Tem horas que a gente faz o que dá

Nesse final de semana, recebemos dois casais de amigos para almoçarem aqui em casa. Os babies desses casais tem a idade do Caê. Caê é o mais velho, na verdade, mas a diferença entre eles não é maior que um mês.

Papo vai, papo vem, é claro que entramos na pauta-mais-comum-de-conversa-de-mãe: o sono do bebê. Conversando, confirmamos o que já sabíamos. O Caê e o filho de uma dessas amigas dormem muito, muito, muito mal. E o filho da outra, dorme suuuuper bem. Daqueles que vão para a cama às 21h e acordam só as 8h do dia seguinte.

E aí, como o assunto era esse, eu e a minha outra amiga-azarada-do-filho-que-não-dorme começamos a chorar as nossas pitangas e a contar as coisas que a gente fazia para sobreviver e tentar ser menos zumbis no dia seguinte.

a gente faz o que da

Photo Credit: dkjd via Compfight cc

Minha amiga contou que assim que o filho dá a primeira acordada ela já leva para a sua cama e ele termina a noite lá. Eu falei que, há meses, me mudei para o quarto do Caê e durmo num colchão no chão, pois assim, quando tenho que levantar e dar mamá (peito) para o Caê voltar a dormir de novo não desperto tanto e depois pego no sono rapidinho.

Quando nós falamos que a gente se vira assim para que as noites sejam menos difíceis, nossa amiga-sortuda-do-filho-que-dorme-a-noite-toda disse que a gente era louca de estar fazendo isso. Que levar para a cama do casal só ia complicar ainda mais as coisas (o bebê iria acostumar e depois ia ser um parto para ele voltar para o quarto dele) e que ficar dando o peito a noite inteirinha para o Caê voltar a dormir também não era um hábito legal (já que ele iria viciar nisso e depois tirar esse hábito seria complicado). Além do que ele também iria acostumar com a minha presença no quarto e o dia que eu saisse seria um Deus nos acuda.

Quer saber? Em partes eu concordo com ela. Com um olhar frio e absolutamente imparcial sobre a questão eu acho que ela não está errada. Eu preferiria que o meu bebê dormisse no berço dele em vez de fazer cama compartilhada e eu também preferiria que o Caê dormisse sozinho como sempre fez o Leo, em vez de eu ter que ficar dando o peito para ele voltar a dormir. Mas a verdade é que cada caso é um caso e que a gente se vira do jeito que dá. A verdade, é que chega uma hora que nós, mães, simplesmente nos damos por vencidas (normalmente é o cansaço que nos leva a isso) e fazemos coisas antes impensáveis simplesmente porque a gente precisa sobreviver, precisa levantar no dia seguinte, precisa ter alguns minutos de sono a mais.

E por isso, eu não julgo quem “faz o que dá”, faz o que está ao alcance, opta pelo caminho mais fácil em muitas e muitas situações da maternidade. Isso porque, só quem vive determinada situação pode saber onde o calo aperta e o que seria capaz de fazer para sobreviver àquele desafio (PS: aqui no blog tem até um post entitulado Nunca diga nunca, onde conto a história de uma vez que ouvi de uma amiga que ela andava de carro para a filha dormir e que eu pensei “ah, mas isso não faria nunca” e depois me vi fazendo exatamente igual. Enfim, leia a história, entenda e, com certeza, identifique-se. ahahah!)

Para a minha amiga-sortuda-do-filho-que-dorme-a-noite-toda é fácil falar que não faria isso ou aquilo porque ela não está na pele de quem tem um filho que acorda infinitas vezes à noite ou desperta e fica 3h acordado. E justamente por isso, por ela não viver o que a gente vive, que eu também não julgo a opinião dela a respeito do que a gente está fazendo. Como eu disse, a experiência dela é outra e por ser outra é difícil dela se colocar no nosso lugar.

Mas enfim, com certeza, eu e a minha outra amiga-azarada-do-bebe-que-nao-dorme não somos as únicas que entregamos os pontos, que jogamos a toalha e que recorremos à solução “a gente faz o que dá” para resolver nossos problemas. Muitas e muitas mães vivem isso e isso é normal, é absolutamente comum e é até sinal de inteligência, afinal, sobreviver é prioridade e, para isso, muitas vezes, a gente tem que ir pelo caminho mais fácil porque forças para encarar pedras, buracos, desvios, subidas e descidas a gente não tem mais.

Por isso, se você também está fazendo algo que não é e nunca seria a sua primeira opção para solucionar um deternidado problema, saiba que você não está sozinha. Nas melhores famílias (e até na casa das blogueiras de maternidade. Ahahaha!) sempre haverá uma ou centenas de situações em que a gente faz o que é possível e não o que é ideal.

