As coisas que eu sinto falta (de quando eu não era mãe)

descanso de maeAmigas, vamos ser sinceras, nós amamos nossos filhos, somos loucas por eles e não podemos mais imaginar nossas vidas sem a companhia dessas figurinhas. Mas tudo isso não nos impede de ver claramente como a nossa vida mudou, se transformou e, me muitos casos, tornou-se mais complicada e difícil. Sim, ser mãe é a aventura mais completa, forte e engrandecedora da vida de uma mulher, mas como tudo na vida, tem o outro lado da moeda.

Ou seja, ser mãe não é lindo, maravilhoso, estupendo e perfeito 100% do tempo. E quem diz isso não sou só eu. Mas eu e todas as mulheres que eu conheço e que já me confessaram baixinho, aos prantos ou rindo (de nervoso) que há horas que elas sentem vontade de escapar, só um pouquinho, e esquecer toda a responsabilidade que carregam por serem mães.

Cresci ouvindo que para todo “SIM” estamos assumindo uma série de “NÃOS”, e a maternidade não foge à regra. Para experimentarmos todo aquele prazer e alegria meio bobos que só quem é pai e mãe entende (ex: ter vontade de chorar porque ganhou um beijo ou um abraço apertado), temos que, muitas vezes, deixar para trás outras coisas que antes nos pareciam imprescindíveis.

Acho que em maior ou menor grau, todas vocês vão concordar comigo. Tendo ou não tendo babá, contando ou não contando com ajuda, tendo filhos maiores ou menores, trabalhando fora ou não, todas nós vemos as nossas vidas mudarem. E, junto com essa mudança, vemos indo embora uma parte nós e um tantão de coisas que antes fazíamos com tanta vontade, tanto prazer e facilidade. Fato!

E divagando sobre isso, resolvi fazer o post de hoje, com uma listinha das coisas que eu sinto falta agora que virei mãe. E antes que alguém entende essa desabafo de forma errada e venha querer me crucificar em praça pública, já adianto que não, não troco a vida de agora pela vida de antes, mas me dou o direito de perceber que sim, algumas coisas deixaram saudade.

Das coisas que eu sinto falta

  • De sentar para ler um livro em completa paz e silêncio
  • De fazer as refeições com calma e junto com as outras pessoas
  • De sentar para conversar, por horas
  • De ter o poder de ir e vir, sem ter que me planejar antes de qualquer programa
  • De dormir até a hora que eu quiser
  • De ter uma noite inteira de sono (hoje eu tenho, mas por meses sonhei com isso)
  • De ficar sozinha, sem fazer nada
  • De viajar sozinha com o marido (em breve! prometo!)
  • De tomar umas taças de vinho a mais sem me preocupar como será o amanhã
  • De poder ficar até a hora que eu bem entender nos programas noturnos

Claro que muitas dessas coisas pode-se fazer tendo filhos, mas elas não são mais como eram antes. Então, o jeito é aceitarmos, nos adaptarmos e tirarmos o melhor do que a vida nos oferece. Se não dá para conversar por horas, bata papo por alguns minutos, se não dá para ler um livro inteiro, pelos menos se entregue a uma revista, se não dá para viajar sozinha com o marido, vá pelo menos ao cinema. É nesses pequenas “fugidinhas” que a gente se reencontra.

Leia outros posts similares a esse:

Quando nasce um bebê, nasce uma mãe. Será?

O lado B da maternidade. Por que se fala tão pouco sobre ele?

O nascimento e os sentimentos despertados

 

70 comentários

  1. evelyn

    Nossa… bom ler isso e ver que não estou só… amei!!!

  2. Tamara Gasparoni

    Eu acrescentaria um intem na tua lista, participar de programas (que não envolvam os filhos) sem culpa. Sou mãe de um menino de 2 anos e 4 meses e desde que ele nasceu NUNCA mais consegui fazer nada sem ele. Muitas vezes por não ter com quem deixar. Mas na maioria das vezes por me sentir culpada de estar me divertindo longe do meu filho. Culpa essa que me acompanha até quando estou trabalhando. Sinto que estou deixando meu pequeno abandonado durante a jornada diária de trabalho. E juro, que não entendo como tem mãe que consegue sair e se divertir sem o filho junto. Viajar, ficar mais de um dia longe é o fim pra mim. Já desisti de viagem de trabalho dentro do avião. Voltei correndo e chorando pra casa. Tudo pra ficar com ele.

