa e sem leite, tem “cura”. Menos de cinco por cento das crianças continua com APLV após os três anos de idade, quando são corretamente tratadas. Se o intestino dele continua tão sensível após meses de dieta, talvez vc esteja dando a ele produtos com traços de leite. Preste atenção ao que o seu filho come. Corantes, espessantes, conservantes, tudo isso pode conter traços de leite.

    • Olha, te garanto com certeza absoluta que o Léo não come alimentos com traços de leite. Para você ter uma ideia, ele só se alimenta de coisas naturais (nada processado). Provou uma torradinha há duas semanas pela primeira vez. Você fala que eu sou exagerada quanto ao problema dele, e que seu filho tem APLV e que faz a dieta e pronto, ele fica ótimo. Mas não é bem assim. Um bebê não é igual a outro. Semana passada encontrei uma mãe no consultório do pediatra do Léo e o filho dela, com três anos, seguia só podendo comer frango e peru, porque as demais carnes (peixe, vaca, etc…) faziam mal. Ela também cometou que ele não podia comer até hoje cenoura, que passava mal (o Léo teve isso no início, mas agora já aceita bem). Como você deve saber, a APLV existe em vários graus. Alguns bebês foram tão sensibilizados pelo problema que acabam passando um pouco mal quando são expostos a alimentos novos. Infelizmente, meu pequeno se encaixa nesse grupo.

  9. Daniela disse:

    Oii .. no meu bebê quando ele tem muita assadura eu trato com Cetrillan, é ótima mas tem o preço salgado em torno de R$24,00 um tubinho. Eu acho que vem 30 gr.

  10. * ~ Olá Flor, Boa Tarde!
    Vim aqui te convidar pra participar do sorteio que estou fazendo no meu Blog!

    * P A R T I C I P E!

    LINK~http://meu-pequeno-guilherme.blogspot.com.br/2013/06/primeiro-sorteio-em-parceria-com.html

    ~ Estamos te esperando ♥

  11. Unknown disse:

    Adorei o post! Eu uso a Desitin roxa na minha filha e além de prevenir também cura. Vale muito a pena. Outra pomada que você não mencionou no post é a A+D, que também é vendida somente no exterior. Essa me ajudou muito numa crise de assadura que a minha filha teve, uma das melhores pomadas na minha opinião.
    Marcela

  12. Eu tbem não gosto da Hipoglos… Não gosto do cheiro, da consistência e principalmente para tirar… Uso muito a Nistatina + Oxido de Zinco qdo ele tem assaduras e a Bepantol no dia a dia. Meu cunhado trouxe dois potões da A+D para o dia a dia e eu adoro a consistencia e a prevenção, mas a de tratamento não é tão boa quanto a nistatina+Oxido de zinco… Uma coisa muito boa que o pediatra do Felipe indicou foi manipular um creminho de Hamamelis… Realmente alivia a ardência e a vermelhidão… Ele fica outra criança qdo passo esse creme… Nunca falta em casa!!

  13. Anonymous disse:

    Oi Shirley, tudo bem? Gosto muito do seu blog, sempre tem dicas úteis! A que eu mais aprovei ate hoje foi a cinta termica aromatica. A Isabela nunca mais entrou em crise de choro. Quanto ao post de hoje, tenho usado a da Weleda. Alguns dias eu alterno com a dermodex prevent, mas com certeza a da Weleda é a minha favorita. Ainda não tive nenhuma experiencia com assaduras….bjs Débora

  14. Iara Costa disse:

    Eu uso com base de Nistatina. São uma benção, passou aliviou!! E o bom é que na Clara, vai tanto nas assaduras, quanto nas picadinhas de insetos que aparecem de vez em quando!! Outra coisa, Shirley, minha filha vira e mexe tem caso de diarreia, e são sempre do nada. Ela praticamente só come comida saudavel, nada de industrializados e afins, vendo teu post, fiquei pensando: será que ele tem APVL?? o pediatra dela sempre diz que é normal, mas tem me preocupado porque ela sempre passa um pequeno tempo com as fezes normais pra idade, e bastante tempo com diarreia, as vezes leve, as vezes mais forte. Que você acha?

