As 10 coisas que você não deve fazer com os filhos dos outros

criancasHá alguns dias, recebi uma sugestão de post de uma leitora eu achei muito, muito, muito pertinente. Ela pediu que eu escrevesse sobre algumas coisas que a gente não deve fazer com os filhos dos outros. Um dos posts mais amados e odiados desse blog já segue essa linha, mas ele é voltado para recém nascidos (50 coisas que você não deve fazer, falar ou perguntar para uma recém mãe), então hoje eu resolvi fazer um texto voltado também para crianças maiores.

Sei que vou ouvir desaforos de novo, sei que vão me xingar de chata e exagerada, mas sinceramente… prefiro ser assim do que ser sem noção, intrusa e desagradável (eu respeito o filho dos outros, respeito os pais e todo mundo que estiver por perto. Bom, pelo menos tento).

Então, se você é pai ou mãe e acha que alguns desavisados andam rondando o meio que o seu filhote frequenta e colocando o bem estar e segurança dele (e a sua sanidade) em risco, não deixe de, discretamente, compartilhar esse post. Tenho certeza que muita gente irá se tocar (E o bom é que eu que vou passar por por chata. Já que você está simplesmente compartilhando um texto que achou “engraçadinho”. Hahá!)

Ah, e podem aumentar a lista, deixando as suas contribuições nos comentários. Outras mães agradecem!

  1. Não beije o rosto e mãos do bebê quando ele for recém nascido (eles levam às mãos à boca, caso alguém ainda não saiba)
  2. Não ofereça o seu peito para o bebê mamar (bizarro? Juro que duas pessoas me contaram que já viveram isso. Chegaram no local onde seu filho estava e foram informadas que outra pessoa o amamentou. Oi? Quase caí para trás!)
  3. Não ofereça qualquer alimento para a criança sem o consentimento dos pais (exagero? Que nada! Os pais tem o direito de decidir com o que alimentam os seus filhos e em qual idade determinados alimentos serão introduzidos na sua dieta. E mais do que isso, muitas crianças são alérigas e NÃO PODEM comer determinados alimentos. Então, se você está morrendo de dó e quer dar um docinho porque o coitadinho nunca provou, esqueça! Fale antes com a mãe ou não dê, simples assim! PS: e não tenha dó de uma criança que nunca provou isso ou aquilo. Tenha dó das que vivem se empanturrando de porcarias).
  4. Não dê comida para uma criança de um talher que já tenha passado pela sua boca ou boca do seu filho. Sim, muita gente tem a mania de comer algo e, automaticamente, colocar esse algo na boca da criança, para ela provar. Menos, né, gente? Se for oferecer (com o consetimento dos pais, lembram?) pegue um talher limpo. Obrigada!
  5. Não dê um bebê para outra criança segurar. Se seu filho quiser muito, muito, muito segurar o bebezinho que acabou de vir ao mundo, peça se a mãe permite e só faça isso se o seu filho estiver sentadinho e você dando o suporte necessário (sim, segurar um bebê é muita responsabilidade para uma criança).
  6. Não fume perto de uma criança. Primeiro porque faz mal à saúde, segundo porque é um péssimo exemplo.
  7. Não carregue uma criança no colo se você está “altinho(a)”. Ok, você foi na festa de família, tomou umas a mais, está animado e quer desfilar o sobrinho por aí, mostrando todo seu amor, carinho e consideração por ele. Faça isso, mas só depois que o “pilequinho” passar. Beleza?
  8. Não leve uma criança doente para ter contato com outras crianças. Se o seu filho está doente (febre, virose, etc…) faça um bem para todo mundo e não o leve para festinhas, encontros, escola… Seu filho e as demais crianças agradecem (criança doente quer e precisa descansar, lembram? E criança que está saudável não quer pegar a virose do amiguinho).
  9. Não compare o seu filho com o filho do outro e vice versa. Pelo bem dos dois. Cada criança é única, tem suas características pessoais e é especial a seu modo.
  10. Não rotule. Isso mesmo, não fale na frente dos pais ou, mais importante ainda, na frente da criança, que ela é brava, birrenta, preguiçosa ou o que quer que seja. Às vezes, é só um momento, às vezes é só uma fase, mas de tanto ficar ouvindo essas coisas a criança pode sim acabar desenvolvendo essa característica (Lembre-se: boca fechada não entra mosca!).

Atualizando com as sugestões das leitoras:

  • 11. Não coloque fotos das crianças nas redes sociais sem a autorização dos pais.

Bom, agora que você já leu tudo, pode amarrar o meu nome na boca do sapo, falar mal de mim pelas próximas semanas e me xingar de louca e exagerada pelos próximos meses. Só não esqueça de seguir as dicas direitinho e se tornar um familiar ou amigo ótimo de se ter por perto.

E o que pode fazer com o filho dos outros afinal? Resta alguma coisa para fazer com a pobre criatura? Claro que sim, você pode alimentá-la, mas com o que os pais costumam dar para ela; você pode carregá-la no colo, desde que não esteja bêbado, tenha fumado ou esteja doente;  você pode brincar (muuuiiiiiiitto) com ela, enfim… você pode fazer tudo que dá vontade de fazer com uma criança, só respeitando os limites dela e dos pais.

E você, o que incluiria nessa lista? Deixe nos comentários abaixo.

 

 

258 comentários

  1. Rosamaria

    Um absurdo amamentar o filho alheio!!! Pessoa louca!!!
    Já presenciei cenas de pessoas dando refrigerante para um bebe de 6 meses escondido da mae de bebe. Disseram que ela não aprova e ” é uma judiação a criança passar vontade”. Oi?! Pior: a mae viu a cena. Ficou muito feio.

    1. Jéssica

      NÃO DÊ ALIMENTOS é SÉRIO essa questão, conheço uma criança de 04 anos, gorduxinha, com cara de “come todos os biscoitos bolos e doces”, vc olha e pensa : ah a mãe dela não deve ter frescura… mas a menina é ALÉRGICA A COMIDA, SIM COMIDA, qualquer comida!, ela só toma uma formula especifica, qualquer outra coisa e ela entra em crise alérgica, e pode chegar a MORRER!, uma vez a mãe dela flagrou alguém dando uma bolacha e ela já ia botando na boca…, já pensou?, nunca e sabe, então, NÃO DÊ COMIDA A CRIANÇAS PRINCIPALMENTE SE NÃO FOR INTIMA SUA e você não souber possiveis alergias!!!!!!

    2. Amabili

      Passei por isso de dar refrigerante escondido achando que eu não estava vendo, fui lá e falei uns desaforos pra pessoa.

  2. Priscila

    Eu acrescentaria: colocar foto do filho dos outros em rede social sem pedir autorização…..não gosto!

  3. Silvia

    Não deixe sua filha de 4 anos, apertando o bebe recém nascido!!!!!

    São tao sem nocao que deixam a criança em cima do bebe, como se fosse uma boneca nova, aí a criança fica apertando as bochechas, braços, pernas e moleira!!!!

    Passei por isso, um SUFOCO…..e o pior é que era filha da minha cunhada.
    Ficava tao em cima o tempo todo, que quando fui dar banho no meu bebe (dou banho em cima da cama), ela quase caiu dentro da banheira.

    E vai falar algo??? Aí arranja confusão com a família toda…..

    um inferno.

    Adorei suas dicas, vou compartilhar, quem sabe se tocam, né?

    Bjo =****

  4. Flavia Enelise

    P-E-R-F-E-I-T-O!
    Faço minhas todas as suas palavras!
    Parabéns pelo texto!

  5. Gisele Canal

    Sabe quando você quer marcar uma pessoa, pra ver se ela se toca? Enfim, agora meu filho já cresceu!

  6. Claudia Freitas

    Adorei … seu texto está perfeito! O que mais me deixa p… ė exatamente a questão da alimentação, meu filho está com 1 ano e meio e tento deixar a alimentação o mais natural possível, não dou refrigerante, bolacha recheada, fritura, enfim, e tem gente (família) que quer dar mesmo eu falando não, fala sério e depois eu que sou a chata, mais não ligo não, quem manda sou eu rsrs. Infelizmente tem muita gente sem noção !!!

    Adoro seu blog.
    Bjo
    Claudia

    1. Claudia

      Kkk..me chamo Claudia e achei que eu tinha escrito isso. ..penso e faço igual. .quem manda na alimentação do meu filho sou eu, não dêem nada sem autorização. …

  7. Thaís L.

    Minha bebê vai nascer daqui 4 semanas e, apesar de não tê-la em meus braços ainda, achei tudo o que você falou extremamente pertinente. Aliás, adoro seu blog! Obrigada por todas as dicas e textos engraçados que sempre dão uma força e alegram o dia! Parabéns!

  8. Ludmila Sarris

    Simplesmente perfeiro! Devia ser feito uma cartilha e entregue a cada visitante de um recém nascido com essas informações.

  9. Vanessa Freitas

    Curti infinito!!!

  10. Renata

    Concordo muito com tudo !! Também acho que não se deve dar apelidos para o filho dos outros, a não ser que os pais já o tenham dado.

    1. Juliana Ortiga

      Concordo com tudoo que vc falou!
      E concordo mais ainda com a colega Renata, sobre apelidos !! Meu filho nem nasceu ainda e já estão dando apelidos a ele… um pior que o outro, e ainda ficam postando isso no face! Da muitaaaaa vontade de falar pra pessoa parar com isso, mas não sei exatamente como fazer isto!
      Beijos adoroooo seu blog! tem me ajudado muito!

  11. Francielli Jacomel

    Eu tenho um parente que quase enfartou quando a chupeta de sua filha caiu no chão, e um amigo “limpou” a chupeta na sua própria boca e colocou-a de volta na boca de sua filha, kkkkk

  12. JOSEANE

    Shirley, Você é maravilhosa! SIMPLESMENTE PERFEITO!!!!
    Ah mais uma coisinha… a dica dos 30 minutinhos de galinha pintadinha pela manhã me proporcionou uma bela higiene e um belo café da manhã(como eu não pensei nisso antes?!?)kkkk
    Quando crescer quero ser igual a você!Bjos

  13. Patricia Nosek

    O texto e otimo! Parabens! Sugiro colocar na lista: nao chame a atencao dos filhos dos outros. Deixe que os pais mesmo facam isso. Moro na Inglaterra e aqui ingles nao se mete com o filho de ninguem, mas quando encontro as mamaes brasileiras, nao tao intimas, elas se acham no direito de chamar a atencao das criancas que nao sao delas. Nao tem nada que irrite mais uma mae que uma outra chamar a atencao do seu filho!!! Concordo que tem umas maes muito sossegadas, que a crianca ta “enforcando” o coleguinha e elas esta a contar as nuvens. Mas o certo e chamar a atencao da mae, nao da crianca!

    1. Natalie Rosa

      É, acrescentaria sobre chamar a atenção da criança. Sou da opinião que quando são familiares, ou amigos íntimos, devemos chamar atenção apenas se for algo grave, iminente, tipo, o menino vai se jogar do telhado, ou está batendo em outra criança, ou colocando algo do chão na boca; e acho muito válido se fazem isso pelos meus filhos. Mas a regra de ouro mesmo creio que seja ir até a criança, com jeito e carinho, enquanto os pais estão se aproximando, e se possível, avisar os pais para que eles chamem a atenção da criança.
      Porque cada um tem sua criação, e aquilo que acho um absurdo meu filho fazer ou se comportar outros pais podem não ligar… mas há senso comum sobre coisas perigosas e que prejudicam tanto a criança quanto quem está próximo, não é?

    2. Carla

      Pois eh, nao se deve chamar a atencao do filho dos outros, mas se a crianca esta se comportando mal e os pais nao estao fazendo nada a respeito eh complicado… Tb moro na Inglaterra, e sou professora aqui, e infelizmente os pais daqui tem o pessimo habito de deixar seus filhos fazerem o q bem entendem, muitas vezes botando a seguranca da crianca em risco, e ai de quem abra a boca pra falar alguma coisa… Claro q nao sao todos, alguns pais sao pessoas sensatas e maravilhosaa e isso reflete no comportamento dos filhos, mas infelizmente nao sao a maioria. O certo, claro, seria chamar a atencao do responsavel para o mal comportamento da crianca para q este a corrija, soh q a maioria dos pais nao quer ouvir q seu filhinho eh nada menos q perfeito! Ja vi mta crianca brincando de pular corda com cordao de isolamento em volta de um alcapao velho de um pub aqui perto, com um aviso enorme de perigo, com os pais do lado olhando a cena e rindo e ainda acham ruim se algum funcionario vem e chama atencao!!

    3. Roberta

      Eu acho extremamente desnecessario e o cumulo da falta de educaçao chamar atençao do filho de alguem,seja ele que esteja fazendo o que for.Se ele tem pais,falem com eles.E se essa criança te parece tao nociva ao seu filho,ao ponto de por em risco a integridade dele,cuide voce de proteger o seu filho e afasta-lo,afinal sao crianças e nenhuma mae se sente confortavel com um adulto que ja sabe tudo da vida,vir se dirigir ao seu filho como se tivesse direitos adquiridos para isso!Eu nao gosto,nao aceito,nem mesmo minha mae dou liberdade para chamar atençao seriamente dos meus filhos!

      1. Tati

        Concordo plenamente com vc, é uma falta de educação absurda chamar atenção do filho dos outros e criticar ou rotular uma criança. Antes de fazer isso, se avalie primeiramente como adulto.

        1. Andreia

          Pois se o filho de qualquer pessoa, conhecida ou não, estiver machucando a minha filha, não penso duas vezes em chamar atenção da criança. Se o pai que está vendo não faz nada, não vou esperar ele tomar alguma atitude enquanto minha filha apanha. Já aconteceu algumas vezes e chamei a atenção na frente dos pais. Se não gostam, chamem a atenção antes.

          1. Bianca

            Concordo plenamente com você! É horrível ver meus filhos apanhando e ter que aguentar os pais sem fazer nada… Meus filhos não tem coragem de revidar e preciso e vou protegê-los sim….