  3. Carol

    Ir sozinha ao banheiro tb me faz falta! kkkkk

  4. Juliana Sales Gonçalves

    Acabei de postar no meu Facebook um textinho sobre esse tema…não me vejo mais sozinha, nem por um minutinho…ando exausta e nervosa, minha filha fará 3 anos no próximo sábado…não é fácil…

  5. Camila

    Adorei seu post de hoje e me identifiquei muitoooo!!! Mas não troco minha vida de mãe por nada também… Amo minha princesa!!!

  6. Ceiça Maria

    Nossa me sinto assim por muitas vezes agora. E para mim já estava em um nível bem mais tranquilo com a minha filha mais velha que hoje já tem 12 anos e um pouco já responsável por si mesma. Ai agora com uma baby de 6 meses volto a esse mundo de limites e total falta de privacidade, em contrapartida da alegria de acompanhar o crescimento da minha mais nova filha…Como você sinto muito a falta de momentos sozinha, a sós com o maridão e até com a filhota mais velha (que diga-se de passagem é meu braço direito nos cuidados com a baby). Mas ao mesmo tempo, por já ter passado por essas coisas antes, sei que essa fase passa (um pouco) depois de alguns anos e que em um futuro breve as coisas voltarão a sua “normalidade”, apesar que vida de mãe por mais velho que sejam seus filhos, nunca mais será normal.

  7. Vanessa Sayão

    Achei que só eu sentia falta dessas pequenas coisas… E confesso que tenho medo de expor justamente por essa crucificação em praça publica que você sitou acima. Sabe que até cheguei a pensar que sou louca, que todas as mães que conheço não relatam nada disso, mas pensando melhor e com calma, acredito que todas tem esse mesmo medo e dúvidas que eu tenho, porém sente a mesma frustração em expor.

    Estou tentando deixar a Eduarda com a Dinda e fazer um bate volta em uma cidade vizinha com o marido. Ir num dia de manhã e voltar no outro. Juro também que vou tentar! Mas engraçado que até pra isso estou me programando pra daqui a 2 meses, como se fosse em outro país… O vício de se programar se tornou muito presente em nossas vidas e até lá vou preparando meu psicológico para não pregar o 1º barco de volta pro RJ quando bater a 1ª pontinha de saudade!

    Ótimo post. Me identifiquei em número, gênero e grau ;)

    1. Angelica

      Sem duvida, tds nós sentimos isso, sentimos falta até msm d um banho demorado e despreocupado (tipo não desligar o chuveiro com a cabeça cheia d xampu pra ter certeza q ninguem t chamou ou bebe chorou).
      Sair num domingo a tarde e fazer um tour pela casa das amiga, assistir um filme inteiro e entender td (sem ter q ficar pedindo pra filha deixar vc assistir!!!!) Andar pelo centro atoa, tomar um porre, uma balada, ai tantas coisas. Não só os filhos, as vezes o marido, a liberdade, não se preocupar com absolutamente nda, Não, não troco por nda, jamais, fico sem chão só d imaginar. Mas sim 1 unico dia seria sensacional kkkkkkk. E não liguem pro q dizem, hipocrisia tds tem!

  8. Jordany

    Não sei vocês, mas o que está me deixando mais triste é encontrar um novo trabalho, essa semana chorei bastante por isso, meu filho nasceu prematuro e tive que sair do antigo trabalho devido a prematuridade dele, passei um ano parada e agora e estou pretendendo voltar e está difícil, as perguntas são sempre voltadas para o filho, teve uma boa oportunidade, na qual teve varias etapas e passei em todas, na ultima que foi a entrevista, as perguntas são sempre as mesmas perguntas, parece que meu lado profissional não importa. Nunca tive dificuldade quanto a isso e estou ficando com baixa autoestima.

  9. Fran

    Falou tudo!! Amo meu filho e ele é tudo que eu sempre quis. Não troco minha vida de hoje, mas além dessas coisas que você citou, sinto falta de ir na academia e estudar teatro. São coisas que ainda não consegui voltar a fazer. Bjs

  10. Lídia

    Que bom que não sou a única! Já tentei algumas vezes falar sobre isso, mas parece que o mundo está treinado para te lançar um olhar torto quando escuta esse tipo de desabafo. De verdade, odeio essa hipocrisia materna de que tudo é lindo e perfeito o tempo todo. Eu AMO o meu bebê, meu príncipe, mas ás vezes sinto falta das coisas de antes, ou de apenas poder não fazer nada ás vezes… #desabafei rs

  11. Ludmila Sarris

    Adorei ewme identifiquei totalmente.

