Como evitar assaduras

 Cae tem mais de quatro meses e, até hoje, nunca teve nenhuma assadura. Não que isso seja um grande mérito, pois é claro que cabe a mim tomar todos os cuidados para ele não ficar assado, mas também sabemos que, muitas vezes, é um deslize aqui e outro ali para esse problema aparecer.

E sabendo que assaduras não são tão raras assim (e que incomodam para caramba os nossos pequenos) resolvi fazer o post de hoje, com dicas para evita-las.

assaduras

Photo Credit: Amy L. Riddle via Compfight cc

Bom, antes de mais nada, vou explicar para vocês o que é exatamente a assadura e como é que ela aparece.

A assadura nada mais é que uma inflamação da pele que a deixa inchada e avermelhada. A pele “saudável”, em contato prolongado com as fezes e a urina, ou seja, um ambiente úmido, cria um meio de cultura para fungos e bactérias que são os verdadeiros causadores da assadura. Ainda, soma-se a isso a fricção que acontece com a fralda no local, e a pele fica mais sensível e a assadura ainda mais dolorida.

Mas o que é que a gente pode fazer para evitar essas temidas no bumbum dos nossos pequenos?

As medidas são simples e consistem em:

  • Realizar trocas de fralda frequentes, para evitar que ambiente fique úmido e a pele do bebê em contato com a urina e o cocô. Eu indico realizar a troca de fraldas a cada mamada.
  • Realizar a troca de fraldas sempre que o bebê fizer cocô. Se você acabou de trocar a fralda do seu pequeno, mas ele fez cocô, tem que trocá-lo de novo, imediatamente. Sem essa de “vou esperar mais um pouquinho”.
  • Sempre que o bebê fizer um cocô mais “avantajado” deve-se lavar a área com água corrente, morninha, e com sabonete próprio para a pele dele.
  • Usar algodão com água ou um lenço umedecido delicado e próprio para a pele sensível do bebê para fazer a limpeza do local a cada troca.
  • Se o bebê já estiver assadinho, para evitar que o problema se torne mais grave (assaduras podem levar a bolhas e fissuras), limpe somente com água corrente (sem passar algodão ou lencinho no local), seque com secador de cabelo na temperatura fria. Também troque as fraldas mais frequentemente e, se possível, deixe o bebê sem fralda por alguns períodos.
  • Aplicar, no local, a cada troca de fraldas, creme preventivo de assaduras. Os cremes criam uma barreira entre a pele do bebê e o xixi/cocô e, assim, ajudam a evitar o surgimento de assaduras.

Aqui em casa tenho usado no Cae o creme para prevenção de assaduras Baby Dove e estou gostando bastante dos resultados. Como eu disse, o Cae nunca teve assaduras e a sua pele está sempre “branquinha” e limpinha, sem nenhum vestígio daquelas marcas vermelhas que a gente tanto teme. Isso acontece porque o creme de prevenção de assaduras Baby Dove tem um mecanismo de ação que age de três maneiras. Primeiro, ele cria uma barreira protetora contra ação da urina e fezes (que é a ação mais comum, que todos os cremes tem), depois, ele “ergue uma barreira lubrificante contra o atrito (lembram que eu citei o atrito lá em cima e como ele pode piorar a situação?) e, por fim, ele faz a neutralização imediata do pH da urina, o que faz toda a diferença para evitar o surgimento de assaduras (a neutralização do pH ocorre em segundos e contribui para a não exposição do pH alcalino que acontece através de reação entre alguns componentes das fezes e urina).

Outras duas coisas que adorei no creme, além da sua eficácia, é o seu cheirinho e a facilidade para passá-lo e removê-lo. Quando estamos trocando a fralda, precisamos de praticidade, então, um creme difícil de espalhar não é legal. Ainda, quando estamos fazendo a limpeza e precisamos remover o creme, também precisamos que ele saia fácil para evitar que tenhamos que ficar “esfregando” e, assim, irritando a pele do bebê (lembrem da fricção que já falamos).

É sempre muito importante evitar assaduras nos pequenos. Primeiro, porque elas são incômodas, parecem que “queimam”, e interferem até no sono e na alimentação e, depois, porque se a assadura não for tratada ela pode virar um problema mais sério, como uma micose (ex: candidíase) ou uma infeção bacteriana.

Aqui em casa, estamos tomando todos os cuidados e usando os produtos adequados para evitar assaduras e até agora, bumbum limpinho é o que temos! J

publi-incentivo

 

2 comentários

  1. Elisa

    Em casa nao usamos creme de prevencao de assaduras e meu filho de 18 meses mesmo com a pele Ultra sensível (dermatite atópica) nunca teve assadura. Quando comeca a ficar vermelinho passamos o creme da Weleda (pouquinho) e logo resolve. Ja ouvi que usar sempre creme de assaduras deixa a pele mais sensível ainda.
    Bjs!

  2. Cynthia

    Olá! Fui beneficiada com muitas informações do blog, porém atualmente percebo a influência dos produtos (marketing) no conteúdo proposto, o que acredito mudar a característica do blog….

Deixe seu comentário