Medo de palhaço e outros personagens: o que fazer

Se tem uma coisa que toda criança tem é algum medo. Pode ser medo do escuro, de dormir sozinha, do que está embaixo da cama, daquele tio simpático (mas que sei lá por que ela invocou), de cachorro, do mar, de injeção. Por aqui, o Leo tem alguns medos: lobo mau, Papai Noel e personagens (aquelas pessoas fantasiadas de personagem que costumam animar festa infantil).

E sabe que esse medo não é tão incomum? Muita criança tem medo de personagens, Papai Noel ou então palhaços. E, lógico, as coisas que deixam nossos filhos fora do prumo também mexem muito com a nossa vida. Afinal, como fazer com que ele perca esse receio, como entender o que ele sente, o que devemos fazer para ajudar em vez de piorar ainda mais as coisas?

Nesse caso ainda acho possível surgirem mais dúvidas na cabeça dos pais pois a gente sabe que tem pessoas que sentem medo de palhaço, por exemplo, mesmo depois de adultos! E esse medo tem até um nome científico e tudo: é a coulrofobia. Bom, é importante primeiro a gente saber que o medo que as crianças sentem é diferente da coulrofobia e não necessariamente alguém que sentiu esse pavor dos palhaços na infância vai desenvolver esse problema na vida adulta. Mas, o jeito que nós encaramos esse sentimento dos filhos e como lidamos com a situação é fundamental para que tudo fique bem.

Embora o palhaço seja a figura mais comumente associada a esse tipo de medo, na verdade o problema está não no personagem em si, mas no fato da pessoa estar fantasiada e ter uma aparência distante da habitual para um “humano” (sei que ficou forte essa explicação, gente, mas é que é bem por aí mesmo).

Pode ser que seu filho sinta medo de outras pessoas fantasiadas ou até de personagens desenhados em livros, histórias em quadrinhos ou animações da TV e da internet (caso do Leo).

O medo que ele sente, na verdade, é do que ele não conhece. Para a gente tentar entender direito o que se passa na cabeça das crianças o melhor a fazer é se colocar no lugar delas. Então vamos lá: quando elas nascem, elas conhecem só o corpo da mãe. Aí vão aprendendo a conhecer outras pessoas, o espaço onde elas moram ou os lugares que frequentam. A cada coisa nova que aparece na vida delas, seja uma pessoa, uma situação, um lugar, elas vão se deparar com um misto de sensações boas, ruins e amedrontadoras também, por, às vezes, não saberem como lidar com aquilo.

Imagine que quando um palhaço aparece na frente da criança, ela não associa de imediato que é uma pessoa comum, vestida com roupas diferentes e com maquiagem no rosto, peruca e outros acessórios. E palhaço é normalmente escandaloso, o que não facilita muito, rsrs. Imagine que pela cabeça dele, pode passar que tudo aquilo é a aparência de um temido monstro. Pois, afinal, que cara têm os monstros, não é mesmo?

Por isso que é normal seu filho sentir medo de palhaço ou qualquer outro personagem, principalmente na faixa dos 2 aos 4 anos. O que você precisa é ajudá-lo a lidar com esse medo, e aqui vão umas dicas:

  • Não diga que o medo dele é bobo. Isso vale pra vida toda do seu filho e até mesmo para lidar com outras pessoas. Nenhum medo é bobo para quem o sente. Em se tratando de crianças pequenas, é preciso respeitar o sentimento e entender que ele é mais do que normal.
  • Dê segurança, fique presente. Você não precisa escondê-lo do palhaço, mas mostre que você está junto com seu filho, que não vai deixá-lo sozinho. Diga “tudo bem”, quando ele disser a você que está com medo.
  • Não force a aproximação. Isso pode dar muito errado, então nada de dizer “vai lá perto do palhaço” ou qualquer coisa do tipo. Deixe que ele fique a uma distância que ele considere segura. Se ele chorar e for uma festa, leve-o até um lugar que ele se sinta confortável.
  • Não esconda os palhaços do seu filho. Dar apoio não é fingir que os palhaços não existem e esconder qualquer referência ao personagem. Uma das dicas inclusive é ir mostrando aos poucos que palhaços são personagens e que podem ser divertidos: em livros, desenhos, vídeos da internet, para depois fazer a aproximação pessoalmente
  • Tente mostrar que é só uma fantasia. Se o seu filho quiser, você pode ir até o camarim ou sala onde os palhaços e personagens estão se arrumando para que ele veja que é uma pessoa comum que se veste para fazer brincadeiras. Você pode encontrar vídeos também que mostram isso, a maquiagem, as roupas sendo vestidas.

1 comentário

  1. Milena Monteiro

    Minha filha tem 05 anos e tem verdadeiro pavor de personagens. Onde estivermos se aparecer algum personagem ou palhaço, para nós acaba o passeio, pois ela se desespera de uma forma que ela não se acalma enquanto não vamos embora. São inúmeros os convites de aniversários que não vamos por causa disso. Parece que ela tem um trauma, mas não lembro de nenhuma situação que possa ter causado isso nela.

Deixe seu comentário