  14. Georgia Souza

    Oi Shi, concordo com tudo. Eu com meu filho sou tipo quando um estranho quer pegar no pote de comida do cachorro!!! kkkkkkkkk Quando vão fazer algo que não quero e nem me perguntaram eu falto morder kkkkk E na questão de outra pessoa amamentar acho super perigoso, principalmente uma mãe que ta com o filho dos outros e amamenta sem consentimento já não é de confiança, não pra mim. A gente sabe muito bem que tem doenças que o bebê pode pegar se a mãe tiver, através da amamentação.
    Sou nervosa, acho que não ia prestar não. Durante a estação a gente faz baterias de exames pra ver se ta tudo bem, pra poder ter um parto em paz e chega uma louca e quer amamentar seu filho. Aaaah, tenha paciência.

  15. Valéria

    acrescento: não peça para pegar um bebê do colo da mãe, a não ser que ela lhe peça. Ou pior: não vá tirando o bebê do colo da mãe à força, e só depois pergunte: posso???? Ahhhh, detesto isso!!!

    1. Audrey

      O post é extremamente verdadeiro e tirou um nó da garganta da gente, deu um alivio. Dizem que filho não vem com manual de instruções, mas nada nos impede de criar esse manual, né? Já com alguns comentários eu não me identifiquei tanto assim.
      Eu não tenho o menor problema em chamar a atenção dos filhos dos outros. “A tua liberdade acaba onde começa a minha”, lembra? Jamais vou passar risco ou medo porque um ser que nem tem dentes permanentes na boca ta brincando com faca ou jogando boneco pra cima do meu bebê. Vou achar o jeito certo de falar, e vou falar. Prefiro lidar com uma mãe ‘ofendida’, se for o caso, do que com um filho no hospital…
      Não trocar fraldas na frente de criança do sexo oposto? Não é fugir demais da realidade? Responde à ‘curiosidade’ com três palavras e muda de assunto. A gente ainda é adulto e ainda ‘manda’, conduz.
      Muitos inconvenientes podiam ser evitados se a gente não fosse tão ‘ofendível’. Se uma mãe fala “não faça cócegas nos pés da minha filha”, ela apenas e tão somente não quer cócegas nos pés da filha dela, ela não disse que você é uma bruxa, e nem deu motivos pra você sair falando que “não dá pra chegar perto da filha dela”…
      Tem coisa que a gente só vai se tocar mesmo depois que tem os próprios filhos. De qualquer forma vale ressaltar “se não for ajudar, não atrapalhe”.

    2. Viviane

      Adorei o post. Deveria incluir.
      – PEGAR A CRIANÇA DO COLO DA MÃE E SAIR DE PERTO.
      -INSISTIR EM PEGAR QUANDO A CRIANÇA ESTA INSEGURA PORQUE ACABOU DE CHEGAR NO AMBIENTE QUE NÃO CONHECE
      deveria fazer um post sobre como devemos nos comportar e o que responder.
      acho que vou perder a amizade kkkkk

    3. lilian

      eu acrescentaria: Nao tire um bebê do carrinho e ponha no seu colo sem a permissao da mae! achei horrivel estava dando carinho a minha sobrinha, so q ela estava dentro do carrinho prestando atenção em mim, e veio uma sem noção do nada e simplesmente tirou a garota a força, sem a permissao da mae, cortou o clima entre eu e minha sobrinha e nem pude falar nada pois era apenas sobrinha mas era o unico momento q eu tinha p interagir c ela… fikei chateada achei mto deselegante

  16. Fernanda

    Outro muito importante: Não fale mal do filho do outro. Cada criança é um ser humano com qualidades e defeitos, mas aos olhos dos pais isso pode ser muito dolorido.

  17. Simone

    Não dar remédio à criança sem a supervisão dos pais e ter cuidado com seus animais perto das crianças.

  18. Simone

    Não dar remédio à criança sem a supervisão dos pais e ter cuidado com seus animais perto das crianças.

  19. Débora

    Oferecer ou dar alimento sem o consentimento dos pais eh o mais difícil de lidar, principalmente quando estamos na festa da família… sou mãe jovem (25 anos) e os mais velhos sempre acham que sabem de tudo ou mais que você sobre seu filho.

    1. Fernanda

      Olha Débora não pq VC é uma mãe jovem que os mais velhos se entrometem eu não sou mãe jovem tive meus filhos com 34 anos e ainda assim muita gente sempre acha que sabe mais da criação dos meus que eu.

  20. Maria

    Higienizar as mãos antes de pegar o bebê ou suas coisas como chupetas, mamadeiras, etc.

  21. Taís

    Adorei esse post.
    Meu bebê ainda não nasceu e já estou dando todas as dicas para amigos e familiares de que as coisas irão funcionar da minha maneira.
    Já sei que a briga maior vai ser com a família do meu marido em relação a essas questões e principalmente na alimentação. Eles já deixaram bem claro que se eu tiver que deixar meu bebe com eles por algum motivo, é o momento que estarão criando e vão fazer como eles acham certo. Pode isso?

    E como assim? Como alguém dar de mamar pro filho de outra pessoa escondido da mãe?
    Acho que eu seria capaz de arrancar os peitos da mulher.

  22. Rosyane

    Eu acrescentaria não JUDIAR do filho da outra,porque tem pessoas que fingem estar sendo carinhosas mais na verdade estão maltratando o seu filho.

  23. Tatiana Mescia

    Nossa, muito pertinente o post. Sofro, pois não dou açúcar pro meu baby de 11 meses. A maioria das pessoas acha um absurdo e sempre ouço: “tadinho”. Tadinho por que ?? ele é muito bem alimentado, come frutas e legumes, todos os dias, toma uma vitamina super turbinada da mistura dos dois e ama. Os adultos querem dar doces e ficam frustrados por serem podados nisso. Cade o respeito com a vontade dos Pais !? Fico louca com isso.

  24. Cristina

    Oque você acha de chamar a atenção? Ou só falar “não pode”, caso ache que aquilo que a criança vai fazer não é legal e os pais não estão por perto – pais amigos. Acho difícil saber o limite da onde devo ou não me meter no caso dos pais não estarem por perto, mas estão “tranquilos” que tem um adulto olhando…

    1. Flávia

      A dica dos talheres é excelente. Afinal de contas, é nojento! E beijo na boca??! Ninguém merece!

  25. Priscila

    Acrescentaria não pegar o filho dos outros e ficar sacudindo e/ou jogando p cima! Principalmente bebês! Incrível como isto acontece, principalmente se querem fazer o bebe parar de chorar! Um absurdo!

  26. daniel

    não deixar que ele dirija seu carro após as 22:00 hs!!

  27. Tereza

    Não faça cócegas em um bebê, não tem nenhuma graça! Uma vez estava conversando com umas colegas e senti que minha bebê estava se mexendo demais no meu colo, ai percebi que uma individua estava fazendo coceguinha no pé da minha bebê. Surtei e chamei atenção mesmo. Sacanagem né!!! Resultado: a mulher nunca mais chegou perto da minha filha dizendo q não podia brincar com ela! Onde agradeço!!!???? Kkkkk

  28. Luana

    Olá!!! Ameiiiii o seu texto, assim como amo todos. Olha é um absurdo mesmo dar para o nosso filho essas porcarias sem nosso consentimento, isso me deixa irada e as criancinhas maiores também, sei lá acho que algumas mamães são super sem noção, não fazem nada mesmo vendo a criança de +/- 3 ou 4 aninhos tentando apertar um bebe…por o dedo no olho do bebe …pelo amor viu… Sou mãe de um bebe de 11 meses,

  29. leticia

    Eu acrescentaria ver bem o tema dos valores de cada pai. Eu deixo minha filha brincar com meu celular, mas a pais que nao, por exemplo. Tenho um amigo proximo que a ensinou a fazer carinho mo rosto e no final dar um tapa na cara! ( parece divertido para vcs?) Obvio q agora ela ta tapas feliz da vida e eu fico com vontade de matar esta criatura! :$

  30. Marilia

    Eu acrescentaria mais umas coisas como não mexer no bebê quando finalmente estiver dormindo; não achar que porque é da família ou porque se acha da família tem direito de dar mil palpites e ficar ainda ofendido quando não são acatados; quando for visitar um recém-nascido e já houver outra criança na casa não esquecer que ela existe porque isso piora muito os casos de ciume e a criança faz de tudo para chamar a atenção; e para mim, o pior de tudo é quando minha filha começa a chorar por pura birra ou frescura em um elevador, por exemplo, ou qualquer lugar público e eu tento dar a menor atenção para a situação não “esticar”, daí vem uma criatura e fica perguntando o que ela tem? quer alguma coisa? eu tenho vontade de voar no pescoço!

  31. Luciana

    Eu acrescentaria..Não ficar fazendo brincadeiras de jogar os bebês pra cima e pra baixo…já é do nosso conhecimento que movimentos bruscos na cabeça do bebês podem causar lesões no cérebro da criança.

  32. Ana Karina

    Shirley, vc achou q iam quase te apedrejar? Vc falou td que toda mãe pensa!
    Adorei o post! Vc tem razão em absoluto.
    Parabéns pelo blog!

  33. maria patricia

    Colocaria ainda não queira ensinar uma mãe a criar seus filhos, mesmo que você já seja mãe… é uma experiência única, direito de cada um viver a sua como quiser, e outra, será que seu filho foi tão bem criado assim para ficar dando pitaco na criação alheia?

  34. Liane

    Acredite se quiser! Meu bebê tb é APLV, ficou perdendo peso por um mes até descobrirmos e com três meses ainda estava bem fragilizado, introduzindo o Neocate e eu fazendo a restrição alimentar, vem visitar minha cunhada com a filha de 1 ano e meio, ela chegou, abraçou, conversou e mandou a menina dar beijos no meu bebe, daí na hora de ir embora me avisa: Esqueci de te contar, a menina esta sarando de catapora, mas é melhor a criança pegar o quanto antes, porque daí não pega mais! Olhei para o meu marido, peguei meu bebê e sai andando pra não gritar e xingar! Ele não pegou catapora e isso na época gerou um mal estar com o meu marido, briguei muito com ele, familia do marido vem junto no pacote qdo casa, né!??!

    1. Renata

      Nossa menina, q raiva heim! Acho q eu mandava ele para as cucuias! Que palhaça!!! Parece q fex de proposito de a menina beijar o seu bebê e só drpois falar da catapora. Acho q eu ficaria louca! Sem noção!!! Graças a Deus seu bebê não pegou!

  35. Clarissa

    Muito bom!! Adorei!!!! Eu colocaria para não tirarem a autoridade dos pais. Por exemplo: vc ta educando e a criança chora ou faz birra, daí vem alguem e faz exatamente o que a criança quer e desobedece o que vc ta ensinando!!! Afff fico doida!!!

  36. Ingrid

    Gostei do texto, e lendo os comentários sou super a favor de chamar a atençao dos filhos alheios. Faço isso, por que? Simplesmente por que as maes nao se tocam que os filhos estão fazendo coisas erradas, nao quer que outra pessoa dê bronca, entao faça isso. Fale “não” ao seu filho, e outra: na vida eles vao receber broncas, na escola, na faculdade, no emprego…
    Bjs e parabéns!

    1. Betty

      Concordo com vc Ingrid, não existe nada pior do que criança mau educada. Se estiver na minha casa, deve seguir as minhas regras, então meus amigos me conhecendo que controlem seus filhos, pq os meus ficam quietinhos na casa dos outros.

  37. Leticia

    E quando te desautorizam ou falam que você está judiando do seu filho? Aff

  38. Ana Paula

    Ótimo post, eu tenho noção que sou uma mãe super rigorosa, principalmente em relação a alimentação, meu filho já ésuper chato para comer comida, mas come….besteirinha só em certas ocasiões, tem gente que fala assim pra mim…. ” ah deixa, pelo menos ele tá comendo, melhor do que ficar com fome!
    Não deixo!

  39. Juliana

    Nossa como é difícil todas estas situações que você descreveu neste texto… A pior de todas pra mim é de outra mãe amamentar seu filho.
    Outra coisa que me irrita bastante é a questão da retirada da fralda, quando as outras mães falam ” mas você ainda não tirou ele da fralda”… Eu respeito a decisão de outros pais e não me entrometo… mas infelizmente nem todas as pessoas são assim. Aproveito pra dizer que seu blog é uma delícia de ler. Parabéns pela coragem que muitas não tem!

  40. Anelise

    Post bem pertinente! Duas coisas me incomodaram bastante…1 – chegar passado a mão na barriga da grávida sem pedir:”Posso tocar”? e 2 – visitar em casa o bebê que acabou de nascer e não levar um “agrado” pro irmão mais velho também criança…eles ficam muito enciumados e tristes, para acabar com este sentimento que as visitas “esquecidas” proporcionavam ao meu filho, comprava umas coisinhas e deixava guardado para estas “emergências”. ;)

    1. Shirley Hilgert

      Menina, que ótima ideia!!!!!! E sabe que eu nunca me toquei de levar presentinho para o mais velho também? E isso é tão óbvio. É tão óbvio que o mais velho ficará enciumado e vai querer também um agrado. Nossa, agora me senti uma relapsa! kkk! De agora em diante estou adotando essa técnica: quando for visitar um bebê, vai presente para o mais velho também. E vou guardar presentinhos para dar para o Léo quando as pessoas vierem visitar o irmãozinho ou irmãzinha dele (quando houver um, por enquanto, nada em vista. :-) . Bjs

    2. Aline

      Não entendi o porque de levar alguma coisa para o filho mais velho. Quem deve educar e dar atenção a criança são os pais e não esperar que outros tragam presentes pra alegrá-los.
      Mesma coisa aniversário. Quem recebe o presente é a criança. E os irmãos? Vão receber presentes nos aniversários deles.

  41. Taís

    Perfeito! Amei a sugestão da Clarissa! Não desautorizar os pais! Ultimamente tenho sido muito desautorizada, inclusive pelos avós do meu filho de 1 ano e 11 meses que está numa fase de birra pura… Complicadíssimo!

