Relato de acidente com kit berço

Não sei se todas as leitoras sabem, mas o uso de kits berço é contra indicado pela Sociedade Americana de Pediatria por conta do risco de sufocamento e por ele servir de “trampolim” para os bebês escalarem e pularem o berço.

Eu mesma lembro de ter ouvido da pediatra do Léo, na primeira consulta com ela (hoje ela não é mais pediatra dele, mas na época era), que deveríamos tirar o kit berço do Léo imediatamente ou, no máximo, quando ele completasse um mês. Isso porque, a partir dessa idade, era pouco provável mas ele poderia sim, de alguma forma, se mover, chegar até as bordas do berço e lá se sufocar com o acessório (aproximar-se tanto que não conseguiria mais respirar e nem se afastar dele, por ainda ter pouco controle de seus movimentos).

Pois bem, sabendo desses perigos venho pensando em escrever sobre esse assunto há bastante tempo. Mas antes mesmo de eu iniciar  um post sobre isso recebi o relato de uma leitora, que viveu na prática o pesadelo de um acidente quase fatal causado por um kit berço extremamente perigoso.

Abaixo, a história vivida pela Luciana Morais Vicco, numa madrugada de março de 2012. Acho importante a leitura para todas as mães ficarem cientes do perigo que esse tipo de acessório pode causar, principalmente se ele tiver detalhes e enfeites, como era o caso do kit berço utilizado pelo João Marcelo, filho da Luciana.

Relato de acidente com kit berço,

Por Luciana Morais Vicco

O João Marcelo nunca dormiu conosco na cama. O primeiro mês foi no carrinho e, em seguida,  no seu berço, que ficava no nosso quarto pois estávamos reformando a casa. Na madrugada do dia 17 de março de 2012, quando o João Marcelo estava prestes a completar 10 meses, acordamos com um choro baixo, resmungos bem de longe e rapidamente meu esposo levantou e foi vê-lo. Eu fiquei olhando da cama e percebi que ele não conseguia levantá-lo. Quando acendi a luz e corri até o berço, vi que o JM estava com o rosto “grudado” na almofada lateral do kit berço,  com o seu pescocinho enrolado num cipó que enfeitava o kit com o tema safári.

foto acidente kit berco 2

No lado direito, os cipós que causaram o acidente.

No desespero, comecei a gritar e pedir uma tesoura. Eu lembrava que havia uma de unha, essas de RN, mas meu esposo foi até a cozinha para pegar outra maior enquanto eu tentava manter a almofada distante do nariz para o João Marcelo não sufocar. Além disso, eu tinha que cuidar para não puxar demais, pois se fizesse isso, corria o risco de estrangulá-lo.

Tínhamos, mais ou menos, um dedo de espaço para cortar o tal cipó e para piorar a situação, ele era de um fio nada fácil de se cortar com uma tesoura. Assim que conseguimos livrar o JM do cordão que o prendia ao kit , peguei-o e amamentei-o imediatamente, justamente para verificar se ele estava succionando e respirando normalmente, já que ele seguia sonolento e não tinha despertado por completo.

Mais tarde, quando fomos dar banho nele, percebemos que o seu pescoço estava totalmente marcado e quando amanheceu vimos que seus olhos estavam arroxeados (foi horrível!).

foto acidente kit berco

Pescocinho marcado.

foto acidente kit berco 1

Marca onde o pescoço ficou preso ao cordão.

Por muito tempo após esse incidente eu fiquei arrasada, me sentindo a pior pessoa do mundo, e a minha vida era chorar. Afinal, meu pequeno correu sério risco de vida, embaixo dos meus olhos, por culpa de uma ideia que tivemos buscando fazer o melhor para ele (comprar um kit berço para deixar o seu espaço de descanso mais bonito e confortável).

No mesmo dia, contatei a loja onde compramos o kit berço e implorei que eles retirassem esse modelo de circulação e que recolhessem ou que pelo menos avisassem os compradores dos que já haviam sido vendidos. Mas isso, infelizmente, não foi feito, porque um tempo depois eu recebi um email de uma loja virtual vendendo o mesmo produto.

Então, mamães, já que os fabricantes, distribuidores e vendedores não tem responsabilidade sobre as mercadorias que produzem ou comercializam,  cabe a nós ficarmos muito atentas para evitar esse tipo de incidente extremamente perigoso.

Espero que o meu relato sirva para informar e alertar outras mães. Não podemos deixar que uma preocupação estética, ou de uma “pseudo-segurança” (evitar que os bebês prendam pernas e braços nas grades), acabe levando nossos filhos a situações de extremo risco.

Confira dicas para escolher um berço seguro para o bebê:

117 comentários

  1. Déborah Alvares

    Situação super triste pra essa mamãe, mas fica como ótimo alerta pra não ocorrer com outros bebês!
    Obrigada por compartilhar…
    Minha filha tem quase 5 meses e ainda uso aquele rolinho duplo (que ajuda a restringir o espaço) e não sei se é correto… Nem sei também se devemos usar aquele travesseirinho de bebê.
    Só tenho certeza de usar aquela almofada triangular para elevar o colchão.
    Bjs

  2. Paula

    Muito obrigada pelo compartilhamento deste relato! Estou com 39 semanas e optei por não comprar o kit berço por saber da contra indicação, mas vejo que quase ninguém fala deste assunto e nem sabe desta contra indicação!
    Diversas pessoas me perguntaram se eu não iria colocar o kit, que o berço fica muito mais bonito com o kit!
    Enfim, realmente precisamos divulgar mais casos assim para conscientização das pessoas.

  3. Bruna

    Passei um susto também, quando meu bebê estava começando a se arrastar, aos sete meses. Ouvi o mesmo choro baixinho, meio sufocado, corri no berço e ele tinha subido de bruços até a quina da cabeceira com a lateral, ficando com o rostinho preso ali, sem conseguir se virar ou sair. E olha que o meu protetor é “inofensivo”, sem detalhes que podem ofereçer riscos. Mas, o simples fato de estar ali é perigoso. A sensação do choro sufocado do bebê é a pior já vivida, que dor! É um grande impasse porque já o peguei virando abruptamente e batendo a cabecinha na grade. Hoje, mantenho o protetor, com oito meses ele já consegue “se virar” bem e estou muito muito atenta, embora nunca acho que é suficiente.

  4. Ingrid

    Gostei da matéria. Deve ter sido desesperador! Agora com esse relato, posso demonstrar às grávidas que conheço e que não acreditam que esse tipo de decoração pode ser muito perigosa. Quando meus filhos ainda dormiam em berço, nós tínhamos os enfeites, mas eram simples, sem muitos detalhes, e ficavam pendurados pelo lado de fora e não dentro do berço. Na verdade, dentro do berço não tinha absolutamente nada, nem o travesseiro anti-refluxo, que colocávamos embaixo do colchão. Apesar de serem lindos esses berços enfeitados, acho que a segurança dos nossos pequenos vale mais do que um berço bonito. Parabéns Shirley pelo site, eu adoro e indico para todas as grávidas e mamães de pequenos que passam pela minha frente!

  5. Flavia Enelise

    Nossa, que susto isso! Graças à Deus o acidente não foi mais grave e não causou nenhum dano ao bebê! Por riscos como esses é que usei esses kits por pouquissimo tempo, logo tirei quando li que esses sufocamentos podem sim acontecer. Para minha baby não enrroscar os pézinhos ou braços nas grades eu coloco entre o colchão e as grades dois travesseirinhos pequenos, desses de RN, em cada lateral….não é bonito esteticamente falando, mas não tem perigo de sufocar!

    1. Maria

      Boa tarde mamães, várias pessoas me chamaram de boba, disseram que isso acontece uma vez em 1000 casos e tal. Mas o milésimo pode ser qualquer um de nós. Não quis me arriscar e comprei uma tela respirável que aqui em Salvador encontrei apenas em uma loja, mas algumas pessoas já compraram no mercado livre. Me sinto mais confortável com a tela respirável. precisamos de bem estar e não de beleza.

  6. Milena

    Acho que temos que ter bom senso nessas horas. É óbvio que um kit berço com um cipó ou com aqueles bichinhos colado com velco são extremamente perigosos.. mas isso não significa que algumas partes dele não sejam importantes. Meu filho tem refluxo então como o berço é inclinado ele escorrega. Se não fosse o kit berço amarrado nesse espaço ele iria machucar os pezinhos porque ele fica batendo os pezinhos na parede do berço. … e ele tá se me se muito e certamente se machucaria sem uma proteção lateral….

