Bode da mãe perfeitinha

We-may-not-be-perfect-mothers-but-we-are-the-perfect-mothers-for-our-children.As leitoras que são metidas as perfeitinhas que me perdõem, mas tenho bode de mãe assim. É, é isso mesmo, aquele tipo de mãe que acha que sabe tudo, que tem certeza que cria seus filhos da única forma certa da face de terra, que não entende que há realidades diferentes da sua e vive apontando o dedo na cara das outras me dá nos nervos. Ah se dá.

E se alguém estiver lendo isso e pensando “Ah, é inveja! É inveja porque ela não é uma mãe tão boa assim, não é uma super mãe como eu”, eu afirmo, reafirmo, garanto e juro para vocês: não é. Não é porque eu simplesmente não acredito que essa mãe exista de verdade. Para mim, a mãe perfeita simplesmente não existe. Se é impossível ser um ser humano perfeito, imagine ser uma mãe perfeita! Afinal, é mais difícil ser mãe que ser ser humano. No way! Impossible. Não tem como.

Para mim, essas mães que se acham as perfeitas e ficam por aí sambando de salto agulha na cara e na dignidade das outras, de duas uma: ou são tão cegas que não vêem um palmo na frente do seu nariz ou simplesmente se enganam e enganam os outros. São cegas quando nem sequer percebem as homéricas “cagadas” que fazem na do alto da sua impáfia de mãe perfeita  e se enganam e enganam os outros quando desfilam por aí  fazendo todo mundo crer que elas são O exemplo de mãe a ser seguido, enquanto, na verdade, escondem um cadáver no armário, como se diz o ditado (acho que isso é o que mais tem. Na boa!).

Graças ao meu bom Deus eu nunca tive o desprazer de cruzar pessoalmente com uma criatura dessas (já não posso dizer o mesmo das redes sociais). Mas já ouvi falar, através de vários relatos, que elas existem sim. São aquelas criaturas que apurrinham a cunhada, a prima, a amiga, a vizinha, a ex-colega de faculdade dando lição de moral, criticando, mostrando tudo que a outra faz está errado e enaltecendo tudo que a própria dita faz de certo.

Graças a Deus eu só cruzo por aí com mães reais, com mães que também aprendem, não só ensinam, mães que também reclamam, não só se vangloriam, mães que também choram, não só imprimem um sorriso seco, duro e gelado na sua cara de mãe perfeitinha. As mães que eu tenho o prazer de conviver não tem medo de admitir que erram, não tem medo de admitir que cansam, não tem medo de admitir que são humanas. Simples assim.

Essas outras, que acham que deveria ser erguida uma estátua em praça pública, para as pobre coitadas reais como nós enaltecerem os seus feitos e conquistas, merecem sim essa estátua, mas só se for para os pombos cagarem em cima.

Me desculpem as palavras de baixo calão, mas é que eu não sou perfeitinha. Só real.

 

58 comentários

  1. Katiane

    Super adorei seu post, e como tem estas ditas mães perfeitinhas, ME TAPAM DE NOJO. Se acham as boas, metem o dedo em tudo, e dizem saber tudo, na realidade são umas pobres coitadas, escondidas atrás de mascaras. Chega a dar dó. Adoro seu blog, suas dicas já me ajudaram muito nessa nobre aventura de ser mãe.Bjao!

  2. Hellen

    Eu concordo, não existe mãe perfeita, todas nós tentamos fazer o melhor, inclusive esqueçemos de nós mesmos pelos nossos filhos.

  3. Elorene

    Shi, você escreve por nós o que queremos gritar do alto de mossa maternidade em construção!

  4. Vanessa Sayão

    Nem preciso dizer que esta simplesmente MA RA VI LHO SO seu post… É isso mesmo, somos humanas, mães humanas, que erramos tentando acertar, que nos cansamos, que perdemos de vez em quando a paciência!

    Beijos ;)

  5. Camila

    Não da pra ser perfeita mesmo… E filho, marido, trabalho, vida social, exercício físico, casa pra manter em ordem, fora o excesso de informação :) temos que seguir o coração, se adaptar a nossa realidade e garantir uma infância feliz criando e ensinando os valores que queremos que nossos filhos tenham!

  6. lara

    Que bom ler isso! Achei que fosse a única com pavor desse tipo de mãe, infelizmente não tenho a mesma sorte que você de conhecer apenas em rede social, vejo quase todos os dias…. Afff!!!!!!!

