E seu estoque de vitamina D, como está?

Se você fizer um exame de sangue, talvez irá descobrir que você ou seus filhos estão com deficiência de vitamina D. Isso não é nada incomum. Eu mesma, em vários períodos da vida, já tive.

Mas o que é a vitamina D? Por que a sua falta tornou-se tão comum e por que a ela é tão importante? Vou responder a todas essas perguntas no post de hoje e você irá entender direitinho a importância desse assunto.

imagem destaque

Photo Credit: retost via Compfight cc

Por mais que a vitamina D se chame “vitamina” ela é, na verdade, uma espécie de hormônio que é produzido pelo organismo quando este entra em contato com o sol (em torno de 80 a 90% da sua produção depende da exposição ao sol). Muito pouco da vitamina D que circula no nosso corpo é proveniente da alimentação, por isso a exposição ao sol, em horários específicos, é tão importante para manter os níveis desse hormônio em equilíbrio.

Só que a vida moderna complica um pouco as coisas nessa história. Atualmente vivemos muito mais em ambientes fechados, e tanto adultos quanto crianças tem pouco contato direto com o sol. Ainda, os raios solares que entram pelas janelas não ajudam muito, já que o vidro “filtra” a luz do sol.

A importância da vitamina D está diretamente ligada com a absorção de cálcio. Adultos e crianças com baixos índices de vitamina D tendem a ter mais problemas na formação dos ossos e dentes, pois podem chegar a absorver até 30% a menos do cálcio que é ingerido na sua dieta.

Em crianças abaixo de 2 anos, a falta de vitamina D pode causar raquitismo, que é, na verdade, deformação nos ossos e atraso no crescimento. Já quando são um pouco maiores, a vitamina D é importante para que seu organismo atinja todo o potencial de desenvolvimento físico (os ossos estão crescendo e precisam de cálcio para se desenvolverem). Ainda, durante a gestação e a lactação, os cuidados devem ser redobrados, já que a mãe, nesse período, é provedora da nutrição do seu filho e precisa fornecer cálcio para o feto, o que sem vitamina D é torna-se bastante complicado.

E agora que vocês já sabem por que a vitamina D é tão essencial para o corpo da criança e da mulher, é importante saberem de que forma se “recarrega” o organismo com esse hormônio.

Bom, como eu já disse, uma das formas é por meio da exposição ao sol, de 10 a 15min diários, das 10 às 15h e sem proteção solar (o protetor solar impede a síntese de vitamina D em até 95%). Só que aqui caímos em outro problema, já que a exposição recomendada é justamente no horário menos recomendado pelos médicos – e ainda sem proteção solar!

Outra forma de se obter a vitamina D é por meio da alimentação, mas essa é pouco efetiva. Até mesmo o consumo de salmão, que é a maior fonte desse hormônio, provém ao organismo uma quantidade insuficiente de vitamina D (100g fornecem pouco mais de 6% da quantidade diária ideal). Ou seja, essa também não é a melhor forma de fornecer vitamina D ao nosso corpo.

Por fim, há a opção de se obter vitamina D pela suplementação. No caso de adultos, ela é indicada quando exames de sangue identificam a deficiência desse hormônio. Já em se tratando de crianças até 2 anos de idade, a sua ingestão diária é indicada pela Sociedade Brasileira de Pediatria a partir do sétimo dia de vida, como forma de prevenção ao raquitismo.

Mas como fazer a suplementação de vitamina D? Uma forma é através da ingestão do suplemento DoseD, do laboratório Aché. O DoseD possui 200 UI de vitamina D por gota. Fale com o seu médico ou seu pediatra sobre a dose adequada para a sua família.

DoseD é encontrado no sabor maçã verde – agradável ao paladar das crianças – e não possui glúten, açúcar e corante (o que é ótimo pois crianças podem consumi-lo sem problemas).

Agora que você já sabe da importância da vitamina D, converse com seu médico e com o pediatra do seu filho sobre esse assunto. Ele poderá esclarecer melhor suas dúvidas sobre esse hormônio e sobre sua suplementação.

publi-incentivo

8 comentários

  1. Ariane Yuki

    Minha filha de 7 faz a reposiçao atraves do suplemento, ja que ela fica horario integral na escola e nao consegue tomar sol.

  2. Ana

    Post de patrocinador? Meu comentário anterior foi apagado.

  3. Elis Regina Vasco

    Qual a diferença do adtil?

    1. potira

      Pelo que li, esse dosed é somente vitamina D, já o ad til é A e Do
      Minha bb toma 2 gotas de Ad til desde a maternidade

  4. Rachel

    Eu tenho diversas vitaminas d aqui mas tenho medo de dar para minha filha pois ela tem alergia a leite de vaca e outros alimentos. Qual seria a mais segura? O que vc dava para seu filho? Obrigada!

    1. TopMothers

      Oi, Rachel, acho mais seguro você perguntar para o seu médico. Ele vai te indicar melhor. No caso de DoseD, o laboratório informou que não tem nenhum traço de leite, porém contém óleo de amendoim. Beijos!

    2. Shirley Hilgert

      Oi Rachel, o mais seguro é você perguntar para o seu médico. Ele poderá responder isso melhor. Mas para você saber, laboratório informou que o Dose D não tem nenhum traço de leite, mas contém óleo de amendoim. Abs.

  5. Tatiana Siqueira

    Eu dou o ADtil desde o primeiro mês de vida do Miguel!! E ele nunca reclamou do sabor!! É super importante!!!

Deixe seu comentário