  7. Carolina

    Participo de um grupo de mães, e um dia uma mãe teve coragem de nos contar sua triste história, seu filho que já ficava em pé no berço subiu nesse kit berço e caiu de cabeça no chão e infelizmente veio a óbito, apesar do sofrimento dessa mãe ela nos contou essa história para alertar outras mães. Isso é sério gente são nossos bebês, vamos ouvir essas historias tristes e fazer diferente, eu optei por não ter o kit berço, a Ana Laura dorme no berço dela desde os 2 meses, hj esta com 7 e se vira demais as vezes até coloca as pernas ou os braços na grade, mas ela mesmo tira, melhor termos que ficar olhando do que passarmos por sustos como esse do João Marcelo que ficou preso né. Obrigada por compartilhar sua historia e alertar outras mães.

  8. Priscila

    Infelizmente muito triste, mas felizmente com final feliz.
    Eu concordo parcialmente com relação a não usar o Kit. Eu acho que nós, como pais, temos que nos atentar ao tipo de material e enfeites que colocamos pra tudo em nossos filhos. Por exemplo, eu coloquei um kit que era bordado que não tinha laço/tirinha em lugar nenhum. Penso assim também com relação às roupas que coloco nele e tudo mais. Criança tem que ficar no mais confortável possível e não no mais bonito possível.

  9. Juliana

    Que susto hein! Além de disso, esses kits berço podem trazer alergias aos pequenos, pois são um criadouro de ácaros e fungos em potencial. Ainda bem que deu tempo e tudo ficou bem!

  10. Andressa

    Bom dia!!
    Realmente é um perigo. Sobre o risco do bebê se machucar entre as grades, ele não existe desde que o berço tenha entre 4,5 e 6,0 cm de espaço entre as barras laterais. Com um berço respeitando essas medidas, não há risco de o bebê se machucar, e podemos nos livrar dos protetores laterais.

  11. caren

    Meu Deus, eu não sei o que faria nessa situação, acho que entraria em pânico… também comprei um kit berço pro Vicente, que tem 4 meses… Ainda uso o rolinho pra não deixá-lo virar, mas inúmeras vezes já acordei com ele perto da grade que tem a almofada lateral do kit berço. Mas vou retirar sim, fiquei extremamente assustada.
    Adorei o relato, serve de alerta MESMO!

  12. irani

    nossa que situação, temos que compartilhar para que mais mães fiquem sabendo do risco real. Minha filha tem 8 meses e até hoje tenho medo de cobri-la com cobertor,pois quando era mais novinha com mais ou menos 4 meses ela dormiu e eu a cobri,e ela simplismente mexeu os bracinhos e o cobertor encaixou debaixo da cabecinha dela , fui checar se estava tudo bem enquanto ela dormia(alguma coisa tocou em mim que teria que dar uma olhadinha ) e quando cheguei no berço ela ja estava ficando ofegante respirando cansadinha.Isso aconteceu por duas vezes e desde então agasalho mt bem e passei a não cobri-la e se faço ,faço só da cintura para baixo e fico de olho.

  13. Rebecca

    Minha filha tem 6 meses, e eu ainda uso o protetor. Só que o dela foi a minha mãe que fez. Além dele ser amarrado na grade pela parte de traz, essas fitas são bem pequenas, o suficiente para o laço, apenas.
    Esse protetor não tem nenhum detalhe pregado, ele foi feito com tecidos coloridos que fazem o “enfeite” dele. E ainda é preso pelo colchão do berço, pois é bem comprido, para que fique embaixo do colchão, e ela não tenha como entrar embaixo dele.
    O enchimento dele é bem molinho, e quando ela estiver ficando em pé, além da altura da grade (que é bem alta), se tentar subir no protetor para pular, ele afunda imediantamente com peso.
    Enfim, reconheço os perigos do protetor, e por isso preferi que fosse feito conforme os perigos que representa. Hoje fico mais preocupada com o cortinado, pois esse sim ela consegue puxar e fica toda enrolada no tule.

  14. Samara

    Susto grande! Obrigada por compartilhar conosco! Fiz o kit do meu filho sem acessórios, mas, hoje, colocaria, no máximo, aqueles kits retangulares feitos com espumas antisufocantes só para evitar que algum dos membros se predessem nas grades. Também gostaria de alertar as mães de meninos para aqueles cordões que vem nas sungas. Sempre dou um laço e coloco pra dentro. Outro dia, fiz isso e, não sei como, quando puxei o cordão, o pintinho ficou preso. A sorte é q sempre coloco o cordão para fora e puxo devagar, mas, dessa vez, tinha ficado uma ponta pra dentro. Tivemos que cortar o cordão e agora corto de todas ou procuro comprar sem ele.

  15. Cristiane

    Eu comprei uma telinha q não exemplo um protetor p o berço, então Miguel ganhou um protetor lindo bem fofinho, tipo travesseirinho… Usou até um mês, aí começou a se mexer comprei um daqueles só de espuminha e usa até hoje. Eu o prendo embaixo do colchão.. Não penso em tirá-lo por que ele vai se bater na grade.. As vezes se mexe tanto q mesmo c protetor ouço o barulho na madeira…

  16. tatiana

    Post muito interessante e pouco falado. Mas tambem vamos combinar, pra q tanto cipó e enfeites? ??

  17. Fabiana Chaves

    Tenho um filho de quase 5 anos, na época ele tinha quase 1 ano e vi a reportagem no Fantastico de não deixar nada dentro do berço e que o kit berço era um perigo, detalhando o que podia acontecer, decidi tirar e guardei, agora estou com uma pequena de 6 meses e decidi não ter kit berço, no quarto mês que ela começou a virar de bruço ela prendia braços e pernas no vão do berço, pensei, pensei no que fazer, pois ela vira, mas não desvira ainda…pequei o kit berço mas sem as almofadas dentro e coloquei no berço apenas o tecido, para que fosse evitado ele colocar as pernas ou braços no vão do berço….por enquanto esta dando certo…..

  18. Barbara

    Qdo estava grávida do meu primeiro filho, vi essa reportagem sobre a falta de segurança desses kits. Optei por não usar, o que tb representa uma economia, pq eles são caros. Não sentimos falta!

  19. Ingrid

    Nossa que susto hein? Meu bebê tem 6 meses e usa o kit berço para “escalar”, ele fica se pendurando é mole? Eu e meu marido sempre estamos de olho….Mas de madrugada é difícil né? Mas o real objetivo do kit berço que eu e meu marido compramos foi para “amortecer” as quedas dele….ele tá ficando sentado e rolando de um lado para o outro…e morro de medo dele bater a cabeça e se machucar…..mas o kit berço é um perigo mesmo gente…todos os pais devem ficar em alerta!!!

    Graças a Deus seu filho está bem!!!

  20. Mariana

    Quando comecei a montar o enxoval do meu filho, queria muito um kit berço, mas nunca achava o modelo ideal. O tempo foi ficando curto, e achei melhor nem comprar. E pra todos que dizia isso, me olhavam como se seu fosse um ET! hahaha
    Foi o mais certo que fiz, pois o meu filho, hoje com 1 ano e 8 meses, A-DO-RA dormir segurando as grades, com os pés de fora, tirando que ele é espaçoso no último!
    Isso deveria ser alertado na gestação. Pois somos iludidas pela beleza e esquecemos o quão perigoso são certas coisas para os RN!

  21. Debora

    Nossa, que susto enorme !! Eu comprei esse kit berço para deixar o espaço mais aconchegante.. mas quando meu filho fez 4 meses e estávamos em novembro, resolvi tirar porque estava deixando o espaço muito abafado.. hoje ele tem 8 meses e está impossível.. então o berço está o mais vazio possível. bjs e saúde para os eu bebê

  22. Nely Santos

    Obrigada por compartilhar sua experiência pois nós, mamães, principalmente as de primeira viagem, gostamos de comprar tudo o que vem pela frente e quanto mais enfeite melhor. Tenho uma filha de 7 anos e agora um bebe de 8 meses, sempre comprei protetores de berço bem simplesinhos, sem enfeites, só mesmo para que ele não prendam o pé na grade.

  23. Mariana

    Eu comprei o kit berço, mas optei por um liso, só bordado e fino, pq esses gordinhos sempre me causaram má impressão! Acho o meu seguro, mas vou tirar assim que ele começar a sentar! Todo cuidado é pouco….

