Desafiando as estatísticas – dois anos amamentando

Por Bárbara Miura, mãe de Kenzo, dois anos

barbaraQuem diria, daqui a uma semana, exatamente, Kenzo completa dois anos e eu, este mesmo tempo amamentando!
Para muitas mulheres amamentar pode ser fácil, mas para mim não foi. Nos primeiros dois meses, achava que era uma índia, ou seja, que bastava pendurá-lo e tudo estava resolvido. Mas não foi bem assim. O freio da língua do Kenzo começou a atrapalhar, ele mamava em intervalos menores de duas horas e em vez de melhorar, com o passar do tempo, as coisas foram ficando cada vez mais complicadas.

Quando ele estava com dois meses, descobrimos que o freio da sua língua estava atrapalhando na amamentação (o pediatra estranhou que ele não estava ganhando peso, supôs que podia ser esse o problema e uma fonoaudióloga confirmou) e decidimos operá-lo (cirurgia rápida e tranquila). E junto com a operação vieram extrações de leite com a bombinha elétrica, várias vezes ao dia (um saco), e translactação com meu leite e, depois, com leite artificial por um período. Trabalho árduo!

Muitas vezes, pensei em desistir, muitas vezes fui questionada por que ele era tão magrinho, se não precisava de complemento, de comida já com quatro meses, mas me mantive determinada e persistente (para muitos teimosa) e amamentei exclusivamente até os seis meses, como recomenda a OMS e o Ministério da Saúde.

Depois do sexto mês, quando ele começou a comer outros alimentos, aí sim comecei a curtir a amamentação. O espaçamento entre as mamadas era bem maior e eu não estava mais preocupada que somente meu leite seria responsável pelo crescimento dele e aí foi muito mais prazeroso.

Mas aí vieram os comentários alheios, daquelas pessoas que não entendem porque uma criança segue mamando depois de “certa idade”. Tive que ouvir  “batatadas” do tipo “Ah, com essa idade o peito é só aconchego”, “Nossa, ele vai ficar mimado”, etc, etc e muitas vezes me fiz de surda para não perder tempo explicando todos os benefícios da amamentação prolongada comprovados cientificamente. O fato é que a decisão era minha, com apoio de meu marido, e deixar o Kenzo livre para  parar a hora que bem entendesse era, para mim, o certo a se fazer.

E assim, há alguns meses, naturalmente, ele foi diminuindo a frequência de mamadas. Hoje, ele mama uma vez por dia, quando acorda, mas tem dias que nem pede, então deixo-o à vontade e percebo que esse esse está sendo, na verdade, o seu processo natural de desmame. Creio que quando ele começar na escola, ainda este ano, deixará de mamar de vez.

Devo admitir que só consegui amamentar o Kenzo até hoje graças, em primeiro lugar, a Deus; depois, a um apoio técnico fundamental do  nosso pediatra (que até faxineira arrumou p/ me ajudar) e de uma fonoaudióloga  que nos acompanhou e, por fim, pelo companheirismo e força  do meu marido Ricardo Kazuo Miura, que me deu todo o conforto emocional para eu aguentar o “tranco” nos momentos mais difíceis!

Hoje também sei que a amamentação depende de diversos fatores, mas, na minha opinião, o fundamental é o emocional. Se a cabeça da gente não estiver bem, não há produção de leite que resista!

Por que conto tudo isso? Por me sentir vitoriosa, claro, mas principalmente para apoiar qualquer que seja a decisão de uma mulher. Só ela pode saber o que quer. Se a decisão for amamentar, estou aqui para ajudar com minhas experiências e indicar bons grupos de apoio e profissionais, se necessário. É só deixar a sua dúvida nos comentários abaixo que farei o possível para ajudá-las.

E para finalizar, deixo algumas imagens para servirem de incentivo à amamentação, para inspirá-las a não desistirem, apesar das dificuldades.

15022014

smam1

 Leia outros posts sobre o tema amamentação:

59 comentários

  1. Kênya Figueiredo

    Amamentar é mesmo maravilhoso, viu!!! Amamentei meu filho até 1 ano e 8 meses e só parei porque fiquei muuuuuito fraca, tive uma gripe daquelas fortissimas, quase desmaiei 3 vezes no mesmo dia, e infelizmente tive que parar, mas foi tranquillo, hoje ele dorme segurando o peito, então vou tirando as manias aos pouwuinhos, porque tudo de uma vez também não dá. Heitor é muuuuito saudável, graças a Deus, e nunca teve essas gripes, resfriados, essas doencinhas “comuns” nos pequenos, e creio que a amamentação foi um grande fator que colaborou com isso. Ouvi muitas críticas por amamentar tanto tempo, chorei muito, briguei com muita gente, mas hoje fico tranquila porque sei que fiz o que eu acreditava ser certo. E também não acho certo julgar quem não amamentou por mais tempo, quem não conseguiu… cada mãe sabe de si, cada uma sabe dos seus filhos. Adorei o post. Beijos.