57 comentários

  1. janaina

    nossa, perfeito, eu sou uma das azaradas com filha que não dorme sem mamar, e apesar de não me orgulhar, tenho q dar de 2 a 3 mama´s pra ela voltar a dormir de noite, pq senao, como se trabalha no outro dia??? exausta

  2. Manuela

    É isso mesmo Shirley! Passo por exatamente isso. Já chorei demais por esta situação, porque não acho q seja a ideal, pq eu tb fico cansada assim, meu marido tb dorme mal, mas é pior ainda se precisarmos levantar infinitas vezes na madrugada para ir até o berço, dar de mama, esperar adormecer, tentar colocar no berço de volta, daí acorda, dai começa tudo de novo, enfim… a gente faz o que dá. E o que mais me aflige nisso tudo nem é somente a situação em si, mas como os outros sempre tem um pitaco, uma critica, uma solução mágica (que aqui nunca nenhuma funcionou) e criticam como se a gente não tivesse pulso firme, a gente não soubesse educar, a gente deixasse a criança tomar conta da gente, etc etc etc, Afff,,, cansada viu,,, Cheguei a conclusão que tenho que guardar isso pra mim nas rodas de conversa pra evitar ficar aborrecida.

    1. Roberta

      Perfeito!!! Como eu já disse aqui outras vezes, minha bebê dorme do meu lado, antes na cama e agora com o berço grudado na minha cama, o pior são as pessoas julgando e dando palpite sem saber o que é passar por aquela situação. sou do time do mais fácil, o que for facilitar a minha vida e a dela eu ponho em prática mesmo, desde que supra as necessidades dela óbvio, jamais faria nada pra prejudicar a ela, isso as pessoas parecem que não veem.

      1. Danielli

        Perfeito. A mais pura verdade. A minha filha só dorme mamando. Depois tiro e ponho a chupeta. Acorda a cada 2/3 hs para mamar. O marido foi para o colchonete p poder dormir e não a acordar com o ronco (acho que eu bateria nele kkk). Ela dorme 21,22hs e acorda 6,7 hs c os intervalos q falei. Agora com 6 meses, não chora, só resmunga e me puxa aí ponho o peito p fora e ficamos agarradinhas. Uma Noite dormiu 6 hs seguidas e pensei que td ia mudar. Só que não rs. Foi só aquele dia haha. Daqui a pouco. Não ligo para o que os outros falam. A filha é minha e me dedico ao máximo. Deus e a minha família estão vendo. É o que me basta. Quem crítica não teve filhos ou teve um dorminhoco. Cada uma com o seu bebê único.

    2. Marília

      Eu tenho dois filhos.. a minha mais velha.. hoje com 7 anos era um terror pra dormir… acordava querendo mandar a noite toda.. chorava.. dor ir sozinha no quarto dela nem pensar.. dormia comigo mesmo senão eu não ficava em pé no outro dia… e foi assim até os 3 anos mais ou menos… aos poucos fui tirando o Leitinho da madrugada… e colocando ela pra dormir na cama dela…hoje ela dorme muito bem e sozinha…meu menorzinho sempre dormiu no berço dele é dorme a noite toda desde de os 2 meses de idade… mas agora c 3 anos está na fase dos medos… de acordar chorando no meio da noite querendo meu colo… aconchego de mãe… então não penso duas vezes.. ele vem pta minha cama e dorme comigo… por q pra eles a cama dos pais tem magia e os protege de todo o mal… e não me preocupo por q sei q essa fase de medo vai passar e ele vai voltar a dormir tranquilo na sua cama… nada fura ora sempre… aos pouco as coisas entram nos eixos…

  3. Ana Paula

    Pois é… seremos infinitas azaradas-dos-filhos-que-não-dormem-a-noite-todas, tbm já me descabelei tentando me adaptar ao “ideal”, tenho na família várias sortudas-dos-filhos-que-dormem-a-noite-toda e me sinto uma aliem perto delas, mas fui cedendo aos poucos, um pouco por dó dele e um pouco mais por dó de mim… preciso acordar cedo… e não vou perder meu fim de semana tentando mudar nossa rotina de acordar no meio da noite pra mamar, não, só vou aproveitar pra dormir um pouco mais de manhã, obvio! Ele é só um bebe… quando crescer vai ter seu quarto… sua cama… e será feliz e inteligente, assim como aqueles-que-dormiram-a-noite-toda!

  4. Vanessa

    Shriley, meu filho dorme a noite toda, mas teve um período que ele se recusava a tomar leite (mamadeira), simplesmente resolveu que aos 4 meses, não precisava de leite… passava o dia tentando alimentá-lo e ele cuspia, chorava não mamava nem por decreto.. pensamos em refluxo, alergia ao leite, tentamos de tudo, mas ele só se alimentava a noite dormindo… eu desesperada, acordava a cada três horas e dava a mamadeira com ele dormindo para que pelo menos a noite ele se alimentasse. Mãe tem que se virar nos 30…