  42. Sandra

    Nossa eu odeio que compartilham a foto da minha filha, sempre tem uns sem noção, bloqueio todos, teve uma pessoa q teve a capacidade de compartilhar todo álbum, ainda que consegui com que ela excluísse o compartilhamento. Outra coisa é ficar jogando a criança para cima tem muitas pessoas com essa mania, minha filha morre de medo tem 10 meses e chora muito quando fazem isso com ela. Outra coisa chamar a criança pelo nome certo, não ficar inventando nomes ou apelidos.

    1. Viviane

      Nao deixe ninguem sacudir seu bebe ou crianca pequena. Procure informaçao na! Net sobre sindrome do bb sacudido.
      E ninguem mais faz o contrario do que eu to educando.ex. Falo uma coisa q nao pode e outro fals pra fazer. Exterminei este tipo de comportamento . Pulo no pescoço se isso acontecer. Kkkkk

  43. Nagela Cardoso

    Shiiii rsrs….

    Adorei o post e negativamente me identifiquei negativamente com uma gafe que cometo, brigo com o filho dos outros. Eu explico: Moro em um condominio fechado de 15 sobrados, as queridas crianças gritam e brincam com coisas que fazem muito barulho as 10h da noite, na frente do quarto do meu bb, o que eu faço? Da sacada mesmo, eu literalmente dou um grito assim: XIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIUUUUUU, o Gustavo está dormindo criançada; Na mesma hora, as maes das crianças aparecem na sacada e falam: Fulaninha, hora de entrar srsrsrsr.

    Não posso mentir né?! rs

    1. Nagela Cardoso

      Negativamente 1x só, por favore

  44. Bianca

    Adoro seus posts! Adoro!
    Acho que não precisaríamos ficar lembrando as pessoas de se comportarem com bebês e com mães, mas infelizmente é tanta criatura sem noção que precisam ser lembradas de itens tão básicos sobre RESPEITO!

  45. Fabiola

    Oi!!
    Adoro seu blog!!

    Bom, meu marido odeia quando dizem que meu filho vai namorar minha filha, ou vice versa. kkkk
    A pior foi quando falaram assim meu filho vai pegar sua filha, ele ficou muito bravo, deu briga e tudo.
    Fica dica.

  46. viviane

    Shirlei, gostei muito do seu post, mas estou com um problema familiar, tenho um sobrinho sem limites q está colocando o meu filho em risco (atravessando a rua correndo sem dar a mão) com a desobediência dele e estou começando a ficar sem paciência com o muleque oq fazer nestes casos? É dificil.

  47. Nathalia

    Adorei!!

    Poderia complementar: Não insista em ficar com o bebê quando ele estiver chorando (pessoas, na maioria os familiares adoram achar que vão conseguir fazer o bebê parar de chorar e não deixam os pais pegarem de volta). Como eu sinto raiva quando isso acontece, a última vez tomei a força a MINHA filha porque a pessoa não queria me entregar quando solicitei.

    1. Mirela Costa

      Isso é de matar! Não entendo pq as pessoas acham que elas conseguem acalmar uma criança que a mãe não está conseguindo! A avó do meu marido que viu meu filho 2 vezes até hoje veio querer acalmar meu filho que tinha se machucado. Eu olhei com a cara mais brava do mundo e disse que não, que criança quando se machuca e tal quer colo de MÃE e não de uma desconhecida! Falei mesmo!

  48. Thaís

    Adorei!! Meu bebê só nasce daqui 4 meses, mas já sofro com a invasão do povo (tipo quem chega passando a mão na barriga ou te dando mil conselhos de como cuidar do seu filho até a idade adulta!!)… Sempre respeitei o filho dos outros e vou exigir respeito com o meu tb!!! Agora… seguindo a linha 10 coisas… tenho uma sugestão… faz um 10 coisas que vc não deve deixar seu filho fazer na casa dos outros!!! É muito complicado qdo a gente recebe alguém que o filho chega pulando no sofá, mudando o canal da televisão, pedindo tudo o q vê pela frente… enfim… eu sei que criança é difícil e que acaba fazendo o q a gente não quer, mas o que me incomoda não são elas, são os pais que fingem que nada está acontecendo… parece q levam os filhos pra casa dos outros pra tirar férias!!

    1. Shirley Hilgert

      kkkk! Adorei essa de levar para a casa dos outros para tirar férias. Foi ótima! Vou anotar na lista de próximos posts. bjs

  49. Adarita Mendes

    Concordo com tudo, tem muitos desavisados por ai!

  50. Graziela Sant'Anna

    Como sempre,muito bom !

    O item 11 – não publicar fotos dos filhos sem consentimento dos pais deu o maior bafafa na família do meu marido pois minha cunhada publicou fotos dele com menos de 1 dia de vida sem nos perguntar! Nossa foi péssimo as pessoas me ligando e dizendo que já tinham visto fotos dele. E ainda achou ruim não poder publicar foto dele pq queriam mostrar para os amigos..caraca custa perguntar?!
    E também reforçaria sobre tirar a autoridade dos pais tanto na educação quanto na alimentação, perguntar antes se pode dar ou se a criança come tal coisa.

  51. Rachel

    Não troque a fralda do bebê dos outros na frente e crianças maiores do sexo oposto…causa curiosidade desnecessária.

    1. Aline

      “Curiosidade desnecessária”
      Acho que crianças saberem que mulheres tem vagina e homens tem pênis não é o fim do mundo.
      E outra. Geralmente bebês são trocados em quartos ou em lugares apropriados, não na sala ou na cozinha. Logo se a criança está ali, quem deve sair é ela e não a mulher ir trocar o bebê em outro lugar.

  52. Renata

    Concordo plenamente com tudo!!!!! principalmente com relação a alimentação e ficar comparando as crianças… Sou tachada como “A CHATA” por não oferecer nada de bolachas, danoninhos, doces e refrigerantes ao meu filho de 8 meses, mas não estou nem aí… meu filho vai comer só oq eu achar q deve comer… e odeio compsarações tipo, nossa o meu já ta pesando tantos kilos, o meu já engatinha, o meu já não sei oque… cada criança é de um jeito e evolui de um jeito, temos que respeitar a individualidade de cada um!!!!

  53. Pamela Greco

    ótimas orientações! Sei que muitas mamães e papais agradecem as dicas!

    1. Shirley Hilgert

      Pâmela, vi seu email aqui, fiquei curiosa com o domínio do seu site/blog e fui lá conhecer. Parabéns, seu trabalho é ótimo! Quer colaborar com o blog escrevendo sobre algum assunto? Sinta-se convidada. Beijos!

  54. Patrícia

    Não se meter na educação que os pais dão a seus filhos! Essa, para mim, eh terrível!

  55. Vanessa

    Ótimo post!
    Eu acrescentaria: lavar as mãos assim que chegar no local onde foi visitar um recém nascido. Muito constrangedor ter que pedir para as pessoas lavarem as mãos antes de tocarem no bebê. Mesmo com tanta informação tem gente que “esquece” dessa regrinha básica.

  56. Perfeito!!!! Com certeza muita gente precisa ler essa lista!

    Eu acrescentaria: se você está doente, só deixar de segurar no colo não é suficiente – ou seja, ficar em cima da criança e pegando na mãozinha COM CERTEZA também é um problema

  57. cristina

    entao o pior de alimentar com o mesmo talher é q os adultos possuem bactérias que os nenes não tem resistência e isso gera muitos problemas. Uma dentista me orientou que esse hábito não seja adotado nem pelos próprios pais…

  58. Cecilia

    Estou grávida e já com medo desse povo sem noção! Amamentar??!! Que loucura!!!! O resto sei q vai acontecer e sei que vou ser A CHATA! Por que não vou deixar nada disso sem um bom passa fora.

  59. Mirela Sampaio

    Perfeito!

  60. Natacha

    Colocaria também que não deixe seu filho brincar com objetos pontiagudos e pra faixa etária maior perto de bebês. Certa vez passei um medo, com uma criança brincando com um bonecao próximo a minha bebe e a mãe dele não estava nem ai!

  61. Mônica Soares

    Com tantos já citados, odeio quando a sogra quer dá uma de médica e manda dá um chá aqui, uma vitamina ali quando não se trata de nada. Sem chances de não entrar em conflito! A pior cena que vi foi uma mãe amamentando e tomando cerveja ao mesmo tempo, isso mesmo. E como não bastasse, deu pra sobrinha de 2 anos tomar a bebida. Fiquei revoltada..
    Ótimo texto! Merece ser publicado sim….
    Beijos

  62. Simone

    Por isso e mais um pouco que não quero filhos. Só vejo os bebês dos amigos após o 3 mês de vida, já vacinados, etc. Aprendi com os comentários de mães. Mas é ó do borogodó ver as crianças na maior mal criação, fazendo birra e os pais sendo controlados por elas. Aff!!! Eu saio de perto, vou embora, nem chego perto. Dou aquela risadinha amarela quando os pais tentam se justificar da sua falta de pulso com seus filhos.

  63. Raquel

    Achei super coerente!

  64. Valeria

    Eu diria pra não pega um recém-nascido quando está suado ou quando a criança está dormindo. Aconteceu isso comigo, o bb dormindo gostoso e a pessoa teve a cara de pau de pegar e ainda me pedir pra fotografar para guardar de recordação, aff!

  65. Cris

    Precisa como sempre ! Sou sua fã !

  66. rosana

    Perfeito. .só acrescentaria não queira dar bronca ou lição de moral nos filhos dos outros, ele tem mãe e ela que deve educar e não vc….afinal a mãe sabe quando deve chamar a atenção do seu filho. …

  67. Meu bb tem 7 meses e já passei por quaaase td nessa lista, só não outra pessoa amamentar meu bb sem eu saber (não amamentei devido um problema de saúde que ele nasceu e não conseguiu pegar o peito,) mas sem meu consentimento??? Me poupe!!!

    Tbm odeio qd compartilham fotos do meu filho, e ainda em modo público! Outros conflitos nem vale a pena escrever aqui, pois já desgastou muuuuito a relação….

    Tanto que eu sonhava em ter dois, três filhos pq sou filha única e jurei que não faria isso com meu filho, é muita judiação crescer sem um irmão pra dividir td…..

    Vou ficar só com meu Yuri devido à inconveniência do povo, não tenho estrutura pra passar por td isso novamente…
    Perdão pelo desabafo…rs

  68. Fernanda Capriotti

    Perfeito! As coisas irritantes vão evoluindo conforme a idade dos pequenos. Hoje o que me tira do sério são as brincadeiras nos horários das refeições. São inevitáveis nos finais de semana em família. Tenho a maior fama de chata, mas hora de comer é hora de comer, nada de agito! Como a hora de dormir. Não é só porque tem visita em casa que tenho que mudar a rotina de sono da bebe, se quiser ficar com ela mais tempo é só chegar mais cedo!

  69. Amanda

    – Não faça visitas longas para recém nascidos
    – Não mexa no recém nascido antes de lavar as mãos
    – Não saia pegando a criança no colo sem pedir autorização aos pais
    – Não balance o filho dos outros, não jogue para cima com o objetivo dela rir. Crianças não são bolas.
    – Não encha a mãe de palpites sobre o que deve fazer com o filho se ela não tiver pedido sua opinião.
    – Não vá visitar um bebê se vc estiver doente
    – Não pense que vc vai fazer o bebê se acalmar melhor do que os pais. Se ele está chorando devolva para os braços de quem ele está acostumado a conviver.
    – Não tome banho de perfume antes de fazer uma visita na maternidade.
    – Se a mãe falou “não” para a criança por algum motivo, cale a sua boca, vc não é ninguém para dizer o contrário.

  70. Angela

    Parabéns! Realmente é tudo isso.

  71. Mariela

    Texto perfeito e muito pertinente !!!
    Não dar palpite educação alheia também é essencial! !!

  72. cinthia

    eu já cometi duas gafes listadas, mas só com crianças de amigos ultra próximos, coloquei a baby no colo do meu filho, porém cercada de cuidados, e nada de mãos pegando a bb no rosto e tals, fiz apenas um pouquinho da vontade de meu filho, q aliás é ultra carinhoso e por incrível q pareça cuidadoso.
    E outra q cometo sem dó é chamar a atenção dos filhos dos outros, mas sempre nos seguintes casos, de pais ausentes [somos responsáveis pelos menores qd pais ausentes] e qd o pai e/ou a mãe são relapsos ou do tipo, meu filho pode bater nos filhos dos outros, mas os dos outros não pode bater em meu filho. Nesses casos eu não libero, reclamo mesmo, fecho a cara e falo bem sério, de forma clara. se vc não quer q reclamem com seu filho trate vc de ficar alerta e educar. Nunca grito, mas chamo a atenção mesmo.
    Ah! Sugiro q se fale das avós q adoram desacatar as noras. Parece q esse é um dos calos aqui. kkkkk

  73. Veridiana Tavares Barcellos

    NÃO SEJA O “MÉDICO” DO FILHO DOS OUTROS! Deixe que os pais procurem um médico pediatra de fato para cuidar de qualquer enfermidade pela qual o filho deles possa estar passando. Temos essa “mania” de dizer: “- É, meu filho teve ‘isso’ também, eu dei “tal” remedinho. e ele ficou bom. NEM DE LONGE COMETA ESSA INSANIDADE! Você não sabe se o “tal remedinho” é apropriado pra idade daquela criança, se essa criança possui alergias ou intolerâncias a alguns produtos, a doença do seu filho foi “no seu filho” e, como sabemos, CADA CASO É UM CASO!

  74. Vivi

    Nossa vc disse tudo! Meu Deus quanta gente sem noção. As vezes prefiro não conviver para evitar aborrecimento. Fico louca, nem eu beijo na boca de minha criança. E no filho dos outros só beijo na cabeça, q é o certo. Eu me pergunto pq, pq ??? Kkk
    Não entendo. Acho uma falta de respeito sem tamanho…gostaria q existissem mais pessoas como eu, como vc, como as mães q comentaram acima.
    Conheci o site hj. Adorei!!
    Que tal vc escrever sobre oq uma criança não deve fazer na casa dos outros e como os Pais devem agir em tal situação… haha compartilharei muito!! Bjs

  75. Paola G. C. Hadade Barbosa

    Parabéns Shirlei, post perfeito.
    Eu acrescentaria: nao agitar o bebe/criança perto da hora de dormir… Fala serio, eu cuido da rotina do meu filho de 4 meses e meio para conseguir fazer ele dormir tranquilo (que tem refluxo e sofre muito c/ isso) e tem gente que nao tem noção e agita o bebe.