  12. Isabel

    Ler um livro sossegada!!! Sinto muitooo falta disso! Tenho três que comprei antes dele nascer e ainda não consegui ler nenhum! E ele já fez um aninho! Mas não trocaria nuncaaaa a vida de hoje por nada! Amo mais a cada dia ser mãe! Mas essas coisinhas fazem falta as vezes ahh faz! Rsrsrs

  13. Amanda Bezerra

    Concordo com vcs. Mas também sinto falta da minha vaidade. Tenho uma bebê de 3 meses. Quando saímos, só consigo tomar banho e lavar o cabelo. Estava acostumada a colocar um salto, passar uma maquiagem leve… Embora já tenha voltado ao meu corpo de antes, me sinto horrível!

  14. Vivian

    Ola pessoal, eu tb me sinto como vcs e olha q já me aventurei, mas tenho sentido falta de fazer mais vezes programas a dois. Sempre fizemos td com o nosso príncipe, nunca deixamos de fazer nada porque tivemos um filho, acho q as vezes e o erro de muitos pais se prenderem em casa depois dos filhos . Até viajar p a Europa nos viajamos qdo ele tinha 5/6 meses, fui chamada de louca por muitos, mas a viagem foi ótima e fizemos td q foi planejado, claro q tivemos a sorte de termos um bb muito tranquilo! E fizemos uma viagem de 8 dias p Miami/Orlando sem nosso filhote, quase morri, toda vez que ligava p ouvir seus resmungos ( pois tinha acabado de fazer 1 ano e nao falava muita coisa) eu chorava horrores! Mas a viagem foi muito boa p nos ( casal). Depois disso nao fizemos mais nada sem ele, esta agora c 2 anos e 8 meses e eu estou gravida de 4 meses de gemeos, nao sei como será agora, acredito q será bem mais difícil pensarmos em qq programa que dirá a dois hehe, mas vamos nos virando né ! Ah se tiver mãe de gemeos por aqui gostaria de algumas dicas hehe

  15. Alessandra

    Shi, seu blog é maravilhoso, já te falei que vc me ajuda muito com seus posts… é por ai, todas nós sentimos saudade de algo, é obvio que ter um filho é um milagre é uma dádiva da qual somos muito gratas, fomos premiadas, esse era meu maior sonho pessoal, ser mãe! Mas óbvio que vamos sentir saudades da época em que éramos só mulheres. Adorei, foi perfeita mais uma vez.

  16. Samantha

    Concordo totalmente, as pessoas n falam disso e parece que ando vc fala muito é pq foi só com vc, pq ninguem expõe da mesma forma, eu falo mesmo que foi horrivel no inicio, fiquei depressiva, chorava muiiiiiito todos os dias, meu peito doía demais, n tinha tempo p mais nd, e dormir era um sonho distante, eu n tive ninguem p me ajudar mas ja escutei o mesmo relato de gente que tinha mae e irma entao n sou a unica, hoje meu filho ja tem 2 anos e ta um pouco mais facil, ele é meio levado e pirracento, mas pelomenos durmo mais, consigo arrumar a casa, tomar banho e outras coisas mais, mas ainda sinto falta de ler um livro, sair com amigas, viajar sem ficar com o coracao apertado, ir pra night e beber sem se preocupar com a ressaca do dia seguinte, sinto falta de tannntas coisas… Vale a pena sim mas não é tudo lindo e maravilhoso n, é bem louco na verdade, assustador.

  17. Vanessa Gonçalves

    sinto falta de ir no banheiro tranquila kkkk

  18. Winnie Martins

    Sinto falta de muitas coisas, mas a maioria consegui adaptar.
    No momento, sinto muita falta de poder estudar tranquilamente. Eu tive meu filho durante a faculdade e foi um desafio manter o ritmo de estudo! Consegui me formar SEM trancar a matrícula e agora o desafio é fazer a prova da OAB daqui há menos de um mês. Confesso que tenho vontade de sumir todos os dias, mas às vezes me dou a oportunidade de sorrir quando ele senta do meu lado para assistir as aulas online e dar pause toda hora!

