O que guardar do enxoval do primeiro filho para o segundo

Há alguns dias, postei no Instagram do Macetes de Mãe uma foto de um item do enxoval do Leo que vou reutilizar com o Caê e aí uma seguidora deu a dica de eu fazer um post com a relação dos itens do enxoval do primeiro filho que vale a pena guardar para o segundo.

Achei a ideia ótima e me perguntei como eu ainda não havia pensando nisso.

Bom, cá estou para fazer essa relação e passar algumas dicas para vocês. Espero que gostem.

PS: De antemão já adianto: praticamente, vale a pena guardar tudo se você pensa em ter um segundo filho. Eu fiz isso e não me arrependo. Economizei demais no enxoval do Caê.

Reaproveitando o enxoval do primeiro filho

Photo Credit: Kevin Conor Keller via Compfight cc

O que vale a pena guardar:

Roupas que estiverem em bom estado. Isso significa que vale a pena guardar praticamente todas as roupinhas que são usadas quando o bebê é mais novo, pois ele cresce mais rápido e, assim, as utiliza por menos tempo. Conforme ele vai crescendo, as roupas servem por menos tempo e, também, o bebê está mais ativo (engatinha, anda, corre, brinca) e aí o seu estado de conservação fica pior. Após um ano da criança, as roupas tendem a ficar bem mais gastas, então, depende da sua exigência para definir se vale a pena guardar ou não.

Sapatinhos que estiverem em bom estado. Mesma coisa que eu coloquei sobre as roupinhas. Quanto menor o tamanho do sapato, mais vale a pena guardar. Quando a criança já anda, corre, brinca, o estado de conservação acaba ficando bem ruim, então, muitas vezes, você vai guardar, mas não vai utilizar com o segundo. Só vai ocupar espaço no armário.

Itens grandes do enxoval – carrinho, bebê conforto, cadeirinha do carro, cadeira de alimentação, banheira, berço desmontável, etc…. Na minha opinião, vale a pena guardar tudo.

Acessórios de cama e banho – lençóis, cobertores, mantinhas, toalhas de banho. Também acho que vale a pena guardar. Quase sempre, o estado de conservação é ótimo então, por que comprar tudo de novo?

Acessórios caros – babá eletrônica, bombina de tirar leite, entre outros. Com certeza, vale a pena guardar. Pois são itens caros e se você tiver que comprar de novo vai ficar furiosa.

Acessórios de passeio – canguru, sling, espelho de carro, protetor de sol para carro, bolsa do bebê. Pode guardar, porque se você usou com o primeiro, vai também usar com o segundo.

Móveis – berço, cômoda, poltrona amamentação, criado mudo, prateleiras, nichos, etc… Na minha opinião, vale a pena guardar e, depois, dar uma repagina e utilizar com o segundo filho. Foi exatamente o que eu fiz com as coisas do Leo: berço pintei, cômoda adesivei e poltrona de amamentação fiz uma capa. Assim, dei uma cara nova e reaproveitei tudo! (Aqui, nada se cria, nada se perde. Tudo se transforma).

Brinquedos, tapetinhos, jogos, etc…: também acho que os que estão em bom estado, vale a pena guardar. Com certeza, o segundo irá aproveitar.

O que não vale a pena guardar:

Mamadeiras, chupetas, copinhos e outros itens de alimentação. Minha opinião: esses itens, não vale a pena guardar. Mamadeiras, chupetas e copinhos por uma questão de higiene. Outros itens de alimentação como pratos e talheres porque o primeiro filho vai seguir usando, então, não vai sobrar para o segundo.

Meias, cuecas e calcinhas. Não costumam se manter em bom estado de conservação, então, é melhor descartar.

Acessórios de uso bem pessoal – como aspirador nasal. Esses itens mais pessoais, por uma questão de higiene, é melhor que não sejam compartilhados.

Itens que você usou pouco ou não usou com o primeiro. Tem coisas que você comprou porque achou o máximo na hora, se empolgou, mas aí não usou com o primeiro e resolveu guardar porque vai que você acabe usando com o segundo. Vá por mim, você não vai usar. Se aquilo não lhe pareceu útil na primeira experiência, vai ser menos ainda na segunda, quando você é ainda mais prática.

Tudo que estiver em má estado de conservação. Se está um pouco usadinho, sem problemas, mas se está com uma aparência bem ruim, nem guarde, porque você só vai ocupar espaço na sua casa por um tempo e quando o baby novo chegar não vai querer usar (a não ser que seja uma necessidade).