  5. Tatiana Cali

    Realmente, as vezes é a solução!
    Aqui em casa meus filhos dormiram no meu quarto até os 4 anos, mas cada um no seu berço ou cama.
    A Clara sempre dormiu muito bem, mas o Lucas, era um parto. E como sua amiga, ao primeiro sinal eu o colocava na minha cama! Eu trabalhava muito, as vezes virava 36h entre ambulatório e plantão e precisava dormir.
    Só que ele na cama tb não me deixava descansar e dormir direito!
    Enfim, teve um dia, ou melhor, uma noite, que eu passei de pé ao lado berço! Ele chorando pedindo para ir para minha cama e eu dizendo que aquela era a cama dele, mas que eu ficaria ali.
    Foram duas noites de cão, mas depois consegui que ele dormisse no seu berço.
    Tenho certeza que, como eu, no tempo de vcs, vcs conseguirão resolver estas questões! Mas até lá, o que dá é o melhor que se pode fazer!
    Daqui, agora com os dois grandinhos (Lucas 7 e Clara 4), eles dormem comigo sempre que estão doentes e meu marido vai para outro quarto ou para o colchão, dependendo da situação.
    Porque embora muitos me julguem e critiquem por isso, foi a maneira de não virar Zumbi. E sabemos bem como é difícil um filho doente. E neste ponto meu marido tb é SUPER parceiro!
    Então é isso! Fazemos o nosso melhor mesmo quando fazemos o dá ou que se pode no momento!
    Beijos,
    Tati

  6. Paula

    Nossa, super me identifique!!! TODO MUNDO tem um palpite pra dar sobre o sono do meu bebê!!! Infelizmente também faço o que dou conta!!!! Ele tem 5 meses, acorda a noite inteira pra mamar…quanto estou mais forte até tento fazer o certo mas são tão poucas as noites que estou mais forte rsrsr…agora respondo pras pessoas o que elas querem ouvir: dorme a noite toda?Dorme!!! Mama de 3 em 3 horas? Mama!!!! Chora? Nada!!!! Kkkk e pelo menos descanso da conversação fiada!!! E no final, tudo passa….

  7. Juliana

    Também sou mãe-azarada-do-bebe-que-não-dorme kkkk, começou com um resfriado e febre logo depois da licença maternidade depois de algumas noites levantando de meia em meia hora resolvi levar para a minha cama , não aguentava mais. . . agora já com 1 ano e 11 meses ele ainda dorme na nossa cama. Desde sempre acorda a 1h, as 3h e as 5h para mamar (peito) e cada vez é mais díficil mudar este hábito. Já tentei dar água, dar chá . . mas depois de muitas tentativas acabo voltando “para o mais fácil” pois também preciso dormir, eu preciso descansar e ele também. Muitas opiniões são dadas, mas realmente só quem vive é que sabe como é. Amo seu blog . .. mãe real, vida real.

  8. Alini

    Eu tbm sou a mãe-azarada-que-o-filho-não-dorme! Tbm me mudei para o quarto da minha filha qdo ela tinha 2 meses pra ficar mais fácil as mamadas e para o meu marido não acordar (ele têm insônia.. qdo acorda é muito ruim pra ele). Tudo isso passa! Hj ela dorme um pouco melhor e eu consigo ter algumas boas noites de sono.

  9. lilian

    Oi, bom dia pois acordei agora 12, pois tive aquela noite minha filha Valentina de 9 meses está nascendo os dentinhos, e está muito enjoada e com febre (apesar de falar que não da febre, ela está com muita e sem nenhum motivo, a não ser o dente) quero dizer que eu estou dormindo no colchão no chão do meu quarto com ela e a mais velha Júllia 4 anos na cama com o pai, com essa não tive problema algum, sempre dormiu sozinha no seu quarto e a noite toda desde que nasceu, ja a segunda Valentina tenho que estar 24 com ela, pois chora ate no colo do pai, eu estou com uma exaustão sem limites, mas sei que no final tudo acaba bem. Lilian

  10. Heliana

    Mesmo tendo duas filhas, de 3 anos e de 6 meses, que dormem bem, não julgo as que colocam na cama ou tentam alguma coisa diferente. Mesmo porque nas situações onde as minhas não dormem, por exemplo agora na volta ao trabalho, não penso duas vezes em colocá las perto de mim. Fiz isso com a primeira, para ela voltar a se sentir segura e não tive bebhum problema com a volta dela pro berço. E agora com a segunda, também, pous no dia seguinte sou eu que tenho aguentar o dia de trabalho. Essa fase passa e rápido! A hora de dar carinho e segurança pro bebê é agora e realmente cada mãe sabe onde seu calo aperta!

  11. Cristiane

    Estou nessa também!! Me arrependo de não ter colocado ele na minha cama antes!! Isso ter me poupado muitas noites em claro e suas complicações!!! E o meu dorme no berço dele quando bem entende!!! na casa dos avós dorme no berço e tudo certo!! Essa história de que vai ser difícil tirar da cama dos pais depois não cola aqui!!! Hoje faço ele dormir na minha cama…coloco no berço dele e volta pra minha cama só de manhã cedo quando acorda!!! Cada uma sabe o filho que tem e o que precisa fazer!!!