    Ter que “lembrar” / “pedir” para as visitas lavarem as mãos é um saco…! Minha irmã ainda vem me dizer que vem pouco aqui em função deste meu comportamento… Ok, azar! Nao vou mudar!

    Nao tenho problemas quanto às fotos do meu filho em reses sociais justamente pq me precavi e nunca postei e ja deixo claro que nao autorizo!

  76. R santos

    As regras devem valer principalmente para os próprios parentes. Quando cheguei com minha filha da maternidade, meu marido saiu para comprar meus remédios e cinco minutos depois a campainha toca e quem era? Uma tia que estava na redondeza e aproveitou pra dar uma passadinha… Pra ficar mais indelicado ainda, estava com uma pessoa estranha de companhia, entrou no quarto da minha filha e a pegou no colo, mesmo com a gente pedindo para ela não o fazer!
    Fora as tias e primas que querem “passar experiência” e ficam te criticando enquanto vc amamenta ou limpa seu filho. “Nossa, já acabou de dar mamar? Ela ainda deve estar com fome, tadinha”. “Você não dá mamadeira? Leite de peito não alimenta!” (Minha filha ganhava 1,5kg por mês só no peito ok?).
    E fora todas as crendices disfarçadas! Minha sogra falava com voz infantil enquanto olhava pra minha filha. “A mamaezinha não pode falar da neném pros outros né cuticuti, pra não atrair o olho grande né cuticuti?”. “A mamãe tem que lavar o meu rostinho primeiro né vovó, senão a água suja da banheira pega no meu rostinho né vovó?” Pqp!!!! Mais fácil falar diretamente pra mãe né ô?????
    Na boa, se não assassinei ninguém no pós-parto, eu aturo QUALQUER COISA!

  77. natalia

    Um que não foi falado: animais domésticos. Demorei pra deixar minha sogra tomando conta da minha filha, pois lá o cachorro é o bebê da casa e ela tinha pena de deixar ele do lado de fora. Então o cachorro entrava e ficava curioso com minha bebê e ela queria deixar ele cheirar ela e os paninhos dela pra “conhecer”. Pelo amor de Deus, que pavor disso, o cachorro vive lambendo o próprio traseiro e depois vem cafungar seu bebê?? Desculpa quem adora dormir enroscado com seu cão mas pra mim é anti higiênico.

  78. valeria rezende

    Amei Shirley. O que vc deu são dicas que deveriam ser óbvias, mas graças a falta de bom senso de muitas pessoas são muito pertinentes. Dá vontade de imprimir(junto com as 50 coisas) e pregar na porta de entrada.
    Beijos!

  79. Mylene

    Oi. Amei o texto. Eu sou assim igual a vc ou até mais “chata” rs. tem gente que me chama de fresca,mas eu sei bem como tem gente que faz todos esses absurdos e acham que são simples. rs Mas adorei o texto.

  80. Carol

    Ótimas sugestões.
    Eu acrescentaria “Não pegar o filho alheio no colo e o monopolizar ,já que a família toda quer conhece-lo também!!! “

  81. Jannayna Furlan

    Shirley,

    Acompanho você no Facebook e aqui… adoro suas dicas!!!

    Estou grávida de exatamente 33 semanas e 5 dias de uma linda menina que se chama Mayumi… é está chegando a tão esperada hora!!!

    Adorei essa lista, pois já sofro com as pitaqueiras alheias sabe…tanto de parentes, familiares e amigos… sei que vão me achar neurótica ou algo do tipo, mas acho todas essa lista muito útil, seria mais ainda se as pessoas respeitassem… e poupassem nós, mesmo mães de primeira viagem que passássemos por situações como estas.

    Beijos!!!

  82. Carolina

    Além da atenção ao “banho de perfume” e lavar as mãos (coisas tão óbvias!) Ao pegar o bebê no colo, cuidado com relógio, pulseiras e anéis. Alguns podem marcar ou machucar a pele da criança.

  83. Letícia

    Existem também amigos, conhecidos e parentes quando as crianças ainda são bebes e querem acordá-las só pra pegar no colo, isso ja me aconteceu, q raiva, deixa a criança dormir!!! Algumas dessas dicas temos q seguir com nossos filhos tbem bjosss

  84. Aline

    Não tenho filhos, li o artigo que uma amiga compartilhou. Concordo e acrescento uma situação que presenciei: quando o sobrinho do meu ex-namorado nasceu, ele tinha menos de 48h, ainda estava na maternidade e uma visita resolveu fotografar o pequeno: com flash e c/ a máquina colada no rosto da criança! Achei um desrespeito…

  85. Mariana

    Não carregue o bebê se vc estiver usando perfume! Além de não ser legal para o bebê, não tem nada mais desagradável para a mãe do que sentir o cheiro de outra pessoa no seu filho!

  86. Marina

    Neurose é pouco, seu filho vai ser um porre, assim como você!
    Os professores dele estarão com um problema sério com uma mãe metódica e sem noção como você!
    Provavelmente seu filho nao irá respeitar nem as suas regras, quem dirá dos outros!
    Se ele tomar um vendo fresco ao tirar a terceira blusa que voce insiste em vestir na criança, esta ja estará com gripe, resfriado e que sá uma pneumonia.
    Sem falar nas privações de desenvolvimento motor e cognitivo que você estará vetando da vida da criança!
    Ela precisa tocar, sentir, saborear conhecer e explorar o mundo nas suas fases orais, anais e fálicas.

    Por favor, informe-se!

  87. juliana

    Acrescento ficar o tempo todo no celular ou tablet na frente da criança e expor e até mesmo convidar para assistir ou jogar sem a permissão. Sei que é inevitável o uso destes aparelhos mas podemos desacelerar um processo de que quando a criança ficar maior será natural. Claro que já usei inclusive para “acalmar” meu filho num momento complicado mas se a criança esta brincando, interagindo com as pessoas, não esta nem prestando atenção na “novidade”, porque simplesmente convidá- lo a se aproximar? Fico louca! Já arrumei encrenca boa. Quer brincar com meu pequeno? Ok, sente no chao e espalhe os brinquedos, brinque de correr, pintar leia … Sei la, qualquer coisa, mas não tente usar tecnologia! Ah, sem contar a alimentação. Sofro até hj com meu filho de 1 ano e 4 meses!

  88. akemi

    rsrs. ótimo. Não chame a atenção dos filhos dos outros se vc não chama a atenção do seu qdo ele faz a mesma coisa…..

  89. Laís

    Fico danada de raiva quando os avós dão comida em horário inapropriado como depois que seu filho já almoçou e o avô vai lá e continua dando comida só pq seu filho adora comer! Isso acontece demais comigo e agora ainda reclamam dizendo que minha filha não tem limite com comida e que devo parar de dar comida demais pra ela! Da vontade de dizer ” são vocês que estão acostumando mal minha filha e se eu reclamo ainda ficam chateados e dizendo que nem podem mimar os netos!” Mimar até podem, mas tem respeitar o que os pais dizem!

  90. Larissa

    Nossa, muito bom o texto!
    Amei o que muitas disseram:
    * Pegar a criança no colo e depois dizer: “Posso?”

    * Tentar acalmar o filho alheio! (Não, ele não vai se acalmar com vc por um motivo óbvio: Vc não é a mãe dele!)

    * NÃO PEGUE NA MÃO DO MEU BEBÊ! Nem eu que sou a mãe, pego na mão do bebê, pq ela é cheeia de bactérias, aceite isso! A sua mão é suja e ponto final! E caso vc não saiba, a criança fica o tempo todo com a mão na boca!
    Outro dia veio um cara doente e ficou brincando com a mão da minha filha! Na hora eu a peguei no colo e lavei a mão dela com água e sabão! Aii desnecessário!

    E o pior é que a gente fica com fama de chata por termos o mínimo de noção!

  91. La.Aguiar

    São valiosíssimas as recomendações apresentadas. A título de colaboração, acrescento:

    Não soprar os alimentos das crianças para esfriá-los.

  92. Liliane

    Sou mãe de um menino de 1 ano e 9 meses que já fala claramente. Por conta disso algumas pessoas tentam ensinar “palavras novas” ou “gracinhas” que nem sempre são engraçadas.
    Principalmente se tratando de meninos, já vi marmanjos ensinando a chamar as mulheres em volta de “gostosas” ou de colocar a mão na fralda e falar coisas que eu já considero palavrões. Acho deplorável, de profundo mal gosto sem falar no fato de passar por cima da educação que vem dos pais. Quero que meu filho seja um homem gentil, carinhoso e que respeite não só as mulheres como todos a sua volta e ter alguém de fora tentando sabotar isso é simplesmente revoltante. Parabéns pelo blog! tenho recomendado pra algumas mães que conheço. bjo

  93. Célia Ferreira

    Olá, achei ótimo tudo que você escreveu.Estou grávida de 5 meses e não suporto quando vem pessoas, nada a ver, querendo tocar na minha barriga; ou aquela velha frase “Ele já esta mexendo?Ah, deixar sentir!!” e se não mexe ” Hum acho que ele não gostou de mim”..Gente que é isso o bebê nem nasceu e a pessoa já sabe se ele gosta dela ou não…E aquelas opiniões chatinhas também de:”Sua barriga esta pequena”…”Você não esta comendo direito”…”Ah não come isso, não come aquilo”…”Nossa é cedo pra comprar as coisas”…Ou ”você ainda não comprou nada!!olha vai que o bebê nasce antes da hora”….
    Rsrs..Enfim, é muita opinião que ouvimos todos os dias, e o que nos resta é respirar fundo.E com base no post e nos comentarios acima, há duas coisas que acho péssimo:Dar refrigerantes a bebês muito novinhos( tem pessoas que colocam na mamadeira , sacodem , dizendo que vai sair o gás e dão porque dizem que eles gostam ” é docinho”) e deixar criança pequena segurar bebês, acho o Fim.

  94. Julia

    Perfeito! Você não é chata – você tem é noção de respeito pelas escolhas alheias. Ninguém é obrigado a ter seus limites e opções de vida ultrapassados por quem pensa diferente.

  95. Cristina

    Comentar com a mãe que o filho está magro demais ou gordinho demais…Super indelicado!!!

  96. cida

    Adorei, modéstia à parte sou exatamente como este post, sou conhecida como chata por ter todas estas reservas e acrescento mais uma que é muito importante pra mim, detesto pessoa que toma banho de perfume e vem pegar o bebê, eu corto a pessoa na hora, todas os meus amigos e familiares vieram me visitar avisados, que se eu sentisse o perfume no ar ninguém pegaria meus filhos…
    Parabéns pelo posto, bj

  97. Gisele

    Acho que nos dias atuais, em questões de segurança na internet, o 11o. deveria ser o 1o. !! Detesto do compartilham fotos sem que eu autorize! As outras 10 parecem tão óbvias que chega a ser lamentável ter que “listá-las” para as pessoas… mas infelizmente, de gente sem noção o mundo tá cheio!!! rsrsrs

  98. Rosalee

    Muito bom.
    Importante também não interferir na correção dos pais. NINGUÉM tem nada com isso. Vovós, vovôs, titios e titias saiam de perto na hora da correção. Muitas vezes queremos conversar coma criança e aquele monte de “gavião” fica em cima dando palpites. Certa vez fiquei tão brava que mandei todos se calarem. Hoje sou mais “boazinha” e digo com minhas filhas que conversaremos em casa, longe dos olhares dos intrometidos.
    Vale lembrar a questão dos remédios. Tem gente que sai receitando remédios para o filho dos outros. Além de arriscado é muito chato. Já passei por várias situações. Colocaram Vip Vaporub num ferimento com corte, da minha filha caçula. Resultado: ela chorou 15 vezes mais que o normal porque estava ardendo horrores.
    A questão dos alimentos é muito séria. Minha filha mais velha é alérgica a corantes alimentícios. Uma vez deram escondido refresco em pó para ela. Passou a noite vomitando e chorando de dor de cabeça. Tenho 3 filhas e já passei muitos apuros por causa dos outros. Hoje eu tenho fama de chata e muitas vezes até de sem educação, mas não admito que interfiram na criação delas.

  99. Carol

    A familia do meu marido e muito sem nocao. No natal passado, minha filha tinha acabado de completar 1 ano. Todos sabem que ela dorme as 20h, 21 h no maaaaximo. Eles decidiram nao passer a ceia conosco mas avisaram q dariam uma ‘passadinha’ depois. Minha filha ficou acordada ate quase 10h e capotou de sono, tadinha. Fomos todos dormir. Eis que, mais de meia noite, eles batem la em casa!!!! E ainda fizeram cara de indignados qdo falei q estavamos todos dormindo!!!

  100. Carol

    Eskeci de dizer, otimo post !

  101. Giovanna

    Não faça perguntas pessoais às crianças e nem faça comentários sobre se o pai dela é o mesmo do irmão ou se os pais são casados, etc… é um absurdo, mas eu já vi!

  102. Camila

    Ainda não sou mãe, mas quero demais ser, e já trabalhei com educação infantil durante 6 anos. Ontem mesmo eu estava pensando nisso: eu mesma não quero que meus filhos ingiram açucar antes dos 2 anos, mas me parece impossivel fazer a familia, amigos e escola – especialmente a familia, que vai querer agradar de todo o jeito – entenderem isso e respeitarem a minha decisão.

    E sobre a intromissão na criação da criança, só de pensar me deixa louca! Tenho um afilhado de quase 4 anos e tem muita coisa na criação ele que eu reprovo, mas nunca abri a boca pra falar nada, afinal, os pais que decidem como cria-lo e eu não tenho nada que me meter. mas duvido que me deixem criar meus filhos em paz assim, especialmente a familia, novamente.

