Amamentação e o fim da Licença Maternidade – como fazer?

O post de hoje da coluna Aleitamento Materno traz um assunto muito pertinente: como manter a amamentação após o fim da licença maternidade. Neste texto, a consultora Gabriela Giacheta dá dicas importantes para a amamentação não ser prejudicada mesmo com a volta ao trabalho. Confira!

Amamentação e o fim da Licença Maternidade – como fazer?

Por Gabriela Giacheta

 

licenca maternidade e amamentacao

Photo Credit: MuddyBootsPhoto via Compfight cc

Muitas de nós retornamos ao trabalho e desejamos continuar a amamentação, mas aí logo vem a pergunta: isso é possível?

Sim, é possível quando se tem muita determinação, informação e apoio! E agora vou falar de algumas coisas que ajudam nesse processo.

Realizamos a ordenha (manual ou com a ajuda de um extrator – manual ou elétrico) por vários motivos:

  • Quando o bebê esta separado da mãe por algum motivo;
  • Para aumentar produção de leite;
  • Para aliviar a congestão/ingurgitamento mamário (isso deve ser feito de maneira cautelosa visto que pode ocorrer um efeito rebote, ou seja, estimular ainda mais a produção láctea);
  • Para realizar a doação de leite.

No caso do retorno ao trabalho, geralmente, a mãe e o bebê estão separados. Há empresas que possuem creches dentro ou próximo do local de trabalho e a mãe pode sair para amamentar livremente, mas isso não é o mais comum. Assim, é importante que as mamães que vão precisar ordenhar seu leite e deixar para ser dado ao bebê tenham conhecimento que esse leite pode e deve ser dado no copinho.

A técnica do copinho é uma técnica através da qual a mãe ordenha seu leite, guarda e, depois, alguém oferece-o ao bebê através de um copinho (esses copinhos pequenos de café, por exemplo). Antes de ser ofertado ao bebê, ele deve ser aquecido em banho maria e, depois, oferecido com o bebê sentado no colo do cuidador (não se pode oferecer se criança estiver sonolenta). Sabemos que o copinho está longe de ser o ideal, mas ele é mais indicado que a mamadeira, pois evita que a criança confunda bicos e, assim, siga para um desmame precoce. Além disso, ele faz com que o bebê trabalhe mais músculos quando comparado com a mamadeira.

Lembro, ainda, que a introdução de bicos (mamadeira ou chupeta) pode causar o desmame precoce. Claro que há casos de bebês que mamam na mamadeira na ausência da mãe e mamam no peito quando estão com ela, sem qualquer dificuldade, no entanto, são raros os casos em que a amamentação perdura por dois anos de vida ou mais quando isso acontece. Assim, meu conselho é oferecer no copinho e já ir treinando antes mesmo de voltar a trabalhar. Se o bebê vai para um berçário, informe-se antes se eles conhecem a técnica e tem disponibilidade de empregá-la, pois oferecer no copinho é simples, porém, requer mais tempo e paciência.

Dicas para realizar a ordenha manual e com extrator:

Para realizar a ordenha e deixar o leite para o bebê, é necessário que a mãe esteja tranquila, em um ambiente calmo e reservado. É importante prender os cabelos, lavar as mãos e deixar separado um recipiente de vidro, com tampa de plástico, que esteja devidamente higienizado (fervido por 15 minutos). Feito isso, basta seguir os seguintes passos para fazer a ordenha do leite.

  • Massageie as mamas. Ela deve ser massageada com a ponta de dois dedos, iniciando na região da aréola e indo até a mais distante do peito (axila também se você sentir que é necessário). Sempre massageie por mais tempo as áreas mais doloridas.
  • Faça um “C” com o dedo polegar e o indicador pegando em cima e embaixo da aréola e faça compressões ritmadas contra o corpo (atenção para não deslizar com os dedos na pele e aréola porque isso pode te machucar);
  • Comprima de maneira suave um dedo contra o outro, em movimentos repetidos até o leite começar a sair;
  • Alterne a posição dos dedos por volta da aréola, para assim esvaziar todas as áreas da mama;
  • Despreze sempre os primeiros jatos de leite de cada lado antes de começar a guardar no recipiente;
  • Alterne a mama, repetindo a massagem sempre que diminuir o fluxo;
  • Após realizar a ordenha, passe uma gota de leite nos mamilos e deixe-o secar.

Se você encontrar dificuldades em realizar a ordenha procure um profissional da área ou o Banco de Leite Humano mais próximo de você.

A ordenha manual ou com ajuda do extrator não é capaz de extrair o que o bebê, com sua perfeita sucção, consegue. Portanto, não se desespere ou passe a pensar que não tem leite se a quantidade de leite ordenhado for baixa. Uma boa ordenha depende de uma excelente massagem.

A ordenha manual exige persistência e prática e os cuidados devem ser o mesmo para quando a ordenha for feita com extratores de leite.

Gosto de lembrar sempre que existem dois tipos de extratores que jamais devem ser usados, o tipo “busina” e tipo “seringa”, pois não possuem válvula para controlarmos a sucção.
ordenhador buzina

ordenhador seringa

Como guardar o leite que ordenhei:

Após ter feito a ordenha conforme orientação acima, feche o frasco e coloque-o em um recipiente com água e gelo por 1 a 2 minutos. Após isso, identifique o mesmo com a data, hora e quantidade e guarde-o na parte mais fria do refrigerador/congelador. Jamais deixe o frasco na porta do refrigerador (geladeira) e use sempre o leite mais antigo quando for oferecer ao bebê.

Tente guardar mais ou menos as quantidades que o bebê recebe em cada mamada e isso você vai saber após alguns dias de ordenha.

O tempo de conservação do leite em refrigerador (geladeira) é de 24 horas e em freezer (congelador) por até 15 dias, segundo a Rede Nacional de Bancos de Leite Humano.

Como preparar o leite:

Se estiver guardado no refrigerador (geladeira) apenas aqueça-o em banho maria. Mas se estiver congelado (freezer) você deve seguir estes passos:
1-) retire o frasco do congelador e coloque no refrigerador de um dia para o outro, já que calor em excesso destrói enzimas e proteínas;
2-) aqueça o leite em banho maria;
3-) nunca use micro-ondas;
E lembre-se: após descongelado, utilize-o em no máximo 24 horas.
Você sabe como é o ato de descongelar em banho maria???

Primeiro deixe a água do banho maria ferver, após isso desligue o fogo e só então coloque o frasco para que seja descongelado. Agite o frasco para que o leite se dilua e ofereça ao bebê.

 

Referências Bibliográficas:
Amamentação – Bases Científicas
Imagens retiradas da internet

http://www.waba.org.my/resources/otherlanguages/portugese/extrair.htm
http://www.unicef.org/
http://www.redeblh.fiocruz.br/

Colunistas MdM - amamentacao

 

5 comentários

  1. Giselly

    excelente artigo!

  2. Shirley

    Excelente artigo muito explicativo!obrigada!

  3. Gessica

    Simplesmente perfeito…amei.

  4. Simone

    Tem post para quem deixará no berçário e não aceitam o leite materno? Como fazer essa preparação com a mamadeira? Aguardo! Obrigada!

  5. Luciana

    Estou colocando em prática, minha licença acabou hoje e foi tudo bem, tirei leite no dia anterior para o meu bebê consumir hoje e durante o trabalho fiz a ordenha com a bomba tipo seringa sem nenhuma dificuldade.

Deixe seu comentário