  12. Paula

    Sou mãe de duas meninas de diferencia de 2 anos apenas, a mais velha hoje com 8 anos nunca me deu trabalho para dormi, nem comer, nem de doença. Nada!
    Mas quando a minha mais nova hoje com 6 anos nasceu achei que nunca mais sairia da hospital, ou dormiria, ou comeria regulamente e ainda tinha outra bebê de 2 anos.
    Foi muito difícil, eu imagreci tinha horríveis olheras e falta de prazer para qlqer coisa, quando a mais nova completou 1 e meio eu tive meio que uma revolta pois não me reconhecia mais e comecei a coloca-la no quarto uma hora antes de me deitar e deixa vá ela lá até que adormecia no meio dos gritos e berros desesperador, e eu sentava do outro lado da porta e chorava muito tinha dias que dormia lá mesmo.
    Vivia de hospital em hospital, foram várias observações e uma internação por causa do pulmão e da falta de apetite que minha bebê tinha. E eu naquele dia dei um basta naquele desespero, foram semanas uma guerra MAS EU VENCI!
    Hoje agradeço a Deus que por mais que parecia loucura deixar ela chorar, fazer ela comer, e finalmente dormi… Hoje consigo olhar aquela situação sem nenhum remorcio.

  13. Suzana

    Eu me vi retratada nesse post e em cada um dos comentários. Já tentei técnicas infalíveis, táticas, macetes e nada. Estou há um ano nessa situação e já me conformei. Um dia ele vai dormir a noite toda no quarto dele, até lá é ter paciência…

  14. Juliana

    Amei este seu post … Sou Mãe de um menino que hoje completa 02 anos e 06meses e ainda está no peito e ainda dorme muito mal, acorda muito, e a maneira que achei para não me cansar tanto pois fico 12horas fora de casa é esta da mama (assim dorme rápido) e eu durmo rápido. Com está experiência de Mãe eu nunca mais julguei nenhuma Mãe, por nada, se mama no peito, se da mamadeira assim que sai da maternidade, se dorme junto ou separado, porque cada um eu costumo dizer que tem sua cruz, a minha deve ser está e sou muito feliz apesar de cansada ..

    Adoro seu blog e acompanho desde que o Mateus nasceu ..

  15. Sheila

    Sei bem o que é isso. Minha filha é péssima para comer, tentei de tudo. Melhorou qdo relaxei, mas ainda dói ver que não come metade do que eu gostaria e nem a variedade que eu esperava.
    Já tentei seguir vários maneiras que funcionam com outra criança. Hoje qdo alguém me dá sujestao, eu simplesmente digo: – Ok, pode fazer desse jeito se vc conseguir vai ganhar minha gratidão eterna!
    Ninguém nunca conseguiu …

  16. Elizana

    Só uma pergunta: onde está seu marido? Tendo uma noite maravilhosa de sonhos? Meu filho tb dormia muito mal mas, graças a Deus, meu marido sempre dividiu comigo este perrengue e, assim, conseguimos mantê-lo no berço, sem querer peito a noite inteira. Se estivesse sozinha nessa, com certeza, estaria na mesma situação que a sua até hoje!

  17. Karem Trajano

    Nossa perfeito, sou mãe de um bebê de 4 meses que ainda acorda muito durante a noite. coloco ele na cama comigo no meio da madrugada pra facilitar minha vida…

  18. Fernanda

    Já passei por tudo isso. Fui saber o que era ter, novamente, uma noite bem dormida quando minha filha mais velha estava com cinco anos. Mas o que eu tirei de bom em tudo isso é que apesar do cansaço,ás vezes estar brava com a situação, eu vivi minhas filhas. Passei muito tempo com elas enquanto pequenas. Brincava com elas na madrugada quando não tinham sono e vejo que o tempo passou muito rápido. Hoje já não dependem muito de mim. Mamães tirem o máximo proveito desse tempo pois ele passa muito rápido e posso garantir que vai bater uma saudade imensa dessa fase.

  19. Danielle Leão

    Estou no grupo dos filhos que não dormem e a mãe tb não rsrsrs…
    Tenho dois filhos Carmen Julia com 4 anos e João Lucas com 2 meses e sempre ouvi falar que nenhum filho é igual ao outro e confesso que na gravidez sempre comentava, com o João Lucas vou dormir já que a Carmen Julia nunca gostou muito de dormir até hoje, acorda super cedo e sai acordando todo mundo.
    Já com o João Lucas é mais difícil ele não dorme e quando finalmente consegue não podemos fazer um barulhinho sequer, como conseguir com uma outra criança em casa? Já falaram que estou acostumando mal, mas não é, pois desde o dia que nasceu a irmã grita, pula, faz bagunça…
    E sofro com a madrugada tb, mama o tempo inteiro, o descanso que tenho é no inicio da noite, pois quando consigo coloca-lo para dormir as 20:30/21:00hrs e ele vai até 00:00/00:30, depois acorda as3:00 e daí em diante de uma em uma hora.
    Realmente só quem passa por situações assim é que sabe como é difícil, já ouvi várias pessoas falando, dando palpites e até criticando, mas não me deixo levar, continuo fazendo do jeito que dá, do jeito que desgaste menos a nós. Minha filha vai continuar acordando no meio da noite e pulando para nossa cama, meu filho vai continuar acordando e indo para nossa cama tb, o que fazer? Já decidimos, comprar uma cama bemmm maior.
    Eles crescem tão rápido, daqui a pouco vão estar em outra fase, e teremos que compre outra cama, dessa vez menor, só para nós dois de novo.

