As mil e uma utilidades do wrapsling

Esse é um post para eu declarar todo o meu amor pelo wrapsling. Sou completamente apaixonada por esse acessório, tenho certeza que foi o item mais útil que comprei para o enxoval do Caê e morro de tristeza de não tê-lo experimentado com o Leo.

Em outros posts já foi falado sobre wrapsling aqui (nesse que falava de seus benefícios e nesse que ensinava a amarrá-lo), mas hoje escrevo para contar para vocês como ele pode ser útil em diversas situações.

Querem ver? É só conferir abaixo.

wrapsling1

Photo Credit: courosa via Compfight cc

As mil e uma utilidades do wrapsling:

Para deixar as mãos livres: se você tem que resolver alguma coisa em casa, ou na rua, e precisa ter as mãos livres, o wrapsling é uma ótima opção. O bebê fica lá dentro firmesinho (até se a cabeça ainda não estiver firme) e você pode resolver o que precisa sem grandes transtornos.

Para fazer o bebê dormir: é só colocar o Caê no wrapsling para ele dormir. E tiro e queda. Mesmo! E não sou a única mãe que relata isso. Muitas outras dizem que o bebê ama esse acessório para relaxar e dormir.

Para “tratar” as cólicas: ao colocar o bebê dentro do wrapsling, barriga com barriga com a mãe, quentinho e bem acomodado você está colaborando para amenizar as suas cólicas. Como essa é uma posição confortável para ele, ele relaxa e sente menos desconforto (além de muitas vezes a posição propiciar que ele solte os gases que o estão incomodando).

Para aumentar o vínculo mãe – bebê: ficar grudadinho na mãe, ouvindo o seu coração, sentindo o seu calor e cheirinho faz com que o bebê crie ainda mais vínculo com ela. E a recíproca é verdadeira. Ao ficar grudadinha no filho a mãe estabelece ainda mais vínculo com a criança.

Para trabalhar: todas as manhãs eu coloco o Caê no wrapsling para trabalhar. Assim, ele dorme por umas duas horinhas e eu aproveito esse tempo para fazer o trabalho do blog (sim, é super confortável, não dói as costas e nem nada).

Para passear: é uma delícia fazer passeios com o bebê no wrapsling. Tanto para a mão quanto para a criança. E o legal é que no embalo da caminhada ele já relaxa e dorme.

Para praticar exercícios: em São Paulo tem aulas de danças para se fazer com o bebê no sling. Uma ótima forma da mãe manter a forma enquanto a criança curte o programa junto (Conheça o Dança Materna e veja como é que é). Ah, e caminhadas com o bebê no wrapsling também servem como ótimos exercícios.

Para sair com dois filhos: tem que sair com os dois filhos? Então vá de wraspling. Assim, um deles fica seguro presinho ao seu corpo e o outro vai de mãos dadas com você. Uma delícia.

Para viajar: em viagens temos que carregar malas, bolsas e até outro filho, então, nada mais útil que um wrapsling para nos dar uma mão nessa hora. Eu já experimentei e super aprovei.

Para fazer refeições em paz: sim, dá para comer com a criança no wrapsling. Na nossa última viagem isso era o que eu fazia. Para conseguir jantar e almoçar tranquilamente, eu colocava o Caê no wrapsling. Ele relaxava e dormia e eu aproveitava a refeição (quando o Leo deixava, é claro).

E se você curtiu a ideia e quer um wrapsling para você também, segue aqui algumas dicas de onde encontrar:

  • Ergobaby – site nacional da famosa marca americana
  • Descobridores de Mundo –  fanpage da consultora de Aleitamento Materno aqui do blog que também produz wrapslings
  • Sampa Sling – confecção paulista de slings (tem o wrapsling e outros modelos)
  • Angá Wrap – mais uma confecção de slings

E aqui uma imagem do site da Angá Wrap que mostra como amarrar o wrapsling:

anga wrap

9 comentários

  1. Tamire

    Mt bom o post, já estava pensando em comprar ou fazer um, agora estou convencida, praticidade é td que a gente precisa na hr de cuidar dos pequenos.

    Meu primeiro pequeno chega em Agosto, vou providenciar um para ele. :)

    Adoro seu blog, leio diariamente, parabéns!!

    Deus abençoe sua família!

  2. Natália Santos

    Ainda não tenho um bebê, mas minha cunhada usa e acho o máximo, com certeza vou querer um quando tiver meu bebê :)

    Ah, amo de paixão seu blog :)

  3. Patrícia Lima

    Olá! gostei da idéia! mas a partir de qtos meses e bom usar?

    1. Shirley Hilgert

      A partir de poucos dias de vida. bjs

  4. Isabella

    Shirley, eu comprei um canguru, vc acha que faz muita diferença?

    1. Vanessa

      Isabella,

      Faz toda a diferença! Eu usei os dois com a minha primeira filha… o wrapsling é muito mais confortável, engonômico e seguro; o bebê fica seguro no seu corpo, com apoio para a cabeça e muito mais aconchegado! Além do que, quando ele dorme, pode ser coberto! Recomendo muito!

  5. Camila

    Olá Sheila,
    Acabei de comprar um wrapsling para usar com meu bebê de 3 meses. Infelizmente, ele não está gostando de ficar dentro do sling, assim que o coloco ele começa a chorar desesperadamente. Não sei se ele sente medo ou se fica sufocado. Qual a dica que vc me daria para meu menino ir se adaptando ao sling? Estou louca para slingar com ele por aí!!
    Obrigada!

  6. thais

    Olá
    até quando posso usar? Meu bebê tem 5 meses, será que ainda consigo adaptá-lo?

    1. Shirley Hilgert

      Thais, muitas mães usam até quando os filhos ainda andam.

Deixe seu comentário