  24. Camila

    Obrigada pela dica… Eu até uso um protetor, mas ele é bem simples… Mas já reparei que as vezes minha bebê fica muito perto do protetor lateral…. Tem protetores que ocupam o berço todo, da a impressão que nem sobra lugar pro bebê….
    Uma coisa que uso, e gosto muito, é a rampa anti-refluxo… Coloquei embaixo do colchão…

    Abraços

  25. Cristina

    Qdo minha filha nasceu eu colequei protetor de berço so de um dos lados da grade (o fixo) e escolhi um daqueles que sao fininhos e sem nenhum aplique. Pq ja tinha ouvido falar do perigo de sufocamento. Nao eh tao bonito qto os grossos. Mas em se tratando de filhos segurança sempre. Beleza fica para depois.
    Mas para as mamães que puderem a marca Skip Hop tem uns lençóis lindos com a lateral toda decorada que ficam ótimos com parte da decoração. Ainda tem maia um monte de outras coisas para decorar.

  26. Jaque

    Além do perigo de sufocamento é um exelente depósito de pó e ácaro, facilitando o desenvolvimento de rinite nos bebês… mas apesar dos pesares tenho medo de tirar e minha bebe se m machucar nos vãos das grades, ela tem 8 meses e vira no berço a noite toda… Escolhi um protetor bem finibho de bem básico, tiro uma vez por mês pra lavar, e só ta no berço ainda pois fico comedo dela se enroscar na grade….

  27. josi

    Eu nunca usei o kit berço, até comprei um lindo, mas tirei, no berço é so o travesseiro e um coberta, as mães querem enfeitar par se aparecerem para outras pessoas!!!!!!!!

  28. Jhosteur Gonçalves

    Nosssa! Eu imagino o desespero desta mãe. Minha prquena está com 5 meses e eu tbm não uso o kit, achei uma alternativa, quando ainda estava montando o quarto, é um protetor de berço, ele não é volumoso como o kit e é liso, sem nenhum penduricalho, apenas estampado, deixa o berço um charme e diminui o risco de acidentes. Hoje em dia não posso deixar nada ao alcance dela que ela coloca no rosto. Temos que estar sempre alerta.

  29. Lia

    O problema de nao ter nenhum kit é porque quando os bebes começam a se mexer, prendem as perninhas e bracinhos entre as grades e, mais, tarde, quando aprendem a levantar, levam muitos tombos no berco e batem a cabeca contra a madeira. Aqui em casa optamos pelo kit berco fino, como da Mariana, sem nenhum detalhe pregado, apenas bordados… Ele protege contra acidentes e nao serve de trampolim… Creio que seja uma opcao razoável e segura.

    1. Sâmia

      Lia,
      Essas batidas de cabeça na grade do berço são menos perigosas do que se vc colocar o protetor (mesmo fino) e seu bebê se enrolar nele…é melhor não ter nada. A minha segunda filha já prendeu a pernoca na grade, dormindo, mas não foi nada de mais, ela gritou e eu socorri na hora. Agora imagina vc dormindo, seu esposo dormindo e um bebê sonolento que não consegue se desvencilhar do protetor durante a madrugada? Olha o que aconteceu com a amiga aí em cima. É só um toque ok?! bjinnn

  30. Tarine

    Moro nos EUA e realmente aqui esta sendo
    banida a venda de qualquer kit de berço (isso que aqui eles já são bem
    mais fininho que os que vejo dai), em alguns estados a venda já esta proibida há tempo! Eles tem estudos de que muitas mortes súbitas estão associadas ao sufocamento por objetos dentro do berço, seja protetor lateral, rolinho (que não tem aqui) ou travesseiro! Recém nascidos só devem dormir em superfície firme e sem nada próximo, já que as passagens aéreas são muito pequenas e facilmente bloqueadas!
    Obrigada macetes de mãe por dividir uma informação tão importante!

  31. Eliane

    Olá, a Sociedade Brasileira de Pediatria também contraindica o kit de berço, pessoal. O livro Crianças e Adolescentes em Segurança fala disso e de muito mais coisas super importantes. Recomendo. http://www.manole.com.br/criancas-e-adolescentes-em-seguranca-pr-6017-183996.htm

    Esse outro link também é muito bom! http://www.sbp.com.br/show_item2.cfm?id_categoria=52&id_detalhe=4090&tipo_detalhe=s

    Aqui em casa, eu optei por um beeeeeeem fininho, só para o Lucas não bater a cabeça nas grades do berço. Era praticamente um edredom com botões beeem firmes (para não ser retirado e engolido por ele) para prender no berço (sem laços, sem amarrar). Nunca deixei brinquedos de pelúcia no berço, nem travesseiro ou edredon, cobertor, nada.

    Meu filho começou a usar travesseiro e coberta quando completou 2 anos de idade, qdo mudou-se para a cama. Ainda assim, ficava com medo. Hoje, ele tem 2 anos e 7 meses, e se adaptou bem, acho que não sufoca mais. Mas temos que ficar de olho. Ele é bem bonzinho, mas morro de medo de ele sufocar com tanta coisa na cama. rs.

    Bjsssss

  32. Vivian

    Quando eu estava grávida, fui para os EUA e comprei o kit berço do meu filho lá. Extremamente fino, sem qualquer enfeite sobreposto, somente os bordados. Sua utilidade é de somente proteger o bebê das grades. Fica completamente preso nas grades do berço, não oferecendo qualquer risco.

    Percebi que os kits vendidos no Brasil são visualmente mais bonitos e enfeitados, mas na minha concepção deixam o espaço reduzido para o bebê, o que oferece riscos em caso dele se movimentar e acabar encostando nas almofadas laterais.

    Muito legal o relato dessa mamãe, que apesar do susto, pensou em auxiliar as demais mamães para que isso não ocorra novamente.

  33. Aline

    Eu ja tentei tirar o kit berço pois meu bebe é bastante alergico e por questões de segurança, mas o meu filho enfia as perninhas entre os as grades e acaba machucando, pois tem a perninha gordinha. O que eu faço?

  34. Camila

    Mas o que devo fazer então?
    Meu bebê quando tinha 20 dias dormia no berço e eu sempre retira o kit protetor, pois imaginava que ele ainda não poderia se mexer. Para minha surpresa uma noite acordei com ele chorando, quando vi o bracinho dele estava preso na grade. Levei um susto tão grande e me senti culpada por terminado o protetor, pois poderia ter quebrado o braço dele. Hoje ele está com 55 dias e tenho medo de tirar o kit por causa disso.

  35. Juliana

    além do que esses kits é uma proliferação de ácaros.

    Tem que divulgar esse caso. não dá pra usar muitos penduricalhos no berço não. todo o cuidado é pouco, ainda mais depois dos 6 meses que eles ficam muito “inventivos”.

  36. Byanca

    Se a gente for parar pra pensar, tudo eh um perigo. Cabe a nós, mães, tentar fazer o melhor possível. O meu neném por exemplo, desde 1 mês de idade q dorme com a cara enfiada no protetor de berço.quando nao era o protetor, ele pegava o travesseirinho (nao sei como ainda) e colocava em cima da cara. E so dorme assim. O meu protetor de berço, em todo caso, nao eh cheio de penduricalhos. Eh bem simples. Mas no meu caso, acho mais perigoso deixar sem ele, pq meu bebe (hoje com quase 5 meses) se mexe demais e tenho medo que ele prenda um braço ou uma perna nas grades do berço enquanto dorme. Ele inclusive já conseguiu levantar o protetor e enfiar a mãozinha no buraco da grade. Desde então eu passei a trançar o protetor entre as grades do berço. Pra mim foi o método mais seguro que encontrei. Cada criança tem seu jeito de fazer arte, nao adianta. Temos que estar sempre de olho e tentar deixar tudo seguro pra eles.

    1. Marcela

      Nossa gente, que baita susto, nem sei o que eu faria.
      Porém concordo com a nossa colega Byanca.
      Se formos ver, tudo é perigoso, o que temos que fazer é ficar mais ainda de olho nos pequenos (se é que é possivel…rs) pois como vimos os comentarios, varias mães tiveram o problema oposto, os babys preso nas grades do berço e preferem manter o protetor de berço, isso é relativo.
      o negocio é escolher o metodo que mais se adapta a criança e a familia.

