Sono no pós-parto – como se preparar e o que esperar do seu sono e o sono do bebê

Hoje, a colaboradora que escreve a coluna de Sono e Pós-parto aqui do blog, Marcia Horbacio, irá abordar uma questão muito delicada da chegada de um bebê: o sono da mãe nas primeiras semanas em casa. Marcia irá falar sobre o que esperar do sono do bebê e como a mãe se preparar para sofrer menos com as noites mal dormidas

Dicas práticas, simples, mas muito úteis. Não deixem de conferir!

sono no pos-parto

Photo Credit: dstueber via Compfight cc

Sono no pós-parto – como se preparar e o que esperar do seu sono e o sono do bebê 

Por Marcia Horbacio 

Queridas mamães, aqui estou eu novamente com a minha coluna mensal de sono e pós-parto. E hoje vamos falar desses dois assuntos que a coluna aborda. Vou começar esse post com uma pergunta muito importante para as mães que estão estreando agora e começando a vida com um bebê:

Mamãe, você é capaz de dormir quando seu bebê dorme?

Veja bem, se você é capaz de dormir quando seu bebê dorme, isso é bom. Se você passa o tempo todo da soneca dele pensando como pode seu marido dormir tanto à noite, quantas coisas você tem para fazer até a noite ainda e como será o sono do bebê nesta noite que está chegando, essa ansiedade toda pode ser resultado da dificuldade para lidar com os desafios da privação do sono e do desconhecimento de como se comporta o sono do recém-nascido.

Quantas mães falam em fazer o plano de parto não é mesmo (algo muito comum nos EUA e Europa e agora também chegando ao Brasil)? Mas eu lhes pergunto: e o plano do pós-parto? Se preparar para o período do pós-parto é fundamental para que a mãe lide melhor com esses desafios todos de cuidar de um novo serzinho totalmente dependente dela. E essa preparação toda vai diminuir a ansiedade e consequentemente pode ajudar a mãe a dormir com mais facilidade toda vez que o bebê dormir. E não estou aqui falando de enxoval, o que comprar para o bebê vestir ou o mais novo tipo de carrinho ou cadeirinha de carro. Estou falando de sua vida depois do parto em casa.

Veja abaixo os pontos mais importantes que devem fazer parte de um plano para o pós-parto:

Saiba o que esperar do sono do seu bebê

Mantenha em mente alguns informações importantes:

  • O seu bebê quando nasce tem um ciclo de sono bem mais curto que o ciclo de sono dos adultos. Enquanto um ciclo de sono do adulto dura de 70 a 90 minutos, o do bebê dura 50-60 minutos no máximo. Além do ciclo de sono mais curto, o bebê passa mais tempo dormindo em um tipo de sono mais fácil de ser interrompido. Essas são mais do que importantes razões para o bebê acordar mais do que nós adultos.
  • Saiba também que o bebê precisa dormir a cada hora , ficando acordado apenas o tempo de mamar, trocar a fralda e ele já quer dormir de novo. Isso é o mais comum.
  • O bebê recém-nascido tem uma necessidade de sono que pode variar entre 14 e 17 horas por dia (segundo novas recomendações da National Sleep Fundation baseado num estudo de dois anos.). Entretanto, tenha e mente que essa quantidade de sono necessária está longe de ser o suficiente para ele descansar. Assim, o bebê, além de dormir a quantidade de horas que precisa, ainda vai ter que ser colocado na cama a cada hora para que não fique exausto.

Planeje quem vai ajudar você em casa depois que o bebê chegar

Lembre-se de definir o seguinte:

  • Quem vai ficar responsável pela alimentação da mãe e do resto da família? Uma secretária do lar, um parente ou a avó? Lembre-se que a mãe deve se alimentar bem pois, provavelmente, vai estar amamentando e precisando de mais calorias diárias.
  •  Quem vai cuidar da limpeza da casa e da lavanderia? Quem virá cuidar um pouco do bebê durante o dia para que a mãe tire uma merecida soneca?

Tenha em mãos um cartão na geladeira com o telefone de uma boa consultora de amamentação bem recomendada e que atenda a domicílio

Quando estiver amamentando , se você precisar de ajuda, pode não ter tempo para pesquisar uma boa consultora de amamentação, de preferência que venha na sua casa. Por isso, pesquise antes e tenha à mão o nome de uma boa profissional.

Não esqueça de discutir com seu parceiro qual é o arranjo de cama que seu bebê vai ter

Vai ser a cama compartilhada? Vai ser o berço no seu quarto? Vai ser o berço no quarto do bebê? Segundo a Academia Americana de Pediatria o lugar mais seguro para o bebê dormir é no berço, no quarto dos pais, até os 6 meses de idade. Mas a própria AAP reconhece que, por causa dos benefícios para amamentação, muitos pais vão optar pelo compartilhamento da cama e já emitiu as regras para a cama compartilhada segura. Portanto, mãos à obra, porque há muita informação disponível. O ideal é você pesquisar e decidir, com antecedência, o lugar que seu bebê vai dormir. Essa decisão, com antecedência, pode tranquilizar muito você e seu parceiro.

Há alguém para partilhar as noites com você?

Para algumas pessoas, ficar acordado à noite é simplesmente dificílimo. Algumas tem uma tolerância maior. Se você é daquelas pessoas que sabe que tem muita dificuldade em lidar com a privação do sono, talvez seja bom se preparar e conseguir alguma ajuda. Naturalmente se assume que a mãe fará todo o trabalho à noite porque é aquela que amamenta, mas o parceiro pode fazer o trabalho depois que a mãe alimenta o bebê. Ele pode vir, trocar a fralda, colocar para arrotar e fazer o bebê dormir. Se não for o parceiro, talvez uma doula pós-parto ou enfermeira da noite se for possível. Algumas pessoas da família às vezes se oferecem para ajudar .

Mamãe, fazendo um bom planejamento você vai poder aproveitar melhor esse momento tão especial da sua vida com menos ansiedade e mais tranquilidade para ser capaz de dormir toda vez que o bebê dormir. Não esqueça de fazer também o planejamento para o seu período pós-parto.

cae chegou - blog

Deixe seu comentário