Tudo aquilo que você tem em excesso. Se você tiver algo em excesso, não guarde. Doe. Mesmo que esteja em ótimo estado, quase novo (doação também tem que ser em bom estado. Lembre-se!). Seu segundo filho não usará mais coisas que o primeiro. Pelo contrário. Então, se você tem roupas, brinquedos ou acessórios em excesso, doe assim que não forem mais úteis para o primeiro filho. Guarde apenas a quantidade necessária para o segundo.

Itens de decoração. Dificilmente você vai querer usar exatamente a mesma decoração do quarto do primeiro filho no quarto do segundo. Assim, se você já tiver mudado a cara de quarto de bebê para quarto de criança e muita coisa da decoração “sobrou”, descarte. Você não irá usar com o novo filhote que está para chegar (a não ser que seja bem neutro ou você possa aproveitar partes, como a moldura de quadros).

Confirma dicas sobre economia no enxoval do bebê nesse vídeo do Canal Macetes de Mãe:

25 comentários

  1. Cintia

    Acho importante ressaltar que para sexos diferentes, algumas coisas não serão utilizadas. Vc não vai colocar vestido no seu menino. Aqui primeiro foi um menino, guardei tudooooo e veio uma menina, as roupas do meu filho uso em casa e tenho algumas de meninas (cheias de frufru rs) pra sair. Vale pensar tbm nas estações , aqui um foi veraozao e outro invernao. Então, aproveitei pouca roupa. Mas os acessórios que vc citou além de carrinho de passeio e bebe conforto aproveitei tudooooo. Ótimo post! Bju

  2. Camila

    Adorei o post, aguardei poucas roupas da minha filha, pretendo ter o segundo mas fiquei com receio de gguardar praticamente tudo e vir um menino.

  3. Carina Andrade

    Bom dia!
    Eu dei a dica através do instagram…
    Adorei o post! Já estava fazendo da forma que vc indicou, guardando tudo que está em bom estado e doando os excessos…
    Muito bom ter o feed back do blog, afinal acompanho diariamente e tudo e muito útil!
    Muito obrigada!
    Bjos

  4. Gisele koller

    Foi exatamente o que guardei… É uma economia enorme… O bebê não vai ser menos feliz de usar o que foi do irmão hehehe

  5. gabriella

    E rezar para nascer do mesmo sexo e se programar para nascer na mesma estacao, ainda mais se morar no sul!!!kkkkkk

  6. Karina

    Ahhhh eu me livrei de tudo!!! :(
    A minha primeira está com quase 3 anos e só agora eu penso no segundo! Isso significa que já é tarde demais para guardar qualquer coisa! Vou começar do zero…

  7. Suelen

    Guardei bastante coisa e tive menina nas 2x então to aproveitando. Minha cunhada tmb emprestou roupinhas que usou com bb dela e assim que minha menina terminar de usar ja estou devolvendo e ja deixando algumas coisas da minha bb pra ela usar, pois ela pretende ter mais 1. O carrinho, bb conforto, cadeirão tmb usei, minha cunhada usou, estou usando de novo e ela vai usa de novo rs.

  8. Fernanda

    Olá, muito bom esse post, porém, dependendo da diferença de idade do primeiro pro segundo, acho que é importante ter um certo cuidado com o que será repassado para o segundo, pois se houver uma pré – disposição pata o ciúme, isso só piorá. Acho importante o primeiro filho não sentir que perdeu tudo para o novo irmãozinho (em alguns casos, sentem que perdeu até mãe). Seria legal só repassar peças e objetos que o primeiro filho não tenha nenhum “apego” . Se tiver condições, vale a pena investir em tudo novo e diferente para o bebê que vai chegar! Isso vai evitar um pouco do ciúme e da sensação de perda! Bj

  9. Tatiana

    Antes do meu segundo bb nascer, eu pensei que era super anti-higiênico dar a mesma mamadeira por exemplo. Mas o fato, é que depois que o bb nasce, essas coisas mudam, eu percebi que não tinha problema nenhum dar as chupetas que tinham sido de umde um pro outro por exemplo. Na hora do aperto, qual é o problema? Tantas crianças precisam usar mamadeiras que foram de crianças q elas nem conhecem… Que problema tem isso entre irmãos? Eu tenho 4 filhos. Meu bb menino que veio depois da menina usou roupa rosa pra ficar em casa sem problema algum…

  10. Excelente o post, super util! Eu guardei tudo e já andava planejando fazer uma limpa, porque o espaço tá acabando e eu ainda nem encomendei o segundo. Mas esse ano ele vem ;)

    bjs

  11. Elis Regina Vasco

    E por falar em decoração do quarto repaginada quando vamos ver mais fotinhos do quarto do Caê?
    Tô curiosa…
    ;)

  12. Willian

    Post muito muito interessante, parabéns!

