Cuidados para evitar a Dengue

Os casos de dengue estão aumentando em diversas regiões do país e, mesmo que o verão já tenha acabado e com o frio a doença tenda a regredir um pouco, é muito importante continuar combatendo e se cuidando.

Isso por que a dengue é uma doença grave sim, basta ver que vira e mexe a gente sabe de casos de morte aqui ou ali. Proteger a nossa família é também ajudar a proteger todos no nosso bairro ou cidade.

 

Separei este post por itens, pois a gente ouve muita, mais muita coisa por aí sobre o mosquito e a doença. E fui atrás do que tem a ver e do que não é comprovado ou é errado. E no fim, reforço as dicas básicas de prevenção, pois nunca é demais lembrar.

  • O mosquito da Dengue só pica de manhã e final da tarde – não confie. É verdade que ele pica mais de manhã e no fim da tarde, mas nada garante ou impede que isso ocorra em outros horários do dia. O que vale, porém é ter ainda mais cuidado nesses momentos.
  • O Aedes Aegypti só voa até 1m de altura – mentira. Embora seja mais difícil, o mosquito consegue até “pegar elevador”, quantas vezes você, que mora em prédio, já não viu pernilongos no elevador ou outros mosquitos? Pois é…
  • Roupas claras protegem contra as picadas – é verdade que as cores claras afastam os mosquitos em geral. Mas tem mosquito que pica inclusive por cima da roupa. Não confie nessa tática também.
  • Para a Dengue ser transmitida o mosquito tem que picar uma pessoa primeiro – sim, é isso mesmo. Então tem mosquitos que circulam que não estão infectados e outros que estão. Os que estão podem fazer um enorme estrago infectando até 300 pessoas! Isso por que a fêmea, que é quem pica, vive entre 30 e 45 dias e nesse meio tempo pode morder muita, mas muita gente. Você nunca vai saber quem é um mosquito infectado e quem não é. Por isso, todos são perigosos.
  • Quem come inhame, alho e vitamina B não é picado – gente não é bem assim. Esse alimentos tem algumas substâncias que mudam o cheiro do nosso suor e pele e é verdade que os mosquitos não curtem muito esses cheiros. Mas para isso repelir o mosquito, a gente precisaria comer tanto desses alimentos que o excesso também nos faria mal.
  • Tem gente que teve dengue e não sabe – verdade. Algumas pessoas podem ser infectadas e não desenvolver os sintomas
  • Da segunda vez a dengue pode ser pior – sim, é verdade. Mas desde a primeira infecção ela pode ser hemorrágica e bem grave.
  • Borra de café e água sanitária na água eliminam as larvas – o Aedes não gosta mesmo dessas coisas. Mas ainda não se tem comprovação total. Na dúvida, melhor não confiar nessas medidas.

Agora, vamos aos lembretes:

  • Não deixe nenhum recipiente que acumule água dando sopa por aí. Pratinhos de plantas devem ser enchidos com areia grossa para evitar acúmulo. Demais potes devem ser guardados fechados ou virados para baixo.
  • As larvas do mosquito preferem água limpa, mas qualquer água parada deve ser combatida.
  • Passe repelente no corpo e use outros tipos de repelente, como os de tomada, mas saiba que eles não são 100% eficazes. Repasse os repelentes a cada três horas.
  • Está com suspeita de dengue? Nada de tomar aspirina ou outros remédios que tenham ácido acetilsalicílico. Eles afinam o sangue e isso seria um perigo para quem está com dengue. Também tome muita, mas muita água, a hidratação é fundamental. E vá o mais rápido possível a um posto de saúde ou pronto-socorro.

 

 

 

 

Deixe seu comentário