  7. Nathalia

    Amei seu post, posso dizer que é um dos melhores… Acho que algumas mães precisam ler isso!!! Já cruzei uma vez com uma mãe assim, mas na internet é o que mais tem, às vezes a gente quer comentar mas fica com receio pq sempre tem essas mães que se acham as melhores do mundo, acho que no fundo elas não sabem o que é viver!!! Porque é através dos erros que aprendemos a melhorar e é isso que eu quero para minha filha, melhorar como mãe, ela me ama do jeito que eu sou: imperfeita!

  8. Kelly

    Tenho uma mãe perfeitinha super próxima e sofro muuuito!!!! Além de ela ser perfeita, a filha tbm é!! Aff

    1. Ana Flávia

      Vivo esse mesmo dilema da mãe perfeita e filho perfeito! Pelamor, ninguém merece!

  9. karina

    Adorei, adorei, adorei!!!!!! Penso e sinto igual a vc. Com que direito essas mulheres se acham melhores que outras, em que mundo vivem. Provavelmente ou são ricas, não trabalham, tem baba e empregada que fazem tudo ou são umas mentirosas dissimuladas; Porque mães normais que trabalham fora, tem que cuidar da casa sozinhas, dos filhos, ir na feira, no supermercado, no pediatra e que dormem mal simplesmente não tem tempo e nem disposição pra pagar de perfeitinha. Desde que sigo vc Shirley, esse foi o melhor desabafo kkkkkkkkk. Tambem tenho bode de mães perfeitinhas.
    beijo

  10. Neima

    Amei o post. “Maternidade perfeita” é como família comercial de margarina, não existe na vida real. Bjs!

  11. Marcela

    Simplesmente perfeito!!! Eu já tive o desprazer de encontrar uma dessas… Parece que querem que a gente se sinta um lixo… Poxa, tem toda a questão inicial dos hormônios…. Da adaptação a nova vida do casal (no caso do primeiro filho)… O que as mães normais mais precisam é de compreenssão… Mãe é intensa… Movida pelo coração… Pelo zelo…

  12. Helena

    Adorei !!!! Perfeito !!!!

    Concordo qdo escreveu q se, ser ser humano perfeito já é difícil, imagine ser uma mãe perfeita !!!!
    Dar dicas eu concordo e aceito, mas dar pitacos …. Me tira do sério !!!
    Me fazem sentir q sou uma mãe tola, q não sei o q estou fazendo !!! Grrrrr
    Rsrs
    Obrigada pelos posts, me fazem crer q não sou a única neste barco chamado “mãe”!!!

  13. Cristiana

    Shirley, amei este post, como sempre vc esta de parabéns!! Bjus!

  14. Patricia

    Mãe perfeita?! Vamos analisar PER-FEI-TO uns dos significados é : completo e ai q esta como pode ser perfeita se os filhos ainda estao em construção, cada dia uma novidade, impossivel saber lidar perfeitamente com todas as novas situações, sou mãe de primeira viagem e de gemeas!! é isso mesmo imaginem q loucura ! um dia acertamos outro erramos, um dia eles estão de um jeito e funciona no outra já não! É a vida e qdo erro procuro não me culpar pois de uma coisa eu tenho ctz sempre faço o posso se não deu certo pelo menos tentei fazer o meu melhor!! E vamos viver sem hipocrisia!

  15. Djuli

    Não encontraria palavras mais perfeitas, para expressar oque penso!
    Ótimo texto como sempre Shirley!
    Essas mãe perfeitinhas, me dão náuseas, e infelizmente tenho o desprazer de conhecer algumas! kkkk

  16. Greice

    Acho que cada mãe é perfeita do seu jeito!

    1. Shirley Hilgert

      Boa! É outra visão sobre o mesmo tema. Muito bem colocado! bjs

  17. Gisele

    Lendo seu texto eu parei pra pensar se conheço alguma mãe “padrão” como essa, se alguma faz parte do meu convívio, e concluí que não. Ultimamente muitas amigas tiveram filhos e estamos todas no mesmo patamar: chorando e sorrindo na mesma intensidade, digamos assim, hahahaha!! Todas têm passado pelos mesmos perrengues…tenho lido muitos textos lindos na Internet sobre o que fazer e o que não fazer pra educar nossos filhos da melhor maneira possível, porém a maior parte dos conselhos configura o mundo ideal e sinceramente esse não é o nosso mundo, né?? Temos que nos adaptar à realidade do nosso dia a dia e aí sim fazer da melhor forma…teoria e prática muitas vezes andam em sentidos contrários.

  18. Andressa

    E quando essa mãe, a “perfeita”, é a mãe do seu marido? affffff….

