O caso do vestido – gafes pós maternidade

Captura de Tela 2014-02-04 às 07.45.06Eu sempre gostei de contar histórias. E gosto ainda mais quando elas têm uma veia cômica. Acho que são mais a minha cara. Por isso, hoje fiquei pensando numa coisa… Eu tenho várias histórias engraçadas que me aconteceram depois que eu virei mãe, então, por que não contá-las aqui? Acho que será uma forma divertida de registrar algumas memórias e de também fazê-las rir um pouco. Afinal, quem é que não gosta de se divertir? Ainda mais com a desgraça alheia? Ahahaha!

A ideia é contar pequenos incidentes do dia a dia vividos por uma mãe louca, que, no caso, sou eu.

Vou começar pelo caso do vestido, espero que curtam!

Quando o Léo estava fazendo quase um aninho, a gente foi num casamento de um colega de trabalho do meu marido no Rio de Janeiro. Eu estava toda empolgada, afinal, festas de casamento são sempre bacanas. Mas esta me deixava mais animada ainda: a festa seria no Rio, cidade que amo; minha mãe iria junto para ficar cuidando do Léo enquanto a gente se “jogava na festa”; o casamento era de um gringo com uma brasileira, então a festa prometia ser do balacobaco (a brasileirada toda querendo mostrar para a gringaiada o que o Brasil tem de melhor) e, principalmente, eu não saia quase nunca de casa, então, uma festa dessas era tudo que eu precisava.

Chegamos no Rio em cima da hora. Só deu tempo de eu tomar um banho rápido, passar uma argamassa na cara e sair correndo para pegar o finzinho da cerimônia religiosa (coisa que não conseguimos porque no último instante Léo causou e eu tive que acalmá-lo antes de deixá-lo com a minha mãe). Mas beleza, fomos para o tal casamento, cheios de alegria, brilho e luz.

Chegando na porta do salão de festas, já a primeira grata surpresa causada pela minha #cabeçademãelouca, como gosto de dizer: eu tinha colocado um brinco só. Sim, uma orelha estava com um brinco lindíssimo, que completava perfeitamente  o visual, mas a outra estava pelada. O jeito foi eu inventar, de última hora, um cabelo todo diferentoso que tapava uma das orelhas e deixava a outra à mostra e entrar como se nada tivesse acontecido (mas para logo tirar o brinco que restava e apertar a teclá “Fod#@-seFicaAssimMesmo”).

Fiquei um pouco triste por estar sem brinco, mas segui o baile, afinal essa era “A” noite, era um evento planejado há meses, e não ia ser isso que iria acabar com ela. (Mentira! Não fiquei pouco triste não, fiquei puta! Indignada com o esquecimento. Me sentindo pelada! Mas o que é ficar pelada mesmo eu só entenderia de verdade algumas horinhas depois).

Bom, assim a noite seguiu. Conversamos, rimos, dançamos, falamos sobre filhos, demos alguns telefonemas para checar se tudo estava bem, nos surpreendemos com um casal de amigos que havia levado os dois filhos e mesmo assim conseguiu aproveitar a festa e até aí nada de diferente.

Até que eu precisei ir ao banheiro. Pedi informações, procurei o caminho, encontrei o destino, entrei, fiz o que precisava fazer e aproveitei o silêncio do recinto para dar mais um telefonema checando se a paz e a harmonia reinavam entre o Léo e a minha mãe.

Avó atendeu, avó respondeu todas as perguntas, tudo estava bem e lá fui eu fazer o caminho de volta.

Assim que saí do banheiro, resolvi dar uma voltinha do lado de fora da festa, checar se a temperatura tinha baixado ou nao, porque se tivesse era melhor ligar de novo e pedir para a avó colocar uma mantinha sobre o pequeno. Saí, andei, chequei e estranhei que, assim que eu apareci, todos os manobristas que estavam lá ficaram mudos. Na hora, até me enchi de vaidade e pensei: Uau! Não me arrumo nunca. Ando sempre descabelada, mal vestida e largada. Quando me arrumo um pouco é esse o efeito que dá? Tenho que fazer isso mais vezes!