  2. Paola

    Parabéns Barbara! Que delícia poder amamentar tanto tempo. Meu filho vai fazer quatro meses e sua alimentação é exclusiva de leite materno, eu adoro poder amamentá-lo, principalmente por ter visto de perto o sofrimento da minha irmã, que não conseguiu amamentar nenhum de seus dois filhos. também briguei bastante no início da amamentação, então preferi iniciar a amamentação num local tranquilo e sempre sozinha. Logo no primeiro dia em casa após a alta da maternidade, tive que ouvir da minha própria mãe que eu deveria dar um complemento ao meu filho…. que absurdo! Meu leite estava começando a descer, e, apesar da dificuldade na pega, sangramento do bico, etc., eu seguia firme e forte amamentando meu filho.
    Quando meu filho estava com 70 dias acabei oferecendo chupetinha para ele, para acalmar um pouco ele, ele pegou e hoje faz muito bem a ele, minha dúvida é se você deu chupeta ao seu filho, isso porque já ouvi bastante sobre o desmame precoce associado ao uso da chupeta, e morro de medo!!
    Obrigada, bjs!

    1. Barbara

      Oi Paola, obgda! Q bom tb estar conseguido amamentar seu filho!
      Sabe, realmente os especialistas nao recomendam a chupeta pois dizem q a criança pode confundir a pega. Eu arrisquei e nao tive problema, mas nao é uma regra.
      Ate hj ele usa chupeta mas atualmente, somente p/ adormecer d noite, depois larga. Durante o dia ja consegui retirar por completo.
      Boa sorte na amamentaçao. Qq duvida q eu puder ajudar, é so falar.
      Abcs

      1. Ana Paula Pillmann

        Olá Shirley e Bárbara!

        É muito bom poder ler depoimentos como este! Isto porque o meu filho Arthur está com 1 ano e 9 meses e ainda mama no peito.
        Eu simplesmente AMO amamentar!! É uma das coisas que mais me fazem bem hoje em dia.
        No início foi bem difícil e achei que não fosse conseguir, isto porque o Arthur teve pneumonia quando nasceu e ficou 10 dias internado na UTI Neonatal. Depois de muito esforço, paciência, dedicação e quase ter uma mastite, consegui fazer ele mamar super bem. Como fiquei desempregada após a licença maternidade, optei por deixar ele mamando.
        Sou muito segura na minha decisão, mas volta e meia ouço coisas do tipo: “Vê se pode um guri deste tamanho mamando no peito!”, ou então “Isto causa uma dependência física e emocional entre vocês dois!” ou pior “Ele não quer comer porque sabe que pode mamar a hora que ele quiser!”.
        Por isso conversei com a minha psicóloga que super apoiou minha decisão. Meu marido também aceita tranquilamente a ideia e não se sente desconfortável com essa situação.
        A maternidade é uma experiência muito intensa, e por causa disso, estou passando por um processo difícil de depressão. Mesmo assim, quando necessitei de medicação, conversei com os médicos para somente usar remédios que fossem seguros para o Arthur. A amamentação restringe muito as minhas opões de medicamento, mas mesmo assim, quero continuar amamentando, pois me faz muito bem.
        Posso dizer com certeza que este é um vínculo maravilhoso que tenho com meu filho, e que não pretendo abrir mão dele porque as outras pessoas não gostam.

        Beijos meninas!

  3. Francislene

    Felizmente para mim foi muito fácil amamentar. Tive leite desde o 7 mês de gravidez, e quando minha bebê nasceu tinha bastante leite. Nas duas primeira semanas meu peito rachou e até sangrou, devido a pega errada mas com ajuda da minha pediatra e da Internet e blogues como esse, pude aprender e pesquisar bastante desde o primeiro momento que soube que estava gravida. Hj minha filha esta com 1 ano e 5 meses e ainda mama no peito. A frequência está diminuído hj ela mama 2 vezes no dia, as vezes 3. Mas estou deixando ela escolher o tempo dela para parar. Pretendo amamenta-la ate os 2 anos. Sei que para muitas mães é difícil amamentar, e relatos como esse dá força e coragem para continuar a tentar. Beijos a todas vcs, amo o blog e acompanho desde de 2012 quando engravidei de minha bebê. Obrigada pela ajuda!

  4. sheila

    Oi… Tenho uma casal , Pedro e a duda de 2 anos e 4 meses que ainda amamento …
    Com os dois foi da mesma forma, é muito prazeroso o laço emocional é enorme, incrível …. Mas não é fácil. Tenho a dificuldade de regras os horários e tenho mais trabalho nas alimentações , mas sou mto dedicada e tem dado mto certo.
    E as críticas!? E impressionante não sei o porque incomoda tantos as pessoas inclusive o meu marido.
    Tento aproveitar tudo ao máximo sei que o tempo voa e eles são tudo pra mim… Bjoss

  5. Neima

    Shirley e Bárbara, parabéns pelo post! O relato é inspirador. Acho que a decisão de manter a amamentação prolongada é de cada família, e ninguém é “menos mãe” ou “mais mãe” por fazê-lo.
    Quando eu estava grávida, achava que os 6 meses seriam suficientes, mas hoje o Gustavo está com quase onze meses e continua mamando. Se tudo continuar como está, ele é quem decidirá o momento de parar.
    Bjs!