    Já vi que vou ter muito bate-boca familiar…

    No mais, parabens pela lista, sensacional! Vou guardar o post aqui e publicar quando engravidar, pra ver se as pessoas se dão conta!

  103. Elisabet

    Amei seu post, me sentí identificada com muitas, a que mais a da comida. Desde que mudei para o Brasil fiquei boba, o outro día ía pelo parque e uma moça insistía em que tinha que dar do sorvete dela para o meu filho e eu sem entender, aí ela falou é que ele está olhando e vai aguar, o quéeeee? Pelo amor de Deus está doida achando que vou pegar a colher dela ou o que for e dar do seu sorvete, cheio das suas babas…… Todo o pessoal que acho na rúa comendo alguma coisa se meu filho olha acham que ele tem que comer tambén…….doido mesmo!!

  104. Natalia

    ARRASOUUUUUU NO POST !! A ultima sugestao de nao por foto em redes sociais eh otima! Tudo se resume a: RESPEITO. Tenho um serio problema com a minha sogra e cunhada que insistem em postar fotos da minha filha no facebook sendo que esta eh uma titude que EU NAO GOSTO e raramente faco. Sobre a comida isso seeeeeeempre acontece e eu vivo dando uns berros por ai de que a minha lindinha (hj ela tem 1 ano e 2 meses) vai conhecer certos alimentos quando ela tiver idade e discernimento, achei o cumulo qdo ela com 6 meses de idade passaram a chupeta dela em um bolo e socaram na boca da coitadinha como se td que ela quisesse na vida fosse experimentar um bolo, sendo que ela nem sabia o que era.
    PARABENSSSS continue escrevendo para gente mandar as (in)diretas para todo mundo rssss

    bjaoo sucesso

  105. irama

    concordo com tudo isso que vc disse e mais cada um cuide do seu pq se um da trabalho imagina um monte…….criança dos outros é criança alheia não sua…..

  106. Cintia

    Amei o texto. Essa questão da alimentação me incomoda muito!!! Achou um saco ter gente o tempo inteiro querendo dar besteiras pro meu filho que tem apenas 9 meses. Mas acrescentaria um item que me incomoda mais que todos os restantes. Com tanto sumiço de criança, saio colada com o meu bebê sempre. Não desvio o olhar em um segundo, podem me chamar de neurótica e do que quiserem. DETESTO quando algum conhecido em ambiente público pega meu bebê no colo e “desaparece”. Outro dia estava num restaurante e em um segundo que fui me servir a pessoa desapareceu com meu bebê. Estava muito próxima mas não gosto quando sai do meu raio de visão. Outro dia fui fazer uma sessão de fotos, a moça que trabalha na loja pediu pra mostrar meu bebê pros funcionários. Ela subiu as escadas e desapareceu por 10 minutos, eu estava tendo palpitação já.

  107. Igor Barroso

    Gostei muito! Apesar de não ser mãe, mas ser um pai muito presente. Acrescentaria mais um item. Por favor não se intrometa na hora da alimentação! Não fique com pena se a criança está chorando, pode ser fome ou sono. Um recém nascido, pasmem, não sabe falar! Quem decide o que dar, a que horas e a quantidade são os pais! Lembrem-se que antes de serem avô(ó), tio(a), amigo(a), somos os pais!!!!

  108. Gaby Pilon

    Esses dias fui fazer minha sombrancelha e levei minha mãe comigo e uma das funcionárias do salão me perguntou se podia segura-la e deixei! Normal até aí…. 1 segundo depois ouvi… ” olha os dentinhos dela que lindo…. Quando olhei aquele ser humano sem noção estava com o dedo na boca da minha filha tentando ver os dentinhos da pequena! Consegui ser mal educada com o ser!!!

  109. Silvia

    TUDO QUE precisava neste momento! Passei pela inacreditável experiência de outra pessoa amamentar meu filho! Bizarro? Inacreditável!

  110. Amábili

    Não Rotule. Achei essa ótima, estou passando por isso com a prima do meu marido, ela diz que meu filho que acabou de fazer 2anos é agressivo, mas esquece da parte em que fica perturbando a vida do menino, ai ele vai lá e desce o cacete nela. Gente chata sem se mancou, uma mulher de 25 anos com nenhuma vergonha na cara, quando ela veio me falar isso nem pensei, falei que era bem feito.

  111. claudia

    Tirar o bebê dos braços da mãe é o fim. É aquele “posso” que já vem pegando. Postar fotos sem autorização também é grosseria, afinal, a criança não é pública, tem pai e mãe.

  112. Aline

    Olha, quando meu filho tinha 20 dias, um casal de amigos do meu marido veio visita-lo e, claro, trouxeram o filho de dois anos. Pois bem, o menino chegou, comecou a se sentir em casa depois de um tempo e comecou a jogar o carrinho pra cima, na mae (que estava com meu filho no colo!!!), no pai, bateu na mae (que continuava segurando meu filho!), no pai… Eu quase tive uma sincope naquele dia!
    Entao, acrescentaria na lista para que os pais controlem seus filhos ao visitarem recem nascidos. Vale combinado, bronca, qualquer coisa, para que a crianca se comporte e a visita seja tranquila, como deve ser.
    Entendo que criancas tem muita energia, mas conversando e explicando elas entendem…

  113. Daniela

    Ensinar orações ou doutrinas da sua religião para a criança. Alguns podem achar que não tem nada de mais, mas eu acho que tem sim. Já aconteceu de meu filho (de 2 anos) fazer uma “oração pro anjinho da guarda” que alguém ensinou. Fiquei louca de raiva e a pessoa que ensinou sabe muito bem qual minha crença.

    1. Luciana

      Concordo demais com você. Embora eu acredite que a influência dos pais é mais forte e saiba que a criança será exposta a todos os tipos de religião pelo contato com as outras pessoas, o fato é que não é delicado ensinar algo ao filho de outra pessoa sem o consentimento dos pais.

  114. Luciana

    Acrescento: Se o bebê está dormindo no colo da mãe, no bebê conforto, no carrinho ou no berço (ou seja, se está DORMINDO), por favor, não o toque! E não entendo esse hábito que as pessoas tem de alisar o bebê porque ELAS querem interagir com ele a qualquer custo. Não ligam se vão acorda-lo e ligam menos ainda para você, a que não sabe o que é dormir desde a gravidez e que passpu sabe lá quantas HORAS ninando aquele bebê. Não foram poucas as vezes em que acordaram a minha filha justo quando parecia que eu ia ter algum sossego.

  115. Claudia

    Olá mamães

    Eu também adorei o post. Meu baby esta a caminho (mais alguns meses) mas já vejo que terei muiiiita paciência para lidar com algumas situações. Aqui em casa não consumimos bolachas, doces.. coisas muito industrializadas. Se comigo o povo já sente uma “pena” danada pq não tomo refrigerante, não como doce entre outros coisas, imagina com o meu filho.

    Receber “conselhos” sem vc pedir também não é muito agradável. Respeito todas as opiniões e conselhos que recebo, das mais jovens e mais velhas. Mas é muito desagradável quando alguém quer “impor” certas coisas. Coisa de louco.

    Outra coisa que já ouvi e não é legal… criticar como algumas mães criam seus filhos. Já ouvi gente fazer isso, alegando que a forma dela era a melhor.. aaaaaa… não dá.

    Abs

  116. Leticia

    Uma coisa que eu achei que teria na listinha é aquela brincadeirinha chata que sempre inventam de “a lá, x coleguinhx “TAL” chegou, vai dar um beijo nelx” “a lá, chegou sua/seu namoradinhx” “que que elx é sua filhx? o que eu nao ouvi? isso mesmo, sua/seu namoradinhx” até a criança por isso na cabeça. Acho ridículo, tem criança que mal sabe falar e eles já põe essas coisas na cabeça deles por achar super-fofo. Criança tem que fazer o que gosta: brincar, correr, se lambuzar, nao ficar fingindo namorinho pros pais, amigos, parentes aplaudirem e achar fofíssimo. As crianças tem que fazer as coisas por vontade própria, por descobrirem aquilo. Quando a criança achar necessário dar um beijo em umx coleguinhx a criança vai lá e faz. Sem contar que né, imagina umx loucx mandando x filhx delx ir dar um beijo na sua criança e achar que sua criança é namoradx dx filhx delx.

  117. Carla

    Ó-ti-mo!

  118. suelma

    Odeio que apertem as bochechas do meu filho, pra que isso? Lembro quando apertavam as minhas e eu odiava, doi, fica vermelho e é desagradável. Hoje eu falo na lata quando percebo que a pessoa quer fazer isso!” Pode parar, não gosto que aperte a bochecha do meu filho”. Outra coisa é chamar meu filho que tem um lindo nome de João Victor de Joãozinho….João

  119. suelma

    Não gosto que aperte as bochechas e chame meu filho de Joãozinho ou de João ou pior ainda Jao, vai tomar banho né? Meu filho tem o lindo nome de João Victor é assim que registrei.

  120. paula

    ACRESCENTO: Pare de descordar da mãe na frente do filho, principalmente se a discordância for a respeito de algum procedimento que a mãe quer que faça com ou para o filho. Ninguém merece.

  121. paula

    Suelma, mas o nome do seu filho é João. SE quer que não chame de João, deveria ter registrado assim: Joaovitor. Tudo junto né colega. Ou de Guilherme.

    1. Aline

      Na verdade não. Se o nome é João Vitor, os pais chamam a criança pelo nome; João Vitor. Não só João, nem só Vitor.
      Se as pessoas fazem isso, confundem a criança (caso ela seja pequena ou ainda um bebê).

  122. Daniele

    Acrescento:
    – não incentive a criança a abrir os presentes durante a festa de aniversário, pois serão os pais que irão juntar a bagunça, e certamente estes estarão bem ocupados durante a festa, tentando dar atenção a todos e tentando aproveitar um mínimo de festa possível. Detalhe: ao abrir os presentes, e mostrar a criança o presente que deu a ela, o adulto intrometido não vai recolher os brinquedos espalhados, então as peças pequenas se perdem e quem é que vai depois chorar por ter estragado o brinquedo novo? A criança. Deixa os pais escolherem a hora de abrir os presentes, pelo menos isso na minha casa é um momento da família, depois da festa, é assim que acabamos a celebração, com os meninos banhados e abrindo os presentes. Quer registrar o presente então deixa o nome na embalagem que os pais dirão à criança, ou então faz uma visita no outro dia e vem brincar com o aniversariante.

  123. Silvia Mendes

    Beijar a māo e o rosto do recém nascido, é de doer o coração de uma mãe, pegar no colo e sair de perto da mãe tb é complicado. Levar criança na visita so recém nascido, fumar e querer pegar o bb, ninguém merece.

  124. Marina PS

    Concordo com tudoooo, especialmente a de oferecer comida.

  125. Suzane

    Não tirar a autoridade da mãe na frente da criança, seja dando bronca ou colocando de castigo, dizendo pra mãe não fazer aquilo e não interferir na educação

  126. Priscila

    Excelente texto!
    O que mais me irrita é criança pequena querendo pegar meu bb… tem mãe q não se toca msm ne!!!! Nao deixo mesmo, meu bb não é brinquedo!!!!!! Tbm odeio criança pendurada no meu bb e a mãe do dito ainda fala “se ele incomodar vc avisa”; tá, eu falo q ele esta incomodando e a mulher ainda acha ruim!!!!! Qdo seu filho era bb vc gostava de criança empulerada no seu filho???? Mais noção neah!!!!!

  127. Gabrielle Rocha

    Adorei esse post. Seguem minhas sugestões…
    Não falar palavrões
    Não oferecer doces, refrigerantes e afins
    Não bater
    De um modo geral, não dar mau exemplo

  128. Maria Anita de Oliveira Viegas

    Jamais ……nunca mais vou me sentir só …….o site de http://www.macetesdemae.com. Será de agora em diante o meu “alento” . Sou mãe avó, educadora….e luto( muito ) pelas crianças! A má informação, e a má formação destas pessoas que ” dizem Cuidar de Crianças!!! Meu Deus! Que horror!! Vou aos parques, ãs ruas, festas de crianças , escolas , famílias, máes, avõs…..! Como vejo, muitas vezes me envolvo, me arrisco defendendo estas crianças !!! A maioria destes cuidadores. São autoritários, dissimulados, sem paciência desinformados…..em lidar e estar com estas crianças! Vemos estas crianças retraídas, com medo, perdendo a sua criatividade, e sendo infelizes !!! Estou sempre disposta…E QUERO DE QUALQUER MANEIRA IR A LUTA …….SALVAR AS NOSSAS Crianças !

  129. Érica

    Nunca, nunca mesmo!
    Nunca pegue o filho dos outros sem a permissão da mãe!
    Minha cunhada fez isto! Sumiu com meu filho no evento de formatura do meu marido! Absurdo!
    Fiquei louca procurando! Quando achei, tomei dos braços dela e saí de perto. Fiquei furiosa!
    Resultado: chorei muito e não tirei nenhuma foto com o meu marido em sua formatura, porque estava procurando meu filho. Absurdo!!!!!!!!!!!!!!!

  130. caroline

    Se eu deixei você pegar meu filho no colo não quer dizer que você pode “repassar” ele pra outra pessoa. Um segundo e a cria já estava no colo de um desconhecido. Rodei a baiana!

  131. Gabriela

    Gente eu passei por uma situação esse fds terrível. Fomos num almoço com a familia (chata) do meu marido e eles ficaram bravos pq eu não queria dar lasanha para minha filha de 6 meses,sou super tranquila com isso e adepta do metodo BLW eu havia levado alguns legumes para amassar e dar a ela como sempre faço, ai eles ficaram indignados com a suposta comida “sem-gosto” e começaram a brigar cmg! E quando eu fui no banheiro eles deram sobremesa cheia de açucar para ela! Nossa fiquei muito mas muito brava mesmo. Me senti desrespeitada.
    Bebes não passam vontade. Eles simplesmente não conhecem aquilo para passar vontade!