  37. Camila

    Sou mãe de primeira viagem, tudo que descobri foi correndo atrás de informações
    uma das coisas que vi muito foi sobre isso, as pessoas não proíbem mais é muito recomendado que não se coloque protetores de berço pelo risco de sufocamento, e isso fica sobre a nossa consciência.
    É claro que um berço desse é lindo, mas se você o escolhe é seu o risco, não acredito que uma mãe que compra essa mercadoria compra sem avaliar os riscos que ela traz ao bebê. E se o compra sabe que precisa prestar atenção enquanto o seu bebê o usa.
    O bebê precisa de um berço limpo, confortável e seguro e um berço lindo muitas vezes nos é imposto pela mídia e pela publicidade e isso temos que saber avaliar, porque este é só o inicio de uma pequena vida que sofrerá muita influência dos nossos valores.

  38. Letícia

    Mamães;

    Eu ainda estou grávida, mas nas minhas pesquisas sobre o assunto encontrei esse tipo de protetor no ebay que serviria apenas para evitar que os “pitocos” tranquem os bracinhos e as perninhas.
    Achei uma boa alternativa, e vcs?

    http://www.ebay.com/itm/380679628744?_trksid=p2055119.m1438.l2649&var=650116195826&ssPageName=STRK%3AMEBIDX%3AIT

    http://www.ebay.com/itm/200978509300?_trksid=p2055119.m1438.l2649&ssPageName=STRK%3AMEBIDX%3AIT

  39. CAROLINE FERREIRA

    JÁ PENSANDO NISSO COMPREI UM SEM ENFEITES! E AS CORDINHAS QUE PRENDEM ELE NO BERÇO EU DEIXEI BEM CURTAS PARA QUE NÃO FIQUE NADA SOLTO! FICA A DICA! O PROTETOR E BOM POIS ELE SE MEXE DEMAIS!

  40. kenia

    Eu nunca quis usar nada no berço.Nos precisamos ser pratica e proteger os pequenos com pequenas atitudes.Minha menina tem 8 meses e dorme só de pijama..Eu fiz um saco de dormir para usar quando estiver nos dias mais frios.

  41. LUCIANA M VICCO

    Olá mamães, o acidente conosco, no caso foi ocasionado sim pelo cipó do kit e almofada. Mas se analisarmos de verdade em tantos outros depoimentos de leitoras que vivem em outros países, por que existe a proibição do mesmo? As respostas são inúmeras , não é modelo, os mais simples e finos são presos com tiras, fitas, laços etc… É pensar o meu bebê estava deitado atravessado, vejam como eles se movem e vejam como pesamos que o kit é proteção! Eles batem a cabeça quando começam a engatinhar e andar apoiando, os primeiros tombos nunca colocam as mãozinhas na frente, até adquirirem o reflexo. E hoje, penso que é o mesmo para dormir num berço livre, eles vão aprendendo. Falar é lembrar de cada minuto daquela madrugada, mas apenas hoje acredito que pode servir como alerta a tantos pais, que assim como eu, buscam informação para ter conhecimento e mudam de opinião, sem precisar passar pelo sofrimento do próximo. Beijinhos a todas

    1. Shirley Hilgert

      Luciana, agradeço demais você ter contado a sua história e ter até se exposto a críticas buscando alertar e ajudar outras mães. Seu gesto foi lindo, importante e será muito útil. E exatamente como você falou, o acidente no seu caso foi com o cipó, mas se o cipó não existisse, se fosse um kit berço grosso ou fino, também poderia haver problemas. Esse tipo de acessório já foi banido em outros países e aqui a orientação da Sociedade Brasileira de Pediatra também é de não usá-lo. Ou seja, exatamente como você escreveu, independente do modelo, ele é um acessório perigoso. Nós sempre achamos que as coisas não irão acontecer com a gente, até acontecerem. Beijos! Muito obrigada por contar a sua história, por abrir o seu coração, por se expor. Eu sei que a sua intenção foi ajudar. E pode ter certeza que é isso que você conseguiu com esse gesto digno de reconhecimento. Obrigada. Beijos, querida! Shi

  42. Evelyn

    Nos EUA eles são bem contra essas coisas e qq coisa solta no berço, tipo almofadas e cobertas. Mas existe um protetor de berço num tecido “respirável” com furinhos que protege das barras mas sufocaria a criança.

  43. Gracielle

    No meu caso, acho que o protetor de berço será bom para proteger mais do frio. minha filha vai nascer no final de junho e acho que faz muita diferença entre ter o protetor. acho q o ideal então é procurar modelos não tão perigosos quanto a esse do relato.

  44. Nossa usei o kit berço por pouco tempo, depois vi a recomendação da sociedade de pediatria, para não uso e retirei.

    Ainda bem que os pais acordaram com barulho do pequeno e nada de mais sério aconteceu.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

  45. Mariella

    Esta semana mesmo pensei em postar no blog um rolinho que faço com a toalha no berço da minha filha. A Helena dorme sozinha no berço no quarto dela desde os 3 meses, hoje ela está com 5 meses. Antes disso a deixava no Moisés ao lado da minha cama por medo que sufocasse no protetor, engasgasse ou prendesse os bracinhos nas grades, pois a primeira noite que dormiu no berço se mexeu tanto que acordou “atravessada”. Então uma enfermeira me ensinou a colocar uma coberta sob o colchão para elevar a cabeceira e a fazer um rolinho com a toalha em forma de U e prender as pontas com um lençol embaixo do colchão. Isso me deixa mais tranqüila, pois além dela se sentir mais segura, nesse ambiente mais apertadinho, lembrando o útero, acorda sempre naquele lugar, não vira mais, fica longe das grades e dos protetores. Quando fiz o enxoval, em nenhum lugar que pesquisei, falava sobre protetores seguros que são vendidos nos EUA, por isso comprei um comum mesmo, só quando vamos usar que sentimos necessidade e descobrimos a existência deles. Nos EUA tem o Baby Breathable Mesh Crib Liner, como não encontrei aqui para vender comprei uma tela para fazer algo parecido, mas ainda não fiz, quando fizer, e se der certo, envio a foto para vocês.

  46. Mariella

    Como faço para enviar a foto do rolinho que comentei?

    1. Shirley Hilgert

      Mariella, não tem como inserir fotos aqui nos comentários. Mas pode me mandar por email que eu vejo uma forma de compartilhar: shirley@macetesdemae.com. bjs

    2. Marcia Karoline

      Mariella se possível envie essa foto para meu e- Mail por que fiquei muito assustada com a possibilidade de sufocamento e fiquei pensando uma possibilidade de tirar o kit e colocar algum para dá maior segurança minha bebê.
      mar.kar@hotmail. com
      Desde já agradeço. Marcia

  47. Katia

    Muito bom este post! Acho até interessante que entrassem com reclamações em sites como Reclame Aqui e no Procon, para que esses produtos deixem de ser comercializados, já que representam risco de vida para os bebês.

  48. Valéria

    Ainda deixo o Kit que colquei no berço no meu bebê, que hoje tem 8 meses por algumas observações que fui fazendo na tentativa de deixar sem o KIt: quando ele começou a rolar no berço, por volta dos 3 meses e meio, ele enfiava a perna nas grades durante a noite, não consegui voltar à posição inicial e chorava , ficava muito aflita pensando que pudesse ficar com hematomas. ele se mexe muito no berço mesmo dormindo, e bateu a cabeças algumas vezes e lá ve o choro e o susto de novo.
    Como meu Kit é simples sem aplique nenhum, deixei de um lado só, do outro coloquei 2 rolinhos, que ele dorme abraçado neles, achei que melhorou bastante, ele continua se mexendo muito qdo dorme, mas quem sabe ele se acostuma e logo eu tire do outro lado também…Mas sempre é bom observar e decidir se há a possibilidade de acidentes, com qualquer coisa que fique ao alcance dessas lindezas !!

  49. Deise

    o protetor da minha ilha não é desses bem fofos, ele é daquela espuma bem sequinha que fica bem presa no berço, mas mesmo assim eu durmo ao lado dela bem grudada.
    Minha filha chama-se Julia e tem 8 meses.

  50. Daise

    Nossa! Graças a Deus deu tudo certo que susto! vou tirar agora mesmo o kit do berço do meu filhote!

  51. Andréia Mendes

    Graças a Deus nada de pior aconteceu, fiquei chocada…obrigada pelo conselho.

  52. Paula

    O pediatra da minha filha contra indica estes rolinhos aí, kit berço e travesseiro também.Só indicou estas almofadas anti-refluxo. Muito bom o post.