  19. Karin

    Nossa exatamente tudo isso..sinto as vezes um cansaço tão grande, físico e mental, que as vezes queria só por 1 dia ficar sem pensar, sem fazer nada! Fico me perguntando quando será meu dia de folga..rsrsrs
    As vezes bate até um certo desespero, uma vontade louca de ter a vida antiga de volta, mas claro já me sinto culpada só por em um momento pensar nisso, pois não vivo mais sem a minha pequena!

  20. regiane

    meu casamento entrou em crise depois da minha gravides…..e ainda nao saiu totalmente…..tem horas q fico desesperada……

  21. regiane

    meu casamento entrou em crise depois q engravidei……e ainda esta ate hj…….ele diz q eu era outra antes da gravidez…..fico tao triste com isso…..

    1. Gisele

      É claro que você mudou, agora você precisa fazê-lo entender que ele também precisa mudar. Agora tem um filho na história. Você não tem que sentir culpa de nada! Tenha jogo de cintura o homem inconscientemente disputa a mulher com o filho…. Bjos e boa sorte!

  22. Silvia de Lion

    Muito interessante este post, e não acho que seremos crucificadas somente por sentir falta das atividades “banais” que fazíamos antes de nós tornarmos mães. Uma mãe entende a outra, pois sabe que o amor que ela sente pelo filho e o maior de todos. Disso nenhuma de nos dúvida não e mesmo?
    Bom, eu tbm tenho muitas saudades da minha época “pre-Manuela”.
    Tenho saudades de sair a trabalho depois de um dia cheio de problemas e ir direto para o
    Shopping, somente para “ver vitrine” ( não sou consumista ).
    Tenho saudades de ficar assistindo TV por horas antes de dormir. Hoje em dia não consigo
    Mais acompanhar meus programas favoritos.
    Tenho saudades de poder aceitar um convite para um
    Happy hour após o serviço sem precisar ligar pra Deus e o
    Mundo pra saber quem pode ficar com a manu.
    A vida e feita de fases, e a que estou agora considero melhor que as anteriores. Mas estas anteriores deixaram saudades, simplesmente pq elas existiram…. E foram excelentes!!!!
    Abracos!!!!

  23. Silvia de Lion

    Muito interessante este post, e não acho que seremos crucificadas somente por sentir falta das atividades “banais” que fazíamos antes de nós tornarmos mães. Uma mãe entende a outra, pois sabe que o amor que ela sente pelo filho e o maior de todos. Disso nenhuma de nos dúvida não e mesmo?
    Bom, eu tbm tenho muitas saudades da minha época “pre-Manuela”.
    Tenho saudades de sair a trabalho depois de um dia cheio de problemas e ir direto para o
    Shopping, somente para “ver vitrine” ( não sou consumista ).
    Tenho saudades de ficar assistindo TV por horas antes de dormir. Hoje em dia não consigo
    Mais acompanhar meus programas favoritos.
    Tenho saudades de poder aceitar um convite para um
    Happy hour após o serviço sem precisar ligar pra Deus e o
    Mundo pra saber quem pode ficar com a manu.
    A vida e feita de fases, e a que estou agora considero melhor que as anteriores. Mas estas anteriores deixaram saudades, simplesmente pq elas existiram…. E foram excelentes!!!!

  24. Ana Carolina

    Minha irmã me deu um livro ótimo, que fala exatamente sobre isso…e a “ditadura” que a sociedade (e nós ajudamos a perpetuar) nos impõe de não termos direito a sentir falta de nada, já que os filhos nos completam. O livro se chama “Eu era uma ótima mãe até ter filhos”. Recomendo muito!

  25. Michele

    Das coisas que mais sinto falta é de poder ir ao cinema e dormir…. Ai que saudades de poder dormir…

  26. Katharina Aristea Barros Barbosa

    Ai como é bom ler isso!

  27. Jéssica Nobrega

    Olá!! Adorei seu blog, e confesso, que muitas vezes dá vontade de fugir, e também sinto muita falta dessas coisas, sempre digo pra todo mundo e sempre sou crucificada!!! rsrrsrs ! Tudo de maravilhoso pra vc e sua família!Beijos!!

  28. Gisele

    Eu sinto muita falta de ir ao cinema/shows, dormir até a hora que quiser (inclusive aquela sonequinha da tarde), comer qualquer lanchinho sem ter que me preocupar com o arroz e feijão do pequeno (pelo menos nesse período de férias), tomar umas e outras até ficar no “brilho” (como vc bem disse acima), fazer uma refeição tranquilamente em local público e também em casa. Enfim, sinto falta de não ter compromisso com qualquer outra pessoa além de mim!!