  132. Adriana

    Meu bebê tinha apenas 3 meses quando alguém da família deu escondido um chocolate para ele….fiquei muito braba….parabens pelo texto….

  133. Luana

    Concordo com tudo o que você disse! Estou grávida e sou Nutricionista, então já estou deixando muito claro para família e amigos o quanto esse fato de oferecer alimentos aos bebês sem autorização dos pais é desagradável. No meu caso, muitos ainda me enfrentam dizendo “criei meus filhos tomando refrigerante e ninguém morreu”. Que ótimo, bom pra você, já teve sua chance de fazer o que queria com seus filhos mas agora é minha vez de fazer o que está certo. Sou chata mesmo, e se me virarem a cara vai ser um favor, de gente intrometida quero distância.

  134. Julia

    Olha, concordo com a maioria dos itens da lista, mas acho que tem muitas mães sofrendo da
    “síndrome do não me toque” ou “frescurite aguda”, no popular.
    Qual o problema de chamar a criança por um apelido carinhoso, ou dizer o nome dela no
    diminutivo? Exemplo: se chama Juliana, apelidar de juju. Chamar o Pedro de Pedrinho.
    Qual o problema nisso???Tem mães que se prendem muito ao nome e esquecem que não é isso
    que “faz” a criança ou dá “grandeza” a ela.
    Outra coisa, sim, há muita gente intrometida que adora se meter na criação dos filhos dos outros,
    mas há também muita gente (e acredito ser a maioria) que quando dá algum conselho ou alguma dica
    é de uma forma super bem intencionada. Mas, algumas mães me parecem seres super sensíveis cujos ouvidinhos
    não podem escutar nenhuma sugestão. Vamos ser mais humildes, gente! É claro que queremos ter as nossas
    próprias experiências, mas precisamos sim de conselhos e dicas, não sabemos tudo.
    Inclusive muitas que reclamam de qualquer sugestão ou dica bondosa, vem até esse site para buscá-las.
    Bem, sei que tem aquelas que vão dizer: “Mas, nesse caso eu estou pedindo a sugestão!”
    Sim, é verdade, mas lembrem que muitas vezes conselhos podem salvar vidas, e que no papel de mães vamos
    aconselhar nossos filhos durante muito tempo.
    Se eles perceberem que nós mesmas não gostamos quando alguém bondosamente nos aconselha ou tenta ajudar,
    como vamos querer que nos escutem? Acho que vale a reflexão…
    tenta de forma bondosa nos aconselhar.

  135. Julia

    Olha, concordo com a maioria dos itens da lista, mas acho que tem muitas mães sofrendo da
    “síndrome do não me toque” ou frescurite aguda, no popular.
    Qual o problema de chamar a criança por um apelido carinhoso, ou dizer o nome dela no
    diminutivo? Exemplo: se chama Juliana, apelidar de juju. Chamar o Pedro de Pedrinho.
    Qual o problema nisso???Tem mães que se prendem muito ao nome e esquecem que não é isso
    que “faz” a criança ou dá “grandeza” a ela.
    Outra coisa, sim, há muita gente intrometida que adora se meter na criação dos filhos dos outros,
    mas há também muita gente (e acredito ser a maioria) que quando dá algum conselho ou alguma dica
    é de uma forma super bem intencionada. Mas, algumas mães me parecem seres super sensíveis cujos ouvidinhos
    não podem escutar nenhuma sugestão. Vamos ser mais humildes, gente! É claro que queremos ter as nossas
    próprias experiências, mas precisamos sim de conselhos e dicas, não sabemos tudo.
    Inclusive muitas que reclamam de qualquer sugestão ou dica bondosa, vem até esse site para buscá-las.
    Bem, sei que tem aquelas que vão dizer: “Mas, nesse caso eu estou pedindo a sugestão!”
    Sim, é verdade, mas lembrem que muitas vezes conselhos podem salvar vidas, e que no papel de mães vamos
    aconselhar nossos filhos durante muito tempo.
    Se eles perceberem que nós mesmas não gostamos quando alguém bondosamente nos aconselha ou tenta ajudar,
    como vamos querer que nos escutem? Acho que vale a reflexão…
    tenta de forma bondosa nos aconselhar.

  136. Wanessa

    Gostei principalmente da nao postar fotos em redes sociais e so acrescentaria naoooooo tire a forca o bebe do colo da mae, ate Hj tenho trauma meu bebe dormindo no meu colo chega visita tarde da noite minha sogra me tira meu filho do meu braço mesmo eu falando nao do meu colo =\

  137. Edmée Milcent

    Desde quando a minha filha ia completar 2 meses que ainha sogra me atormenta para eu dar chazinhos e água pra ela. Já chegou a pedir para uma tia do meu marido me convencer a dar chá pra bebe. Hoje ela está com quase 5 meses e ainda não dei, mas não tem um dia que a minha sogra não me veja que não comente do chazinho! Um saco isso…

  138. Francine

    Perfeito! Parece que muitas mulheres se esquecem do tempo que foram mães só pode! Quando é alguém que nunca teve filhos você ainda dá desconto…. mas tem algumas que parecem que querem descontar o que passaram….. Eu acrescentaria na lista:
    Nunca tire fotos com flash! Muito menos beeeemmmm de pertinho! Lembrem se toda câmera hoje em dia existe um recurso chamado zoom….. Já chegaram a acordar minha filha de tanto tirar foto e ainda tiveram a cara de pau de falar “acho que ela quer mamar” Puta que pariu! Fazia dez minutos que eu tinha dado de mamar e feito ela dormir depois de tentar mais de uma hora! Nem vi quando respondi: acordou? Agora dá dá mamar você faz dormir!”
    Deixar outra criança pegar me deixa louca!!!! Criança põe a mão em qualquer lugar, se esfrega no chão….. aí a mãe te toma o filho dos braços e fala pra outra criança: lava a mão que aí você pega. Aaaaahhhhhggggg! Que vontade de xingar!!!!
    Ficar falando que “as mães de hoje em dia não sabe cuidar de criança”…. meu amor….. olha os teus pra depois falar de mim……
    Chegar e te tomar a criança do colo e ficar passando de mão em mão…… sem comentários……
    Chegar e ir entrando no quarto do bebê acendendo a luz sem os pais mandarem…. e pior ainda se a porta estiver fechada! Nem se fosse a casa da mãe Joana!
    Ficar falando de bem pertinho do rosto da criança ou deixar seu filho fazer isso….. quem gosta de alguém bafejando e cuspindo na sua cara? Sabia que existem doenças que são passadas pela saliva e que bebês ainda não tem a imunidade necessária? Isso vale também pra não ficar beijando a mão do bebê pois toda hora eles levam a mão na boca.
    Ir visitar estando doente. Mesmo que seje só uma “gripezinha” ou uma “dorzinha de barriga”. E não adianta ir e tampar o rosto com a blusa estilo ninja pra chegar perto do bebê. Não vá! Vai muitas outras oportunidades. Bebês ainda não tem imunidade que um adulto têm. Comigo teve gente que além de ir gripado e chagar falando “eu não vou chegar muito perto pois tô com uma gripe danada!” mas na hora de ir embora fez um cafuné na criança pra despedir…… ah se eu te pego!
    Não mande as visitas ir entrando se o bebê estiver dormindo ou se estiver com a mãe no quarto, mesmo que seje sua casa! …… fale pra elas aguardarem e verifique se a mãe não está amamentando, trocando ou fazendo o bebê dormir. Tem mãe que não gosta de platéia! Avise a mãe sobre a visita e espere ela autorizar a entrada.
    Afffff!!!! São apenas 5 meses mas já passei por cada uma!

  139. Francine

    Acrescentaria também visitas só até as 20 hs….. e de no máximo 30 minutos de duração…… Outra coisa é sobre dar água, dar chá…. gente a opção é da mãe! Eu vejo as pessoas falando dá um chá bem docinho que melhora….. e o pior é fazer um chá de alguma coisa que você nunca ouviu falar, adoçar no último e ainda querer que você de para a criança….. uma amiga passou apuro com isso! Chá só se for de camomila, erva doce, erva cidreira e com consentimento da mãe…… não caia nessa de ah! no meu tempo….. alguns chás são veneno pra crianças!
    Não dêem nada sem a mãe aceitar….. Já vi gente dando goiabada, cerveja e capirinha pra uma criança de um ano com desculpa de “ela viu, tá com vontade” criança acompanha o movimento e nem sabe o que é……

  140. Maria

    Não tire 4379 fotos da criança! Aliás nem uma sem pedir para a mãe! Minha pergunta é: pra que você quer tantas fotos assim? Pra sair mostrando pra todo mundo? Gente se a mãe quiser que todo mundo veja fotos do seu filho ela mesmo mostra! É muito chato você chegar num lugar e algum “conhecido só de vista” vem falar que viu foto do seu filho……. oi?

  141. Ju

    Adorei!!
    Eu acrescentaria não xingar perto de uma criança, ou não ensinar coisas a criança que os pais não ensinariam.

  142. angela

    meninas, pelo amor de Deus!! FALEM!!!
    nao engulam sapos
    se alguem faz algo com seu filho q vc nao gosta, fale
    com educaçao, mas se imponha!

    eu nao deixo dar doce nem refri, fritura, nada pro meu filho e eu sempre falo: nao dá pq ele nao come
    se tem criança em casa derrubando tudo eu falo: nao mexe q a titia nao gosta, com carinho, mas corrijo
    e se bate no meu filho tb falo, nao bate no seu amiguinho que faz dodoi, etc
    tem mae que tem preguiça de educar, deixa a criança fazer o que quer

    outra coisa, apelidos: querida se vc nao gosta q coloque, fale!
    poxa demorei tantos meses pra escolher um nome tao lindo e vc chama ele de tal coisa… fala brincando que vc consegue

    e tb nao deixo falar palavrao perto do meu bb que ta um papagaiozinho repetindo tudo q ouve, falo tb

    melhor ser taxada de louca que ficar sempre aguentando incomodaçao!

  143. Amanda

    Apesar de já ter tempo, como vivi está situação a pouco tempo e acho mega importante acrescentar é que jamais devem bater nos filhos dos outros mesmo sendo na mão pensando em ajudar. Sabe mesmo antes de eu ser mãe nunca fiz isso com criança alguma nem nos meus primos e sobrinhos, acho que só os pais têm direito.

  144. Júliana

    O importante é compartilhar as fotos das crianças dos outros na .internet, querendo os pais ou não, se não quiser que isso ocorra então não poste as fotos em redes sociais, pois redes sociais é públicas e não privadas igual porta retratos.

  145. Simone

    Não insistir para pegar no colo… A criança simplesmente não quer… não entendo essa insistência toda!

  146. Fabiana

    Adorei o post. Meu filho vai fazer dois anos dia 04 agora e ainda sofro muito com essa história de alimentação e, pior, na minha própria família! Hj, estão aprendendo a respeitar, mas como me chamam de chata! Dizem que não deixo meu filho viver e tal. Acho interessante integrar à lista a questão de desautorizar os pais. Isso tbm é suuuuuuuuuper irritante!
    Agora, chamar a atenção do filho dis outros é complicado…acho que há casos e casos. Eu, primeiro, chamo a atenção dos pais, se estiverem feitos moscas mortas sem fazer nada, caso o contrário, chamo da criança mesmo.

  147. Suzana Muniz

    Parabéns! Que sirva de exemplo para as pessoas sem noção.

  148. Cristiane

    Fico indignada com gente q se acha no direito de ficar chamando atenção dos filhos dos outros. Ou desautorizando os pais na frente dos filhos,as tals sabem tudo,vc fala com a criança e elas falam q não é assim…Tambem quando é bb e outra pessoa chega com criança e deixa a criança apertando bb afff isso é péssimo.

  149. Raquel

    Nunca usar ou pedir para usar produtos de higiene como sabonete ou toalha de outra criança na sua muito menos usar do seu filho nas outras crianças. Isso é pessoal! !!!

  150. Tatiana

    Ainda pode comentar?! Ahahahah! Adorei! Tirou muitas palavras da minha boca… Engraçado é ver o mau humor dos comentários! Mas seu texto é muito bacana!
    Com certeza, muitas mães agradecem se esse texto continuar rodando pela internet!
    Ótimo!

  151. Mariana

    Exatamente! Texto perfeito, pra variar! ;)

    KKKKK Me identifiquei com o comentário acima da Francine! Meu filhote está com quase 5 meses e ando passando uns perrengues… principalmente na parte de alimentação. Perai! Se eu que sou a mãe nunca dei nada além do leite materno ao meu filho, gostaria de saber quem mais tem o direito de faze-lo dar “só uma lambidinha” na carninha do churrasco?! Acreditem, passei por isso e se não estivesse ali no exato momento ela teria feito sabe-se lá o que! Quis ESGANAR a pessoa que se acha pediatra só pq tem mais filhos que eu, e por isso SABE que está na hora dele conhecer outros sabores, começando com um churrasquinho, de leve… muito sem noção, quero distância de gente assim!

  152. Priscila Balbino

    Muito pertinente o texto!
    Acho que a parte de não chamar atenção é bem conplicado.
    uma vez num parquinho, meu filho num canto dp tanque de areia e outra criança no outro canto. O tanque era grande. A menina, do nada, levantou, foi até o meu filho e jogou um punhado de areia na cara dele. Ele comeu areia e foi nos olhos tbm. Olhei a menina fuzilando ela com os olhos e ela saiu correndo. Fui falar com a mãe “vc não vai fazer nada” “ahhhh ela é só uma criança!”
    Levei meu filho no banco e o limpei. Disse a ele p fazer a mesma coisa. Ele saiu de onde estávamos, pegou o punhado de areia e tacou na cara dela. Ela começou a chorar (eles eram do mesmo tamanho) e aí a mãe dela ficou nervosa! Veio perguntar se eu não ia corrigir meu filho. Minha resposta? “Ahhhhhh amiga, ele é só uma criança! ” Pronto, não corrigi filho alheio! Mexe com quem tá quieto, mexe!!!!!

