Como dar a notícia sobre a gravidez no trabalho

Muitas gestantes me escrevem pedindo dicas de como dar a notícia da gravidez no trabalho e eu, que não sofri com essa questão, não tenho nem ideia do que responder. Não sofri por isso porque, quando descobri sobre a gravidez, eu estava cumprindo aviso prévio e não queria mesmo permanecer na empresa. Ou seja, dei a notícia numa boa dizendo que a minha posição de sair estava mantida. Simples assim.

Como dar a noticia sobre a gravidez no trabalho

Photo Credit: phalinn via Compfight cc

Mas também sei que as coisas não são tão simples como foram para mim. Muitas mulheres “tremem na base” quando pensam em contar no trabalho que estão grávidas. E isso porque muitas delas imaginam que vão sofrer preconceito e discriminação e aí, ficam buscando a melhor a melhor forma de dar a notícia.

Será que existe essa tal melhor forma? Há um momento ideal? Um jeito certo? Resolvi fazer uma breve pesquisa e cheguei a algumas conclusões que talvez ajudem quem está passando por essa situação.

Como é bem sabido, mas nunca custa reforçar, as mulheres que trabalham sob o regime CLT, com registro em carteira, têm estabilidade no emprego quando grávidas e por cinco meses após o parto, o que inclui a licença-maternidade oficial de quatro meses (as funcionárias públicas e de algumas empresas que oferecem o benefício ampliado têm direito a 6 meses). Isso faz com que informar a gravidez seja também uma obrigação da mulher, para que tudo seja feito com tranquilidade.

Imagine só que saia-justa se, por algum motivo você resolveu esperar para contar ou esconder a gravidez por um tempo e ocorre uma demissão? Claro que será seu direito contestar a decisão por estar grávida, mas ficará um clima desconfortável por você não ter aberto o jogo antes, se já sabia do bebê que estava por vir. Não precisa sair conversando com o chefe no primeiro dia que atrasou sua menstruação, mas uma boa ideia é falar depois que o médico ou o exame de Beta HCG confirmarem que está tudo bem.

Além da questão das leis trabalhistas e mesmo de organização no trabalho (organizar sua licença-maternidade, programar as tarefas de acordo com esse seu novo momento), é importante para a sua saúde que as pessoas saibam que você está grávida. Caso você passe mal, por exemplo, ninguém vai te dar algum remédio que você não possa tomar e vai saber avisar um médico se te levarem para um hospital inconsciente. Sim, parece uma hipótese meio trágica, mas isso pode acontecer desde por efeitos da própria gravidez até por algo inesperado mesmo.

Inclusive fique um alerta especial para as futuras mamães que trabalham com atividades que exigem muito esforço físico: para vocês é ainda mais importante contar o quanto antes sobre a gravidez, para que seu chefe reorganize suas tarefas. Em especial nos primeiros três meses a maioria dos obstetras pede um certo resguardo e que se evite carregar muito peso e fazer muito esforço com o corpo.

Tirando a questão da estabilidade do emprego, tudo isso vale também para que trabalha com outro tipo de contrato ou acordo. E separei mais umas dicas valiosas para você trabalhar sossegada durante a gestação

  • Confirme a gestação antes – se você só tiver um teste de farmácia ou uma desconfiança, espere para contar quando tiver a certeza. Pode ser só com o exame de Beta HCG ou depois da primeira consulta com o obstetra.
  • Cuidado com as fofocas – se você estiver insegura e precisar de mais uns dias para contar ao seu chefe, procure não contar também para outras pessoas no trabalho. É muito chato se, por acaso, ele ficar sabendo por outras pessoas
  • Chefe primeiro, depois RH – é assim que deve ser e também antes dos outros colegas, de preferência
  • Momento particular – converse com seu chefe em um momento reservado, em que esteja só você e ele
  • Faça sua parte – ofereça-se para indicar ou ajudar a buscar alguém para cobrir a sua licença e procure passar tranquilidade para seu chefe e para seus colegas de que você continuará trabalhando do mesmo jeito de sempre. Apenas um tequinho mais enjoada, às vezes precisando de cinco minutos de pausa e meio barriguda!

9 comentários

  1. Beatriz

    Eu aguardei os três primeiros meses passarem para contar ao meu chefe. Apesar de já ter outra moça grávida no meu setor, não fiquei apreensiva já que somos servidoras públicas. Entretanto contei qdo tive certeza que tudo estava bem, mesmo porque sou epilética e quando tive uma crise no serviço, muitos não sabiam o que fazer, imagine grávida? Então ja contei e indiquei quem avisar caso ocorresse alguma emergência (graças a Deus nada aconteceu e minha pequena tá linda com seus 48 dias).

  2. Ludmyla

    Ótimo post…. Eu não tive problemas, fiz o exame e quando confirmei dei a noticia..rs

    Beijocas

    http://www.aesperadomeubernardo.blogspot.com.br

  3. Adrielle

    eu sofri… Contei para o chefe ele optou em me demitir e nem avisou o rh eu avisei e eles mantiveram a decisão. Tive que brigar na justiça!

  4. Fernando

    Olá! Já trabalhei em RH e realmente, saber que iam de suas funcionárias está grávida traz para empresa uma certa preocupação, mas para isso a empresa tem que se replanejar em diversos aspectos. Ao anunciar sua gravidez ao chefe ou RH, procure se direta e nada de se desculpar, seja firme, avise e ponto. Apesar da gravidez afetar a empresa, ela não deixa de ser algo pessoal, não importando se era planejado ou não. Aliás caso pretenda engravidar, guarde a notícia para quando der certo, quando estiver realmente grávida. Abraços a todos.

  5. Elis Regina Vasco

    Eu estava tensa para contar. Pq em un departamento com 12 – 6 ficaram gravidas juntas… e eu lidero a equipe!
    Mas ele reagiu super bem – me deu Parabéns. Mas mesmo contratando outras pessoas, com 50% da equipe saindo de licença praticamente junto, estou tendo que trabalhar de casa. Minha sorte é que o Rafa é um bebe anjo e dorme bastantão… entao consigo dar um suporte para a minha funcionaria que esta me cobrindo…

  6. Miriam

    Olá, amei conhecer seu blog!!! Sinceramente não fiquei insegura, trabalho com o mesmo patrão há 4 anos, e sei que se tratando de certos assuntos ele é super “humano”.Após realmente ter a certeza, depois de ter comunicado a minha família, contei pra todos aqui. Cheguei no final do dia, dizendo que precisa fazer um comunicado, e disse que estava grávida, ele me deu os parabéns, e toda a turma aqui também “fez festa”, pois trabalho num escritório pequeno, e ele já saiu falando alto , brincando com todo mundo, me senti bem segura, mas também deixei bem claro pra ele, que quero continuar trabalhando da mesma forma, sem abusos. Resolvemos rápido. Rsss

    1. Macetes de Mãe

      Olá Miriam!
      Que bacana!
      Obrigada pelo carinho :)
      Bjs

  7. Gleisy

    Amei o texto muito pertinente e confortante mas descordo da parte Chefe primeiro depois RH. Existem empresas que o chefe não é tão acessível e existem chefes que não querem esse tipo de contato com os funcionários . Por isso acho que o RH é um intermediário muito eficaz nesses casos.

  8. Karina

    Suspeito que estou grávida, tiro férias daqui 2 meses, se eu contar pro meu chefe será que eles vão suspender minhas férias? Me respondam por favor!

Deixe seu comentário