Leite materno causa cárie afinal?

No post de hoje, a Odontopediatra Juliana Marchi irá responder uma dúvida que muitos pais tem: afinal, leite materno causa cárie? Confira a resposta e a explicação dada por Juliana.

Afinal, leite materno causa cárie?

Por Juliana Marchi

Estamos todos “carecas” de saber dos benefícios que a amamentação materna traz para o bebê. Não precisamos retomar essa discussão. Mas as mães sempre fazem a pergunta: afinal, o leite materno pode causar cárie ou não?

leite materno causa carie

Photo Credit: zophos via Compfight cc

Entre os dentistas, existe quase um consenso de que o aleitamento materno em livre demanda, especialmente à noite e com duração prolongada, pode provocar cárie no bebê. É por esse motivo que colegas dentistas e médicos pedem para que as mães interrompam a amamentação por leite materno a partir do primeiro ano de vida.

A Academia Americana de Odontopediatria (AAPD) afirma que há “um risco potencial devastador de cárie por aleitamento” em crianças alimentadas no seio e com mamadeira. Este risco está relacionado com a alimentação prolongada e repetitiva, sem o devido acompanhamento de meios de higienização oral apropriados.

Por isso, os pais são encorajados a retirar a mamadeira entre os 12 e os 14 meses de idade, momento em que devem começar a oferecer líquidos em copo para o seu filho.

Ao desencorajarem o aleitamento materno prolongado e em livre demanda, esses profissionais desconsideram todas as vantagens já bem documentadas do aleitamento materno e a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) de manutenção da amamentação até os 2 anos ou mais.

Mas afinal o leite materno causa cárie?

Essa dúvida sobre o aleitamento materno causar ou não cárie sempre existiu entre os profissionais da saúde. O que se pode dizer sobre isso de forma prudente, depois de consultar estudos muito bem conduzidos sobre o assunto:

  1. O leite materno não diminui o pH da boca: o açúcar comum diminui o pH da boca, tornando-a ácida.É essa acidez que provoca a desmineralização do dente, ou seja, a cárie. O leite materno não causa essa acidez bucal;
  2. O leite materno é liberado por ordenha direto no céu da boca, não tendo contato com os incisivos superiores. Com o uso da mamadeira, o leite artificial fica depositado nos dentes superiores, favorecendo o aparecimento de cáries;
  3. A ordenha no peito estimula o bebê a salivar, fato importante, já que à noite a salivação diminui, o que também favorece o aparecimento de cáries.

Esses são os fatores mais comuns citados em artigos em defesa do aleitamento materno. Eu poderia citar aqui mais uns cinco, pelo menos, mas vamos tentar ser práticos. Como mãe, sei bem que não temos tempo a perder.

Assim, posso afirmar: LEITE MATERNO NÃO CAUSA CÁRIES, maaaaassssss… esse fato não desobriga os pais de escovarem os dentes do seu filho, correto?

Então vamos lá:

  • A partir dos 6 meses, começamos a introduzir outros tipos de alimentos para o bebê – sucos, papinhas, frutas etc. Sim, esses alimentos causam cárie. Então não adianta você dizer que amamenta seu filho a noite inteira e ele teve cárie. Sim, você provavelmente esqueceu que ele toma outros líquidos e come alimentos potencialmente cariogênicos e são esses que estão causando a cárie.
  • E os remédios pediátricos? Calma, remédios não causam cáries e antibióticos não estragam os dentes, mas se você ler a composição do remédio, vai perceber que ele, em geral, contém açúcar. Então, é o açúcar que pode comprometer os dentes do seu filho, não os outros componentes da fórmula.
  • EVITE qualquer tipo de doces, refrigerantes, bolachas, salgadinhos até os 2 anos de idade. Seu filho não sabe como é o gosto do açúcar, pra que fazê-lo experimentar antes da hora?
  • O mais importante de tudo: ESCOVE OS DENTES DO SEU FILHO. Ele pode mamar no peito ou tomar mamadeira, tomar suco e comer bolachas, não interessa. A escovação tem que ser feita da forma correta, TODOS OS DIAS, independente de quantos dentes seu filho tem na boca.

E, gente, por favor, a escovação deve começar quando nascer o primeiro dentinho. Recebo muitos pacientes com 1 ano e meio, por exemplo, cheios de dentes na boca, e a mãe me diz que não sabia quando deveria começar a escovação.

Reserve um tempo razoável para fazer a escovação, com amor e sem preguiça, pegando todas as faces dos dentes. Isso será importantíssimo para estabelecer bons hábitos de higiene oral que persistirão pra toda a vida do seu filho.

Resumindo, amamente seu filho da forma que achar mais adequada, em livre demanda ou não, de madrugada etc. Fique tranquila, esse não será o motivo pelo qual seu filho poderá ter cáries. Se por acaso aparecer o temido bichinho nos dentes do seu filho, pode ter certeza que o principal motivo foi escovação errada e excesso de açúcar de outros alimentos.

Seu filho não deixa escovar? Ah, isso é assunto para outro post.

Confira também:

Dra. Juliana Marchi, mãe de dois meninos, Mestre e Especialista em Odontopediatria e Especialista em Ortodontia.

Deixe seu comentário