  6. Karina

    Parabéns! Não tive tantas dificuldades pra amamentar. Meu leite demorou dois dias pra chegar, mas depois foi tranquilo, é bem cansativo mesmo, eles não dão espaço de três horas como falam e tbem 1quando chorava eu já sava o peito rsrsrs. É uma experiência unica e divina! Meu filho fez 3uma anos dia 12/02 e até hj mama no peito, mais pra dormir mesmo e quando acorda e vou tirar qndo ele quiser mais. Adoro amamentar!
    Abraço!

  7. Gizelli

    Parabéns! Amamentei minha filha ate 3 anos e 10 meses e sei que foi o melhor para ela, orgulho em dizer que ela nunca colocou uma mamadeira na boca ou chupeta, valeu cada esforço. E agora com quase 4 anos encerramos com sucesso a amamentação. Viva a amamentação !!!

  8. Magna

    Parabéns pelo post, pela dedicação e amor. Não acredito que quem amamenta mais ou menos tempo tenha mais ou menos amor, mas acredito que quem não amamenta por opção ou falta de determinação seja sim, excessivamente vaidosa. Sonho muito com o tempo em toda criança tenha a oportunidade de ser amamentada ao menos 4 meses e que toda mãe consiga esse momento tão ímpar. Amamentei minha filha, hoje com 4 anos, até os 2 anos e quatro meses e essa é a minha mais linda história de amor.

  9. Cris Ribinski

    Compartilho da sua experiência… Tenho um filho de 6 anos que mamou até os 2 anos no peito. Hoje, amamento meu segundo filho, que está com 5 meses. E não pretendo parar tão cedo… Pode parecer mentira, mas eu não tive um dia sequer de dificuldade nesse processo, com nenhum dos dois. Não faço ideia do que seja dor nos seios, mastite, empedramento, rachaduras. Nunca tive. Os dois nasceram e mamaram, naturalmente, como se fizessem isso há milênios. Pode ter sido sorte, mas acho que ela veio aliada a uma baita dedicação durante a gravidez. Nas duas vezes, durante quase toda a gestação, esfoliei os mamilos com esponja durante o banho, todos os dias. Torcia os bicos para um lado e para o outro. Tomava sol quando possível (bem menos do que o ideal, já que moro na cinzenta Curitiba). Usava pomada com lanolina uma vez por dia. Outro detalhe: nunca dei chupeta para meus meninos. Sou adepta da livre demanda. Estou sempre disposta, disponível. Para mim, amamentar foi e continua sendo um grande privilégio, o maior presente de Deus em minha vida.

  10. Laureen

    Nossa, você é uma guerreira, assim como minha mãe.
    Na verdade, ainda não sou mãe, mas sei da importância que a amamentação tem para os pequeninos, não só da questão nutricional, mas também da aproximação com a mãe.
    Eu mamei até os 7 anos. Isso mesmo, até 7 anos. Poucos acreditam nisso, mas é verdade.
    Eu comia muito pouco e só queria mamar. Foi muito difícil para a minha mãe, pois ela trabalhava e eu ficava com fome o dia inteiro, pois não queria comer mais nada. E era bem magrinha.
    Mas hoje sou bastante saudável, muito difícil adoecer…
    Com todo esse tempo mamando, me apeguei muito a minha mãe. Mesmo depois de casada, sou muito ligada a ela, muito próxima mesmo e isso é muito bom.
    Acho que 7 anos, é muito exagero. Com certeza! Mas as mãe devem ter consciência de que precisam desse tempo com seu filho e principalmente, ele precisa desses nutrientes que o leite materno fornece.
    Quero engravidar no fim deste ano e por isso resolvi seguir seu blog e estou achando muito interessante.
    Bjs!

  11. Ana Paula Pillmann

    Olá Shirley e Bárbara!

    É muito bom poder ler depoimentos como este! Isto porque o meu filho Arthur está com 1 ano e 9 meses e ainda mama no peito.
    Eu simplesmente AMO amamentar!! É uma das coisas que mais me fazem bem hoje em dia.
    No início foi bem difícil e achei que não fosse conseguir, isto porque o Arthur teve pneumonia quando nasceu e ficou 10 dias internado na UTI Neonatal. Depois de muito esforço, paciência, dedicação e quase ter uma mastite, consegui fazer ele mamar super bem. Como fiquei desempregada após a licença maternidade, optei por deixar ele mamando.
    Sou muito segura na minha decisão, mas volta e meia ouço coisas do tipo: “Vê se pode um guri deste tamanho mamando no peito!”, ou então “Isto causa uma dependência física e emocional entre vocês dois!” ou pior “Ele não quer comer porque sabe que pode mamar a hora que ele quiser!”.
    Por isso conversei com a minha psicóloga que super apoiou minha decisão. Meu marido também aceita tranquilamente a ideia e não se sente desconfortável com essa situação.
    A maternidade é uma experiência muito intensa, e por causa disso, estou passando por um processo difícil de depressão. Mesmo assim, quando necessitei de medicação, conversei com os médicos para somente usar remédios que fossem seguros para o Arthur. A amamentação restringe muito as minhas opões de medicamento, mas mesmo assim, quero continuar amamentando, pois me faz muito bem.
    Posso dizer com certeza que este é um vínculo maravilhoso que tenho com meu filho, e que não pretendo abrir mão dele porque as outras pessoas não gostam.

