Quem ama cuida – cuidados que eu tenho para garantir o bem estar da minha família

Sabe aquela música que foi sucesso na década de 90: “Quando a gente gosta é claro que a gente cuida”? Pois bem, ela pode ser antiga, até um tantinho piegas, mas é a mais pura verdade. Quando a gente ama, a gente cuida, protege, se dedica para valer. E aqui em casa, claro, não podia ser diferente.  Eu, que já era dedicada e cuidadosa com o maridão, quando chegaram os filhos virei uma verdadeira Leoa. Não meço esforços para garantir que eles estejam sempre bem, felizes e em segurança.

Foto: Patricia Varandas

Foto: Patricia Varandas

E quais são os principais cuidados que eu tomo para garantir que a minha família – principalmente meus pequenos – estejam sempre bem?

 

Alimentação: eu estou sempre de olho na alimentação. No dia a dia, faço questão de oferecer alimentos saudáveis e refeições equilibradas. E fazer da hora da refeição um momento prazeroso. A ingestão de açúcar é bem reduzida (Caê, inclusive, não come ainda), não consumimos frituras e priorizo, sempre, alimentos naturais.

Sono: outro cuidado importante que tenho por aqui é com o sono dos meninos. Faço questão de colocá-los cedo na cama (até, no máximo, 21h) e, no caso do Caê, de zelar pela sua soneca diária. Assim, bem descansados, a chance de se manterem saudáveis aumenta muito.

Atividades físicas: eu e meu marido sempre tentamos estimular a prática de atividades físicas por aqui. Sempre que dá, incentivamos os meninos a brincarem ao ar livre, a jogarem bola, a correrem e se divertirem com total liberdade. E a nossa última investida nesse sentido foi comprar bicicletas para nós e cadeirinhas para carregarmos os meninos. Assim, todos os finais de semana, lá vamos nós ao parque para pedalar. Uma ótima forma de incentivar os pequenos a desenvolverem hábitos saudáveis.

TV e tablets reduzidos: Leo, como qualquer menino da sua idade, adora assistir aos seus desenhos favoritos e, claro, também, se divertir com jogos online. Ele não é proibido de fazer isso, mas os horários dedicados a essas atividades é bem reduzido em comparação a todo o resto que ele faz durante o dia.

Uso de protetor solar: assim que começam os dias mais quentes, tanto eu quanto os meninos só saímos de casa com proteção solar (na verdade, no meu caso, é o ano todo). O sol, ano a ano, tem se tornado mais nocivo à nossa saúde e, em se tratando principalmente de crianças, a proteção contra ele se faz necessária.

Uso de repelentes pessoais: pode parecer exagero, mas num momento onde vemos crescer os casos de pessoas contaminadas pelo zika vírus, chikungunya e dengue, proteger a nossa família com o uso de repelentes é também importantíssimo. Eu moro numa zona bastante arborizada de São Paulo e, por conta disso, há bastante mosquitos na minha região. Dessa forma, o uso de repelente faz parte da nossa rotina diária (chego a ter repelentes espalhados pelos cômodos da casa e na casa da minha sogra, que mora próximo, não é diferente). Tenho usado e gostado bastante do novo OFF!® longa duração, que tem 25% de DEET, ou seja, protege até 8h (o que permite um menor número de aplicações diárias, ou seja, é prático e também mais seguro).

Conheça toda a linha OFF!® no website da marca.

 

publi-patrocinio

2 comentários

  1. Raiza Silva

    Shirley Parabéns pelo seu trabalho! ele é muito bom e importante para nós mamães ,e sempre bom saber que nas lutas diárias não estamos só é que tem muitas pessoas que sofrem como nós. Obrigado por fazer parte desse jornada de aprendizagem que é ser mãe .

    1. Macetes de Mãe

      Obrigada pelo carinho, Raiza! <3
      Bjss

Deixe seu comentário