  53. irani

    Nossa que susto hein? Tenho uma filha de 8 meses e não tenho protetor de berço !Masquando ela tinha uns 4 meses levei um susto parecido ,eu a botei pra dormir e cobri com o cobertor,pois estava frio e minha casa e mt fria,passados alguns minutos fui conferir se estava tudo bem(um sininho badalou na minha cabeça que tinha que olhar naquele momento) e quando cheguei no berço o cobertor tinha se encaixado por tras da cabeçinha dela e ela ja estava ficando ofegante e cansadinha ,levei maior susto e nao consegui nem imaginar o que poderia ter acontecido se não tivesse chegado ali naquela hora ,desde então eu agasalho bem e não cubro mais com cobertor ,e se faço ,faço só da cintura para baixo.

  54. Lana

    Eu tenho uma bebe de 3 meses e também tive a mesma preocupação, por isso fiz uma pesquisa na internet e encontrei protetores de berço em tela, entrei no site, encomendei e estou adorando. Além da segurança, ficou lindo, pois ele vem decorado nas bordas externas.

  55. O ideal seria o berço com tela na lateral, ao invés das grades e kits….até comprei um para trocar o meu de grades, pois o kit estava deixando o berço com pouco espaço e para tirá-lo eu também estava com medo de meu filho enroscar pernas e braços mas grades….Mas, a loja (mto responsável) cancelou a venda do berço pois, ele havia sido reprovado pelo inmetro (após já ter sido aprovado em testes anteriores)….aí me enchi e troquei as almofadas do kit por espumas duras e finas… Como as almofadas saíam pelo zíper do kit, foi bem fácil efetuar a troca. :)

  56. Rosi

    Não sei o que fazer sobre esse assunto porque vizinhos meus tiveram problema por não colocar o kit de berço. O bebe predeu a perna na grade por muito tempo e sofreu uma lesão que atrofiou a perna do bebe. Dificil decidir!

  57. Ana Paula

    Luciana, graças a Deus não aconteceu nada mais sério com seu filho!!! Enquanto lia seu depoimento fiquei chocada. Foi muita sorte vcs estarem reformando e o berço estar no seu quarto!
    Eu não uso o kit berço porque a pediatra proibiu. Nunca usei e nunca tive nenhum problema. Minha filha chegou a bater na grade, mas segundo a pediatra, bebês nem tem força para se lançar violentamente contra a grade, então o máximo é um chorinho, nada grave. Minha filha não usa nem travesseiro e bem cobertas. Morro de medo. E olha que ela já tem 1 ano e meio.
    São muitos os perigos, mesmo com protetores fininhos e sem detalhes. Uma amiga minha contou outro dia do filho que, já com um aninho, escalou o kit berço e se jogou de cabeça no chão.
    Acho ótimo falarmos a respeito, porque muita gente ainda compra por pura falta de informação, por achar que é besteira não comprar ou por achar que está protegendo seu bebe, quando é justamente o inverso.
    Beijo

  58. rejane

    TOTAL FALTA DE RESPONSABILIDADE DA EMPRESA NÃO FAZER UMA AVALIAÇÃO DOS RISCOS OFERECIDOS POR SEUS PRODUTOS ; VISANDO EXCLUSIVAMENTE LUCRAR CUSTE OQ CUSTAR . LAMENTAVEL

  59. Luciane

    Luciana e mamães, eu vivi isso também com minha filha Camille, que hoje está com 1 ano e 4 meses. Na verdade foram dois sustos. O primeiro foi quando ela já se mexia bastante e sua cabeça foi parar embaixo de uma das laterais que eram bem fofinhas. Ela começou com um choro baixo e logo estava gritando de desespero. Como vivia grudada com a babá no volume máximo e com câmera, corri logo! Não me esqueço daquele sentimento ruim que veio na hora. Tadinha, tão indefesa. Tirei as laterais, tinha a preocupação de bater ou prender na madeira mas melhor do que sufocamento. Depois, maiorzinha e com um desses rolinhos soltos ela também e deu um susto. Com as próprias mãos ela friccionava o rolo contra o próprio nariz e se sufocava! Como se assustasse com as próprias mãos, talvez por não ter ainda controle total sobre seus movimentos. Ouvi o grito logo pela babá e corri a tempo. Tirei também rolinhos!! Nossa complicado né! Vale muito essa troca de experiências entre mamães!

  60. deyse catia

    NOSSA QUE SUSTO HEIN?? MAS O QUE USAR NO LUGAR DO KIT BERÇO PARA PROTEGER O BEBE DA LATERAL DO BERÇO?

  61. karla dias

    oh fiquei nervosa só de pensar,assiste umas matérias sobre isso quando meu bb era pequeno,corri e tirei de lá e ele sempre dormiu super bem.

  62. Andreia

    Quando fiz o enxoval da Manu que hj esta com um ano e meio, resolvi comprar rolos pois o berço fica mais arrumado e o bebe não corre risco de sufocar. Fica a dica!!!

  63. Janaina

    Nossa que susto! Tenho uma filha de 1 ano confesso que usei kit berço só que era diferente…. como o berço dela fica ao lado da minha cama e para ficar mais fácil eu tirei de uma lado para que pudesse sempre olhar pra ela,pelo que estava vendo o kit berço da Malu é diferente tanto as peças que ficam nas laterais e o travesseiro são mais moles e não duros como aparenta ser esse e quando ela pisa ele amassa e não ajuda em nada para que ela possa pular do berço,porém a parte que não tinha ela vivia enroscando a perna ou colocando para fora isso aconteceu várias vezes!!! Bebê não adianta não importa a idade temos que estar sempre em alerta e com minimo de descuido sempre acontece alguma coisa!!!

  64. Fabi Abdala

    Outro problema do Kit Berço é que colocando as duas partes laterais para dentro diminui a circulação de ar, podendo causar morte por sufocamento ou morte súbita.
    Para quem quer usar por receio do bebê prender o pé entre os vãos das grades (fato pode ocorrer e machucar), opte pelos mais simples e sem muitos detalhes e penduricalhos. Fixe-o bem entre o colchão e a grade/cabeceira do berço de modo a ficarem bem firmes. Uma parte da lateral pode ser presa por fora do berço deixando um palmo da ponta da grade para baixo, para que dessa forma circule o ar…
    E para evitar que enquanto bem pequenos o pezinho prenda na grade, coloque um rolinho. Já maior não precisa pois o pezinho cresceu e já não entra entre os vãos da grade.

  65. Patricia Brasolin G Santos

    Trabalhei alguns anos confeccionando kits de bebe, nunca recebi nenhum feedback de acidentes. E quando tive minha filha, hoje com 7 anos fiquei com receio também e graças a Deus nunca aconteceu nada.
    Mas existem berços que não tem grades, a parede lateral, cabeceira e peseira do próprio berço são de tela o que não deixa que os bebes se afoguem ou se machuquem nas grades. Minha irmã usa esse berço e esta bem satisfeita.
    É uma dica, em vez de se preocupar com kits, pensam primeiro no berço que irão comprar.

  66. Carolina Capitani Telles

    Acho super válido esse tipo de relato, afinal, é um assunto que quase não se fala, mas acredito também que não podemos generalizar.
    Existem modelos e modelos de protetor para berço e uns oferecem mais riscos que outros e, alguns não oferecem risco algum. No meu caso, sou mãe de primeira viagem de uma gravidez não planejada. Quando soube que estava grávida, não procurei informação nenhuma e simplesmente fui fazendo as coisas até o dia do João nascer. Na hora da compra do protetor, a única coisa que eu pensei foi: não quero nada que possa acumular muito pó – essa foi a minha única preocupação. E ainda bem, pois me festa escolher um modelo reto, fino e liso, para apenas não deixar que o João pudesse prender suas perninhas e bracinhos tendo risco de quebrá-los.
    O protetor de berço ajuda a evitar possíveis fraturas, protege contra o som externo e deixa o berço mais quentinho. Então, meu alerta vai para a escolha do produto, que como o nome mesmo diz, deve servir para proteger e não para enfeitar.

  67. Fabiana

    Parabéns por divulgar tal acontecimento. Vou compartilhar sua história porque pode salvar uma vida.

    Um tempo atrás escrevi no blog do sono do bebê sobre a síndrome da morte súbita infantil. Um assunto que infelizmente não é levado suficiente a sério.
    http://sonodobebe.blogspot.com.au/2009/08/morte-subita-no-ber.html

  68. Gabriela

    Mães para quem tem berço de grade tem a venda um protetor que é somente um lençol, bem fino, que você amarra nas laterais do berço pros pequenos não enfiarem braços e pernas!!!! É seguro e vende nos EUA! Aqui como o berço é de tela, meu pequeno dorme sem nada mesmo!