    Beijos meninas!

  12. Vanessa

    Parabéns! Vc é mais uma mamãe vitoriosa que apesar de todas as dificuldades, continuou amamentando.
    Eu amamentei minha filha até os 3 anos de idade, e não me arrependo. Escutei muitas coisas, mas enfim, o que importava era a relação entre mãe e filha de total intimidade e entrega.bjs!

  13. Tati

    Oi meninas, tbm amamento minha neném até hj ela está com 1ano e 5 meses, minha dúvida e com relação as noites, quantas vezes vcs amamentam durante a noite?? Outra coisa, ela está muito apegada a mim, chorona não posso sair de perto dela, tenho medo que ela fique dependente, será que é por causa do peito??? Alguém já passou por isso???? Bjs

    1. Geisi

      Oi Tati, tb tenho uma bebê de 1 ano e 6 meses, e ela ainda mama no peito, e ela ainda mama muito em mim, até pensei em desmama-la mas depois de ler esse blog desisti, vou deixar ela mamar até quando quiser, a minha bebê chega acordar até 4 vezes durante a noite… E ta aí o porque de querer desmama-la, ela tb é muito apegada em mim. Mais eu amo amamentar é muito booooom! Se tiver instagram me segue lá e fala que é você o meu é ge_sofia. E meu face é Geisi Rodrigues de Paula… Me adc para gente conversar!!!! Bjos.

  14. Rosimeire

    Eu também ainda amamento, meu filho está lindo e forte com 2 anos e 1 mês e espero que ele desmame naturalmente, apesar de o pediatra já ter pedido para parar desde 1 ano!
    O difícil é ter que aguentar os palpites de TODOS os lados!
    E também amamento em livre demanda até hoje, quando ele quiser e em qualquer lugar, não ligo para cara feia de gente que acha absurdo amamentar em lugares públicos.

  15. Racqueline Rodrigues

    Parabéns mesmo!! Entendo e me emociono com seu depoimento pq compreendo bem as lutas que enfrentamos para manter a amamentação , tanto a exclusiva até os seis meses quanto a prolongada depois, de fato não é fácil, ahh se parássemos para ouvir as críticas e comentários que as vezes até nos entristecem… mas é sempre neles e na saúde e bem estar deles que pensamos e seguimos firmes em nossa decisão de amamentar! Deus abençoe vc e seu filhote!

  16. Tatiana Cali

    Que legal este post !!! Muito bom ver mãe batalhando para conseguirem sucesso na amamentação !!!
    Como isso é difícil, embora para algumas mulheres seja tranquilo, não é o que ocorre para a maioria.
    Parabéns pelo relato, pela força de vontade, por ter conseguido controlar o estresse (grande fator) e por ter tido sucesso !!!
    Bjs, Tati.

  17. ana

    Os relatos desse blog sao o maximo, sempre nos ajudando muito. Gostaria de dar uma sugestao, pq vcs nao escrevem sobre como fizeram o desmame? Sempre se fala mto em dar o peito, mas tirar tb é mto dificil, principalmente qnd nao queremos, mas temos que fazer. Perigos sobre pegar uma mastite e até um abcesso (meu caso!) nessa época. Mesmo depois de 6 meses mamando exclusimente no peito, eu ainda fico paranoica por achar caroços aqui e ali. Sei que nao é normal, mas como consegui até agora dar o peito, fico orgulhosa, mesmo sendo paranoica hehe

    1. Shirley Hilgert

      Ana, está na lista de próximos posts. Mas estou atrás de uma profissional para dar dicas, pois não passei por isso (o Leo desmamou naturalmente bastante cedo, infelizmente).
      Bjs

  18. Edna Braga

    Boa tarde Barbara!
    Gostei muito da matéria! Estou passando por dificuldades no momento!
    Tive meu bebê com 33 semanas por ter dado Pré Eclâmpsia, mas graças á Deus ele nasceu muito bem, porém com baixo peso, 1.400kg, está na Neo Natal somente para ganhar peso, mas não pode sugar em meu peito para não perder mais peso gastando energia, então as enfermeiras dão no copinho pra ele, queria que me desse alguma orientação de casos que aconteceram com outras mães como o meu, como foi depois, como quanto tempo eles começaram a sugar e como foi a experiência me indicando um site!

    Obrigada!