    Mesmo refletino sobre tudo isso diariamente, também não me arrependo dessa nova vida e ainda estou amadurecendo a idéia de quem sabe dar um (a) irmãozinho (a) para o Murillo ano que vem. Nossas alegrias e prazeres hoje são gerados por cada evolução dos nossos pequenos, seja através de um sorriso, palavrinha nova, beijinho…esse é o universo das mamães!!

  29. Denise

    Me identifiquei, sinto falta de sentar e poder comer junto a outras pessoas tranquilamente, e principalmente e dormir ate a hora que quiser nos finais de semana…
    Acho super normal sentirmos falta de algumas dessas coisas, e isso não significa que não amamos nosso bebê!

  30. Margarete

    Parabéns pelo “desabafo”..Ficamos cheias de culpa ao externar isso tudo, mas é a + pura realidade.
    Com certeza todas as mães (e pais) normais, responsáveis e comprometidas com a vida, vivem exatamente esses mesmos sentimentos. Ah como eu as entendo! rsrsrs
    Sou mãe de 3 filhos e senti uma vontade louca de dizer pra todas vocês mamães: Esse tempo volta!
    Volta com tantos bons “temperos” que não daria para detalhar aqui. Acreditem!
    Já vão entender. É que sou mãe de 3 meninos, que tem hoje 35, 31 e 30 anos rsrsrsrs. Todo o amor e tempo que foram dedicados para eles, hoje me volta em forma de amor e alegrias triplicados.
    FAZ MUITO TEMPO QUE JÁ POSSO:
    *sentar para ler um livro em completa paz e silêncio
    *fazer as refeições com calma e junto com as outras pessoas
    *sentar para conversar, por horas
    *ter o poder de ir e vir, sem ter que me planejar antes de qualquer programa
    *dormir até a hora que eu quiser
    *ter uma noite inteira de sono
    * ficar sozinha, sem fazer nada
    * viajar sozinha com o marido
    * tomar umas taças de vinho a mais sem me preocupar como será o amanhã
    * ficar até a hora que eu bem entender nos programas noturnos
    ……..
    E ainda tem muita coisa que a vida vai apresentando e presenteando. Um exemplo? OS NETOS.
    Deixo aqui meu recado: Fiquem atentas e não descuidem também do seu AMOR, para depois que os filhos crescerem, ter ele do ladinho. Juntos farão sua bela “colheita”. É sempre um recomeçar.
    Estou com 61 anos e sinto a FELICIDADE de uma forma tão completa, que certamente não sentiria senão tivesse tido os filhos.
    Quando o cansaço bater, não desanimem. É tudo de BOM!

    1. Shirley Hilgert

      AMEI, AMEI, AMEI MIL VEZES O SEU COMENTÁRIO! Obrigada por nos presentear com tão lindas palavras. bjs!!!!

    2. Thaís

      Sensacional seu comentário…<3

    3. Daniela Cicchetti

      Amei seu comentário! Me da forças pra continuar e tentar curtir cada momento, porque sei que vou colher os frutos mais na frente.

  31. Taise

    Ola’,

    sou uma fa do seu blog/site. Tenho 36 anos, moro fora do Brasil e tive meu primeiro filho que nasceu dia 16 de dezembro…. 1 mes antes da data prevista.
    Durante toda a minha gravidez usei seu site como referencia pra tantas tantas coisas. Hoje lendo seu post, pensei tanto sobre as dificuldades que tive pra ter meu filho, os problemas durante a gravidez, o desejo de te-lo, que tivesse saude e de segurar esse pequeno pedaco de mim nos meus bracos . O tempo passa tao rapido, que penso so’ em viver cada dia como um dia unico com ele. Isso compreende estar de pijama durante o dia, esquecer de pentear os cabelos, viver todos os “sacrificios” da maternidade, e sem duvidas, jamais esquecer do amor que sinto pelo meu marido que viveu comigo toda essa experiencia.
    Acredite, quando eu estava gravida, li milhoes de coisas sobre a maternidade , fiz dois cursos pre-parto e sempre pensei: quando meu filho nascer vou viver todas essas experiencias? vou ficar sem dormir? ele vai ser amamentado no seio? tantas e tantas duvidas quando no final eles sao uma eterna surpresa e nos fazem aprender a viver uma nova vida.
    Meu marido me pergunta como eu consigo estar em pe’ dormindo tao pouco…e pra dizer a verdade…me sinto orgulhosa por ter essa forca que eu jamais pensei de ter!
    Amanha meu filho completa um mes….e nao vejo a hora de descobrir o que acontecera’ nos proximos meses / anos da sua vida. Tenho certeza que as faltas e saudades que eu vou sentir serao compensadas pelo imenso prazer de ter tido esse presente da vida!