  19. Andrea

    Vc disse tudo !!
    É muito difícil ser mãe, eu sofro horrores, tem dias q da vontade d sumir. Tenho 3 filhos, um com 6 anos e as gêmeas com 2 anos.
    Na realidade só pode dizer quem sente na pele não é mesmo?
    Acredito que quem se acha perfeita no fundo não nasceu pra ser mãe.
    Bjs e parabéns pelo post.
    Andrea

  20. Daniela Cicchetti

    “Meu herói”, adorei ! Sempre arrasa!

  21. Gilsiane

    Perfeito!!!Amei o seu post!!!!

  22. Anna Laura

    Infelizmente eu já conheci mulheres que se acham mães perfeitas! Faziam com que a culpa (que é inerente a qualquer mãe e que eu já tinha em grande quantidade) que eu carregava fosse maior ainda. Saía dessas conversas me sentindo um lixo. Mas com o passar do tempo (hoje a Bia tem quase dois anos) percebi que não era nada disso e comecei a me impor um pouco mais perante essas “perfeições”. Claro que não sou perfeita, mas tento ser melhor a cada dia,amando minha filha com todas as minhas forças e fazendo o possível e o impossível para dar o melhor a ela !

  23. Gabriella

    Adorei!! Convivo mto com maes assim da propria familia.
    Maes que pensam saber td e acham q nao sei nada por ser
    Minha primeira filha.. Td q faço esta errado e so oq ela faz e certo..
    Ja ate falei a ela que da minha filha cuido eu do jeito q eu acho certo..
    Resultado?? Mal fala cmgo.. Odeio esse tipode gente..
    Post maravilhoso!! Obriada por compartilhar..

  24. Mei

    É por essas e outras que dizem que mães são a raça mais desunida que se conhece. Que ao invés de se unirem e apoiarem umas as outras, querem mais é pisotear. Muito triste! Para a criação e educação de bebês e crianças não existe uma fórmula apenas, simplesmente porque temos costumes e convicções diferentes. Sempre elogio e apoio as mães, pois quando elas te confiam algum comentário elas não querem ouvir críticas.

  25. Valeria Rezende

    Olá Shirley gostei muito do psot, como tenho gostado do blog inteiro. estou na 14 semana da 1 gestação e dá pra imaginar o caminhão de dúvidas. Ainda mais eu, que nunca tive muito contato com bebes. Sou daquelas que preciso estar preparada fisica( sentada, com as costas apoiadas, lembrando qual é a posição certa) e psicologicamente( meu deus, não me deixe jogar esta criança no chão) antes de pegar um bebe novinho no colo. Ahh, também preciso lembrar de respirar, porque aquele pacotinho me deixa em pânico(kkk). Mas tenho fé que tempo, aprendizado e perseverança (fora os micos) farão de mim não uma super mãe, mas sim uma mãe real.
    Abraços!

  26. Ana Carolina

    Adorei o post! Tb morro de preguiça desse tipo de mãe.

  27. Eliete

    kkk…gostei…já havia reparado nesse tipo de gente muito antes de eu ser mãe e em todas, todas mesmo eu visualizei muitas falhas grotescas que somente elas não enxergavam ou tentavam maquiar a situação para não ficarem por baixo….hoje como mãe percebo que na verdade essas pessoas eram mais perdidas do que eu na maternidade, so não tinham a humildade de reconhecer…o que se ganha com isso? acho que nem elas mesmas sabem responder…kkkk adorei o post , bjo!

  28. Araune

    Shirley sou mãe de uma bebê que nascerá em 06.03 próximo e desde que engravidei acompanho seu blog. Acho tudo de muito bom senso e coerência, o que é ótimo em meio a tantos radicalismos. Concordo com você, mesmo sem sequer ter vivido quase nada de experiência materna, muito embora esta relação ja tenha se iniciado ha 37 semanas. Acho que o maior erro de uma mae que se julga perfeita e prega a perfeição é ensinar aos seus filhos um valor inatingível para qualquer humano. As super heroinas serao cobradas um dia e talvez nao suportarao um peso que desnecessariamente assumiram. Penso que não existe nada mais bonito e que gere maior confiança em um filho do que saber reconhecer os erros e os defeitos e ensinar/aprender com tudo que eles tem para nos ensinar. Afinal é na falha que se constrói e poder se construir junto com um filho é sublime. Um beijo grande.

    1. Shirley Hilgert

      Amei!!!!!!!! Relato perfeito! :-) Beijos

  29. Nadia Mendonça

    Olá, Shirley adoro o Blog e parabéns pelo sucesso!!! Acompanho sempre! Não somos mães perfeitas e erramos sim e aprendemos muito com os erros.

