Festa infantil tem etiqueta?

No começo deste ano, apareceu em diversos sites uma notícia que me chamou a atenção. Contava que, na Inglatera, os pais de uma criança de cinco anos tinham recebido uma cobrança por que o filho faltou a uma festa de aniversário para a qual os pais haviam confirmado presença.

Primeiro pensei, gente, que exagero! Depois fui ler melhor o que aconteceu. Era uma comemoração mais restrita em que os pais do aniversariante avisaram que precisavam de confirmação pois pagariam por pessoa. O convidado não compareceu pois, depois de confirmar a presença, seus pais lembraram que já haviam marcado um compromisso com os avós. Mas esqueceram de avisar os anfitriões antes.

Etiqueta em festa infantil

Photo Credit: clappstar via Compfight cc

Aí a mãe do aniversariante mandou uma espécie de cobrança mesmo, séria, tipo um boleto, algo oficial que, se não fosse pago iria ao tribunal de pequenas causas. Esse jeito de cobrar me pareceu mesmo desnecessário. Já pensou você ser processado por não ir a um casamento para o qual foi convidado e disse que iria, por exemplo? Afinal, se era uma festa mais restrita e os convidados eram poucos, é de se supor que existisse o mínimo de proximidade entre as famílias para que os pais conversassem entre si e resolvessem numa boa, né?

Mas fiquei pensando sobre essas coisas de etiqueta e como adaptar todas essas coisas de um jeito que fique confortável e justo tanto para convidados como para quem convida. E separei três pontos que vejo haver muitas dúvidas e que, além de dicas, dão ideias do que precisamos pensar quando vamos dar uma festa para nossos filhos.

  • Confirmação de presença – vamos começar pelo que deu origem ao post. Não há problema nenhum em pedir confirmação para os convidados, isso ajuda a calcular quantidade de comida, de lembrancinhas e tudo mais. Mas sempre há imprevistos e mesmo quem confirmou pode faltar. Então faça como nas pesquisas de eleições e conte uma “margem de erro” pra cima e para baixo. Se for uma coisa pequena e realmente para pouquíssimas pessoas, avise. Mas avalie bem se é mesmo o caso de cobrar alguma coisa de quem não for. No Brasil, pelo menos, não é cultural fazer isso e pode causar um mal-estar
  • Bebida alcoólica pode? – Já vi muita discussão sobre isso. O ponto é que, como a festa é de crianças, o álcool seria desnecessário. Por outro lado, há muitos adultos que vão ao evento, muitos são amigos e familiares que nem mesmo estão acompanhando crianças. Use então o bom senso: se os pais do aniversariante (no caso você, inclusive) gostam de beber um drinque, não vêem problema e isso é comum nos eventos que fazem, é natural ter essa opção. Já se ninguém da família bebe, os convidados se adaptam às “regras da casa”.
  • O limite das lembrancinhas – quando eu era criança, as lembrancinhas das festas em geral eram um saquinho com língua de sogra, alguns doces e brinquedinhos simples, como um carrinho de plástico ou um kit de livro para colorir e lápis de cor. Hoje há um mundo infinito de ideias, algumas de babar de tão fofas, outras que são um verdadeiro presente. Tudo depende do limite do seu bolso, mas pense em traçar um parâmetro que as lembrancinhas nunca sejam mais especiais ou valiosas do que os presentes que seu filho vai receber. Senão o próprio convidado pode se sentir desconfortável em recebe-las, ok?

 

14 comentários

  1. anna karina

    Primeiramente, achei o post super pertinente e me identifiquei pq já fiz duas festas pro meu filho, a de 1 ano saiu BEM cara, mas a maioria dos convidados compareceram. Na festa de 2 aninhos dele, apesar do pedido de confirmação da presença, houve uma espécie de boicote por parte da família do pai, NINGUÉM apareceu e, se não fosse a minha parte da família e amigos, não haveria ninguém! Fiquei suuuuper magoada pq tenho o hábito de só convidar pessoas com filhos ou que tenham crianças pra levar pq acho absurdo bebida alcoólica em festa de criança, sem contar nas benditas lembrancinhas q foram feitas na quantidade Exata de crianças convidadas depois de receber a confirmação…!! Ou seja: a mais pura e completa FALTA DE EDUCAÇÃO pq eu jamais faria uma coisa dessas com alguém. Por causa disso, esse ano a festinha vai ser na creche e problema resolvido!

  2. LAYSA FERREIRA

    Minha maior preocupação é o depois do parabéns: o ataque a mesa de doces. acho uma falta de educação esse ataque sem antes os donos da festa liberarem ou distribuirem para os convidados. Mas o que fazer para isso não acontecer? eu realmente não sei.

    1. Priscilla Rocha

      Laysa, realmente é muito feio esse ataque. Morro de “vergonha alheia”. Ainda vou fazer a Festinha de um ano do meu filho mas no meu casamento, resolvi o problema da seguinte forma: Os doces eram servidos junto com o bolo, pq assim, todo mundo comeria e ninguém ficaria passando vontade de comer os docinhos. Após servir o bolo com doces, o restante dos doces que sobraram ficaram expostos para que, quem quisesse mais pudesse repetir.