    Beijos

  19. Elaine Gonçalves

    Amada, você além se der ser uma mulher vitoriosa também é uma mulher virtuosa!!
    Parabéns pela sua atitude. Amei sua postagem, e estou também muito mais confortada, porque tenho passado por isso. Meu filho se chama Nickolas e vai fazer 2 anos dia 16 de agosto. Está na fase de sair os últimos dentinhos, e por conta disso tem dias q ñ quer comer e fica mamando o dia todo, vou te falar… ñ é facil, mas Deus tem me dado forças e meu esposo tem me ajudado muito. Tem dias que acordo de madrugada só p/ tomar um copão de bebida à base de soja. E muitas pessoas tem me criticado por eu amamentar o Nick até hoje. Tenho a facilidade de emagrecer, então se eu deixo de jantar 1 dia, já perco 1 a 2kg. Se eu fosse fortinha isso seria bom, mas acaba q eu fico com a aparência de muito cansada e abatida. tem dias q ñ sei o q fazer. Tenho esperança q ele vai desmamar naturalmente.

    Obrigada.

    Beijos…

  20. Edneia Santos

    Ufa….como é bom saber que não estou sozinha…rsrs
    Minha filha tem 1 ano e 4 meses e mama no peito. Compartilho da idéia da Ana Paula, AMO amamentar e infelizmente ouço algumas bobagens sobre, mas não estou nem aí. Digo que se só faz bem a ela, pra que tirar.
    As vezes é complicado, porque ela acorda de 3 a 4 vezes na madrugada para mamar, mas tudo bem…infelizmente isso vai passar.
    Também tenho esperança que ela desmamar naturalmente.

    Obrigada
    Beijosss

  21. Rosana

    MoParabens pela persistência! Minha folha esta com 2 meses e o primeiro mes de amamentação tambem nao foi fácil! Meu bico é plano quase invertido e no inicio utilizei o bico de silicone! Tambem com 4 dias minha bebê ja mamava na mamadeira (tirava meu leite com a bomba elétrica). Também ouvi muitos comentários como ” Ih vc esta dando mamadeira? Ela não vai querer mais seu peito!” …uma mentira..quando ela completou um mes, consegui tirar o bicode silicone,graças a varios vídeos sobre o assunto que assisti.
    Minha questão hoje é que minha bebê mama a cada 2 horas…na realidade tem.dia que é menos tempo.
    Sera que isso passa?
    Beijos,

    Rosana.

  22. Cristiane

    Por recomendação de dois pediatras, mas totalmente contra minha vontade tive que dar suplemento pra minha filha com 2 meses porque ela ganhou pouco peso. Hoje depois de duas semanas com suplemento estou decidida a retirar e a pediatra esta me apoiando.
    Dei o suplemento todos os dias com a sonda de relactação, então ela mamava o peito junto com o suplemento.
    Não esta fácil retirar ela esta mamando a cada 1:30h e fica mais de 1 hora mamando sem parar. Esta sendo bem cansativo, mas eu quero conseguir.

  23. Dani

    Oi Barbara, seu post realmente eh inspirador, ainda mais pra quem tem dificuldades com a amamentação como eu. Amamentar foi, e é uma luta para mim, mesmo hoje com minha bebe de 4 meses. Tive que mudar de pediatra, pois ela tava doida pra que eu desse leite artificial, disse que minha filha tava correndo risco de desnutrição. Fiquei ressabiada e procurei uma segunda opinião, um médico homeopata bastante recomendado. Ele está acompanhando e me disse que ela pode ser mais magrinha mesmo, ser biótipo. Me identifiquei muito com sua história, pq todo mundo vem dizer que ela eh pequena e q tenho que dar leite artificial. Estou louca pra chegar os 6 meses logo e introduzir alimentação e assim finalmente desencucar! Você se lembra do peso do Kenzo com 4 meses? A Mariana estava com 5,120kg e 61 cm com 3 meses e 25 dias!

  24. Roberta

    Adoro ler relatos sobre amamentação! De todas as alegrias que a maternidade me trouxe, a amamentação foi a melhor! E não foi nada fácil no começo!! Mas ver minha filha crescer e se desenvolver por 6 meses APENAS com o leite que eu produzi foi muito gratificante!! Hoje ela esta com 2 anos e 4 meses e ainda mama no peito. Já estou sofrendo por sentir que o desmame está próximo!!!
    Beijos

  25. barbara Alves Sene dos santos

    Que lindo relato !Eu amamentei meu filho até 9 meses mas Deus sabe oqnt quiz amamentar mais meu filho tb era do tipo bem mamao e eu diferente de vc não tive apoio de ninguém nem marido nem mãe nem pediatra todo mundo queria q eu desse a mamadeira pq estava mt cansada por não durmir mais devido a amamentação. .. Admiro mt quem consegue pq sei q e uma batalha muitos dias árdua!

  26. Maristela

    Que lindo! Eu amamentar! Pretendo amamentar minha filha até os 2 anos, ou mais!rs Ja tive que ouvir mta abobrinha do tipo: Nossa, ela ja tem 1 ano e vc ainda não tirou do peito? ou então: ja estão nascendo os dentinhos, quando vc vai introduzir outro leite?Tb me finjo de surda pra não ser sem educação, pois penso que se Deus me deu a oportunidade de amamentar minha filha entao pq eu vou parar? É algo que faz bem pra ela entao eu continuo!