Voltei e, antes de ir para a pista de dança, parei para comer uns doces. Sim! Eu merecia dois minutos de paz me empanturrando de doces de chocolate, de fruta, de paçoca, de ovo, do escambau. Mas percebi que enquanto eu me deliciava duas meninas me olhava com uma cara meio estranha, provavelmente pensando: “Afff! Mas come a criatura!” Só que não, a observação que elas faziam não era essa.

Algum tempinho depois delas começarem a me olhar, uma se aproximou e perguntou: “Are you brazilian?” (sim casamento de gringo com brasileira tem dessas coisas, eles olham para uma branquela como eu e já vão achando que é do outro lado da família). Respondi que sim, nas duas línguas para garantir, e aí a moça soltou: Ah! Desculpe, é que fiquei na dúvida e precisava falar com você. Queria avisar que o seu vestido está para dentro da calcinha e a sua bunda está de fora.

Gente! Morri! Morri mil vezes! Nunca me arrependi tanto de ter dado um telefonema para saber do Léo. Sim, porque segurar o telefone com uma mão e usar a outra para puxar a calcinha e arrumar o vestido só podia dar nisso.

Então amigas, o aprendizado de hoje é o seguinte: quer ligar para saber do filho? Confirme antes se você está com a roupa toda no lugar. Se não, você corre o risco de viajar na maionese e sair por aí pagando coxinha, peitinho, bundinha e mais um monte de coisa…”

Ah, e antes que vocês se perguntem “Mas como ela não sentiu um vestido dentro da calcinha?”, eu explico: era um vestido fininho, de seda, leve, leve. Outro perigo para mães meio doidas como eu. Fica a dica!

Leia outros posts de humor:

62 comentários

  1. Alessandra

    Shi, só vc mesma.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk fez a festa dos frentistas…. vc é hilária!!!

  2. Juliana

    Kkkk…. chorei de ri … o pior que essas coisas acontecem mesmo com a gente…. sou sua fã !! bjs

  3. Diego

    Shi, morri com essa história. Que coisa mais sensacional. Adorei a criatividade para inventar um “cabelo todo diferentoso que tapava uma das orelhas e deixava a outra à mostra”.

    Excelentes seus textos.

    bj
    Diego

    1. Shirley Hilgert

      Amigo, um elogio desses, vindo de você, é para me deixar rindo de orelha a orelha! Super obrigada!

  4. claudia

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. muito engraçado!!

    Fico feliz…… essas coisas acontecem com as outras mães também

  5. Caroline

    Amei! Amei! Amei!

  6. JOSEANE

    Eu ia morrer!!! Já sai com um havaianas verde limão 35 e um vermelho 42!kkk

  7. Priscila

    Cara, ri litros aqui….sei como e ficar com a cabeça fora do ar… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. gabriela tefili

    kkkkkk
    adorei!

    1. Edleuza

      Gê Zuuuuiiiiiiisssssss!!! Tadinha!!!!

  9. Vanessa

    É, vou em um casamento no sábado, e terei de tomar todos esses cuidados então. Com certeza vou ficar lembrando o tempo todo de ficar olhando a roupa… Acontece. Pelo menos, podemos rir agora :D

  10. Bianca Santos

    Morri de rir!! Coisas de mãe..kkkk

  11. Sandra

    Shi essa é vc!!! Kkkk

    1. Shirley Hilgert

      Total, né San! kkk! Bjs

  12. Tamara

    Deixar a saia/vestido dentro da calcinha/meia-calça é o pavor número 1 da minha vida!!! hahaha!

  13. Nurit Gil

    Hahahahahahaha! Ótima!

  14. Cida

    Comedia você, ri muito aqui…rsrss
    Quando estou de saia/vestido e me levanto ou saio do banheiro tenho costume de passar a mão no bumbum para ter certeza que ele esta guardadinho…rsrrss

    bjs

  15. Vanessa Sayão

    hahahahahaha… Quase morri de tanto ri! Tem cada coisa que nos acontece. Fui à um casamento quando a Eduarda estava completando 1 ano, sim havia 1 ano que eu não fazia NADA a não ser passeios relacionados a bebes. Era um casamento de um casal de amigos queridíssimos. Deixamos ela com a madrinha e fomos ao tal casamento, lindos e belos. Já havíamos combinado que iriamos dormir por lá por ser bem longe da nossa casa. Dançamos a noite toda, bebemos (enfiamos o pé na jaca total). Queríamos aproveitar e curtir uma noite romântica, já que não voltaríamos pra casa mesmo. Acabamos dormindo na casa de um outro casal de amigos (culpa do porre). No dia seguinte perdi a hora e acordamos as 14hs… Na hora liguei pra madrinha da Eduarda desesperada porque tinham 10 chamadas dela não atendidas. Graças a Deus não era nada, ela só queria saber se eu estava viva pois como dormi muito não fiz contato!!! Mas valeu muito a pena. O porre foi maravilhoso!!!