  32. Bárbara

    Pois é sinto falta de dar um passeio só com as amigas e jogar conversa fora…sinto falta de ir tranquilamente ao banheiro,de almoçar e jantar sem pressa,de dormir e acordar a hora que quizer…mas basta ver aquele sorriso que esqueço das perdas e vejo que graça mais preciosa Deus me presenteou!Obrigada Senhor!!!!!

  33. Milena

    Tem mães que tem medo de dizer de seus desafio diários, muitos vezes por não saberem que todas mães passam por isso… terem vergonha, ou não saberem o que os outros vão pensar… já vi mães dizerem que tudo é mil maravilhas… tudo um mar de rosas com os filhos, mas ta escrito no rosto que não é bem assim… filhos são a maior benção que Deus nos deu… mas não é fácil criá-los, exige muito de nós… e nada melhor que compartilharmos isso com outras mães.. para vermos que não estamos sozinhas.. que toda casa é igual.. só muda o endereço… é por isso que o amor de mãe é tao grande.. porque conquistamos a cada dia.. a cada desafio… é o desafio que mais vale a pena… pois nos torna mais mulher! Mais Mãe!!

  34. juliana

    Nossa falou tudo que sinto! Lindo!

  35. Graziela Sant'Anna

    Aii também sinto falta de ir ao cinema, de ir e vir sem me programar e de dormir até a hora que quiser! Hoje em dia quando tenho um tempo livre tudo que eu quero é não fazer absolutamente NADA!
    Gostaria de um dia poder viajar com meu marido por um dia, mas não quero deixa-lo na minha sogra para isso.
    Tudo que eu e meu marido fazemos levamos nosso príncipe e até conseguimos nos divertir! Acho que o importante é não deixar de fazer as coisas que fazia antes, mesmo que pouquinho, porque uma hora as coisas voltam! :D

    beijos

    1. Danielle

      O que sinto falta, te terminar o que comecei! Sempre começo e sempre tenho que parar para atender minha filha!! Até volto depois mas essa sensação de q vou resolver agora nao existe mais!

  36. gisleyne

    Sinto td isso e mais um pouco de eu ir ao médico e ter que pedir auxilio de alguem para ajudar, ir a manicure e muito muito mais coisas, apesar de td hj estamos muito felizes com a chegada do Murilo que ja tem 4 meses e é a razão de nossas vidas…….. bjossssssssss

  37. Ana

    Tão bom saber que não sou a unica! Muita saudade de ler um livro…ir ao cinema, ficar sem fazer nada….Mas como todas não troco essa vida por nada!

  38. carla

    Nossa, como estou feliz que não sou a única que senti tudo isso. Engraçado várias vezes tentei explicar isso para meu marido, mas ele não entende, então pensava que eu era errada por sentir tudo, por quere um dia parz eu poder fazer essas coisas.rsrs

  39. Isabela Kanupp

    Acho que a gente se cobra demais. Assim, eu já pensei exatamente assim, já achei tudo muito pesado, já me lamentei por não conseguir fazer tantas coisas.
    Daí reparei que só nao conseguimos fazer tantas coisas, porque toda a responsabilidade cai nas nossas costas, por sermos mulheres. :) Se houvesse uma real divisão de tarefas, todos teriam tempo para tudo, para ler, dormir mais, passear, ser mais feliz e realizada. :)

    Beijo

  40. Danielle Albuquerque

    Então, falei exatamente sobre isso ontem no Facebook, depois depois de ler um texto sobre como vivemos numa bolha quando as crianças são pequenas.
    Sinto falta de decidir ir só cinema na sessão 2h depois, sair de lá e procurar um lugar pra comer e no dia seguinte dormir até tarde.
    Mas aí também me lembro que o.caos cheio de alegria que estou vivendo acaba em alguns anos, e aí prefiro continuar sendo o ET alienado que tenho sido para os amigos sem filhos :)

  41. Florzinha

    Foi muito interessante esse seu desabafo apesar de eu já ter passado a muito tempo desse momento tão maravilhoso de ter as crianças pequenas em casa mas fica a dica para as minhas filhas quando se tornarem mães bjus. :)

  42. Bruna

    sinto falta de ficar sozinha, as vezes, só com os meus pensamentos. De ir só banheiro despreocupada. Rsrsr.

