Dicas para economizar com o enxoval do bebê

Mamães, como estão? Tenho uma novidade superbacana para contar para vocês. Hoje, inicia uma nova coluna aqui no blog. Trata-se da coluna “Enxoval e Preparativos”, que será escrita pela Baby Planner e proprietária da The Mammys, Karina Masijah Vainzof.

Em sua coluna, Karina irá abordar temas como enxoval, aleitamento, preparativos para a chegada do bebê, segurança da casa, shantala, cronograma da gestação, entre outros.

Todos os meses, sempre na primeira sexta-feira do mês, a Karina estará aqui conosco, compartilhando o seu conhecimento e ajudando as novas mamães nessa maravilhosa, mas também misteriosa, aventura que é a maternidade.

enxoval de bebe 3

Photo Credit: Funky Shapes via Compfight cc

Dicas para economizar com o enxoval do bebê

Por Karina Masijah Vainzof

Logo que descobrimos a gravidez, já começamos a imaginar como será o bebê, sua carinha, seus olhos, a cor do cabelo… E tudo o que queremos comprar para nossos filhos amados que estão a caminho.

É um momento mágico e emocionante. Muitas mamães ficam super empolgadas com esse momento e começam a comprar tudo de mais fofo que existe para o enxoval. Afinal, quem não quer dar tudo do bom e do melhor para seu filho?

Mas antes de sair às compras, é importante avaliar alguns fatores para você não gastar dinheiro à toa.

Defina se fará o enxoval no Brasil ou no Exterior.

Mesmo com o dólar nas alturas, alguns itens ainda saem mais baratos quando comprados nos EUA. O carrinho, o bebê conforto e a babá eletrônica são uns desses itens. Mesmo com o dólar a R$4,00 e o IOF do cartão, eles acabam sendo mais baratos lá fora.

Se você quer economizar no enxoval e conhece alguém que vai viajar e pode lhe trazer esses itens, é uma ótima oportunidade! Dessa forma você já consegue economizar, em alguns casos, mais de R$2.000,00.

Se for fazer o enxoval fora, procure promoções de passagens aéreas e hotéis próximos aos outlets (que normalmente são mais baratos). O ideal, para quem puder, é levar o dinheiro em espécie, para evitar gastos adicionais com o IOF do cartão.

O sexo do bebê.

Comece descobrindo o sexo do bebê, isso poderá lhe ajudar com alguns itens específicos de roupinhas, como vestidos e saias para meninas e camisas e calças para meninos. Se você é daquelas gravidas que gostam de surpresas, sem problemas, mas deixe para comprar esse tipo de roupa após o nascimento do bebê, e limite a compra de itens unissex.

Roupas do 1º ano de vida do bebê.

Se você for fazer o enxoval nos EUA, vale a pena comprar a maioria das roupas para o primeiro ano do seu filho. Assim, a viagem “se paga”.

Porém, para as mamães que fazem o enxoval no Brasil, eu sempre recomendo que comprem as peças necessárias para os primeiros 3 meses, e deixem tudo lavado e organizado antes mesmo dos pequenos nascerem. O restante, podem comprar ao longo do tempo, assim o gasto com roupas não será de uma única vez.

Estipule um orçamento para as compras.

O mercado de produtos para gestantes, bebês e crianças cresce a cada dia. As empresas buscam desenvolver e lançar produtos para facilitar cada vez mais o dia a dia das mamães. Mas também existe muita coisa supérflua e que você não precisa! Por isso, tenha em mente um valor que caiba no orçamento familiar, assim você conseguirá se controlar na hora das compras e evitar itens desnecessários, mesmo que seja muito bonitinhos.