    1. Shirley Hilgert

      Ahahah! Tb já fiz uma muito parecida. Nesse casamento do Post não bebi, afinal, quando voltasse da festa encararia uma mãe e um filho, mas em outro também tomei um porre. Saímos e deixamos o Léo na minha sogra. Tomamos todas e decidimos que não iríamos pegá-lo na madrugada, só na manhã seguinte, cedinho. Mas quem disse que a gente acordou? Eu só acordei porque uma amiga chegou aqui para me pegar para irmos para um outro evento (de mulheres apenas), para o qual eu fui de ressaca total!
      Ou seja, meu marido foi encontrar com o Léo meio dia (de ressaca!) e eu só no meio da tarde (ainda de ressaca!). Sentimento de culpa total, mas foi super divertido!
      bjs

      1. Liliana

        É muito bom saber que não estou sozinha!Uhuul não sou a única! !!Obrigada!

  16. carolina

    Muito boa!!!! choreeeeeeeeeei de rir.

  17. Suzana

    Shirley, obrigada mesmo por me proporcionar umas boas gargalhadas… Seus textos me fazem muuuuuuito bem!
    Hilariante… Beijos

  18. Natalia Marchi

    Lendo … consigo imaginar cada cara sua. Morri de rir!!!
    Essa é exatamente você e sua vida como ela é kkkkk

    1. Shirley Hilgert

      Amiga, e eu não tinha nem bebido! kkk! bjs

  19. Jocileia

    Oo my god! Isso é de deixar qq pessoa sem chão. .kk mas acontece. . É só falar q vc é mãe. ..logo as pessoas entendem..rs
    Eu tenho um bebê de 53 dias..esses dias ao ir no cabeleireiro. ..deixei o pqno com a minha mãe e fui…quando voltei pra pegar meu baby, minha mãe percebeu q eu estava com chinelos velhos, todo sujo de tinta, chinelo q meu marido usou pra pintar a casa. ..fazer o q né? Acontece. ..rs E isso é só o começo. ..tenho ctza q ainda vou pagar altos micos #coisadrmaelouca … bjs

  20. cristina

    Kkk meu Deus!!! Ser mae a assim mesmo!! Ja fiz cada uma tbm

  21. Alessandra Vogel

    Kkkkkkkkk Ri muito por que já paguei muuuuitos micos também!!! O maior tenho até vergonha, mas garanto que dou muitas risadas! Depois que passa, claro!!! Kkkkkkk Bjks

  22. Anna Hilgert

    Shirley, conforme eu ia lendo, imaginei que algo assim iria acontecer, então li devagar, como que pensando: não, não pode ser isso, não, ai tadinha…. Eu MORRERIA DE VERGONHA! hahahaha! Você é ótima! Bjss

    1. Shirley Hilgert

      Christina, sim! Foi horrível! Mas ainda bem que eu não voltei para a festa, que só fiquei lá fora (e na frente da mesa de doces). Se tivesse ido até a pista teria sido horrível, pois era um casamento de um colega de TRABALHO do Otávio. Já pensou!? kkk!

  23. Edilaine

    Shi! Rachei! Muito legal as suas histórias! Vc escreve muito bem! Bjkas e saudades. Di

  24. Edilaine

    Shi! Rachei as suas histórias são muito legais! Vc escreve muito bem! Parabéns pelo blog. Bjão Di