  27. Daira

    Lindo! É muito raro e muito reconfortante ouvir um relato positivo da amamentação. Aqui no Brasil é muito raro o apoio. Meu bebê Emanuel quando nasceu, demorou 10 dias pra pegar o peito. Um sufoco só. Com 2 meses foi diagnosticado com APLV segui com uma dieta, uma luta, mais que vale muito a pena. Agora ele está com 6 meses e estou iniciando frutas e papas. Mas continuo amamentando em livre demanda e será assim até quando ele quiser.

  28. Aracelle

    Minha pequena tem 2 anos e quase 2 meses e ainda mama bastante! Tenho ouvido diversos comentários e críticas, mas tô resistindo! Já pensei em desmame, em razão dela acordar noeio da noite pra mamar, o que me deixa exausta, mas qdo vejo ela mamando, a alegria dela, o apego…eu desisto! Sei que desmame na marra é traumático pra as duas partes (na verdade a gente sofre dobrado…rsrs). Então queria que fosse natural, mas ela não dá nem sinais de que vai desistir do mamá dela, e agora até o marido tá pesando…mas eu to seguindo em frente, vamos ver se ela por si só abandona!

  29. Francieli

    Ooii, minha bb dia 13/12 faz 6 meses, comecei agora a dar frutinhas, mas tenho medo de qndo ela começar a comer q eu não consiga continuar a amamentar, que não saiba como conciliar os dois. Gostaria de saber como vc fez, tipo que horários? E vc dava leite artificial tbm? Eu quero muito amamentar até os dois anos da minha filha.
    Beijo.

  30. Mariana Nascimento

    Amamentei meu filho mais velho até os 3 anos e a minha filha mais nova está com 1 ano e ainda está no peito. É um laço de amor que vc crua com seu filho. Super recomendo!

  31. Mariane Scolari

    Olá, eu amamentei minha filha por 1 ano nunca tive problemas inclusive no desmame, foi tão natural que até estranhei. mas meu filho tem 9 meses e mama no peito só que ele não dorme direito a noite. Tem noites que acorda até 10 vezes e eu trabalho o dia todo estou mto cansada!!! Queria dar uma mamadeira pra dormir a noite pois até o pediatra já disse que ele dormiria melhor, mas ele não pega não gosta nem da mamadeira nem do leite. Alguma sugestão???

  32. Hanna

    Meu pequeno está com 1 ano e 3 meses e pretendo amamentá-lo até os dois anos, tenho um pouco de medo da hora do desmame, pois ele dorme no peito, alguma fe vocês já passou por isso?!
    Queria mesmo é que ele largasse naturalmente, porque sei que vai ser duro ter que tirar o peito dele.

  33. Alexandr Rocha

    Parabéns a todas as mamães!!! Lindas declarações de amor. Li todas. Sou mãe do Davi, 10 meses. Mama móóóóitoooo e não é sempre que quer saber de almoço e janta de comida de sal. Me viro pra fazer a comida saborosa mas horas ele come bem horas não come nadaaa. Ai o pediatra disse para nao dar o peito e deixá-lo con fome. Sei que ele precisa agora de outras fontes de alimento. Eu sou um complemento agora, né? Fico confusa se faço certo ou errado. Se estou sozinha ofereço comida de todas as formas e não comeu… Dou o peito sem pestanejar e ele mama muito.
    A noite ele acorda a cada 2h. Meu marido comprou o Nan e eu quase chorei. Fiquei muito, muito, muito triste e é por essas e outras que quero fazer análise. Nunca consegui abrir aquela lata porque eu não quero isso pra ele. Sei que o melhor que posso oferecer para p bebê esta aqui dentro de mim.
    Gente… Um espaço como este para dar, ganhar, compartilhar e aprender tem sido tudo pra mim.
    A maternidade envolve muita coisa… E a amamentação é uma delas! Tentamos fazer o nosso melhor e se erramos foi na intenção de acertar.

  34. Regina

    Parabéns! Lindo depoimento! Meu filho de 9 meses ainda mama no peito, também graças a Deus e à minha teimosia! Na primeira semana, o pediatra disse que ele tinha emagrecido muito e mandou dar complemento. Eu estava assustada e dei. Rapidamente, ele quis largar o peito. Fiquei arrasada…. no banco de leite da Fio cruz me ensinaram a relactação e, assim, ele voltou a mamar. Mas hoje, sei que muito do que ouvi foram barbaridades e, se eu tiver mais filhos, terei a segurança de fazer do jeito que eu sempre sonhei : peito exclusivo até 6 meses!