  20. Carla Marques

    A minha filha sempre dormiu bem desde os 12 meses (quando passou a dormir no seu quarto).
    Senti-me super orgulhosa e chegava a pensar um pouco mal das minhas amigas que diziam que tinham que ficar a dormir na cama dos filhos até adormecerem. Eu pensava, “nada disso, a minha filha adormece sozinha e quase nunca acorda de noite”. Até que numa das vezes em que ficou doente, ficámos com ela na caminha até adormecer e o hábito criou-se. Há cerca de dois meses que ficamos na cama dela até ela adormecer, o que chega a levar mais de uma hora.
    Tivemos sorte durante 10 meses, até que a situação mudou e agora fazemos o que resulta para nós. Não é o ideal mas, neste momento, é o que resulta para nós. Conto a história mais detalhadamente aqui: http://www.vinilepurpurina.com/2016/01/14/a-minha-filha-dorme-tao-bem-nao-dormia/

  21. Fabiana

    Minha filha de 8 anos dormia a noite toda, um anjo, desde 2/meses. E eu achava que as mães que os filhos não dormiam estavam exagerando. Aí chegou meu caçula que só dormiu uma noite toda aos 3 anos RS e Mamou no peito ate essa idade e só qdo eu tirei o peito ele dormiu. Detalhe: eu sabia na teoria o que fazer mas fiz o que deu. Quarto compartilhado, peito a noite com 3 anos, cama compartilhada, enfim, fiz o que deu, todos sobreviveram sem sequelas rsrsrs

  22. Fabiola

    Olha, o meu Daniel só foi dormir a noite inteira quando eu desmamei, porque ele acordava por hábito mesmo!!!! Mas há crianças que mamam e que, por si sós, começaram a dormir a noite inteira sozinhas… para as mães que têm esse privilégio, é fácil criticar, julgar e dizer para as mães cujos filhos acordam ” de picado em picado” como o meu fazia…é fácil dizer que tem que deixar chorar, tem que adormecer sozinho no berço, etc. Cada criança é um ser humano distinto com reações igualmente distintas. Para umas, funciona o ” deixar chorar e dormir no seu próprio quarto”; para outras, não. Sei de criança que não cedeu ao ” deixar chorar” até que desista e durma, vomitou, ficou acordada, enfim!!!Ser mãe é muito, muito gratificante, mas há muitas vezes em que realmente, fazemos o que dá!!!

  23. Mariane

    Meninas li todos os comentários e me solidariza do vcs….
    Meu filho dormiu realmente mal, mal mesmo até 1 ano e 6 meses, ele acordava 4 ou 5 vezes na madrugada, estavam os perdendo a sanidade mental. Tnrteo técnicas “infalíveis”, dicas enfim tudo q me falavam. É claro que nada resolveu. E do dia p noite ele começou dormir a noite toda, estamos nessa há 8 meses, boca! Força e fé por que isso tb vai passar gurias. Bj

  24. Leticia

    Meu filho dorme comigo na cama, ele tem 1 ano e 4 meses. E pra quem acha ruim, eu digo: -“Quando você tiver o seu, faça diferente, então!” Inclusive comentários da minha sogra, que eu faço questão de rebater, dizendo que o filho mais novo dela dorme com ela até hoje (claro, de vez em quando) e ele já tem 18 anos, e ainda digo que ela gosta! É claro que gosta! E ponto. Eu sou mãe, eu sei o que o meu filho, e eu, precisamos, e com certeza não é de pitacos. Tenho certeza que tem muitas coisas que não são ideais que eu faço sobre a alimentação e os hábitos de sono dele, mas sei que dou sempre o máximo de amor e carinho que eu posso. E ainda como trabalho fora o dia todo, dormir com ele é uma forma de estarmos sempre próximos. Tem muitas outras vantagens, como quando ele acorda de super bom humor e finge que ainda está dormindo dando risada. Ter o sorriso dele logo de manhã é uma das coisas que me fazem ter ainda mais força e me sentir mais segura das minhas decisões.

  25. Rafaella Siqueira

    Sempre leio os artigos de vocês e adoro, mas esse mostra exatamente a minha realidade, o Felipe meu filho de mais novo já passou por tanta coisa que não acho justo faze-lo sofrer mais e como tenho que acorda e etc e tal ele mama a noite quase toda e sempre que chora eu estou perto porque percebo que é isso que ele precisa e se vai ser dificil tirar do peito, e da minha cama mais cedo ou mais tarde a gente vai achar uma maneira que se encaixe bem pra nossa realidade! Amei o post!!!

