Seu filho já quis saber o que é o Natal?

Eu venho de uma família pequena por parte de mãe, mas enorme por parte de pai. Meu pai teve 11 irmãos eu tive um sem número de primos (nem sei quantos exatamente. Risos!). E lembro que, quando eu era criança, a data mais esperada do ano era o Natal. Aquela noite em que todos os primos se reuniam na casa da minha avó para celebrarmos e, claro, nos divertirmos todos juntos.

Até hoje, me lembro do Natal como algo mágico e, aqui em casa, tentamos passar essa ideia de magia para o Leo. Desde o ano passado ele monta a árvore com o pai e me ajuda a decorar o resto da casa, vamos ver o Papai Noel em locais que sabemos que o bom velhinho está (só que o Leo morre de medo dele) e damos um jeito dele, o Papai Noel, aparecer para trazer os presentes na noite do dia 24 ou no dia 25.

Enquanto eles são bem novinhos, é a farra que eles curtem e que vai ficar guardada na memória, como ficou na minha. Mas vai chegar uma fase em que eles vão perguntar o que é o Natal, por que tem árvore, presépio, neve e o tal do Papai Noel. Como na data as decorações e costumes estão muito presentes na cultura do nosso país, mesmo se sua família é de outra religião ou crença e não comemora o Natal, pode ser que seu filho queira saber. Como explicar para eles então?

Bom, não custa começar com um pouco da história e dos conceitos religiosos, primeiro sem entrar no mérito do que você e sua família acreditam ou não. Conte para o seu filho que o Natal é uma espécie de aniversário, em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Ele nasceu há muito tempo e muitas pessoas acreditam que ele tenha sido um homem muito bom, filho de Deus e que ajudou a fazer do mundo um lugar melhor.

Por conta disso, para agradecer por ele ter vivido na Terra, as pessoas se reúnem nesta época do ano, em especial a família e os amigos. Caso você seja cristão, pode falar que acredita nisso, por isso comemora na sua casa. Caso não seja, é só explicar que na sua crença isso não é comemorado, mas a maioria das pessoas no Brasil acredita assim, por isso as ruas, lojas e casas são enfeitadas. Claro que a gente sabe que hoje há muitos motivos comerciais na data, que é a melhor época de vendas do país e do mundo. Mas quem faz o significado de cada coisa dentro da sua família é você, não é mesmo?

Quer saber como responder mais algumas das perguntas que podem surgir? Aí vai:

  • Por que tem árvore de Natal? – a árvore simboliza a vida, em especial o pinheiro, que é resistente e mantém as folhas verdes mesmo no inverno (afinal, o Natal cai no inverno no hemisfério norte, de onde herdamos as tradições natalinas junto com a colonização europeia). E é a vida do menino Jesus que se celebra no Natal.
  • Quem são as pessoas do presépio? – o presépio é como se fosse uma montagem do que aconteceu no dia que Jesus nasceu. Como uma foto mesmo. Lá estão seu pai e sua mãe, em uma manjedoura, que é a casinha que abrigava a família, e, seguindo a luz da Estrela de Belém, vêm os três Reis Magos, que traziam presentes para o bebê que acabara de nascer
  • Por que se troca presentes? – assim como os três Reis Magos levaram presentes para Jesus, as pessoas se dão presentes para lembrar desse carinho. Mas claro que hoje em dia isso já mudou e se tornou um costume mesmo, sem o fundamento religioso original.
  • Por que tem sempre neve nas decorações? – Pois no hemisfério norte, onde surgiu o Natal, é inverno e neva.
  • Quem é o Papai Noel? – a figura moderna do bom velhinho é inspirada em São Nicolau, um religioso que viveu na Turquia e que dava presentes anonimamente para pessoas em dificuldades financeiras. Sim, é verdade que a roupa vermelha surgiu por conta de uma ação de marketing da Coca-Cola, já no século XIX. Mas o Papai Noel é a representação da generosidade, pois ele dá presentes aos outros sem esperar receber de volta.

Deixe seu comentário