Alguns itens supérfluos que você não precisa comprar (e pode dar um jeitinho para substitui-los):

  • Almofada de Amamentação: claro que elas foram feitas para dar suporte e apoio durante a amamentação, são muito confortáveis e podem ser usadas em outras fases do bebê, mas as mamães que quiserem economizar podem optar em usar um travesseiro ou almofadas que já tenham em casa.
  • Kit Berço: estes kits de berços servem para deixar o quarto do bebê mais bonitinho, porém não oferecem segurança. Eles podem causar asfixia e não são recomendados pelos pediatras. Por isso, tenha um berço livre de acessórios!
  • Termômetro de Banheira: nada melhor do que testar a agua do banho do seu filho com seu próprio pulso e cotovelo. Se estiver gostoso e fresco para você, também vai estar para o bebê.
  • Aquecedor de lenço umedecido: este item é totalmente dispensável. Recomenda-se que, enquanto o bebê for pequeno, as higienizações durante as trocas de fraldas sejam feitas com algodão úmido em agua morna (ambiente). Deixe os lenços umedecidos para passeios ou emergências. Aqui no Brasil, mesmo nos dias mais frios, os lenços não ficarão tão gelados a ponto de precisar de um aquecedor.
  • Aquecedor de mamadeira: os bebês quem mamam no seio da mãe, estão acostumados com o leite na temperatura do corpo (temperatura ambiente). Ao migrar para a mamadeira, recomendo que deixem sempre o leite na temperatura ambiente, assim a criança se acostuma rapidamente ao leite complementar e você não vai passar apuros quando for passear com ele e não estiver perto de um micro-ondas na hora da mamadeira. E claro, já economiza mais um pouco.
  • Cadeira Vibratória de última geração: tudo bem que elas são lindas, se conectam com Iphone e tem inúmeros níveis de vibração. Mas o seu bebê ficará mais que satisfeito com um lugar confortável, que vibre e pronto. Desde que você escolha uma marca confiável, um modelo que possua cinto de segurança e que seja adequado ao seu orçamento, pode seguir em frente.
  • Mamadeiras e Chupetas: se você optar por oferecer esses itens para seu filho, não compre muitas unidades do mesmo modelo de uma única vez. Isso porque talvez o bebê não se adapte ao modelo que você escolheu. Então, defina uma marca, compre poucas unidades e teste quando o bebê nascer. Mas lembre-se, opte sempre por marcas e modelos BPA free, com bicos ortodônticos e que sejam fáceis de você encontrar e comprar mais sempre que precisar.
  • Almofadas de banho: são aquelas almofadas que você coloca na pia para deitar o bebê e dar o banho. Elas são umas gracinhas, mas totalmente desnecessárias. Duram pouco tempo, pois o bebê cresce rápido e não vai mais caber lá. Tenha uma banheira apenas, que caiba no seu box e pronto.

Confirma mais dicas sobre economia no enxoval do bebê nesse vídeo do Canal Macetes de Mãe:

coluna-mdm---karina---enxoval

 

4 comentários

  1. Carla Marques

    Felizmente tive muitas coisas emprestadas por amigos que já tinham filhos, desde carrinho, berço, roupa. Só comprei mesmo o que não consegui emprestado e, mesmo assim, comprei coisas desnecessárias como roupa para recém nascido que a minha filha nunca chegou a usar, um contentor de fraldas daqueles que não deitam cheiro que nunca cheguei a usar porque as recargas eram muito caras e não dava assim tanto jeito, uma espreguiçadeira com música e vibração que só usei nas primeiras semanas, pantufas que a minha filha nunca usou porque não andava e não dava jeito nenhum, edredão para o berço que nunca usei, e poltrona e almofada de amamentação que também não usei muito.

  2. Ludmila

    Já estou adorando essa nova coluna! Para nós mamães de primeira viagem mesmo com ajuda da nossa mãe é muito dificil decidir o vale a pena comprar ou não para nosso baby!

  3. Ana Carolina

    Só não concordo que a almofada de amamentação seja um item desnecessário… Ela é ótima! Salva a minha coluna em diversos momentos. A minha está sempre onde eu estou com a minha pequena. Com certeza, se não for possível comprar, dá se um jeito com outras almofadas e travesseiros, mas, definitivamente, não é a mesma coisa!

  4. Simone Pequeno

    Adorei as dicas. Vão me ajudar muito a me programar.

Deixe seu comentário