  69. Roberta

    Me apavorei ao ler este artigo. Minha filha tem sete meses e tem estes protetores. Meu marido e eu notamos que, além de dormir abraçada neles, seguidamente observamos o seu braço encaixado sob eles. Agora preciso achar logo a alternativa ideal, pois (graças a Deus) ela se mexe muito, e tenho medo que prenda braços ou pernas nas grades – já vi o seu pezinho passeando por lá.
    Quanto aos lençóis e cobertas: somos gaúchos, então nem pensar em ficar sem estes itens. Nós colocamos as cobertas na cintura ou abaixo das axilas, e colocamos seus bracinhos pra fora. Nunca aconteceu acidente desta natureza.
    Quanto ao relato acima, fiquei com o coração na mão, e agradecida por tudo ter dado certo no fim.

    1. Fernanda

      Bom Dia,

      Li o relato e não fiquei impressionada nem um pouco. Me desculpem o que vou falar, mas utilizando um kit berço com esses protetores gordos que parecem mais uma bola, deixando um mínimo espaço para o bebê, com cordas que passam um braço ou até a cabeça, era óbvio que iria machucar a criança.
      Foi muito mal escolhido. Meu filho utiliza um que apenas possui apliques que não soltam com a lavagem, e olha que já lavei diversas, milhões de vezes, amarras que não ficam aparentes para o bebê puxar, e os protetores possuem espuma anti sufocante, igual ao do travesseiro. Nunca tive nenhum tipo de problema, agora vai do bom senso né gente… tem criança que sufocada até com o lençol de baixo e de cima….
      Minha sobrinha teve traumatismo craniano pq caiu do berço que não tinha protetor, e isso em momento algum impediu que ela escalasse as grades.
      Nossas crianças não são como as de antigamente que quase não se mexiam!!!!
      Vamos pensar um pouco mais sobre isso, acho importante sim o protetor já que dificulta prender o bracinho, dar cabeçadas desnecessárias na grade….
      E mais atenção com nossos pequenos, as pessoas que tem aprender que antes do belo tem que vir a segurança…. esse protetor tem a mesma função de um travesseiro comum, se o bebe não virar de volta vai sufocar msm!
      Tem empresas que fazem com o anti sufocante, só usar o google para pesquisar.

      1. Lidiana

        Olá Fernanda, gostaria de saber onde vc comprou o modelo que vc usou p seu filho e tb gostaria q vc me enviasse uma foto.
        Te agradeço pela dica

  70. LUCIANA M VICCO

    Olá mamães, não fazia ideia da repercussão do meu relato, pude ler vários comentários e fico muito feliz em poder alertar a muitas mamães e famílias através do Macetes e li muitos relatos semelhantes de acidentes. Resolvi ilustrar com a foto, para verem o modelo no qual usava. Mas o post seria gigante se detalhássemos mais, como eu usava, como cuidava do protetor…e acreditando fielmente que estava protegendo, e não deixando-o vulnerável a um acidente. Também usava o protetor para fora do berço até ele começar rolar e bater nas grades na qual acreditava que ele estava se machucando, os cipos sempre deixava-o para fora por serem móveis, pois temia que pudesse prender um bracinho ou a perninha, mas nunca que pudesse passar a cabeça dele e além disso ele girar com o pescoço dentro, os bichinhos sempre removiamos na hora de dormir, também morava numa cidade mais fria e úmida na época, na qual eu acreditava que deixava-o mais aquecido, lavava 2 x na semana para evitar qualquer situação alérgica, álcool e lysorform eram litros e litros por semana. Podem perceber que todos os cuidados que tive não foram suficiente, não me defendem e não protegem??? E sabem por que nunca ele nunca dormiu conosco? Por que um amigo do meu sogro perdeu o filho dando “uma cotovelada” no rosto do RN enquanto dormia no meio dos pais. Perceberam que muitas mães que disseram vou tirar o meu já, por que certamente tem o kit parecido ao que eu usava? Mas que só o meu modelo exclusivamente para alguns “pudesse ser assassino”. E claro que o pediatra dele foi o primeiro a saber logo pela manhã e que a “advertência” foi enorme para não dizer outra coisa, e claro que na próxima consulta, ele me advertiu a outro problema “PRENDEDOR DE CHUPETA”, que são casos e casos em PS de bebes com acidente desse tipo. E sabe aquele sentimento de “super poderosa mamãe protetora valente sabe tudo” foi diminuindo, ficando bem pequeninho. Li e reli várias informações quando eu estava grávida e que todas foram pertinentes ao cuidado dele, mas nenhuma sobre o kit, e acredito que seja por medo da exposição que não é fácil. Quando mergulhamos no mundo materno tudo é extremamente lindo, novo, sublime, divino e milagroso e cegamos os olhos, a primeira loja que entramos, linda, perfumada encantadora começamos a imaginar a nossa criaturinha num ambiente assim….e aqui poderia relatar muitas e muitas situações vividas na qual sigo aprendendo com vocês sempre, bjs a todas

    1. Roberta

      Obrigada pelo alerta. Tua exposição não foi em vão, tenha certeza disso.

  71. Emilia guimares

    Seu relato é de grande importância, toda mãe gosta do berço enfeitado para sua princesa ou príncipe é ai mora o perigo , mais com saber? quando vi as fotos de seu baby chorei , chorei pela dor que vcs pais devem ter sentido . E post para ser compartilhado , Um grande alerta . obrigada por dividir sua dor com outras mamães . bjuuus

  72. Lyra

    Graças a Deus esta tudo bem com seu bebê.
    Eu optei por não usar o kit berço com a minha Alice.
    Já ouvi muitas histórias de kit e resolvi não arriscar…
    Beijos :)

  73. Marcia

    Mães…
    O meu relato é outro, preciso da ajuda de vcs, minha filha tem 11 anos e sofreu abuso sexual, o monstro q fez isso é o marido da minha mãe!!!! Quem quiser compartilhar a foto desse monstro, me mande um email q eu envio a foto, isso aconteceu na terça – feira, dia 1, Sou uma mãe desesperada, querendo justiça!! Obrigada!

  74. Soraya Gutierrez

    Nossa, graças a Deus foi apenas um susto! Obrigada por compartilhar. Vou repassar para minhas amigas, principalmente para as mães de primeira viagem ;).

  75. Luana

    Lendo os relatos a cerca do protetor, me ocorreu de compartilhar. Ganhamos um kit de berço maravilhoso, aparentemente inofensivo, não vimos nada que pudesse oferecer riscos, porem o perigo não estava nas almofadas, minha filha tinha 3 meses, ouvi um resmungo e corri, quando cheguei no quarto percebi que ela estava enrolada no véu (mosquiteiro), como ela sempre foi muito ativa; acordou quietinha e fico brincando com as mãozinhas e isso fez com que ela conseguisse tocar o véu e acredito que na tentativa de tira-lo das mãos, acabou enrolando na cabeça e as mãos continuaram presas. Que cena horrível, ela não estava sufocando nem nada, só estava muito agitada com tudo aquilo em cima dela, desenrolei e no mesmo momento retirei o do berço. nunca mais coloquei e quem eu conheço já alerto sobre isso. Graças a Deus fui rápida, mas e se não ouço os resmungos??? afff não quero nem pensar

  76. Tatiana Cali

    Nossa !!! Que susto !!!!
    Eu sempre usei o kit berço, mas daqueles bem basiquinhos, na esperança de nada acontecer e graças a Deus comigo nunca aconteceu.
    Que bom que, embora tenha tido um mega susto, seu bebê ficou bem.
    Parabéns por alertar !!! Ficamos sempre na dúvida do que fazer de melhor.
    Os dois berços que tive, embora com aquelas medidas recomendadas, as perninhas e bracinhos passavam pelas grades. Então, com o berço da mais nova eu comprei um colchão menor (padrão normal – o berço era padrão americano) e encaixei entre o colchão e a grade o protetor que era bem básico.