  26. Karine

    O jeito que eu arrumei para o meu filho dormir à noite toda foi a cama compartilhada. Eu já não sabia em que me apegar ou o que fazer, eu e meu marido ficávamos exaustos no outro dia com as noites em claro. Então o Hugo foi muito bem-vindo em minha cama! A cama é king e todos dormimos muito bem! Muita gente critica… Finjo que nem escutei!

  27. Ester

    A minha ainda não fez três, e eu não tenho a menor vontade de tirar ela da minha cama! Rsrsrs

  28. Tatiane

    Ai que alívio!!!!!
    Sou reincidente…..Meu filho mais velho dormiu com 2 anos e meio…. livros, conselhos médicos e de outros, chás…tudooooooooooo…………..nada adiantou.
    Hoje minha bebê, de 7 meses, acorda inúmeras vezes a noite, e simplesmente eu não tenho forças para o passo-a-passo para ensiná-la a dormir…..já tentei muitas coisas mas agora um colchão já fica do lado da minha cama, ´porque quando já não aguento levantar para ir ao quarto dela, niná-la, amamentá-la…..confortá-la, eu a pego e a levo para o meu lado…..pelo menos ando menos …..e a noite continua….

  29. Priscila

    Pois eu sei mto bem como eh essa situação. Hoje meu menino tem 1 ano e 9 meses e dorme na cama dele a noite toda. Mas teve um período lá pelos 9 meses que ele dormia comogo na cama porque acordava de madrugada várias vezes querendo o bico e se eu demorasse para atender, ele ficava bravo e perdia o sono. Como eu precisava trabalhar no outro dia,

  30. Priscila

    Pois eu sei mto bem como eh essa situação. Hoje meu menino tem 1 ano e 9 meses e dorme na cama dele a noite toda. Mas teve um período lá pelos 9 meses que ele dormia comogo na cama porque acordava de madrugada várias vezes querendo o bico e se eu demorasse para atender, ele ficava bravo e perdia o sono. Como eu precisava trabalhar no outro dia, eu volocava uns 3 bicos no bide e quando ele acordava pedindo eu ja colocava um na boquinha dele.
    Bom chegou um dia q eu decidi q era hora de terminar com isso e em 3 noites adaptei ele no próprio berço, no próprio quarto sem nenhum tipo d trauma!

  31. Lais

    É tão bom quando a gente nao se sente sozinha, q o q está acontecendo não é só com a gente!
    No meu caso, a Julia dorme bem a noite toda desde os 2 meses, mas o problema é pegar no sono. Tanto de dia como de noite, ele só pega no sono mamando no peito. Ja ouvi muito do médico e de outras pessoas q ja é hora de tirar estw hábito (ela ja está com 7 meses). Eu ja tentei algumas vezes tira-la do peito antea dela dormir… Mas na hora do aperto e do cansaço, acabo “jogando a toalha” como vc disse. Espero q naturalmente com o tempo e ela ficando mais velha, isso se resolva.
    Obrigada pelo seu texto. Foi um alento.

  32. Juliana

    Uma pergunta: por que os pais (principalmente as mães) que fazem cama compartilhada se sentem culpados?
    Minha filha dormia no bercinho dela sozinha até uns 6/7 meses. Depois só no peito. Hoje ela tem 1 ano e 7 meses e há pelo menos 1 mês não quer saber de dormir no berço (e se tento colocá-la lá, mesmo dormindo como um anjinho, acorda e começa a chorar). Dorme na nossa cama a noite toda (exceto períodos de dentes apontando), colocamos gradinha removível para que ela não caísse e todos acordam bem descansados no dia seguinte.
    Não é por isso ou porque “ainda” mama no peito que ela vai crescer insegura ou indisciplinada, que vai mandar nos pais e vai ser mimada. Também não seremos os pais relapsos que criam os filhos a-deus-dará.

  33. Stephanie Merisio

    Ufa não estou sozinha, rsrsrsrs com a chegada do meu baby tenho feito coisas que jamais imaginei fazer antes…

  34. Leidilaine

    Nossa me identifiquei demais …
    Meu filho nunca dormiu uma noite inteira, nunca que eu digo é até hj e desde que ele nasceu, hoje ele tem 3 anos e a luta agora é maior pra ele pegar no sono, muitas vezes me pego dormindo antes dele o que me entristece demais, e depois a luta para acordar cedo para ir pra escolinha, se mexe muito na cama, senta, me chama e depois volta a dormir e eu fico tentando achar o sono que perdi …. 3 longos anos de sono acumulado de cólicas nos primeiros meses e de insonia de medo de dormir e ele me chamar e eu não ouvir …. queria ser bem mais paciente …. mas esta sendo praticamente impossível ser paciente sem dormir bem … rsrsrsrs

  35. Rosana moura

    Até que tenho fazer com que meu bebê e meses durma bonitinho no seu berço. ..Mas depois da segunda ou terceira acordada e noite e com o frio que vem fazendo acabo me rendendo a cama ou colchao compartilhado e algumas vezes mama pra que ele durma noutra vez..mesmo pq no outro dia tenho jornada dupla de trabalho ..fora o de casa…Realmente só quem passa sabe como e difícil. ..o sono..o frio..cansaço. .exaustão que muita vezes leva a impaciência ..choro e desespero…#tamojunta….

