O que tem o sono do bebê de tão diferente do nosso?

Olá mamães, no seu post de hoje, a especialista em sono materno e infantil, Marcia Horbacio, fala da diferença entre o sono dos adultos e do bebê, explica por que os bebês acordam tanto à noite e dá algumas dicas para acabar com este problema. Não deixe de conferir. Boa leitura!

O que tem o sono do bebê de tão diferente do nosso?

Por Marcia Horbacio

diferenca do sono do bebe e do adulto

Photo Credit: Juanedc via Compfight cc

Olá mamães, como estão? Hoje, quero falar um pouco de expectativas das mães com relação ao sono do bebê. Principalmente a expectativa quanto aos despertares noturnos. Quero ajudar as mamães a entender porque o sono deles é tão diferente do nosso, o sono dos adultos.

>>> Confira também: Dicas para estender as sonecas de bebês que fazem sonecas curtas.

O que é normal no sono de um bebê?  Um bebê de 6 meses devia dormir a noite inteira e não ter despertares noturnos mais?  Para começar a falar disso, temos que entender que o sono do bebê é muito diferente do sono do adulto.  Quando os adultos dormem eles passam por uma série de estágios de sono profundo, indo terminar num sono chamado sono REM, o chamado sono dos sonhos ou sono leve, um sono com muita atividade cerebral e do qual é mais fácil despertar do que do sono profundo. É também durante o sono REM  que consolidamos o que aprendemos durante o dia  e construímos a nossa memória.  O adulto passa de 10 a 30 por cento do tempo em sono REM (sono mais leve) e o restante do tempo em sono profundo.

Agora, e no caso do bebê?  Ele passa 50% do tempo em sono REM (sono mais leve) e 50% do tempo em sono profundo. E além disso, o ciclo de sono dele, diferente do ciclo de sono do  adulto, que leva de 90 a 100 minutos, leva de 45 a 60 minutos. Como sabemos que cada vez que um ciclo se completa (tanto para o adulto como para a criança ) temos um muito breve despertar, é totalmente compreensivel que o bebê acorde mais vezes à noite que nós. Quando nós temos esse breve despertar (que ocorre menos vezes à noite que no caso dos bebês) nós sabemos voltar a dormir e na maioria das vezes nem reparamos que acordamos. Já o bebê, muitas vezes, acaba tendo um despertar completo  e não consegue voltar a dormir sem ajuda.

>>>> Leia também: Como passar o bebê da cama dos pais para o berço no quartinho dele.

Hummm, então estamos quase chegando à conclusão que é bom para o bebê acordar à noite?  Que já que ele está despertando isso mostra que está transitando entre os ciclos de sono como deveria, tendo a quantidade equilibrada de sono REM que precisará para o desenvolvimento do cérebro ?  Na verdade, não é bem assim.  Precisamos definir melhor o que é despertar noturno normal e aqueles que já estão excessivos. Quando o bebê faz barulhos, chora um pouco, chega a olhar em volta ou apenas resmungar mas ele consegue voltar a dormir pelo menos na maioria das vezes, sem precisar de muita ajuda da mamãe,  pode ser muito normal sim. Mesmo que faça isso várias vezes à noite. O que é ruim para o bebê e para a mãe são os vários despertares à noite, nos quais o bebê não consegue voltar a dormir sozinho e que acaba deixando-o cansado.

A mãe pode ajudar seu bebê desde cedo a lidar com esses momentos se ela evitar sempre correr para pegar o bebê no colo “para ele não despertar completamente”.  Se a mamãe espera, ele vai choramingar, resmungar e até chorar um pouquinho e pode voltar a dormir bem rápido. Se não voltar, ela deve claro ir, chegar pertinho dele primeiro e fazer o shushing, passar a mão, fazer carinho e se, nem assim ele dormir, ela então vai pegar no colo e ninar até ele ficar bem calminho e então ela tenta colocá-lo de novo no bercinho um pouquinho acordado. Se chorar, ela pega, sempre fazendo carinho e não deixando ele ficar estressado ou chorar.

Então seria assim: primeiro passo, ouvir e esperar um pouco; segundo passo, ir para perto e fazer carinho; terceiro passo, pegar no colo. Não é preciso estressar o bebê nem a mamãe e nem é possível esperar que isso dê certo sempre. Não vai dar certo sempre. Alguns dias ele vai precisar ir mesmo dormindo para a cama, alguns dias você vai estar muito cansada para fazer esse processo, mas apenas tenha em mente que você deve sempre voltar a esse processo e perseverar.

Perseverar, na verdade, é a palavra de ordem aqui. Lembrando que precisamos fazer cada dia um pouquinho, sem expectativas de perfeição, entendendo que há dias mais cansativos e que não vamos conseguir  fazer tudo que planejamos,  mas não desistimos e tentamos amanhã de novo.

Até a próxima!

Marcia Horbacio

FONTE: IMPI, International Maternity and Parenting Institute, Califórnia,USA.

Não deixe de conferir:

Como adormecer um bebê sem ser mamando no peito.

Bebês que só dormem embalados – como mudar esse hábito.

>>> Conheça a técnica do ninho, que ajuda o bebê a dormir melhor:

Colunistas MdM Marcia- sono. - NOVO 25.08cdr

4 comentários

  1. samarah

    como faço p meu bebe de um ano e tres meses parar de mamar no peito a noite?ele acorda umas cinco vezes p mamar

  2. ANA PAULA

    ADORO SEUS POSTS, MARCIA!!! LEIO DESDE QUE MEU FILHO NASCEU (HOJE COM 1 ANO E 4 MESES) E COM SUAS DICAS, ELE PASSOU A DORMIR A NOITE TODA DESDE PEQUENININHO….

  3. Suzana

    Post muito instrutivo. Será que esses 3 passos que você ensina funcionariam com o meu filho de 13 meses e meio que ainda não dorme a noite toda? E quanto tempo devo esperar para ir até o quarto no primeiro passo, e por quanto tempo devo tentar niná-lo no segundo passo antes de pegá-lo no colo?

  4. Alexandra

    Oi Marcia, e quando o bebê só dorme 20min durante o dia, ele tem sonecas curtas e passa o dia inteiro enjoado? Meu filho tem 3 meses e tentamos aplicar esta técnica desde que ele tinha 2 meses e meio. Incrivelmente a noite ele dorme independente do jeito que colocamos ele. Dorme embalado as 18h30 e vai até 23h. Depois acorda as 03h e 06h. Mas durante o dia fica assim. Está bem cansativo e tem dias que eu perco completamente a paciência. Não sei mais o que fazer. Seus posts tem sido esclarecedores pra mim, porque o que antes eu achava que era cólica hoje vejo que meu filho tinha sono.

Deixe seu comentário