Seu filho é desorganizado? Então você deve ler esse livro.

meu_filho_e_uma_baguncaO Leo ainda não está em idade escolar e também não dá conta de cuidar sozinho das suas coisas (arrumar o quarto, organizar o guarda-roupa etc.). No entanto, isso não evita o meu frio na barriga sempre que escuto algumas amigas e leitoras repetindo frases como: “meu filho é bagunceiro”, “meu filho vai mal na escola”, “meu filho não quer saber de estudar”.

Claro que, assim como a maioria das mães que conheço, não sonho em ter uma criança que deixa a casa um caos, que tem dificuldades na escola e que não consegue realizar tarefas que exigem só um pouco de organização. Foi por isso que, quando o livro Meu Filho é uma Bagunça (Editora Agir) caiu nas minhas mãos, me interessei tanto e li em uma sentada. Logo nas primeiras páginas, algo me chamou MUITO a atenção: a explicação para os problemas que acabei de citar. Crianças que vão mal na escola, têm dificuldade de aprendizagem e deixam tudo uma zona não são necessariamente preguiçosas.  Elas não cumprem as tarefas por terem certa dificuldade de organização – o que pode repercutir em um pior desempenho escolar e em um quarto que parece ter recebido a visita de um furacão…

Você já parou para pensar que a falta de interesse do seu filho em arrumar os brinquedos pode não ter nada a ver com preguiça? Às vezes, ele simplesmente não sabe nem por onde começar! O mesmo acontece quando a criança vai estudar para uma prova e descobre que o caderno ficou na escola ou que ela esqueceu o livro que precisa ler para fazer o trabalho. Para situações como essa, não adianta você querer ensinar seu filho a ser mais organizado. Antes de tudo, é preciso entender o estilo de organização dele – é isso que poderá fazer diferença na rotina.

Para ajudar nessa tarefa, os autores de Meu Filho é uma Bagunça, o pediatra e neurologista Martin L. Kutscher e a psicoterapeuta e consultora educacional Marcella Moran, propõem um teste rápido de 10 perguntas que reproduzo aqui (com a autorização da editora, claro):

Teste Estilo de organizacao p1 - Livro Meu Filho e uma bagunca

Teste p2 - Livro Meu filho e uma bagunca

Com a resposta do teste, os autores  dão dicas práticas – aliás, esse é um dos diferencias do livro: a linguagem é fácil de entender e direta, o que realmente resolve nossos problemas! – para lidar com cada perfil:

Organizadores visuais - Livro Meu filho é uma bagunca

Organizadores espaciais e cronologicos - Livro Meu Filho e uma bagunca

Além disso, Meu Filho é uma Bagunça também toca em assuntos que, muitas vezes, podem ser confundidos com uma simples dificuldade de organização, mas são bem mais delicados e merecem atenção de profissionais especializados: TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), Dificuldade de aprendizagem (que podem ser dislexia, discalculia e disgrafia), DPAC (Distúrbio de Processamento Auditivo Central), ansiedade e depressão. As informações podem ajudar os pais a identificar os sintomas e até procurar os tipos de profissionais que devem ser consultados. Para quem se interessou pela obra e quer saber mais sobre o assunto, vale adquirir o exemplar aqui.

SAIBA MAIS:

Meu Filho é uma Bagunça (Editora Agir)

Sinopse: Nem todas as crianças aprendem e se organizam da mesma maneira. Esse é a principal mensagem dos autores Martin Kutscher e Marcella Moran, ambos especialistas em educação infantil. Neste livro, os dois explicam as raízes dos problemas organizacionais das crianças e o papel dos pais para ajudá-las. Também descrevem diferentes estilos e até mesmo o material escolar indicado para cada perfil de aluno e como criar uma área de estudo em casa. Meu Filho é Uma Bagunça fornece também um plano completo para um sistema organizacional doméstico que inclui: melhor horário para fazer o dever de casa, planejamento de trabalhos extras e dicas de leitura para pais e filhos.

Páginas: 176. Preço sugerido: R$ 22,90

publi-incentivo

 

Deixe seu comentário