  36. Thaise

    Minha filha tem 11 meses e acorda pra mamar. Dormia no berço e agora não quer dormir mais. Estamos fazendo a cama compartilhada. Nunca imaginei que faria isso. E me sentia muito culpada às vezes. Mas depois de muita conversa e ler muitos relatos percebo que infelizmente tem bebês que tem mais dificuldade em dormir sozinho ou a noite toda. E eu não consigo deixá-la chorando, como a maioria aconselha. Acho que tem horas que é assim mesmo… Fazer o possível. Hoje eu durmo melhor e ela também. Não levanto pra dar mamar e não perco o sono… O que me consola é saber que vai passar e que é uma delicia te-la ali do meu ladinho….

  37. Ana

    Sou pediatra e mãe-sortuda-do-filho-que-dorme-a-noite-toda. E não é pq ele dorme a noite toda que tudo foi fácil. Nunca fui uma pediatra radical, mas a maternidade me ensinou a entender melhor o “a gente faz o que dá” e que às vezes a gente tem que fazer o que dá certo, mesmo que não seja lá muito correto.

  38. rafa

    Adorei isso tudo pq meu filho tem 1 ano e 11 meses e ate hoje as noites são assim o unico jeito é ir para cama junto, e recebo muitas criticas por isso, mas so quem esta na situação para saber, fiquei ate mais conformada de saber que não sou so eu lkkkk

  39. Drielle

    Eu m indentifico..muito faço o que consigo…o meu domer c meu esposo das 22:00 ate01:00, daí coloco n berço e eu durmo n colchão n quarto,depois ele acorda d hra em hra p mamar então vms p o ninho que fiz no meu sofá..e assim até umas 6:30 q ele deperta…mais por causa de eu durmir n chão to c uma gripe imensa, no quarto dele eh mto frio, eu não gosto nem de deixar ele n berço pq ele começa a espirrar

  40. Élida Bizari

    Em casa estabeleci a seguinte regra (pra mim mesma): se ele me chamar pela terceira vez, pulo pra cama dele… assim, dormimos a noite toda !
    Doa a quem doer, é assim que é !

  41. Luciana

    Oi meu nome è luciana sou mae de primeira viagem da melissa 3 meses e meio compartilho a cama c ela ela acorda tres vezes na noite p mamar,ja tentei enganar ela c chupeta mas não deu perco o sono e fico na maioria das vzs acordada a noite toda e morro de sono n dja seguinte nao esta sendo facil estou sendo mt julgaDa pelo uso da cama compartilhada mas foi a forma q achei mais comoda p mim sei q depois pd ser mt difícil tira ela da minha cama mas eu prefiro cm as coisas estão a filha è minha e eu estou aguentando cm da pq ela na cama cmg è melhor p nos duas,mas tem uma coisa não consigo apaga o abajur e fican escuro pq sempre acordo p olha o rosto dela a noite o q eu faço to tao errada?pra piorar estou c depressão to enlouquecendo…

  42. Denise

    Já fui criticada por minha postura, e até chamada de FRIA, mas é preciso muito amor pra fazer o que eles precisam que façamos. Eu sempre achei que fosse normal, algumas crianças dormirem bem e outras não! Tenho uma filha, e posso dizer que, não é SORTE a criança dormir a noite toda. Pude contar com a orientação certeira da pediatra na época (que eu nem gostava tanto),uma boa noite de sono tem tudo a ver com rotina, atividades e alimentação. E muito esforço e perseverança. Uso isso com ela desde bebezinho e tem dado certo, claro que,as vezes é difícil sim! Antes o horário de dormir dela era entre 8:30 e 9 da noite, agora com quase 3 anos ela vai dormir as 10:30, mesmo assim ela já sabe que as 9 tem que ir pra cama. E fica lá! Até dormir, canto música, leio livros e ela vai relaxando, paciência e persistência. Daqui a pouco tudo isso passa. Antes da médica me orientar eu achava que os bebês( ela tinha 3 meses) deviam dormir o quanto e quando quisesse. Não!Cada criança tem uma medida de sono, fome, atividades etc o soninho de dia deve ser limitado… e vamos aprendendo. O normal é a criança dormir, a noite toda, esse é o sono do desenvolvimento deles, é muito importante. Acordar 1 ou 2 vezes,tá …mas um bom médico sempre pode ajudar. Se isto está incomodando você e seu filho(a) não é normal.