  13. Ana

    Eu me livrei das roupas emprestando pra 3 amigas que tiveram filhos depois de mim. Só fiquei com uma sacola com as roupas preferidas. As minhas amigas me surpreenderam devolverndo as roupas quando fiquei grávida da segunda. Foi ótimo porque voltou tudo + uns adendos a mais :) Super recomendo!
    Carrinho vale a pena guardar só se tover em bom estado. O meu primeiro quebrou o freio logo no primeiro mes. Agora comprei um usado, daqueles que novos custam uma fortuna, e tô amando. :) Vivendo e aprendendo.

  14. Cristiane

    Aqui em casa tenho 2 meninos. Um de 11 e outro de 2. Do primeiro guardei algumas peças de roupas inclusive a saída da maternidade que usei com o segundo. No enxoval do segundo, como já tinha idéia de ter o terceiro, comprei muita coisa neutra ( banheira, carrinho, bebê conforto, cadeira do carro, berço desmontável e muitas peças de roupas). Guardei tudo. Pretendo ter o terceiro em breve. Se vier outro menino, ok, tenho tudoooo. Só comprarei algumas roupinhas novas. Mas se vier uma menina, os itens mais caros já citados acima eu já tenho guardas. Só vou me preocupar em comprar roupas de mocinha e reutilizar as neutras dos enxovais anteriores.

  15. Mayse

    Quando engravidei da minha primeira filha, já tinha planos de ter o segundo com uns três anos de diferença, e por eu não gostar muito de rosa , comprei a maioria das coisas em cores neutras. Branco, bege, vermelho. Carrinho, protetor de berço, etc, tudo unissex. Valeu muito a pena! Economizei demais.

  16. Marilucia

    E o enxoval do 2º posso guardar nessas caixas organizadoras???

    1. Shirley Hilgert

      Pode tomando os cuidados que eu coloco no post. bjs

  17. Jacira

    Eu tenho um bebê de 1 ano e 2 meses. E pretendo ter um segundo bebê em um ou dois anos. Vou guardar algumas roupinhas, bebê conforto, brinquedos, roupas de cama. Quanto à mobília não sei se digo que vou “guardar” pois estou utilizando com o primeiro e não pretendo trocar antes que fiquem bem desgastadas; logo, provavelmente precisarei comprar novas ou dividir os espaços. Nunca utilizei chupetas e, mesmo que tivesse utilizado, jamais guardaria porque a borracha estraga fácil. O mesmo digo de bicos de mamadeiras. Se tiver que guardar a mamadeira não há problema, até porque pode-se esterilizar, mas os bicos utilizados, JAMAIS USARIA NOVAMENTE! Aspirador nasal, apesar de ser bem pessoal, tem alguns modelos que dá pra desmontar por completo, é o caso do que tenho da NUK, então dá pra esterilizar direitinho. Sapatinhos pequenos guardarei todos. Nunca comprei tapetinho daqueles que o bebê fica pra brincar, mas se precisasse, eu lavaria bem pra poder guardar. Aqueles tapetes emborrachados não recomendo guardar, pois prolifera muitos ácaros e outros bichinhos.

  18. Nana

    Agora você precisa fazer outro post dizendo como guardar as roupinhas para que fiquem em ordem até próximo bebê!!

  19. Ely

    Adoraria saber mais sobre como guardar isso tudo de maneira que não estrague. As roupas, mantas e coberta por exemplo, ficam amareladas com o tempo. Alguma dica Shirley??

    1. Shirley Hilgert

      Guardá-las envoltas em papel celofane azul. bjs

  20. Rachel

    Oi Shirley, como vc fez p/pintar o berço? Mandou p/um pintor profissional? Tem alguma tinta especial? Obrigada.

    1. Shirley Hilgert

      Sim, foi feita pintura com pintor profissional. bjs

  21. Paulo Augusto

    Olá. Eu adorei o seu blog. Tenho um filho de 2 anos de idade. Sou jornalista e trabalho em um projeto de marketing para uma loja de roupas infantis e sempre procuro por boas referências no mercado. Apesar de ser uma postagem mais antiga, ainda foi útil para mim. Estava com dúvidas se seria uma boa ideia guardar mamadeiras, por exemplo, para eventual segundo filho(a). De fato, você elaborou uma verdadeira lista de conferência. Apenas uma sugestão, ao invés de ser apenas ou somente texto corrido, para facilitar a leitura, coloque a lista do que deve ou não ser guardado em tópicos, lista ou planilha HTML. Parabéns pelo conteúdo.

Deixe seu comentário