  43. Simone

    Sinto falta de conseguir assistir um filme inteiro sem dormir no sofá, ao lado do meu marido! Rsrs Quando eu era solteira achava o cúmulo , quando minha mãe se sentava pra assistir qualquer cousa na TV e dormia copiosamente! Hoje eu a entendo muito bem e ainda por cima, faço a mesma coisa!

  44. Patty

    Olá Shirley! Descobri seu site a pouco tempo e ele tem sido muito importante pra mim. Como é bom saber que tantas outras mães sentem o mesmo que eu… isso me dá uma sensação muito boa de que não estou sozinha. Muito obrigada a vc e todos as outras mães que deixaram seus comentários. A-DO-REI!!

  45. Tatiana Cali

    Adorei Shi! Amei Margarete !!!
    Sonhando com estes dias, mas ao mesmo tempo pedindo para que eles custem a chegar… Rsrsrs.
    O que eu mais sinto falta é de sair pra dançar sem ter hora pra voltar! E depois disso poder dormir sem hora pra acordar!
    Bjs, Tati

  46. Cris

    Estar descansada para namorar o maridão…

  47. Juliane

    Oi meninas, sinto falta de ter momentos só com meu marido, sair pra namorar, tenho uma bebê de 8 meses que é nossa bênção, amo minha pequena incondicionalmente, mas não temos nenhuma ajuda e nem com quem deixá-la, um cineminha é algo impossível pra nós.

  48. Tatiana Galvez

    Lamento informar que com dois a coisa complica mais um pouquinho e a gente precisa “rebolar” para cuidar de um recém nascido e dar atenção ao mais velho. Mas nada que com o tempo não se ajeite. Boa sorte!

  49. solange

    como tenho saudade de mim, sou outra não adianta negar, o que vc falou esta certissima é maravilhoso ser mãe mas tem tanta coisa que fazia antes e agora fica um pouco complicado fazer, só pra escrever essa poucas palavras já fui interrompida uma 4 vezes kkkk

  50. Michele Mafissoni

    Adorei esta lista! As pessoas julgam o fato de eu não querer ser mãe e esta lista tem todas as minhas respostas…
    Coisas que eu nunca vou sentir falta!
    Obrigada

    1. Macetes de Mãe

      Que bom que gostou Michele!!
      Bjss

  51. Poliana

    Adorei esse post…. Tbm sinto Saudades de diversas coisas…. Mas até qdo meu pequeno vai pra escola no periodo da tarde, qdo vou busca-lo ja estou com tanta Saudades…. Não nos vemos msis sem eles

  52. Tatiana Monteiro

    A gente pode sentir falta de mta coisa… que, como bem disse acima a Margarete, vamos ter de volta depois… mas quem não passa por essa “experiência” de ter filhos, nunca saberá do poder transformador que ela tem em nossas vidas! Bjs, mamães!

  53. Izabela Braz

    Shi, inicialmente, amo de paixão seu blog! Obrigada por nos brindar com seus artigos sempre muito bem escritos!

    Amei as orientações da Margarete, e sim, um dia a abnegação não é total conseguimos respirar melhor!

    Mas morro de saudades do meu corpo jovem (sim, a gravidez nos envelhece não sei quantos anos, ainda que sejam mínimos os impactos), saudades do relacionamento com meu esposo como era, da paciência maior que eu tinha com ele; de me sentir mais mulher e menos mãe… Ser mãe faz com que me sinta mais santa.. Saudade da vida profissional a pleno vapor!

    Meu bebê tem apenas sete meses, e sei que em breve tudo vai se encaixando… Enquanto isso tô curtindo o máximo que possa do motivo do meu sorriso! :) Como costumo dizer para os mais próximos desavisados, maternidade é um caminho sem volta. Se escolhi ser mãe, serei a melhor mãe que puder, independentemente do que deixei pra trás, que, ressalto, também era bom.