    • Iara, só diarréia não é diagnóstico de APLV. APLV é um probleminha não tão raro, mas tb não tão comum assim. Já fiz uns posts sobre isso aqui no blog. Dá uma olhada. Mas até onde sei, diarréia em criança é algo bem comum, ainda mais que eles vivem levando tudo que sujeira para boca.
      Bjs

  15. Anonymous disse:

    Oi Shirley, tudo bem ?! Hoje estou de anônimo pois não estou em computador confiável …rs. É Tatiana Cali. Bom eu sofro com as assaduras da minha filha e cheguei a conclusão que algumas delas são por alergia a fralda. Isso mesmo. O gel absorvente das fraldas e o tecido podem causar alergias, assim como os nossos absorventes. Por exemplo: As fraldas da Pampers super bem conceituadas no mercado, para minha filha é veneno … Só colocar uma vez que o estrago está feito! Então acho que vale também testar outras marcar. A única, que até o momento minha filha não apresentou alergia é a de pacote vermelho da Huggies – super cara! Mas fazer o que se as outras não servem!
    As pomadas a base de nistatina devem ser usadas com cautela e com indicação médica. A nistatina é um medicamento que serve para tratar fungo e seu uso indiscriminado pode levar a resistência (que é bastante comum) e passar a não fazer mais efeito. Nos casos de lesão por fungo, o SOL (olha ele denovo aí)é um santo remédio. É só colocar o bebê sem fralda no sol, colocando a parte genital virada para ele. É milagroso!
    Em relação as pomadas, uma informação que poucas mães conhecem. A A+D e a Desitin azul possuem os mesmo ingredientes ativos que o Hipoglós normal (não o amêndoas). O que os diferencia é o veículo utilizado, o famoso “qsp”. Surpresa?! Eu também fiquei quando descobri. O que realmente é diferente dos nossos aqui do Brasil é o Desitin da embalagem roxa, que posso afirmar que é milagroso também !!! Ele possui uma concentração de oxido de zinco bem maior do que as de prevenção e por isso serve para tratamento. Então aqui em casa eu uso o Hipoglós normal no dia a dia e para dormir e tratar uso a Desitin roxa – vendida muito cara aqui no Brasil por quem traz lá de fora, mas fazer o que se funciona?!
    Bjs e até o próximo tempinho que eu tiver prá passar por aqui …rs.
    Tatiana Cali.

    • Amei as observações. Quando sobrar um tempinho vou até atualizar o blog. Nada como uma profissional dando dicas. Adoro! Sobre a questão Desitin x Hipoglós, eu não sei o que o Leó tem, mas a Desitin funciona super bem nele (para evitar) e a Hipoglós sempre o deixava vermelhinho quando eu usava. Bom, qualquer hora dessas testo de novo, para ver se era só uma fase.
      Bjs e obrigada pela colaboração.
      Shi

    • Tatiana Cali disse:

      E’ assim mesmo Shi, mesmo sendo a mesma formula as vezes a diferenca dos ingredientes inativos fazem alguma diferenca. Mas teste sim o Hipoglos novamente. Pelo menos vai sair mais barato …rs. Mas nao esqueca que e’ o comum. Bjs

  16. Maria Leandra disse:

    Nos meus dois filhos sempre usei Maizena e Hipoglós para prevenir as assaduras e quando o bumbum já estava vermelhinho, tive ótimos resultados com a genérica óxido de zinco + nistatina. Muito bom mesmo.

  17. Olá!

    Bem, sou nova por aqui, conheci o blog através do facebook e tenho me identificado muito com alguns textos.
    Quanto ao problema das assaduras, a Bepantol funciona muito bem no meu filho para prevenção, mas eu utilizo uma coisa muito simples para curar as assaduras do Arthur: Chá de Camomila! Isso mesmo, faço um chá bem forte de camomila e na hora de trocar a fralda, molho bem o local irritado com o chá, depois seco e pronto! A assadura cura do dia pra noite!
    Quando o Arthur nasceu ele teve pneumonia, ficou 10 dias internado na neonatal para tratamento e ele fazia antibiótico intravenoso. Não demorou muito pra eu, em um belo dia, chegar no hospital pra trocar a fralda e sem saber que ele estava assado (nenhuma enfermeira me avisou), passei o paninho pra limpar o bumbum dele e ele gritou de dor na mesma hora!! Quase me partiu o coração!!
    O chá de camomila foi indicação da pediatra e em 2 dias ele estava curado.
    Outra dica que já vi algumas mães falarem é que colocam o chá na própria banheira, durante o banho do bebê.
    Aqui em casa funciona super bem, inclusive nos períodos em que o Arthur está com diarréia e fica bem assadinho.

    Abraço!

  18. Vanessa Sayao disse:

    Para adicionar… Em alguns episódios de assaduras ao extremo, usei a Lanidrat… Isso mesmo, aquela que usamos nos seios quando estamos dando de mamar! Curou as assaduras da Eduarda em 3 trocas de fraldas e claro com todos os cuidados que a Shi pos acima. :)

  19. Vanessa Sayao disse:

    Quando minha bebe fica assim, uso Lanidrat, aquela pomada para seios… Em 3 trocas de fraldas passando ela ja cura a assadura (pelo menos na Eduarda) e e claro seguindo a risca as dicas que a Shi citou acima.
    Para previnir uso a pomada da Granado. Ela e mais facil de aplicar, de retirar nas trocas de fralda, o cheiro e suave e sua embalagem tambem e facil de manusear e o preco e em conta, aqui no RJ custa cerca de 8,00 a 10,00 cada tudo.