  30. Alessandra Dias

    Adoraria ler algum texto de uma dessas mães perfeitas! Acharia graça!!! Graças a Deus não conheço pessoalmente nenhuma assim como vc descreveu e tb nunca li nada de alguém que se achasse tão perfeita assim… mas esse seu desabafo foi ótimo! rs

  31. graziela

    Pois é. Da agonia na alma. E pra mim o q fica claro qdo me deparo c um tipo desses é o quanto de problema uma criatura dessas deve ter. E é claro no desenvolvimento afetivo de uma criança de uma mae perfeita. Mas enfim… q cada uma seja como consegue. E q essas ditas fiquem bem longe de mim. =) um beijo em vc q sempre gosto de ler.

  32. Gabriela

    Adorei o post. Pensando sobre o assunto, eu acredito que essas mães que se dizem perfeitas, agem desta forma por não aceitar críticas alheias, e acabam enganando elas próprias. Deve ser horrível esse fardo que elas carregam, pois sempre vão tentar passar essa imagem de mãe-perfeita.

  33. Laura

    Adorei seu post e adoro seu blog! Acompanho desde a gravidez (me ajudou muito com o enxoval), até hoje, com posts como esse, agora que meu filho tem 9 meses.
    A gente se frustra tanto fazendo o nosso melhor e convivendo com o tal “padecer no paraíso”, com culpas e os tantos malabarismos da maternidade, que realmente dá ódio quando encontramos essas mães perfeitas e donas da verdade!!
    Enfim, muito bom o post!
    Bjs

  34. Kelly

    Oi Shirley! Leio com frequência teu blog mas é a primeira vez que comento aqui. Minha sogra é o exemplo perfeito de “mãe perfeitinha” mas que de perfeita não tem nada! Fica criticando o comportamento dos filhos dos outros enquanto o filho dela (meu cunhado mais novo, 13 anos) faz exatamente a mesma coisa, ou pior! Fico me segurando pra não falar nada, pq além de tudo ela não admite que ninguém dê opinião, mas adora dar pitado na criação dos filhos de todo mundo!
    Estou gravida de 5 meses e já estou me preparando psicologicamente para os pitacos e intromissões, mas já avisei meu marido que se ela me incomodar eu vou mandar catar coquinho! Hehehe
    Adoro teu blog
    Beijos
    Kelly

  35. Kelly

    Adorei o post !!! Falou tudo !!!

  36. Fernanda

    Adoraria ser perfeita… Mas realmente não existe nem mãe e nem pessoa perfeita!
    Creio que sou a melhor mãe que posso para minha filha, mas mesmo assim erro muitas vezes, perco a paciência, ou seja, igual a qualquer mãe de verdade…
    Somos humanas acima de tudo e temos que saber que não é nunca seremos perfeitas…
    Beijinhos!

  37. Patricia

    Excelente texto!!!
    A minha bebê ainda não nasceu, mas sei que vou errar muito e aprender muito, principalmente com a minha filhota que chega em agosto!!!
    Não quero ser a perfeição pra ela e sim mostrar a ela que o ser humano erra, mas que somos capazes de reconhecer os nossos erros e aprender cada dia mais!!!
    E assim vamos evoluindo e construindo a nossa família imperfeita, porém muito feliz em aprender juntos!!!
    Beijinhos da Paty

  38. Renatinha

    Oi Shirley, amei demais o post de mãe perfeitinha que sabe tudo e que sente prazer em pisar nas outras mães. Convivo infelizmente com algumas pestes dessas e é extremamente ridículo isso. Todas as mães erram e acertam cada uma age do seu modo se fossemos todas iguais não teria graça, acho que devemos dar o desprezo para esse tipo de gente de alma pequena. Abraços

  39. Lívia Perez

    Arrasou!!!! Arggg das donas da razão… Rsrs

  40. Carol

    Tenho uma visinha que é a mãe perfeita, afff, tem babá 24 hrs de segunda a sabado, além de empregada… Só fica com o filho nas tardes de domingo, e ainda assim se acha melhor q qualquer uma…

  41. Priscila

    Adorei seu post…
    Lembrei de quando o Lucas estava com uns 45 dias e pude descer pela primeira vez para dar uma caminhada enquanto minha mãe ficava com ele… Acabei passando na administração do prédio para pegar correspondência e me deparei com uma mãe com uma bebê no colo… Comecei a conversar e ela me disse que ela estava com quase 3 meses, primeiro filho…comentei então “como o primeiro mês e difícil” e ela comentou simplesmente…”Não, tranquilo… E ela dorme a noite toda desde os dois”… O assunto morreu ali…rsrsrs!!!!!
    Postaram no facebook esses dias um vídeo lindo sobre nós…mães imperfeitas…que gostaríamos de melhorar…muito lindo: http://catracalivre.com.br/geral/catraquinha/indicacao/video-traz-uma-nova-perspectiva-para-maes-muito-autocriticas/
    Beijos!!!

