Puberdade precoce

A puberdade é uma fase de transição entre a infância e a idade adulta. Nesse período da vida, os órgãos ligados à sexualidade começam a amadurecer, surgem as espinhas – devido à oleosidade da pele -, os pelos nas axilas e o suor passa a ter um odor característico.

Porém, com as diversas mudanças de características da população, essa fase passou a acontecer cada vez mais cedo. Atualmente, meninas com 8 anos de idade e meninos com 9 anos já podem apresentar sinais puberais.

Nessa entrevista, concedida ao blog Macetes de Mãe, o pediatra e neonatologista, Dr. Jorge Huberman, esclarece as principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

puberdade precoce

Photo Credit: In My Eyes Photo via Compfight cc

O que é a puberdade precoce? E quais suas causas?

R-A puberdade é tida como precoce quando a maturidade sexual chega antes dos 8 anos nas meninas e dos 9 anos nos meninos, embora algumas meninas possam apresentar sinais puberais isolados entre 6 e 8 anos. Se detectarem indicações, os pais devem levar os filhos ao médico. Isso é fundamental para garantir-lhes um crescimento ósseo normal e diagnosticar e tratar de doenças como o câncer.

Quais seus sintomas? Como ela pode ser identificada (há exames?)? A quais sinais os pais devem ficar alertas?

R-Existem dois tipos de puberdade precoce: a de origem central e a de origem periférica. Na puberdade precoce central, o eixo chamado hipotálamo-hipófise libera, antes do previsto, os hormônios sexuais responsáveis pelo desenvolvimento dos ovários nas meninas e dos testículos nos meninos e pelos demais sinais da puberdade.

Na puberdade precoce de origem periférica também ocorre a estimulação antecipada dos ovários e dos testículos, mas sem a participação da região do hipotálamo-hipófise. O aumento da quantidade de hormônios circulante no sangue pode estar relacionado ao uso de medicamentos cuja fórmula contém hormônios

Quais os riscos para a criança? (gostaria que ele explicasse se há outros riscos além do comprometimento na crescimento).

R-Nas meninas, a puberdade precoce costuma ser de origem central. Em geral não se consegue descobrir as causas. Raramente se detecta um câncer no sistema nervoso central ou no ovário. Mais da metade dos casos de puberdade precoce masculina, de outro lado, tem causa orgânica, como tumores no sistema nervoso central ou nos testículos.

A puberdade precoce sempre deve ser investigada. Mesmo que não se encontre uma doença como causa, é bom saber que, sob a ação dos hormônios, o desenvolvimento ósseo é interrompido antes da hora, o que pode resultar em baixa estatura. “E que importância tem isso”, você perguntaria. Respondo. Muitos não ligam, mas às vezes essa condição causa uma baixa na autoestima, podendo comprometer todo o desempenho da pessoa.

Existe alguma forma de evitá-la?

R- Ficando atento a sinais e sintomas.

Como é feito o tratamento? Esse problema tem cura?

R- Ele varia de acordo com a sua causa. Por exemplo, se há risco de baixa estatura, o médico pode optar pelo bloqueio hormonal, com medicamentos, até o jovem atingir a idade óssea de 12 ou 13 anos.

Existe também o risco de gravidez precoce e de transtornos psicológicos, pois algumas crianças são ridicularizadas pelo grupo ao apresentar precocemente os sinais da puberdade.

Os pais precisam ficar atentos e levar os filhos ao pediatra ou a um endocrinologista infantil. O diagnóstico inclui exame físico, dosagem dos hormônios no sangue e exames de imagem para visualizar ovários, útero e testículos, raios X do pulso para avaliar a idade óssea, ressonância magnética ou tomográfica do cérebro.

Deixe seu comentário