    Beijos

  20. Dani Hetchko disse:

    Uso a pomada da Chicco no meu filho e é excelente!!! Ele está com 1 ano e teve assadura apenas 1 vez quando ele teve diarréia e eu estava usando bepantol, por sorte eu tinha essa pomada em casa e foi a salvação, rapidinho ele já não tinha assadura nenhuma, o problema é q não vende aqui no brasil…

  21. Francele Sato disse:

    Oi Shirley! Eu moro nos EUA e adoro o seu blog! Passo aqui diariamente! Vendo este seu post não resisti e tive que comentar. Meu nenem hoje com quase 4 meses sofre de um refluxo terrivel e no começo como o cocozinhi era bem ácido assou muito, de fazer bolhas mesmo! Fiquei aterrorizada e me sentindo super culpada pois por mais que tentasse e cuidasse não conseguia prevenir as assaduras dele. Foi aí que assistindo um episodio do Dr. Oz descobri o Aquaphor! Preciso te dizer que o produto é milagroso! Não sei se existe no Brasil mas olha, foi passar a noite e na manha do dia seguinte ele já havia melhorado uns 80% e no dia seguinte não havia mais nada!!! Agora toda vez que vejo um vermelhinho já passo ele! O Aquaphor serve para várias outras coisas mas nem vou começar a falar aqui senão o comentário fica gigantesco! O Densitin de embalagem roxa não funcionou pro caso dele… E tirando o aquaphor o que eu uso mesmo no dia a dia é a boa e velha vaselina… Meu nenem nunca mais sofreu com as assaduras absurdas que ele tinha! Se quiser te mando até uma foto para ver como elas eram e como tá o bumbum dele hoje em dia!

    • Oi Francele, tudo bem? Nunca ouvi falar do Aquaphor, mas super valeu a dica. Vou investigar a respeito e na minha próxima ida aos EUA vou procurar. Adoro descobrir coisas novas e testá-las. Bjs! E fico muito feliz que você passe sempre por aqui. :-)
      Shi

      • juliana disse:

        olá mamês assaduras tem que ser levadas a serio pode deixar seu bebê muito mais irritado e encomodado que uma virose ou um resfriado pois ele sente muita dor principalmente nas trocas de fralda nem sempre conseguimos evitalas, tenho 4 meninos lindos tenho experiencia de sobra para passar para vocês.Evita o máximo os lenços umedecidos sempre que seu bebe fazer cocô procura lavar o bumbum dele co uma água bem morninha e depois um creme ou pomada para previnir aasaduras (maizena)ela refresca a pele do bebê e faz uma camada de proteçao,e quando estiver bem assado nunca use lenço umedecido ,deixe o tempo que puder sem fralda ,pomada de cetoconazol +betametasona+neomicina e ótima para o tratamento e o preço e bem bacana ,as vezes e preciso cuidar da barriguinha do intestino do bebê uma dieta bem levinha , florax também e ótimo mas nunca deixe de consultar o pediatra espero ter ajudado um abraço.

        =

  22. Edna disse:

    Deus sabe o que faz, não temos muito dinheiro pra gastar com bumbum assado e meu filho nunca teve assadura. Quanto mais possibilidade de gastar tempo e dinheiro com isso (até creme importado pra prevenir assadura), mais necessidade de atuar nisso. Poucos filhos de podre assam desse jeito que foi descrito aqui. Deus sabe o que faz!!!

  23. gisele disse:

    Nos primeiros meses de vida da Giovanna, tomei todos os cuidados acima citados, mas mesmo assim ela assou “um dia”. Por recomendação da pediatra usei pomada com nistatina por 3 dias… não notei nenhuma melhora até que pedi ao meu marido que fosse até a cozinha e buscasse Maizena! Sim, no dia seguinte já estava muuuuito melhor. Até hoje (ela está com 5 meses) passo Maizena no primeiro sinal de assadura. Gio nunca mais assou até então. Bjs!

  24. Naiara Santos disse:

    Sim, a NISTANTINA creme vaginal é ótima!!!! mais eu uso sempre o CUTISANOL Gel, é perfeito! até para os carocinhos do suor no pescoço, etc… acho perfeita! usei nos meus 2 filhos e foi excelente!