  153. Pamella

    Aaah, o excesso de palpites, principalmente se a ajuda não foi solicitada! Eu cética tendo que ouvir coisas do tipo… leva pra benzer, pendura ramo sei lá do quê na porta, põe roupa vermelha, coloca meia usada do pai na barriguinha, guarda as unhas cortadas dentro do dicionário, enterra o cordão umbilical, afina o nariz na água do banho. Jesuis, fico tonta com tanta informação!!!

  154. christiane

    Minha filha é prematura, meu leite empedrou e se tivesse alguém para amamenta-la com certeza eu deixaria, claro que n sempre.. Ou melhor tirar o leite e dar p ela… Pois ela ficou internada e n tive a oportunidade…

  155. Henrique

    Já postei foto sem autorização dos pais, não tiveram uma reação muito boa, gerou uma situação bem desagradável.

  156. mauricéa

    Achei muito bom o texto realmente são dicas muito úteis para que as pessoas que fazem isso não fazer mais e tb para as mamães terem coragem para reclamar a mà postura dos visitantes em relação ao seu filho. Amei todas as dicas

  157. fabiana

    Acrescentaria outras pessoas te “ajudarem” a chamar atenção do seu filho, ou cobrar postura que não acha que tem que ter na frente da criança. Eu pessoalmente não gosto de expor meu filho. Sempre que tenho que chamar atenção o chamo em um canto para não fazer na frente de ninguém, mas sempre tem um pra cobrar como se eu não soubesse o que fazer. Acho muito feio!

  158. Michelle Solano

    Vc não é chata náo, está corretíssima!!!

  159. Cibele

    Tem gente que chega da rua e não lava nem a mão pra pegar no seu bebê ?
    Adorei o texto ?

  160. Astrogilda

    Outra coisa desagradável é ouvir as pessoas comentando tragédias que aconteceram com outra criança que tem a mesma idade da sua!! Afff

  161. Tatiana

    VC poderia incluir neste post é: comparar seu filho de 1 ano com um cachorro, no qual ouvi minha sogra falando com a cachorra que o netinho que é meu filho não ficou em casa pq ele podia entrar no restaurante, mas a netinha ” cachorra” animal de estimação da filha dela ( minha cunhada), não pode ir e ficou presa na varanda do meu apartamento. Me subiu o sangue. Nem estou conseguindo dormir… Aff

  162. Juliana parode

    Bem mais importante para a saúde da criança é a própria mãe não compartilhar o seu talher com o da criança, nem limpar o bico com sua saliva ou beijos na boca!! Pois é ela quem vai transmitir a doença cárie para seu filho ( sim! A cárie é uma doença infecto-contagiosa transmitida na primeira infância e contra as bactérias “ja aceitas” pelos anticorpos que o bebê recebe de sua mãe ao nascer ele não consegue se defender) #porummundolivredascáries #éamãequemtransmite

  163. marcia

    Não permita músicas e danças obsenas,expondo as crianças

  164. Jhenifer

    Adorei as dicas .

  165. Angelica Patah

    É alguém falar que queria levar seu filho pra ela???
    Nunca imaginei ouvir isso! P mim é gente louca e olha que é da família… Afif

  166. Adriana Lima

    Concordo plenamente com tudo que foi dito. Passei por uma situaçao muito desagradavel recentemente quando fui chamada de desesperada ao levar meu filho ao hospital “so” porque ele estava com 39 graus de febre e se queixando de dor de cabeça e dor nos olhos. Entao, mais uma dica seria parar de receitar chazinho para os filhos dos outros. Cada mae deve ser responsavel pela saude do filho e pela decisao de qual providencia tomar.

  167. Thais

    Concordo com todos os itens, porém no chamar a atenção de uma criança devemos fazê-lo com respeito pois “invadir” a educação alheia tbm não é legal. Se os pais estão por perto, dê um toque. Você não se sentiria bem com um estranho metendo bronca no seu filho, afinal É UMA CRIANÇA.

  168. Maria

    Dar beijos na boca da criança, selinho etc.. Pelo amor de Jesus fala sério, tem que ficar brigando com a pessoa

  169. Nubia Broeto Miller

    Por favor, se possível acrescente outra dica: Não faça tantas fotos, selfies…dos filhos dos outros, principalmente sem autorizaçao dos pais. E pior: ficar compartilhando fotos, publicando das mais variadas formas. Vamos ter noção ao usarmos a internet, as tecnologias, o wat zap.

  170. Barbara

    Não berrar palavrões horríveis perto dos filhos pequenos dos outros nem fazer comentários censurados a faixa etaria

  171. Debora

    Só acham ruim quem ama fazer tudo isso com os filhos dos outros, e são mais aquelas pessoas mais velhas sem noção que parece que quer descontar a raiva nos outros que passaram quando tiveram filho. Tive até Dpp de tanta raiva que passei, é cada uma que aprontaram comigo.

  172. Karine

    Gurias, achei este post procurando o que fazer com uma vovó que insiste em dar beijo na boca!

  173. Helena

    Brigar contigo por conta dessa postagem? De jeito nenhum. Você só disse coisas lógicas que deveriam ser óbvias, mas como nem todo mundo tem bom senso, é muito bom lembrar algumas regras básicas. Parabéns!

  174. mariza

    tem coisa pior que voce ter acabado de amamentar seu filho , e chega alguem e o pega e ele chora … ai fala ele ta com fome da um mamazinho , vc responde acabei de dar mama , mas a pessoa nao se toca e continua a insistir …

  175. Ana Flor

    Por isso passo longe dos filhos dos outros. De problemática basta minha nora. Se acha dona da verdade…mas um dia ela acorda. Ou melhor meu filho acorda e encontra uma mulher que respeita os outros.

  176. Célia

    É o minimo que uma pessoa de bom sendo deve fazer.
    Pessoas sem noção é que podem não concordar, aliás, pessoas sem bom senso é o que mais vemos por aí educando filhos, que crescem sem a minima noção de educação e saem por aí desrespeitando os semelhantes.

  177. Jully

    eu acrescentaria:

    Não dê palpites sobre a educação e não se meta quando os pais estiverem repreendendo a criança. Guarde suas opiniões sobre como os pais devem educar os filhos para quando tiver os seus.

  178. Aline

    Minha bb hj está com 8 meses, e já aconteceu de uma pessoa da família do meu esposo perguntar se poderia dar doces pra ela, eu respondi q não. Imediatamente outra pessoa da família dele q estava próxima de nós e me viu dizer q não podia dar, pegou um pedacinho do doce q estava em suas mãos e tentou colocar na boca dela. Meu esposo q estava com ela no colo não permitiu. Isso foi a cerca de 2 meses atrás, de lá pra não posso me ausentar um segundo do ambiente em q ela está qdo vamos a casa deles. Já os flagrei mais de uma vez tentando dar doces pra ela escondido. Eu ficaria com vergonha, mas eles não estão nem ai! Com isso diminuimos drasticamente a frequência das visitas. Já q somado a isso existe a crença por parte deles que somos obrigados a levá-la a residência deles sempre q eles quiserem, entre outras coisas q só pessoas totalmente sem noção acham q tem autoridade pra fazer ou decidir com ou pelo filho dos outros.

  179. Thais Esteves

    Não li todos os comentários pois são muitos, então pode ser que alguém deu a mesma sugestão…. Quando for visitar um bebê não use perfumes ou roupas com bordados. ..Já passei pelas duas situações onde a pessoa foi embora e o cheiro do perfume mega doce ficou impregnado no bebê e uma outra situação onde a pessoa sem noção estava com uma blusa bordado de canutilhos, eu nem reparei, mas meu bebê chorava no colo da pessoa…qdo peguei de volta a blusa tinha arranhado toda perninha do meu bebê

  180. Ju Molinari

    Perfeito!
    Concordo com cada item!!!!!
    ??????????

  181. Marcos Leoni Cordeiro de Morars

    Nao devemos julga los tao severamente pois sao motivados por sentimentos de carinho, principalmente os idosos que viveram uma época em que estas informações nao eram difundidas. Devemos orientar e explicar com tranquilidade pois as pessoas erram neste sentido e nos erramos em outros.

    1. Aline

      Concordo.
      Tem que explicar na primeira vez, segunda, ou terceira.
      Dali em diante se ficar contradizendo todas as escolhas e ações dos pais considero um desrespeito enorme e deve sim ser chamado atenção.

  182. Danubia

    Sabe oq eu acho engraçado, quando os nossos filhos são pequenos e a pessoa não tem filho ainda acha tudo isso frescura e qdo o filho dela nasce a gente não chega nem perto…

    1. Andreia

      Danubia, desculpe mas eu discordo um pouco de você, pois as vezes pessoas que não tem filhos (como eu por exemplo) tem mais noção do que não pode do que as que tem (que muitas vezes não tiveram os cuidados sugeridos no post). Acho que pessoas sem noção existem, independente de filhos.

  183. Glaucia

    Acrescentaria não educar- algumas pessoas ensinam coisas aos filhos dos outros sem se dar ao trabalho de saber se os pais concordam com aqueles conceitos, como por exemplo religião, ensinam sobre “papai do céu” e anjos sem a menor cerimônia, ou conceitos morais como – xi, está pelado, que vergonha! Todo mundo te vendo!

  184. Daniela

    Então acho q esse post foi feito p/ vc Ana Flor! A mãe tem o direito de decidir como criar seu próprio filho!

  185. renalice

    Achei ótimas suas dicas. Principalmente quanto a postar fotos dos filhos dos outros sem a prévia permissão dos pais, mesmo que sejam parentes. Meu filho ser amamentado por outra mulher? Sem comentário de tão absurdo.

  186. Vanessa

    Olá muito bom esse texto….acrescentaria não tirar a criança da cadeira do carro pra ficar no colo enquanto o mesmo estiver em movimento….as pessoas que fazem isso não tem noção de segurança….pois se acontecer algo…o primeiro a sofrer consequencias graves é a criança…..

  187. Andreia

    Sinceramente…. eu não sou mãe… li seu post e ainda estou tentando entender pq alguém iria criticar o que você escreveu… não vi nenhum absurdo (exceto os exemplos que infelizmente acontecem msm). Muito bom!

  188. Ieda Santos

    Já passei por isso é foi horrível,por más que seja tia avo nao tem o direto de passar por cima das decisões sem antes consultar a mãe.

  189. Jéssica

    Não pegar a criança se estiver com um perfume muito forte, cheiro de comida ou cigarro. É muito desagradável pois o cheiro fica no bebê.

  190. cristina

    Seria muito bom se todas as pessoas do mundo tivessem acesso a este texto.Muito bom mesmo

  191. Taynara

    Acho um absurdo crianças ficarem responsáveis e querer pegar o bebê, meu filho já tem 1 ano e 4 meses e até hoje sofro com isso e os responsáveis nada faz… Vê a criança pegando meu filho praticamente espindurado por causa do peso, quer pegar na.mão mas não sabem segurar direito e deixa cair, tropeça no bebê na hora q ele ta andando, passa na frente do bebê, inclusive nessa ultima situação meu filho levou um tombo na igreja.

  192. Isabel

    VC e td q tds as mães deveriam ler isso e td verdade acho q VC sou eu ou eu sou vc pq penso e faço td isso!!
    Arrasou!!!!

  193. Denise

    Amei tudo, eu também odeio quando ficam falando das roupas do meu filho, eu arrumou ele todo ponho sandália ai vão lá e tiram falando ai tá calor … Odeio gente palpiteira

  194. Carol & Bryan

    Ainda não sou mãe. Mas eu sou Dinda de uma menininha de 1 ano e 7 meses (sou irmã dela também, por parte de mãe ) adorei seu texto , só falou verdades , bom eu cuido da minha afilhada como se fosse minha filha cuido dela desde que ela nasceu pois minha mãe trabalha muito só vê ela pela manhã e quando está de folga pois na maioria das vezes quando chega já está dormindo .
    Mas sabe o que me irrita ? Se eu cuido dela desde que ela nasceu e porque eu sei o que pode fazer e não pode , aí vem uma pessoa que nem te conhece e começa a encher teu saco falando que está errado o que está fazendo cada filia educa ensina de uma forma diferente , esses dias minha pequena estava brincando na rua estava de pés descanso ela odeia por sapato estava calor , então uma senhora se aproximou e começou a falar “nossa que falta de responsabilidade deixar uma criança dessa idade sem sapato , ainda por cima dando comida para ela ” Eu apenas disse “Querida senhora você e mãe dela? Cuida ? dela ? Não então não se meta porque quem cria e passa os trabalhos com ela sou eu se eu cuido dela sei o que e melhor para ela não sou nenhuma desnaturada ela vai ao médico sabia? E se o médico disse que ela pode comer , pode andar do jeito que quizer quem e você para falar algo” ela ficou brava comigo mas e a realidade tenho pavor que venham falar algo para mim sobre o jeito que educo ela lembrando que sou praticamente segunda mãe , pois quem cuida dela desde que nasceu fui eu , as vezes até a minha mãe eu chingo kk pois sei mais da menina do que a mãe ” a porque não pode” mãe quem cuida dela ? Aham sou eu então eu que sei ! Nada mais irritante do que as pessoas da rua chamando sua atenção querendo mandar no jeito que você cria seu filho, ou de quem você cuida

  195. Natália

    Não deixe seu filho colocar os brinquedos de outra criança, principalmente bebê, na boca! Sim, o filho de cinco anos de uma amiga veio me visitar e quis brincar com oa brinquedos do meu bebê de 8 meses e ficou colocando os brinquedos na boca! Eu tive que chamar a atenção! Fogo né?

  196. Jéssica

    E quando tatuam o nome do seu filho, sem a sua autorização?
    Minha sogra se achou no direito de tatuar o nome do meu bebê, antes que ele nascesse. Isso porq ela me infernizou durante toda a gravidez.
    Vive jogando na minha cara que não queria ter neto, como se eu fosse a culpada e que o filho dela, não tivesse participação nenhuma na concepção.
    Sem esquecer que o meu sogro, roubou as fotos do meu filho que estavam num pendrive, e saiu distribuindo CDs com essas fotos.
    Meus sogros aparecem em casa sem avisar, e comunicam que tal dia, a tia do meu filho, vai passar em casa, que é pra deixar avisado com a minha mae, já que é com ela que ele fica enquanto eu trabalho.
    Tô passando uns perrengues … Pqp!