      1. Vanessa

        Barbara o niver do meu filho é agora dia 29/05 vou fazer no shopping e deixei meu filho livre para escolher 15 amiguinhos mais chegados para festa isso entre amigos e primos. Chegamos ao numero de 21 amiguinhos. Pq não adianta eu fazer uma festa para ir crianças que meu filho não interaja e não brinque. Ele fez as escolha e mês passado entreguei os convites pedindo para que confirmassem só 3 amiguinhos não confirmaram e as pessoas “parentes” que eu tenho certeza que irão levar outras crianças q não foram convidadas já deixei avisado. Não terão lembrancinhas e nem o passaporte para os brinquedos. Comida terá avontade mas serão bem recebidos mas infelizmente não terão acesso aos brinquedos. Quem irá passar vergonhas é quem levou pois foi avisado com bastante antecedência que o convite era individual.

    2. renata

      Na festinha de1 ano da minha filha, servi nas mesas um pratinho de Docinhos, desde o início da festa, assim o o se faz com os salgadinhos, a mesa de doce ficou linda e intacta até o Parabéns, ninguém ficou passando vontade, afinal te coisa mais gostosa do que docinho é, aniversário de criança.
      Quanto A etiqueta com relação a festa infantil, o que tenho a dizer que é extremamente sem educação confirmar e não ir, nem se dar ao trabalho de depois avisar que não vai, margem de erro ok.. mas de 20 pessoas dava para fazer uma outra festa …

  3. Bárbara

    Outra coisa q incomoda são convidados que levam crianças “extras”. Por exemplo, um amiguinho q estava brincando na casa do convidado e os pais o levaram à festa também! Acho super inconveniente, já que o número de lembrancinhas foi calculado para os convidados. Isso já aconteceu comigo em 2 festas, me obrigando a fazer lembrancinhas extras em outras, pois os inconvenientes sempre se repetem e com as mesmas pessoas! Acho muito deselegante! Achei ótimo o post! Pena que educação é uma qualidade de poucas pessoas. E sobre o comentário anterior, do ataque à mesa de doces, realmente é algo horroroso, e muitas vezes comandado por adultos!!! Também gostaria de saber como evitar!

  4. Camila Campina

    O que mais me chama atenção é a história dos exageros com convites e lembrancinhas. Gente já recebi lembrancinha de todo jeito e confesso que as vezes me sinto até envergonhada por ter levado um presente simples. Ja aconteceu de eu não ir a uma festinha porque o convite era chique demais e eu estava sem grana pra um presente mais bacanudo. Acontece né….

    1. Jaqueline Pinheiro

      Camila boa noite.Muito legal este seu comentário,pois estou preparando a festa de 1 aninho da minha filha.E estava meio preocupada com esta questão do convite.E você respondeu minha pergunta sem saber.Obrigada

  5. Maria de Fátima

    Geeente!!! Pelo amor de Deus me digam uma coisa, nos últimos 5 anos(idade da minha filha), fui a diversos aniversários infantis, em buffet, em casa, no colégio…
    Em NENHUM, repito, NENHUM partiu-se o bolo. Vocês já viram isso? Pq não se parte mais o bolo? Em um deles, aliás, a mãe da criança passou com o bolo no meio dos convidados e guardou dentro do carro, achei tão deselegante. Isso é comum agora? Na minha época a gente ficava esperando aquele bolo de glacê que finalizava o aniversário. Me digam meninas, agora a regra é essa???

    1. Cecilia

      Maria e que as vezes o bolo e falso, o aniversario do meu nenem vai ser em dezembro agora e eu vou fazer um bolo falso para por junto a mesa de doces e vou mandar fazer um bolo pra cortar, mas este ira ficar na cozinha do são onde sera feita a festa.

  6. Michelle

    O aniversário do meu sobrinho será em Agosto e estamos organizando um mesa de doces caprichada e linda…Mas me arrepio só de pensar que as pessoas vão detonar tudo em segundos tudo se acaba sem respeito… Queria uma dica, uma orientação, sei lá…Pois acho feio demais aquela falta de educação até das crianças em avançar na mesa. No chá de bebê levaram até objetos de decoração, achando que era pra colocar os doces dentro.

  7. Tita

    Sei que o assunto é aniversário mas vou incluir a festa de meu casamento também, tanto no casamento, como na festa de 1 aninho do meu filho e 1 aninho de minha filha, sempre convidei um pouco a mais, média de 20 e nunca ultrapassou a quantidade.Agora estou num dilema, meu filho vai fazer 6 anos e quer convidar os amigos do colégio, conheço umas 3 mães que sei que 2 tem os filhos únicos e a outra tem 2 filhos. Além de não conhecer ninguém, não sei se os amiguinhos tem irmãos, quantos e qual a idade.
    Sinceramente no momento em que vivemos politica e financeiramente, estou pensando, de uma forma delicada, em pedir para confirmar a presença (ou ausência) com a quantidade pessoas e idade de crianças..

    1. Jessica

      Estou passando pela mesma situação. Além do convite que vou enviar, criei um evento no Facebook do aniversário e as pessoas que confirmaram presença, pedi que me enviasse o nome das crianças.
      E como não tenho o Facebook de todas as mamães, no convite vou escrever para confirmar presença e colocar o número do meu zap.

  8. Cecilia

    Eu queria mesmo saber se era feio pedir confirmação de presença, como notei que não e, fico mais aliviada, para que nao ocorra problemas eu irei fazer lembrancinhas extras pois sera em dezembro o aniversario do meu nenem e não sei se os convidados terão visitas em suas casas e eu acho o cumulo sair e deixar a visita em casa ou bota-la para fora, entao optei por mais lembrancinhas, mas confirmando a presença e quem puder me ligar para avisar que levara alguem a mais sera muito bom. Esse post me esclareceu muito.

Deixe seu comentário