    No fim das contas, o balanço é positivo, porque nunca saberia o que é uma real resignação… Só mãe entende!

    1. Macetes de Mãe

      Muito obrigada pelo carinho, Izabela! Bjss

  54. Josy Braga

    È muito bom saber que não estou sozinha nessa..Pq na maioria das vezes as pessoas não entendem nossos desabafos..Tenho um casal de filhos um de 2 anos e 3 meses e uma bebezinha de apenas 2 meses e confesso que ão está sendo nada fácil..Não sobra tempo pra mim. Mais minha vida não seria tão feliz sem eles..

  55. Leda

    É reconfortante ler seu post!!! Ufa! Não sou um peixe fora d’agua , não sou de outro planeta, não sou desumana!!!! Sou uma mulher, mãe , ser humano como todas as outras e compartilho dos mesmos sentimentos que os seus! Obrigadoooo pelo desabafo que faz ser eu ser quem sou, um ser humano com TODAS outras com suas necessidades e que acima de TUDO AMA ser mãe da Gabriela, minha razão de viver!!! Ps; sinto falta de ficar na cama, nos finais de semana até 12:00 jogando conversa fora, ir ao cinema na última sessão , ir a praia e perder a noção da hora… rsrs!!!

  56. Marcella

    Ola, claro q tb sinto falta de coisas praticas como almoçar tranquilamente, sair e realmente curtir o evento sem me preocupar tanto com o pequeno, etc, mas acho que o que mais sinto falta eh de nao sentir medo todos os dias. Antes do meu bb nascer eu sabia obviamente do caos em q vivemos e ja sentia medo, mas com sua chegada esse medo aumentou absurdamente. Muito triste e desesperador viver em um país em q temos q nos preocupar em como tirar o bb do carro rapido e ao mesmo tempo sem “assustar o bandido” . Hj em dia só rezando muito….abs

  57. Ciça...

    Nossa pensei q fosse ruim por pensar assim…
    Também sinto falta de sair sozinha, de tomar banho, de fazer as coisas com calma, voltar a ser calma, ver o computador sem gritaria, de poder pensar em mim unicamente ( poder me cuidar e fazer coisas pra mim) sem precisar pensar nos 5 ( 3 filhos e um marido) , vltar a namorar como antigamente sem filhos, poder voltar a estudar e trabalhar, sobrar dinheiro no mês…. saudades…. mas eh tmb maravilhoso receber atençao de 4 guarda costas…rs

  58. Daniele

    Adorei a matéria e tbm sinto falta de tudo isso, tbm de ir no salão beleza sem pressa de voltar, já cheguei ir passar tinta no cabelo e ir lavar em casa. De ir no shopping sem culpa que minha filha ficou em casa, apesar que nunca fiz isso. Tbm adorei encontrar este post pq tinha medo de falar essas coisas e parecer que não amo minha filha parecer uma mãe desnaturada. Mas conclusão apesar de tudo isso todas estas faltas não quero minha vida anterior não troco mais, minha filha de 1 aninho e 4 meses é tudo na minha vida, trouxe mais luz alegria é meu amor.

  59. Rosemary

    Nossa, adorei está matéria, amo minha filha, ela tem 3 anos, e sinto falta de muitas coisas. Estou num período que ela só quer ficar comigo, me sinto cansada e sufocada kkkk. Mas vale muito a pena.

  60. Janaina

    Saudades de levantar da cama me arrumar e sair, pronto simples assim. Hj é levantar as 8h, tomar café, o suquinho, a frutinha já levam horas, ai vem a mamadeira 11h, depois tem q trocar a fralda e aí ele dorme, fico com pena de colocar no bebê conforto e sair, então espero ele acordar 14h, mas aí é a hora do almoço vem a papinha e tem q trocar se ele não come direito tem o leite 16h e já é hora do soninho da tarde e acabou o dia. Meu marido fala nossa vcs não iam sair kkkkkk

  61. Jenipher

    Descrição perfeita! Ainda bem que existem as escapadinhas, ainda que rápidas, mas ainda assim existem hehe
    Obrigada por partilhar sua vida conosco, isso nos faz ter um outro olhar sobre nós mesmas, principalmente pra mim que tenho um bebê de 3 meses e só agora estou me reencontrando.
    Amo cada post seu.
    Obrigada mesmo.

    1. Macetes de Mãe

      Obrigada pelo carinho, Jenipher!!
      Bjss

Deixe seu comentário