  197. Elenice

    Parabenizo você pelo texto.. E qto a hora de dormir acho q cada mae deve saber que hora seu filho tem q dormir.. Gente e horrível ver as pessoas dizendo coitadinha ainda nao ta com sono.. E eu me passo por mae má. Por favor

  198. Fernanda

    Pior do que dar alimentos sem autorização, é dar remédios sem autorização! Acho isso o cúmulo.. Também não gosto que gritem com meu filho ou que mandem a criança fazer alguma coisa, ou até mesmo dar bronca na mesma, já que quem tem que cuidar é a mãe.

  199. C. F.

    Vi muitos comentários sobre este assunto, e vou reforçar aqui. É realmente complicado quando uma criança de fora vem e faz algo que não pode. Já reprimi uma criança por isso, na frente da mãe dela. Foi complicado, me senti mal. Mas nesse caso, quero esclarecer que foi uma atitude que tomei frente a indiferença total da mãe da criança, ela é que deveria controlar a filha dela. Os adultos devem estar sempre atentos às atividades de seus filhos e dar educação adequada.

  200. C. F.

    Já vi vídeos que mostram animais lambendo rostos de crianças. Tem pais que permitem isso numa boa, consideram isso uma demonstração de carinho. Mas cá entre nós: Não sabem o quanto é nojento. São animais que limpam o próprio traseiro e o próprio sexo com a língua. Há uma carga grande de bactérias passando para o bebê. O convívio com animais domésticos é saudável, mas certos cuidados.

  201. C. F.

    Vou comentar aqui o que aconteceu na maternidade: Quando ia nascer minha filha, eu e minha esposa fizemos um pacto para mantermos calma, com qualquer coisa que acontecesse no momento do nascimento e da nossa internação no hospital. Só que ela teve a brilhante idéia de combinar com duas irmãs dela para acompanhá-la no quarto à noite. Só que ella não conversou isso com as duas irmãs. Resultado: As duas, uma mais chata do que outra, deram um show de afobação, insegurança. Coisa que não tínhamos previsto. Bastava a criança chorar para elas ficarem nervosas, não podia nem vomitar, que elas já começavam a reclamar. No momento que a criança estava no berçário, elas ficavam brigando com a enfermeira achando que estava acontecendo um desastre com a criança.

  202. Patrice

    Nunca postei fotos do meu filho em redes sociais e não gosto que os outros postam mas vire e mexe aparece fotos dele por aí. Acho muita fata de educação e cara de pau a pessoa tiar foto do seu filho e expô-lo sem seu conssentimento.

  203. Marta Fiorentin

    Tem uma tia do meu filho que fica dando palpites em tudo. Eu não dava café preto p ele. Quando ela tomava café queria dar a ele mesmo eu falando que não. Ela sempre falava que não fazia mal sem perguntar o motivo pelo qual eu não o dava. Graças a Deus que ele já cresceu e come quer sem precisar ouvir palpiteiros de plantão….

  204. Dan

    Isso já serve como uma biblia! Minha filha tem 12 anos e na época ninguém respeitava essas regras tão simples…
    Mas…eu consegui (ou tentei) respeitar todas!
    Sugiro que faça um post con regras para mães de adolescentes…
    Posso explicar melhor caso haja interesse…mas segue basicamente essa linha…
    Ficar convidando sua filha pra isso e para aquilo e etc, e qdo vc nai deixa, a mãe da coleguinha, fala pra sua filha que vc (a mãe da “criança) é muito chata e prende demais a sua filha…
    Tenho culpa se a mãe da coleguinha deixa a filha soltinha na pista “kiném” arroz?
    Acho que ninguém tem q se meter na educação do filho do outro independente da idade…

  205. Adriana

    Ótimas dicas, só acho meio nada a ver, escrever que pode te xingar e falar mal de vc nós próximos meses contanto que siga tuas dicas, fale o que tem que ser dito e pronto e quem não concordar que não concorde!

  206. Nicole

    Outra coisa para as visitas de recém nascido: não combinem com os 20 tios de visitarem o recem nascido ao mesmo tempo… alem de ficar parecendo invasão do MST, ainda querem acordar o bebe e passar de colo em colo como se brincassem de escravos de jó… claro, sem o álcool em gel ou lavar as mãos. … É o fim da picada… aconteceu comigo….. com problemas do pós operatório sequer consegui falar alguma coisa…. por mais que o tempo passe, ainda fica entalado na minha garganta!!!!!

  207. Cris

    Nao beije a boca dos filhos dos outros!!!!

  208. Erica Braga Rocha

    Achei muito pertinente seu post e sou chamada de estranha por parte de algumas pessoas, mas creio q precisamos respeitar o espaço/jeito do outro.

  209. raquel

    concordo com tudo, detesto pessoas sem noção q ficam em cima do meu bebê com uma beijação, eu fico louca. detesto q peguem meu bebê no colo e nunca mais soltem, gente sem noção q tá vendo q estou fazendo ele dormir e fica mexendo com ele, ou vêem q ele tá dormindo e continua falando alto, q fica oferecendo coisas pra ele comer, q quando ele tá quietinho no carrinho peguem ele, porq na hora q começa a chorar ninguém quer ficar com ele no colo. podem dizer q sou chata q sou chata mesmo, mesmo antes de ser mãe nunca fiz isso com filho de ninguém, e essas pessoas q criticam são pessoas q não tem filhos, e q fazem isso com filhos dos outros. vc escreveu uma verdade, doa a quem doer, parabéns

  210. Maria Elisa

    Ter cuidado com o que falar e com xingamentos na frente das crianças, afinal elas são que nem papagaios repetem tudo!!

  211. Erica

    Na 1a eu colocaria NAO beije meu bebe em canto nenhum!!!!! Detesto quem beija ele, eu la sei que doença essa pessoa pode ter! E quem solta piada pra mãe falando com o bebe?! São as piores pessoas!

  212. Renata

    Eu incluiria no seu texto que todas as visitas precisam entender que criança,principalmente as pequenas,tem horário pra tudo e que ela não vai querer comer ou dormir sabendo que tem alguém diferente em casa com quem ela pode brincar e se divertir. As visitas precisam ser programadas pra chegar e sair para que a vida da criança não saía da rotina.

  213. Carol

    Jamais tentem acordar o bebê pra ver ele acordado. Quando o meu era recém nascido ficavam falando alto e fazendo barulho na volta propositadamente pra ele acordar!!

  214. Mayara

    Já passei por tudo isso com a minha pequena! 😢
    Como tenho pessoas inconvenientes no meu círculo social 😢

  215. :)

    Graças a Deus existem pessoas que tambem entendem QUE NAO SE DEVE DAR COMIDA OU BEBIDA QUE OS PAIS NAO LIBERAM. E muito chato quando a pessoa passa por cima da sua autoridade e da algo que você nao queira que seu filho coma, e ainda reluta achando que pode decidir o que ele deve comer, principalmente alimentos com açúcar. Mais chato ainda é quando essa pessoa e a sua sogra, mais chato ainda é quando ela repeto 100 vezes por dia “porque eu fiz assim com os meus filhos” TA E DAI? tudo bem, os filhos era dela, É DELA, portanto fazia o que queria. Neto nao é filho, neto tem uma mãe, que nao é a vó. E como qualquer pessoa tem um jeito diferente de criar, educar, mas é muito chato meeeeeesmo quando isso não é respeitado, a pessoa simplesmente acha que pode fazer o que quiser, dar o que quiser pra ele comer sabendo que eu nao aceito, nao deixo, nao concordo, mas ela tem a razão, e aaaaai se chamar atenção. Da vontade de pegar meu filho e sumir, ate a pessoa entender que quem manda sou EU!!!

  216. Selly

    Preciso desabafar…Após ler quase todos os comentários percebo que concordo com tudo! o post foi muito bem elaborado;agora acho que vale a pena ressaltar a situação que estou passando,tenho uma filha de 4 anos que como qualquer outra adora brincar ,as vezes se desentende de seus colegas mais nada de a normal….a 3 meses minha cunhada (que por sinal foi muito inconveniente no período da minha gestação e até a pouco tempo)teve sua primeira filha e agora ela esta destratando a minha filha, que anteriormente ela dizia que ia pegar ela de mim! Pelo fato de minha filha querer abraça e beija a filha dela ela tem medo e a trata como se ela fosse machuca a filha dela. Desta forma ela faz minha filha fica excluída. Esse tipo de pessoa que acha que chama a atenção do filho dos outros e legal, não é! as mesmas se esquecem que seus filhos um dia podem fazer . Eu chamo muito a atenção da minha filha e ainda assim tem pessoas que acham que não é o suficiente,! Aquelas que só vêem seus filhos e esquecem de olhar os deles são na minha opinião as piores!

  217. Natalia

    Atualiza aí, ñ arranque o dente de leite do filho alheio. Isso acaba de acontecer comigo. Minha cunhada arrancou o dente do meu filho ( primeiro dente) sem a minha autorização! !!!! Tô muito chateada! Ah, detalhe, isso é crime de lesão corporal leve!

    1. Macetes de Mãe

      Que loucura, Natalia :(

  218. Silvia Ferrari

    Oi concordo em número, gênero e grau. Acrescentaria algo que acho horrível parentes principalmente Tias colocar apelidos nos sobrinhos, a criança tem um nome que os pais escolheram se quisessem que que os chama sem por apelidos eles mesmo teriam colocado esse (apelido) no registro da criança.

  219. Liliane

    Não passar nenhum tipo de pomada (ou dar remédio) sem que os pais tenham consentimento.
    E acredite! Isso aconteceu comigo!!!
    Às vezes acham q só pq já criaram os seus filhos, acham q podem fazer o q bem acharem com o nosso, e isso eu não aceito!

  220. Dandara

    Você não é louca, chata e nem nada disso. Está certíssima. Um absurdo as pessoas fazerem isso. Minha filha por exemplo não toma refrigerante, e uma vez peguei minha prima dando Coca-Cola pra ela e ela tinha apenas 1 ano. Esculhambei com ela e ela ainda achou ruim. Se quer dar, vá lá, faça um filho e dê. Mas com a minha filha não.

  221. Verônica

    Eu incluiria ausência de banho. Sério, tem que ter noção. E pior não toma banho, se lava de perfume e vem pegar meu bebê. Não dá

  222. Nadir Martins

    Se tratando de fotos em redes sociais,eu em particular acho um absurdo quando os próprios pais publicam fotos da criança nua,tomando banho ou trocando fraudas ,gente crianças são tudo de bom , é maravilhoso ser mãe,mas ninguém tem o direito de expôr as crianças desta forma,até pq não vemos maldade mas por trás da internet há muitos pedófilos esperando para se aproveitar do seu descuido.

  223. Ju

    Acrescentaria que pessoas muito idosas tb apenas pegassem o bebê apenas sentadas. No meu caso, um dos vovôs é bem idoso e tem sequelas de um avc que o deixaram debilitado. Mesmo já tendo levado vários tombos (graças a Deus sem o meu bebê no colo), sempre quer pegá-lo para dar um passeio no pátio. O pior é que o pátio é cheio de altos e baixos. Eu não sei como dizer não e fico muito aflita. Até me acham excessiva… Imagina uma pessoa de uns 90 quilos cair sobre um bebezinho… Sei lá, fico preocupada.

    1. Désirée

      Já sou avó. Concordo com todas as regras, e acrescento mais uma. Faça visita breve ao bebê e sua mãe até os três meses. Eles precisam de tempo e tranquilidade para se conhecerem. Tem gente que chega no café da manhã e sai no jantar. Existe uma rotina que deve ser seguida, principalmente nos primeiros 40 dias.
      Qdo. tive meu primogênito, minha sogra que morava no mesmo prédio, fez sua sala de visitas na minha casa, e como meu bebê tinha muitas cólicas, eu queria aproveitar cada minuto que ele estava tranquilo para descansar, já que estava com uma enorme anemia pós parto. Então, resolvi simplesmente colocar um bilhete na porta: “Silêncio – MÃE E FILHO dormindo para se recuperar”. E meu marido desligou a campainha. Pois ainda assim tinha dias que precisava ignorar as batidas na porta. Agora, para ajudar a lavar uma fralda, nem pensar. Minha mãe é que levava todos os dias os baldes cheios para casa, e veio durante 40 dias me ajudar, pois quase morri no parto, e ignorava as batidas na porta fingindo que todos estávamos dormindo.

  224. Claudia

    Também podia falar sobre o que o filho dos outros nao deve fazer conosco… rsrsrsr. tem muitos pais sem noçao, que nao impoem limites e deseducam,, que acham que o filho pode fazer o que bem entender – até nos bater, muitas vezes – e que tá legalizado, nem uma bronca… essa semana tive que chamar a atençao da filha de uma amiga, menina super antipática, ditadora, que faz gato e sapato da mae, e crê que pode fazer com os demais…

  225. LUCILENE ANGÉLICA BRANDÃO LUCILENE

    Muito bom! vontade de ‘marcar’ muita gente neste post, mas … só as que sabem como é, kkk Munda, Aninha, Nilza, Gi, Tânia

  226. Josi

    Ótimo post, muito pertinente o último item 11. Eu odeio que coloquem fotos na rede social sem minha autorização. Não é frescura é também questão de segurança. Como quando colocam a criança com uniforme da escola por exemplo.

  227. Victória

    Acho q não se deve querer segurar o bebê q nem é seu no colo toda hora, todo dia em todo lugar detalhe o bebê fica mais no colo dos outros do q no colo da própria mãe e pai, isso pode causar perca de vínculo afetivo entre a criança e a mãe, além de ser desconfortável pro bebê ser segurado em diversos colos a cada 5 minutos.

Deixe seu comentário