  43. Rita

    Nunca tive problemas com o sono dos meus dois filhos, o mais velho com 9 anos e o caçula com 19 meses. O mais velho mamou até pouco mais de 2 anos e eu só o desmamei pq ele simplesmente entrou na rotina de um recém nascido de querer mamar na madrugada de 2/2hr e eu tava acabada sem dormir direito. Mas ele não acordava. Qd começava a se mexer muito na cama eu já sabia e colocava o peito na boca e mamava dormindo mesmo. Só acordava se eu não desse o peito. Ele dormia num ‘puxadinho’ ao lado da minha cama. Foi fácil tirar o peito e eu achei sinceramente que ele nunca iria dormir sem mamar, mas qd tirei me enganei, foi como se ele soubesse que já estava na hora. Agora o caculinha é igualzinho, com a diferença que ele é mais independente do peito, ou seja, pega no sono só com a chupeta, mas ‘se mexe’ de madrugada para mamar sem acordar. Isso uma 2, 3 vezes na madrugada, mas nada que atrapalhe meu sono e o dele. E fiz o esquema do puxadinho pra ele tb, já que o mais velho dorme no seu próprio quarto. Mas acredito que cada bb tem seu tempo de amadurecimento, pois conheço bbs que enlouquecia a família em dormir durante a noite e hj com quase dois anos já dormem tranquilas e outras tbm com mais de dois anos ainda dão trabalho.

  44. Sara

    Realidade,também tinha muitas visões que hoje Henrique me fez vê de outras maneiras rsrsrs.
    Ele não dorme como eu queria,mais aí me adpitei a ele,ele dorme durmo junto. (Já que estou em casa).

  45. Karinna

    Talvez pelo modo de pensar e de agir de sua amiga “sortuda” é que o filho dela dorme a noite toda, não por ela ser sortuda. Nossas ações durante o dia influenciam o sono dos pequenos. Aqui acordo somente uma vez, mas vou começar a ajuda-lo a parar com a mamada noturna agora que completou 3 meses. Eles se acostumam e se adaptam a tudo, cabe a nós darmos as condições necessárias.

  46. Maria Luiza

    Sabe qual é a verdade? Cada criança tem uma personalidade, um jeito, um sono… de repente o tempo passa e ela dorme a noite inteira… o problema é ficar esperando o dia que dorme a noite inteira, mas até esse dia chegar tem que realmente fazer o que dá. Quem tem filho que dorme acha que tem uma formula mágica, mas não tem. Hoje, a minha dorme, não pq eu quero, mas pq ela é assim. Não foi eu que escolhi que ela dormisse. Agora, com dois anos, ela dorme a noite toda e eu tb. Não todos os dias, tem dias que é diferente. Mas nós quando nao tinhamos filhos tb não dormiamos bem toda santa noite, mas esquecemos disso! Ainda vai chegar o dia que nossas crianças, serao jovens, e vao sair a noite.. e tb não vamos dormir direito até eles chegarem!
    Na verdade, o nosso sono profundo, nunca mais teremos pq as preocupações e o amor é demais!

  47. Rosana

    Nossa essa matéria é para mim, essa noite meu bebê Mamou tanto que lavou minha cama de vômito pela manhã, ele tem 4 meses e meio e teoricamente deveria dormir melhor, só que não😭 no início eu até me iludi mas cada mês é mais um sem dormir direito. Parabéns pelo bom senso, isso é raro tanta gente para julgar.

  48. Sortuda ?

    Meu filho dorme a noite toda, a noite toda na minha cama kkkk

  49. Erica

    Odiei seu comentário… Se você acha que fazer o que dá, te da, menos trabalho!? Uauuu…To chocada! E fico pensando como será o resto da sua vida…

  50. Patricia

    Então tenho uma bebe de 1 ano e 5 meses
    E acorda muitas vezes a noite para mamar
    Me sinto muito cansada também.
    Logo passa e nossos bebes vão agradecer por isso…😉

  51. Nina

    Hahaha to no time das azaradas! mas depois de 1 mes de sufoco eu simplesmente joguei a toalha…Minha filha nao dorme!! vou fazer o que? Muito Netflix e chá de camomila.. é assim que eu sobrevivo!

  52. Andressa

    Fui uma sortuda com minha primeira filha e uma azarada (das suuuper azaradas..) com minha segunda filha…. que está indo para os 3 aninhos e ainda da bailes a noite. Mas tenho uma teoria: no dia seguinte a gente entra no piloto automático!

  53. Tati

    Aplausos!!!
    E detalhe sua amiga sortuda, não é tão sortuda assim
    Nunca vai saber TAMBÉM como é gostoso dormir com o bebê
    Rsrs
    Aquele cheirinho, aquele pedacinho de gente que rola sobre a gente kkkk
    Enfim cansa, mas tem o lado bom tb da cama compartilhada
    Estou igual vc, durmo no colchão ultimamente
    Bjs

  54. Amanda Olveira

    Meu Heitor tem 1ano e 4meses e ainda acorda muitas vezes a noite optei em me mudar para o quarto dele é deixar dormir comigo para sobreviver. Preciso trabalhar no dia seguinte e ele não ficava muito tempo no berço, já começava a chorar. Na cama ele dorme mais, mesmo assim ainda acorda várias vezes na madrugada. Me identifiquei demais com o relato.

Deixe seu comentário