  25. Emanuele disse:

    Minha filha tem 8 mesea e tava com uma assadura qe durou dias e dias, tentei de td, maizena, povilho hipoglos, dermodex, bepantol, mas eis qe surge uma pomada milagrosa Oxiderme (antisséptico e cicatrizante) (nistatina e oxido de zinco) a Julia melhorou logo no primeiro dia qe passai essa pomad

  26. Patricia disse:

    Meu filho de 1 ano e 2 meses, está com uma assadura enorme que apareceu de repente. As fezes hora esta pastosa e hora está mais líquida. No desespero, pois ele estava bem incomodado eu passei a pomada Nebacetin, que não adequada para isso, pois ela tem antibiótico na sua fórmula, aliviou o incomodo mais não resolveu o problema, e eu tb não quis ficar passando essa pomada. Agora estou usando nistatina + óxido de zinco e a assadura já está melhorando. Não estou querendo incentivar ninguém a usar essa pomada, só estou comentando o que eu fiz e deu resultado. Nada substitui a palavra de um médico . Adorei os comentários acima, pois eles me ajudaram muito.

  27. Fernanda disse:

    Uso a desitin na minha bebe desde que ela nasceu e até agora nada de assaduras – adoro a pomada.
    Mas ela vem em um pote grande estilo baldinho e agora estou com dúvida de como devo fracionar o conteúdo, pois não é legal ficar passando o dedo no bebe e depois colocar no balde… contamina, certo? Alguém tem alguma idéia?

  28. Darlene disse:

    Na minha filha, só resolvi o problema com Weleda, mas é cara de verdade, só uso como tratamento.

  29. joelma disse:

    Minha filha tomou vacina de 1 ano e 3 meses,teve febre e diareia uns dois dias agora ta toda assada,vou usar sa dicas de vcs com ela,muito obrigada!!!

  30. Caroline disse:

    Boa tarde meninas, depois que as assaduras por candida albicans passam, vcs sabem se ficam manchinhas brancas no local?? depois do tratamento com candicort (receitada pelo médico) observei essas manchas na minha filha, agora voltaram as assaduras… amo o verão mas nossos bebês ás vezes sofrem com ele né?!

    • Shirley Hilgert disse:

      Caroline, não sei responder. Teria que checar com o pediatra. bjs

      • Caroline disse:

        Boa Tarde Shirley, adoro seu blog e tiro muitas dúvidas aqui, depois dessa pergunta acima, levei novamente minha pequena no pediatra pois a assadura piorou muito e até ao tomar banho minha filha chorava, fiquei muito preocupada, o pediatra receitou NISTATINA creme vaginal e me pediu que fizesse uma pastinha de maisena com água boricada e passar em todas as trocas de fraldas por 15 dias, muito banho de sol e o máximo de tempo possível sem fraldas para que o local fique o mais seco possível, ainda não sarou totalmente mas já está bem melhor e muitas feridinhas já cicatrizaram, decidi compartilhar pois é útil e muitas mãe podem estar passando por isso, quantos as manchinhas brancas que citei antes, o pediatra disse que por se tratar de um fungo poderia acorrer sim mas que com o tratamento eles devem sumir…

  31. Priscilla disse:

    Meninas!! Help!!!
    Meu bebê está com 11 meses, e pela primeira vez as assaduras o pegaram e muito!! Já usei Dermodex tratamento, Cetrilan e o Desitin Roxo… nada adianta!!!! O coitadinho chora cada e se contorce cada vez que troca fralda”!!! Coitadinho… não sei mais o que faço!!!

  32. Neusa Fabiabe disse:

    Ameeei este blog irei vir sempre por aqui!!
    Abraços ate a proxima

  33. Malu disse:

    oi hj pela primeira vez minha bebé de 7 meses n consegue dormir com uma assadura…eu sempre usei a pomada da turma da Mônica. .ela nunca teve nada..esse mês que não comprei …ela teve esse probleminha! !! já experimentei várias pomadas. .das mais caras a mais barata..p me não existe melhor do que dá Mônica…tem uma consistência maravilhosa …n gruda n corpo..sai cm facilidade. ..eu gostei…ela custa em torno de 23 reais. .bem baratinho e dura bem muito…gostei d seu blog. .

  34. Celia Zem disse:

    ola meninas minha filha tem 1Ano e 4meses e esta se recuperando d um rotavirus, com isso ela ficou tao assada q a pele ficou no vivo. tentei algumas pomadas sugeridas e nao deu certi. o pediatra dela indicou cetoconazil creme em 1 dia ela estava bm melhor. é mais uma dica p vcs. bj

  35. Celia Zem disse:

    minha dica é cetoconazol creme fou a unica coisa q resolveu. bjs

  36. Maiara disse:

    Na minha bebê já usei a bepantol..mas não resolvou..uso pomada de calêndula ou pomada de manjerona. E é ótimo.

  37. Aline disse:

    Com a minha filha uso o Benzevit, indicado pelo pediatra para uso contínuo. O Bepantol com ela não funcionava. O Hipoglós funciona bem ela não assa mas o cheiro não é legal. Amei o Blog.

Deixe seu comentário