  25. Missmara

    Amei seu blog, sorrir demais aqui no trabalho eu sozinha e as pessoas passando e me olhando sorrir olhando para o computador kkkkkkkk..
    Não passei por situações cômicas, pois fiz o que fiz consciente….
    No dia seguinte apos o nascimento meu Pequeno Príncipe, ficou internado com Hipoglicemia, eu não tinha leite.
    Como todas as mães, vão para a maternidade preparada pra voltar pra casa com 3 dias, então não fui preparada com roupa que desse pra eu vestir durante o período que eu iria amamentar…. Minhas coisas estavam tudo na casa da minha mãe e em minha casa que fica próxima da maternidade só tinha minhas roupas jeans e algumas roupas que estavam separadas para doar.
    Ou você se trancava, para não sair de casa relenta ou você usaria o que tinha para amamentar o seu filho…. Foi o que fiz, pense que eu tinha um vestido todo decotado e curto, quando vestir o sutiã e coloquei o vestido, pense em uma roupa horrível que ficou, mas em meus pensamentos eu não tinha opção, então fui amamentei e ainda fui para o restaurante almoçar, me sentindo horrível, porem, feliz por ter amamentado meu Pequeno.

  26. Chris

    Quando o Lukinha estava com 02 meses, fomos em um aniversário e minha mãe ficou com ele em casa tomando conta, até aí sem problemas!
    O aniversário foi numa churrascaria, vários amigos que não víamos faz tempo, etc e tal!

    Quase no final do jantar, a minha afilhada me cutuca e solta: MADRINHA, VOCÊ PINTOU UM OLHO SÓ!

    E toda a mesa vira para conferir o fato: Eu passei lápis e sombra em um único olho!!!!!!!

    Jesus, onde tava com a cabeça pra esquecer do outro olho????

    Imagina se eu não virei motivo de zoação!

    Até hoje meu marido e minha afilhada ficam tirando sarro que eu pinto um olho só! rs

    1. Shirley Hilgert

      Ahahahaha! Morri de rir! kkk! bjs

  27. Gabriela

    Tenho uma filha de 2 e 4s meses e outra de 1 mês e meio….ainda bem que as aulas da mais velha começaram esta semana poruque eu ja tava enlouquecendo….esta noite consegui dormir no max 2h por causa das colicas, ou seja, estava acabada…e hoje a menor parecia que não queria dormir..tadinha estava com colicas!!!consegui almoçar perto das 3h da tarde no meio de choros..e ai então finalmente ela dormiu e eu nao pensei 2 vezes, capotei….só detalhe que tinha colocado a casca do abacaxi na agua para ferver e fazer chá…nossa pulei da cama quando lembrei…a casa inteira cheirando e a panela toda preta….sem condição….meu marido chegou em casa e perguntou o que tinha acontecido…respondi que aconteceu que não dormi a noite!!!!!

  28. quissila

    Kkkkkkk #morrirdrir kkkkkkkk

  29. Rizia

    ameiii o post, dei altas risadas aqui, e imaginando quais serão minhas gafes, ja que sem ser mãe eu dou algumas, quando o meu filhote estiver comigo então… mas vou me deliciar contando as minhas.
    Acho que ja falei mais não custa repetir, estou apaixonada pelo seu blog, acompanho sempre e ele tem me ajudado muito nesta reta final.
    Parabens pelo blog
    bjos

  30. Renata

    Nossa mãe paga cada um né?pior que você deu sorte Shirlei,a maioria das pessoas vê ,fica passada mas nao avisa a pobre vítima!
    Eu ja passei por duas épicas:na primeira ,estava indo pegar o metrô,quando a catraca virou,minha saia enroscou e subiu,resultado:bundinha!Na segunda,meu bebe estava com dois meses e eu amamentando 24h por dia…a campainha tocou e eu fui abrir o portão…de peito de fora!!!não gosto nem de lembrar hahaha …

  31. Vanessa Santana

    rsssss…imagina eu agorinha no trabalho engolindo a risada…kkkkk….óóóó…que situação!…rs…Que bom que você divide tudo isso porque ainda não sou mãe, mas quando for já estarei preparada!…Bjos!

  32. Sarah Gutterres

    Choreiiiii de rir !!! hahahahahaha
    Vou ser mãe daqui a 3 meses e vou prestar atenção nisso. Se tiver mais histórias nos conte por favor !!!

    Beijos ;)

  33. Caroline

    Kkkkkkkkkk, ri bastante.
    Como ficamos doidads depois de ter filhos.
    Adoro seus textos, vc é demais.