  77. WIlliam

    Apesar de só ter até o momento mamães comentando, eu como papai em expectativa do primeiro filho, considero de extrema importância esse tipo de informação. Claro que já enviei para minha esposa, pois esperamos o Miguel para o próximo mês e estavamos fechando o kit para o berço dele. Entretanto não há beleza que corrompa a segurança, nosso Miguel não terá um kit em seu berço, e como empresário também buscarei oferecer um produto parecido com os oferecidos no Estado Unidos para nós aqui no Brasil, quando tiver mais informações compartilho com vocês, obrigado a Luciana por compartilhar com a gente esse ocorrido e mais que isso, obrigado por nós alerta antecipadamente algo tão perigoso para os nossos filhos.

    Abraços.

  78. Danyelecaldas

    Aconteceu comigo tb, meu filho Raphael , tinha dois meses,eu senti vontade de entrar no quartinho dele,pra da uma olhada, de repente ele estava dentro do protetor, chorando abafado, sufocado,uma agonia só !!!mas deu tudo certo!,

  79. Patrícia

    Quando tive minha segunda filha, a Dinda queria muito dar um protetor e eu agradeci, mas no fundo nós duas ficamos chateadas, eu por não aceitar e ela por eu não aceitar, tb fiquei com remorso pq meu filho mais velho teve um super protetor, e mãe tem disso dei pra um e não quero pra outro filho. Mas eu já havia lido algumas coisas, sobre os perigos e as alergias, lendo os post tenho certeza q fiz a opção certa. Bjs

  80. Dimitri

    Esses acidentes são muuuuuuuito raros, muito mesmo, e quando acontece é por conta de descuido dos pais e principalmente do cuidado na confecção do kit berço.. não é recomendado kits com bichinhos que sejam somente colados, se optar por algum que tenha verifique se é costurado e que não seja de facil remoção.
    Também ficar muito atendo nas quantidades de amarras que tem os protetores, o ideal é que tenham no mino 6 amarras (3 em cima e 3 embaixo), desta fora os protetores irão ficar fixo sem a possibilidade do bebê conseguir se enfiar por baixo.
    Um outro detalhe importante é ficar atento à altura do estrado do berço, à medida que o bebê cresce ir colocando o estrado mais para baixo, assim evita de o bebê subir nas proteções e tentar sair.
    Tomando os devidos cuidados na hora da compra (lembre-se, nem sempre o barato vale a pena), acredito que seja altamente recomendado.
    Meu filho hoje tem 2 anos e 1/5 e ainda não consegui tirar os protetores, pois ele se mexe de mais e ja ficou umas 2 vezes com o braço e perna preso nas grades do berço.
    Agora estamos comprando uma mini cama para não correr mais este risco.
    Que quiser mais dicas, e conhecer mais produtos pode acessar o facebook https://www.facebook.com/DecorBabyCenter. Para conhecer os produtos, todos com as características citadas acesse http://www.decorbabycenter.com.br

  81. Eloisa

    Outro alerta para as mamães
    Meu filho com 8 meses, tinha uma vaquinha de borracha e brincava com ela no berço. Eu nunca imaginava o risco que corria, mas um dia ele subiu em cima dela e isso deu altura para que ele transpor as grades do berço e caiu. O susto foi grande, mas graças a Deus seu anjo de guarda o amparou porque não se machucou. Poderia ter sido pior, quebrado o pescoço, batido a cabeça gravemente conforme o jeito que tivesse caído. Então fica aqui mais um alerta .

  82. Fernanda

    Bom Dia,

    Li o relato e não fiquei impressionada nem um pouco. Me desculpem o que vou falar, mas utilizando um kit berço com esses protetores gordos que parecem mais uma bola, deixando um mínimo espaço para o bebê, com cordas que passam um braço ou até a cabeça, era óbvio que iria machucar a criança.
    Foi muito mal escolhido. Meu filho utiliza um que apenas possui apliques que não soltam com a lavagem, e olha que já lavei diversas, milhões de vezes, amarras que não ficam aparentes para o bebê puxar, e os protetores possuem espuma anti sufocante, igual ao do travesseiro. Nunca tive nenhum tipo de problema, agora vai do bom senso né gente… tem criança que sufocada até com o lençol de baixo e de cima….
    Minha sobrinha teve traumatismo craniano pq caiu do berço que não tinha protetor, e isso em momento algum impediu que ela escalasse as grades.
    Nossas crianças não são como as de antigamente que quase não se mexiam!!!!
    Vamos pensar um pouco mais sobre isso, acho importante sim o protetor já que dificulta prender o bracinho, dar cabeçadas desnecessárias na grade….
    E mais atenção com nossos pequenos, as pessoas que tem aprender que antes do belo tem que vir a segurança…. esse protetor tem a mesma função de um travesseiro comum, se o bebe não virar de volta vai sufocar msm!
    Tem empresas que fazem com o anti sufocante, só usar o google para pesquisar.

    1. Marcelle

      Oi Fernanda,

      Pensando como você, é para parar, pensar e refletir.
      Também achei bem esquisito esse kit de berço.
      Acho que não podemos generalizar, mas pesquisar é sempre bom.

  83. Mariana

    Lamento muito o ocorrido, mas esse kit de berço é uma arma e não uma proteção. Os protetores laterais são muito gordos e cheio de perigos (vide ursos e cordas). A Fernanda no comentário acima comentou de espumas anti sufocantes (muito interessante), mas existem lojas que fabricam os kits com uma lateral alta e outra de rolinho ou até mesmo duas de rolinho. A lateral alta vai do lado da parede para proteger da friagem e a de rolinho é para proteger da grade sem tirar a visão da criança do quarto e sem que ela corra o risco de se sufocar ou subir nele. Nada vai impedir uma criança de escalar a grade, isso vem desde os primórdios. Só acho que é muito mais arriscado e provável a criança prender o braço na grade do que se sufocar num kit de berço (desde que apropriado). Meu filho usou lateral de rolinho, nunca se machucou. Hoje temos acesso a muitas informações, blogs e sites, é só pesquisar, usar um pouco do bom senso sem generalizar nem radicalizar.

  84. Graziella

    Ai gente!!!!!!!!! Mas quem é que vai colocar um negócio desses num berço que nem cabe a criança direito?
    Concordo com as meninas de cima!!!!
    Acho também que é questão de usar o bom senso hein, ou to errada?

  85. Gente, eu faço kit berço. Isso ai é uma loucura. Me desculpa a sinceridade. As vezes me pedem pra colocar botaozinho no miolo da florzinha, nos olhinhos dos bichinhos, bonequinhas dentro de bolsinhos, e a minha resposta é NÃO. Por melhor e mais forte q seja a linha, a gente nunca sabe o q pode esperar de um bebê. Quanto a espuma, eu uso a anti-sufocante, e quando não acho pra comprar, eu mesmo faço os furos, e sempre e apenas uma espuma e uma manta acrilica fina, q tb faço furo, Quando um bebe maior tenta subir em uma espuma fina, o q acontece com o peso dele? ela abaixa. Vamos usar o bom senso . bjs

  86. Fatinha

    No meu caso ocorreu o contrário, ou seja, a ausência de protetor para berço ocasionou que minha filha, aos 4 meses, ficasse com a cabecinha presa entre as grades. Ela chorava pois não conseguia sair sózinha e ao retirá-la tive que fazer com muito, mas muito cuidado para não machucá-la mais ainda afinal cabecinha de nenê é tão sensível, né? Mesmo assim ela ficou com marcas nas laterais da cabeça e até onde não entendo como ela conseguiu se prender por entre as grades!!!

    No meu caso, me arrependi por não ter colocado algum anteparo como por exemplo os tais kits para berço.
    Creio que ao escolhermos esses produtos devemos optar pelos que não te essas cordas, botões que pode parar na garganta do bebê ou algo mais que colocam para enfeitar e que fica fácil de ser retirado pelo bebê.

  87. Adriene

    Existem berços com tela lateral, super bonitos… não sufoca e não prende o pé… é a melhor opção. No caso de usar o protetor, creio que protetor menos almofadado e sem enfeites…

  88. Ana Carolina

    Passei tb por uma situação bem delicada com a minha filha, comprei um kit berço lindo sem muitos enfeites mas com algumas bonecas de pano. Lavei o kit antes de usar, mesmo assim um tempo depois minha filha deu um grito de madrugada e chorava sem parar, vi que o kit veio com algulhas nas bonecas e minha filha havia se furado enquanto dormia. Tirei o kit. E agora que espero meu segundo bebê nem cogito a possibilidade de usar esses kits.

  89. Thamires

    Olha tenho o meu Heitorzinho de 8 meses comprei um kit simples sem detalhes mas confesso que as veze ficom meio preocupada, inclusive ele mesmo já puxa a almofada lateral com tanta força q está rasgando.
    Mas todo cuidado é pouco! Obrigada pelo alerta!

