Mães chatas criam filhas mais bem-sucedidas

Muitas amigas vieram comentar comigo aliviadas que não precisam mais se preocupar por serem chamadas de chatas. É que recentemente foi divulgado o resultado de uma pesquisa que apontou que as filhas de mães chatas têm mais chances de serem bem-sucedidas na vida pessoal e profissional.

Curioso, né? Mas foi o que pesquisadores ingleses da Universidade de Essex descobriram depois de analisarem 15.500 meninas entre 13 e 14 anos e acompanharem suas vidas por cerca de seis anos seguidos. Perceberam que aquelas que vinham de famílias cujas mães eram mais rígidas e impunham regras mais duras tinham mais chances de passar no vestibular, de se darem bem no primeiro emprego e tiveram menor taxa de gravidez na adolescência.

Mae chata

Photo Credit: Shannon Tompkins via Compfight cc

Ao que parece, a insistência das mães para que as filhas cumprissem regras surtiu um efeito positivo, já que elas acabaram replicando esses comportamentos na vida, mesmo sem que percebessem. Claro que ser chata não significa nem de longe falta de amor ou mesmo de carinho. Tem mais a ver com estabelecer regras e cobrar que seu filho as siga a risca!

Achei muito interessante o estudo e é legal como isso alivia um pouco da culpa que a gente sente por ser às vezes dura com os filhos. Mas, como mãe de dois meninos, fiquei bem curiosa para saber se a rigidez tem os mesmos efeitos sobre eles.

Aqui em casa, não me considero nem 100% rígida, nem 100% relaxada. Acho que sou um meio termo mesmo, talvez pendendo um pouco mais para o primeiro caso, já meu marido, está mais para o relaxado.

O que vocês acham? Será que faz diferença o sexo dos rebentos e a maneira como nós os criamos? Tomara que algum pesquisador também resolva fazer um estudo com eles, pois agora fiquei curiosa.

4 comentários

  1. Juliana

    Adoro o blog já sigo no face e estou começando meu blog http://www.meumundoazul,com obrigada bjs

  2. Patricia

    Oi Shi,
    Na minha casa, a chata sou eu.
    Meu marido é super relax e não consegue brigar com a nossa filha e sobra pra mim esse papel.
    Mas tento sempre não ser a chata. Sou dura com ela, mas sempre tentando achar o meio termo.
    Beijos!

  3. Marília

    Boa tarde Shi!

    Amei o texto! Espero que eu consiga ter pulso firme o suficiente com a minha pequena pra que ela seja uma mulher independente e bem sucedida.

    Estou com dúvida sobre quais mamadeiras e chupetas devo comprar para a pequena, falta algumas semanas pra ela nascer e não faço a mínima ideia de qual comprar!!! Por favor, me ajude! Gostaria de saber qual o tipo de informação que devo encontrar nas embalagens pra que eu saiba qual a melhor e menos prejudicial.

    Agradeço desde já a ajuda.

  4. Cristiane Ferrari

    Se vai se dar bem na vida eu não sei, mas q sou ” uma mãe chata” isso eu posso dizer q sim. Exijo bastante as regras da minha filha. E acredito q fará bem no futuro. Estou colocando sementinhas na vida dela para poder crescer no seu futuro. Adorei ler o texto.

Deixe seu comentário