  42. Carla

    Amei o post, realmente, exige muito auto controle, não mandar o individuo, pastar, com o perdão das palavras, conviver com pessoas assim diariamente e horrível. Alem de enaltecerem tudo o que fazem. acabam com você, e pra ajudar, tem sempre outra pessoa que nunca teve filhos, ou tem uma só
    e se acha no direito de julgar suas atitudes, sinceramente, a vontade que me da e dar um tiro, porque, só nos sabemos o que passamos com nossos pimpolhos.
    Desculpem o desabafo gente, mas hj, ta difícil, e o dia nem começou ainda.!

  43. luciana

    super concordo eu tenho uma pessoa na minha vida q me apurrinha.da vontade de dizer tudo isso q vc disse para ela.adorei seu blog.

  44. Jana

    muito bom o post, já tive que sair de um grupo do face que tinha uma “mãe perfeita”, odeioooo

  45. Thais Benatti

    Adorei o post!!
    Noto muito nas redes sociais as mães patrulha, que quando alguém reclama ou simplesmente diz que está difícil, já vem com aquele papo: “a maternidade é perfeita, a melhor experiência da vida, é mais que eu imaginava, um dia vcs verão como é bom…blablabla”
    A maternidade é maravilhosa, mas isso não significa que seja fácil.
    Meu filho tem 6 meses e não precisa que eu seja perfeita, só precisa que eu seja suficiente para as necessidades dele e o ame muitoooo!!!!
    Adoro o blog!!! ;-)

  46. Tatiana Galvez

    nunca consigo comentar no seu blog…. qdo o comentário é extenso sempre pisca no meio e o comentário some…. :(

  47. Lívia Mangini

    Pra variar seus textos são ótimos. Te conheci no niver de um ano da Nina (da Cris). Naquele momento tinha acabado de descobrir q estava grávida. Passei a acompanhar seu blog e continuo seguidora fiel. Minha pequena tem 5 meses e sempre encontro dicas super úteis pra colocar em prática com ela. Parabéns e boa hora com o Cae. Que ele traga ainda mais felicidade pra sua família.

    1. Shirley Hilgert

      Lívia, tudo bem? Que legal que a gente já conheceu pessoalmente. Adoro quando encontro leitoras. E fico muito feliz que esteja curtindo o blog. Beijos!!!

  48. Vanessa

    Falou tudo o que eu penso dessas ditas cujas. Que nojo que dá, já cruzei com duas desse tipo. orque não admitem que estão sujeitas a falhas como qualquer outro ser humano.

  49. Ana

    Super concordo..

  50. tatiana

    Ótimo texto!!! Depois que nasceu meu bebê, descobri q mãe é um bicho que menteeeee demais, só pode! Beijos!

  51. Thais

    Morro de sono com essas mães perfeitas, imaculadas e, mais que tudo, mentirosas, né?
    Porque não existe ninguém perfeito nesse mundo. Elas são um porre!!!!
    É como eu sempre digo: não se preocupe se você não é perfeita….mães perfeitas só existem na internet.

  52. Aglezielle

    Amei seu post. Aliás mais uma vez, vc disse tudo o que mutas veze nos entala. O desabafo perfeito para os sentimentos ruins que custam pairar em nossas cabeças.

  53. Camila Dorneles

    Adorei esse post. Tem muita mãe perfeita no Facebook. Ali tudo é lindo, a mãe está sempre bem vestida e maquiada. Diz que tudo é lindo!! Mas nós que somos mães reais sabemos que não é assim. As pessoas mascaram a verdade e fazem outras mães acharem que deveriam emagrecer tão rápido quanto elas, estarem sempre dispostas, não choram, não tem dúvidas. Fiquei muito feliz pois quando meu bebê tinha 4 meses pude conversar com uma amiga que estava com um bebê de 45dias e muito triste pois seu bebê não estava dormindo bem de noite, ela estava com o peso bem acima e ainda chorava muitas vezes. Me senti feliz pois pude dizer pra ela que ela não estava sozinha, que a realidade era assim mesmo e que com o tempo as coisas vão se ajeitando. Ah ainda disse pra ela que mãe perfeita só o Facebook mostra e elas não existem de verdade. Adoro seu blog, tiro dicas muito boas e me identifico com muitos textos.

    1. Macetes de Mãe

      Olá, Camila!
      Verdade!!
      Muito obrigada pelo carinho <3
      Bjs

Deixe seu comentário