  35. Cristiane

    Parabéns, somos além de mães guerreiras…. meu bebê está com um ano a pretendo amamenta-lo até dois. Para mim o começo também não foi fácil, mas o amor sempre foi maior. Cauê é um bezerrinho e mesmo já comendo outros alimentos mama pelo menos umas 4 a 6 vezes por dia. E mama mesmo rsrs…É o maior e melhor vínculo entre mãe e bebê, além de ser o melhor para ele. Sou grata a Deus por poder amamentar. :)

  36. jaquelline

    Parabens!!Achei super londa a sua atitude junto ao seu marido q t apoia!!!Eu amamentei meu bb ate 2anos e4meses, e so tirei o mamar dele pq ele ja queria mamar de 15em 15 minutos e ficava pendurado no peito, entao eu fui ficando fraca magra , kkkkkkkkk virei uma vareta d tao magra e nao dormia mais pq ele ficava a noite toda no mama…. Mas entao tive q tomar essa decisao para o nosso bem!resultado hj com 4 anos ele é uma criança super saudavel , mas nao aceita leite de espécie alguma kkkkkk!!!

  37. Janduilma

    Que Maravilha! Minha bebê fez dois anos no último dia 14 de Maio e ainda estou amamentado! Por ela acho que não deixa logo, rsrsrsrs… Eu comecei a conservar com ela falando que já é uma mocinha e que já está na hora de deixar o “mamar”, como ela chama, mas ela me olha pedindo e eu não resisto! Meu esposo super me apóia, e ela fica me olhando com um semblante de felicidade tão grande quando está no peito… Esses dias eu e meu esposo caímos nas risadas, por que depois que terminou de mamar ela me olhou e falou ” bigado mamãe “, rsrsrsrs, acho que ela agradeceu por que mesmo estando uma mocinha a mamãe dá o ” mamar ” a ela.

  38. Juliana

    Adoro o!!

    Eu amamentei meu primeiro filho que hoje tem 7 anos, até os 3 anos de idade.
    No dia do aniversário dele ele sozinho não quis mais. Eu amava demais dar mama pra ele e vinha muita gente criticar(normal né) mas nunca dei bola, pois era momento meu e dele. Ele nunca usou chupeta e nunca conheceu uma mamadeira por opção nossa. Agora tenho um outro menino que está com 2 anos e 2 meses e mama também ainda, graças a Deus. Não me importo de dar para ele a hora que quer, e que ele decida quando quer parar.

    Amo demais esse nosso momento.

  39. Rossana

    Que legal! Meu bb tem 2 anos e tb mama. Mas mama mtoooo. Acho que o desmame natural aqui vai ser difícil. Se fico com ele o dia todo, vira e mexe ele quer peitinho. Sem falar que acorda várias vezes na madrugada. Tem dias que fico um caco e até pensei em desmamar… mas logo mudo de ideia pq penso que essa fase passa mto rápido e vou sentir saudades de tudo!

  40. Viviane

    Bom dia, comemoramos 22 meses de amamentação e vamos rumo aos 2 anos. É um desafio pq mtos se chocam mesmo qdo a recomendação é essa: amamentar pelo menos até os 24 meses. Tb escrevi o relato do meu caso https://blogmaternidadesemneura.wordpress.com/2015/05/13/mas-voce-ainda-amamenta/ bjs

  41. Danielle

    Amei seu depoimento, simplesmente super apoio. Meu filho tem dois anos e seis meses e ainda mama, e o amamento com todo amor e prazer, mesmo com a reprovação das pessoas eu não ligo, meu corpo meu filho e quero que seja um desmame natural, hoje claro é bem menos o ritmo dele mamar, é quando ele quer e pede, eu não ofereço. Um beijo enorme :)

  42. Zélia Bezerra

    Amamentei meu primeiro filho que hj está com 16 anos até dois anos, e o meu caculinha que está com 6 anos mamou até quase quatro anos mesmo com todo mundo falando asneira contra até mesmo o pessoal da creche pq amamentava ele antes de deixa_lo.

  43. Juliana

    Olá, Bárbara… Será que vc poderia passar i contato do seu pediatra? Se for de SP/capital… É tão difícil achar um bom profissional… Obrigada!

  44. Marta

    Amamentei meu filho até 2 anos e 2 meses e absolutamente não me arrependo!!! Também ouvi vários comentários inúteis e desagradáveis e sempre os ignorei (eu pensava: o peito é meu, o filho é meu, vou amamentar até qdo eu quiser!). A verdade é que cada mãe sabe o que melhor lhe convém! Meu filho já tem 7 anos, e agora eu tenho outro bebê, da mesma forma vou amamentar enquanto puder!

  45. Andressa

    Meu Davi vai completar 2 anos em fevereiro… e eu e amamentacao, amo amamentar
    .. tb sinto que aos poucos ele deixou e mamar o dia todo.. mas mama ao menos 2 vezes ao diA… Me sinto orgulhosa por ter tipo perseverança… o davi é uma criança mto forte e dificilmente fica doente… ele contar no quanto é inteligente, acredito que mto disso se dava a amamentação.. ao respeito e ao carinho por esse momento… preconceito… ja nem escuto mais… ele é fortinho..agora todo cuidado com a alimentação.. mta gente fala.. cada absurdo que nem vale a pena citar… faço uma cara de alface e vou dar feliz! Foi minha opçao.. e com certeza quem critica sao ignorantes de informaçao! Sei que no nosso tempo o desmame vai ser algo natural… mta saúde pra vcs e mto leitinho <3

  46. Lina Beatriz Rodrigues Sato

    Precisamos de telhados assim! Parabéns pela sua história!
    Meu bebê mamou exclusivamente até completar 6 meses, agora está com 7 meses e continua mamando muito muito! Quero muito amamentar até 2 anos no mínimo e que o desmame seja natural.
    Gostaria de saber quem são o pediatra e a fonoaudióloga. Poderia passar os contatos?
    Muito obrigada!

