Kiddle – um mecanismo de buscas feito especialmente para crianças

Uma novidade está se espalhando por aí: o lançamento do Kiddle, o primeiro mecanismo de buscas criado especialmente para crianças.

O objetivo desse novo mecanismo de buscas é evitar que as crianças tenham acesso a conteúdos impróprios para sua idade ou então perigosos para elas. Assim, ao se fazer pesquisas através do Kiddle, a criança não encontrará nos resultados fotos de pessoas nuas, vídeos de violência, entre outros.

kiddle destaque

Entretanto, a novidade já vem gerando polêmica. Primeiro, porque apesar de parecer ser um mecanismo de buscas do Google (o visual lembra o do Google e o nome também remete a ele) eles não tem qualquer ligação entre sim.

Outro detalhe que não passou despercebido (e nem podia!) é que algumas palavras como “gay” e “lesbian” foram, inicialmente, bloqueadas pelo buscador. Entretanto, depois da polêmica gerada pela divulgação dessa informação, elas foram liberadas e estão disponíveis para pesquisa das crianças.

O visual do Kiddle é alegre, colorido e com a imagem de um robozinho. Ou seja, bem mais agradável e atrativo para as crianças que o do Google. Mas os brasileirinhos que quiserem usar o mecanismo, terão que se contentar em fazer as pesquisas em Inglês, pois o idioma Português ainda não está liberado no buscador.

Eu fiz um teste no Kiddle para ver a diferença de resultados que ele e o Google mostram. Pesquisei pela palavra “love” (como disse, pesquisa em Português ainda não funciona) e vejam os resultados que apareceram:

resultado kiddle

 

 

resultado google

Como dá para perceber, o visual dos resultados no Kiddle é bem mais infantil e o conteúdo também é voltado para crianças.

Bom, minha opinião: não dá para confiar 100% na segurança desse novo mecanismo de buscas. Não que ele não deva ser usado, mas acho que os pais devem continuar acompanhando o uso e monitorando os resultados. Confiar 100% na tecnologia e no discernimento das crianças não me parece o mais indicado.

 

 

Deixe seu comentário