  34. Christine

    Huahuahuahuahuahua

    Só mãe loka faz isso… #meidentifico kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  35. Beatriz

    hahahahahahahaahahahaahahaha

  36. gracielle

    Meninas, caprichem na calcinha! Pelo amor de Deus!!! Porque, depois de mães… Uf!!! Kkkkkkk

  37. bianca

    Rindo rios….. Kkkkk
    Mto engraçado, principalmente pq não foi comigo…..
    Desculpas, mas valeu as risadas….
    Bjssss

  38. Luciana

    Kkkkkkk Já fiz isso antes de ser mãe, mas percebi a tempo kkkkk Imagina agora que a memória foi embora no dia do parto kkkkk Adorei sua história. Bjs.

  39. Patricia

    Shirley, ri tanto, caramba, sofri com você pelo brinco, não conseguiria ficar tranquila, sou louca por brincos, me senti incomodada ao ler, queria voltar e buscar o brinco, mas na hora do vestido, quem lembra de brinco, kkk, muito engraçado. Sensacional!

  40. Iluska

    Kkkkk. Você deve ser minha irmã. Passei pela mesma situação no shopping Iguatemi. Todos me olhando e ninguém teve coragem de me alertar. E eu ne achando. Kkkkk. Até que passei pelo primeiro espelho…

    1. Shirley Hilgert

      Ahahahahaha! No shopping? Ganhou de mim! Bjs

  41. Daniela Decimoni

    Eu já descalça de casa correndo com o pequeno qdo ele tinha 1 aninho.
    Só me dei conta quando estava na garagem do prédio. E a vergonha subindo do 4 subsolo até o nono andar rezando para ninguém entrar no elevador. kkkkkk

  42. Ana

    kkkkkk….eu ja viajei pra uma cidade vizinha com uma sandalia laranja em um pé e uma palha em outro pe kkkkkk….quando cheguei na casa da pessoa que percebi, quase morri de vergonha…e alguns dias depois calcei tenis diferentes tbm … os tenis era o mesmo modelo, mas o solado um era cinza e o outro era vermelho affffff

  43. Patricia Arruda

    Nossa! Estou chorando de rir aqui no trabalho!! Eu já sou um desastre ambulante antes de ser mãe, não quero nem pensar quando minha hora chegar.

  44. Thais

    Kkkkkk, e a calcinha era “apresentável” pelo menos?
    Pergunto isso pq depois da maternidade, estou mais para calcinhas confortáveis do que bonitas, kkkkkkk! Beijos!

    1. Shirley Hilgert

      Ahahaha! Não me lembro da calcinha, mas acho que devia ser, pois não foi algo que me marcou. Se fosse uma calcinha péssima eu teria gravado. kkk! bjs

  45. Kelly lopes

    Passando mal de rir.

  46. Cláudia

    Eu paguei o mico do peito de fora, vivia esquecendo de guardar o peito após as mamadas, um belo dia estava saindo para levar meu filho ao pediatra e um funcionário veio me ajudar, legou o bebe conforto que eu estava carregando em frente ao corpo e quando ele pegou eu estava com o leito de fora. Meu filho tem 9 anos e até hoje fico constrangida quando encontro com ele. Rs

  47. Carla

    Eu diriji 40 km com o peito de fora, pq parei no estacionamento de uma conveniência pra amamentar e coloquei o meu filho no bebê conforto e segui viagem, me esqueci de guardar. Só percebi quando desci do carro em casa. Devo ter feito a alegria de muitos motorista :s

  48. Silvana

    Kkkkkkk. Já aconteceu algo parecido com uma amiga. No caso dela, saiu de casa na hora de uma daquelas crises de choro da filha. Foi rapidinho a padaria, notou que a saia estava suspensa.

  49. tatiana

    hahaha!! tb ja passei por uma situacao assim e nao era nem mae ainda, foi o mico da minha vida rsss! e pior no outback numa sexta em dobro afffff! depois q virei mae confiro sempre morrendo de medo q va acontecer de novo!

  50. Gisele

    Aaaaaaaaahhhhh….. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…. Morri… Kkkkkkkkkkkk

  51. Luana

    kkkkkkkkkkkkkkkkk!Muito legal Shi, é bom saber que no fundo passamos pelos mesmos perrengues!….

  52. Renata

    Hahah amei!

Deixe seu comentário