  90. Clara Reynaud

    O melhor é que o berço não tenha nada além de colchão, coberta e um travesseiro. Mas as propagandas fazem parecer que tudo é válido e as mães sempre buscam o que pensam ser melhor para o conforto de seus filhos. Nem sempre o mais bonito é o melhor. O seu relato foi muito importante para que outras mães estejam atentas para evitar acidentes, deste e outros que podem ocorrer, com bebes ou crianças maiores. A prevenção continua sendo o melhor remédio e você colaborou muito para salvar outras crianças de um mal maior. Alguns acidentes que podem ocorrer nos primeiros anos de vida:( tomadas perto do berço ou em locais de fácil acesso, brinquedos com pequenas peças, medicamentos ou material de limpeza ao alcance, mesmo que precise usar uma cadeira, os maiorzinhos sobem, baldes com água por ocasião de realizar limpeza, objetos pontiagudos, mesmo que flexíveis podem perfurar o timpano, grãos, pois adoram colocar no ouvido ou no nariz, embalagens plásticas que caibam na cabeça, todo objeto como lápis, caneta, inclusive escova de dentes que possam pegar e andar com ele. Uma queda com um objeto destes na mão é um grande perigo.). É uma vigília constante quando se tem crianças em casa e todo o cuidado é pouco. Se me permitir vou usar seu relato nas orientações que realizo com grupos de gestantes. Agradeço.

    1. Macetes de Mãe

      Obrigada pelas dicas Clara :)
      Bjs

  91. Cristina

    Minha filha hoje está com 11 meses e usei o kit berço até os 7 meses. O meu era um fininho, sem aplique nenhum, com fitas para fora do berço mas li tantos relatos como esse que fiquei com medo e tirei. Alem disso fiquei com receio dela subir e cair apesar do estrado estar bem baixo. A Akemi se mexe demais, nunca ficou com braço ou perna presa na grade mas ouço-a bater muito mas me disseram que não essas batidas não são perigosas.
    Casos como esse podem ser raros, pode ser que o protetor mais fino seja mais seguro mas com segurança não se brinca. Basta uma vez. Eu prefiro não apostar nessa 1 vez.

  92. priscila

    Ola,isso aconteceu com o meu bebe quando ele tinha apenas 20 dias,meu pai chegou no quarto e ele estava com o rostinho no protetor,fiquei apavorada..

  93. Patricia

    meu filho tem 3anos,uso até hoje,porem sempre achei as cordinhas de amarrar perigoso,mas graças a deus nunca aconteceu nda,porem fica a duvida,se eu retirar,fica o perigo de bater a cabeçinha na madeira,então o q fazer?..

    1. Macetes de Mãe

      Acredito que a melhor opção seja um protetor bem fininho e sem nenhum aplique. Bjs

  94. lourana

    Bom dia meninas ,hoje levei um susto meu bebê dez meses estava se sufocando com o protetor de berço ,e um alerta para todas as mães,graças a Deus durmo ao lado dele e tenho.só.o leve e ouvi o chorinho seguido de uns barulhos estranhos ,meu bebê estava se sufocando .deveria.ser proibido esses tipos de protetores de berço

  95. camila

    Eu comprei o kit berço e está montado no berço dele. Mas é somente pra enfeitar pq ele dorme no berço de camping no meu quarto, ou seja, não usa o do quarto dele. Além disso quando fui mobiliário o quarto optei por um berço que não tem grade, na verdade a grade dele é uma tela e é somente de um lado, do outro é madeira e não tem nada. Optei por esse modelo por saber dos riscos de usar o kit e de não usar também. Quando Bernardo for usar a cama dele, vou retirar o kit e não corro o risco é ficar preocupada em ele se prender nas laterais. Esse berço custou mais caro que o quarto todo, mas sei que quando ele for usar ficarei tranquila.

  96. Juliane Meurer

    Eu entendo seu desespero na hora, mas o Kit berço não é perigoso sabendo comprar e usar corretamente, claro que um cipó não ia ser seguro para o bebê (a empresa só quer vender) quem tem que ter bom senso são os pais.
    E o mais importante é estar mais informada, pois o Kit berço deve ser retirado assim que o bebe começar a sentar e se virar sozinho, exatamente para evitar esse tipo de acidente.

  97. Patricia

    Gostei dessa ideia baby breathable mesh (olhem imagem no google), não vi para vender no Brasil mas a ideia é simples, fácil para qualquer costureira fazer. Só comprar a telinha de proteção.

    Protege o bebe de colocar as perninhas e braço na grade e como o tecido é todo furadinho não corre o risco de sufocar, pode ser uma opção.

  98. Karyme Gonzalez Vila Nueva

    Tenho um menino de 4 anos e gêmeos de dois, os três tem o kit de berço, (no caso do maior, o berço virou caminha, mas os protetores continuam,) eu uso pq as crianças mexem e batem muito nas grades laterais,so tirei pra lavar. Para mim o kit de berço funcionou muito bem. Mas o dos meus não tem tantos fitinhas e tals

  99. Luciana

    SHIRLEY AGUARDO ANSIOSAMENTE POR SEU RELATO DO NÃO USO DO KIT BERÇO.

  100. Claudia

    No kit de berço do meu filho tinha botão e não percebi que estava soltando. Uma noite ouvi meu filho e corri ao quarto quando percebi que ele estava engasgado. Tivemos até que ir pro hospital sem saber o motivo do engasgo. Somente no dia seguinte encontrei o botão no banco do carro. Fui até a loja e sugeri que não fizessem mais kits com botões!.

  101. Claudia

    No kit de berço do meu filho tinha botão e não percebi que estava soltando. Uma noite ouvi meu filho e corri ao quarto quando percebi que ele estava engasgado. Tivemos até que ir pro hospital sem saber o motivo do engasgo. Somente no dia seguinte encontrei o botão no banco do carro. Fui até a loja e sugeri que não fizessem mais kits com botões!

  102. Eloisa

    Muito obrigada por compartilhar este relato. Estou indo para o 8 mês e comprei o kit berço. Obviamente não vou usá-lo, e além de tudo, ele também tem uma “cordinha” de enfeite que liga o enfeite do urso aos outros enfeites….quanto perigo!!! Vou tirar tudo!
    Obrigada mesmo
    Eloisa

  103. MARCIA

    Relatos como este deveriam ser mais divulgados. Muitas mães não param para pensar nos riscos que os bebes correm

    comprei o meu da marca INFANTO-PROTETORES RESPIRÁVEIS…. achei perfeito… pude escolher o tecido da borda… ficou lindo e seguro,,,,

    obrigada ao blog por abrir nossos olhos!!

  104. MARCIA

    Estes relatos nos ajudam muito a entender o perigo que estes acessórios oferecem aos nossos pequenos.
    No inicio da gravidez, sem ler muito a respeito, encomendei um desses almofadados,e pasmesm, me ofereceram um bordado em pérolas!!!!!
    Agora encomendei dessas telinhas, eu nunca tinha ouvido falar delas, e nunca havia visto ninguém usá-las, mas pesquisando depois de ler este post descobri que a beathle baby tem vários importadores no Brasil, da para comprar até no mercado livre…. mas além desta achei de marcas nacionais. Optei pela marca INFANTO- protetores , pelo fato de poder escolher o tecido das bordas e de poder usar a grade móvel, mas fora estas existem inúmeras outras, e eu nem imaginava que elas existiam.

    Muito Obrigada por nos alertar sobre estes perigos!!! Estes relatos deveriam ser divulgados incansavelmente!!!

  105. Carol Kotovicz

    Excelente alerta! Sempre tive uma neura absurda com isso, pois tinha lido as recomendações da sociedade americana de pediatras, e ouvi de muuuuita gente que era um exagero a preocupação (inclusive minha mãe que queria comprar um desses bem fofinhos e enfeitados de presente). Optei por um protetor bem sequinho e sem detalhes (só um bordado) da trousseau e mesmo assim sempre me mantive muito atenta e doida que ela aprendesse a se movimentar melhor pra relaxar um pouco sobre o risco de morte súbita. Mas acho que seguro mesmo só aquelas telas respiráveis, que além de não serem bonitas não parecem confortáveis. Agora ela está com 9 meses e acho que em breve vou ter que tirar de vez o protetor, por causa da questão do risco de escalada. :/

Deixe seu comentário