  47. simone

    Minha filha de 3 anos e 5 meses ainda mama no peito ,não existe nada melhor que amamentar

  48. Cinthia

    Lindo depoimento. Ainda armamento e não pretendo parar nem tão cedo (1a e 10m) minha dificuldade e achar pediatra a fvor da amamentação prolongada. Se puder indicar. Agradeço

  49. Daniela

    Olá Barbara, boa noite!

    Primeiramente parabenizar pelo lindo post, me super indentifiquei.
    Sou mamãe da Sophia hoje ela está com 8 meses de vida e sua alimentação se resume a papinha de sal, frutas e leite materno. Estou tendo muita dificuldade pra ela pegar a mamadeira, água aqui em casa só é servida no copo ela não aceita a mamadeira. Só que eu tenho uma dúvida cruel, será que o meu leite ainda sustenta ela? Faço essa pergunta pois ela está acordando em torno de 3 a 4 vezes na noite para amamentar. Quando é o momento certo dela começar a introduzir outro tipo de leite.
    Bijus e se alguma mamãe tiver alguma dica e poder me ajudar ficarei grata.
    Bijus

  50. Jedite

    Oi meu nome é Jedite e tenho um grande desejo de amamentar estou com uma bebe de 3 meses. O que devo fazer?

    1. Macetes de Mãe

      Olá, Jedite!
      Tem vários posts sobre amamentação aqui no blog. Pode ser que te ajudem :)
      Bjs

  51. Glaucia

    Linda história, a maioria das mães pelo Q vejo teriam desistido.
    Por aqui a Amanentacao fora aquelas 2 primeiras semanas de peito calejado foi sempre bem tranquilo, bem, a amamentação, mas as noites mal dormidas, a introdução alimentar e todas essas coisas Q acompanham a vida de mãe, sempre Q esbarravam com alguma dificuldade, o problema era o peito, diziam os intrometidos, eu sempre muito segura do Q eu acreditava e queria, fui até os 2 anos e 2 meses, desmamando gradativamente em 2 meses, sem traumas e com muito carinho, levando a um desmame Q considero praticamente natural, isso Pq engravidei e já estava com 5 meses. Me sinto tb vitoriosa, mas até hj, 2 semanas depois da ultima mamada, dia em Q minha filha ainda está se adaptando a nova rotina de dormir sem mamar, eu ainda ouço e vejo narizes se retorcendo Pq ela ainda não sabe dormir completamente sozinha Pq foi mal acostumada. Eu dou de ombros e sou muito orgulhosa e feliz pela nossa linda história. Ela é sim, bem agarrada comigo, mas tb é independente, cada dia mais, tenho convicção de Q o peito não estraga, não mima, ele torna criança mais carinhosa e segura, isso sim! Agora as eras aqui terão 3 meses de descanso até chegar o novo sugador. ❤️
    Salve a amamentação!

  52. nathalia

    Parabéns!!!
    Meu filho acabou de completar 1 ano e ainda mama no peito. Não penso em parar até que seja o processo natural, quando ele decidir.
    No começo também enfrentei muitos palpites. Meu filho tb é magrinho mas o pediatra sempre diz que está de acordo na linha do crescimento e que é do seu biotipo ser assim, então nem ligo para o que os outros acham. De quebra ainda optei por não dar açúcar e besteiras até 2 anos ou mais, então se não bastasse a amamentação aí da tenho que ouvir que ele passa vontade desses “ótimos alimentos” que todos sabemos que não faz falta alguma. Rsss
    Parabéns pela sua iniciativa e por não desistir.

  53. BRENDA LICIA

    Minha filha tem dois anos e três meses e ainda amamento, não quero perder essa oportunidade, foi tudo muito tranquilo pra mim é ela, e cada vez estamos mais unidas e cúmplices. Vínculo fortíssimo!!!! Amo amamentar minha filha.

  54. Paula

    Minha filha está com 3 anos e 11 meses e mama até hj. Nunca tive problemas nos seios ou dores, mas o cansaço era extremo.Tentei tirar uma vez, mas ela adoeceu e voltei.O que ne deixou na dyvida e q ela não come bem, além de, eu terminando doutorado, fiquei a beira da exaustão, pois ela acordava a noite pra mamar.Não me arrependo de nada, pois ela tem uma saúde de ferro, e uma criança feliz e esperta.Amamentar e mto bom, mas confesso ter dificuldade para tirar.Belo post, Bjs!!!!

Deixe seu comentário