Bebê pega rotavírus e meningite em carrinho de supermercado

Sabe aqueles carrinhos de supermercado que tem uma espécie de bebê conforto para a gente poder fazer compras com os nossos bebezinhos junto? Pois bem, eu sempre tive um certo nojo daquilo, para ser bem sincera. Nunca coloquei o Leo ou o Caê lá, até porque, toda vez que eu ia num supermercado, e via aqueles bebês conforto, eles estavam imundos! Essa era a verdade.

Assim, eu preferia carregar os meninos no canguru, sling ou até no próprio carrinho deles e ir empurrando o carrinho do mercado do lado.

captura-de-tela-2016-10-02-21-52-39

Neurose minha? Nem tanto! Escutem só essa história: 

Nesta semana uma notícia correu o mundo. Era um alerta que uma mãe da Austrália fez, por meio do Facebook, para falar que o filho dela ficou muito doente (chegou a pegar meningite) depois de entrar em contato com o bebê conforto contaminado de um carrinho de supermercado.

Caso você não tenha visto, o relato foi assim: ao comprar alguns produtos a mãe colocou o filho de 10 meses no bebê conforto do carrinho de mercado que ela estava usando. Depois, em menos de 24 horas a criança começou a apresentar diarreia, vômito e febre, tendo piora dos sintomas ao longo do dia.

Ao consultar o médico, o mesmo diagnosticou que o bebê estava infectado por salmonela, rotavírus, adenovírus e até meningite. Assustador, né?

Os médicos disseram que a baixa imunidade da criança em contato com os vírus e bactérias, que estavam no bebê confortou, levou a criança a esse quadro.

A mãe explicou que o bebê teve que ficar dez dias no hospital, sendo oito deles na UTI, além das semanas de cuidados em casa. Mas a principal mensagem dela é o alerta para nós, mães, sobre a importância de higienizar qualquer assento de uso público (como o bebê conforto do carrinho de supermercado, cadeirões de restaurantes, etc..) antes de colocarmos nossos bebês lá.

Veja o relato original da mãe, publicado no seu perfil pessoal do Facebook:
captura-de-tela-2016-10-02-21-58-07

captura-de-tela-2016-10-02-21-58-22

Sobre a higienização

Vale reforçar então as dicas para limpeza de qualquer objeto que a criança usar. No caso das cadeirinhas ou do bebê conforto que utilizamos em casa a maioria pode ser lavada. Para isso use água e sabão neutro (produtos de higiene mais fortes com ou cheiros podem causar alergia). O melhor é deixar secar ao sol. Ah, lembre-se de higienizar também os cintos e fivelas, se houver.

Outra opção é usar capa, para facilitar a limpeza. Mas, se não der para lavar com frequência, faça a higienização com um pano e álcool gel.

Essa mesma dica do pano com álcool gel (que pode e deve ser levado na bolsa) deve ser feita, todas as vezes que usarmos carrinhos ou cadeirinhas de lugares públicos (cadeirinhas de restaurantes costumam ser higienizadas pelo local, o que raramente com os bebês conforto de supermercado, mas mesmo assim, não custa nada passar um paninho com álcool gel quando colocar seu bebê lá). Além da limpeza, se preferir cubra o assento do bebê conforto do carrinho de mercado com uma capa (há alguns modelos próprios para isso) ou uma manta (que deve ser lavada após esse uso).

Ah, e outra dica: quando for ao supermercado e não tiver com quem deixar o seu bebê, dê preferência por levá-lo no sling, canguru ou até seu próprio carrinho. Com certeza, a saúde dele ficará mais protegida.

Confira a notícia original que foi publicada no jornal Inglês Daily Mail.

 

 

7 comentários

  1. Maria Flores

    Fica a dica de higienizar também os trocadores em locais públicos …

  2. Marina Pinheiro

    Como essa mãe ou o Pediatra podem afirmar que o contágio de todas essas doenças se deu exatamente no bebê conforto do Supermercado? Rotavírus pode ser contraído por contato com outras crianças, por objetos e até mesmo pelo péssimo hábito que os adultos tem de beijar a mão do bebê. Notícia meio sensacionalismo e sem nenhuma comprovação da real fonte do contágio. Além disso esse bebê já devia estar com a imunidade muito baixa para contrair tantos doenças em menos de 24 horas

    1. Fernanda

      Concordo. Impossível afirmar que a contaminação se deu no contato com o carrinho. De qualquer forma vale a dica da higienização.

  3. Lilian

    Concordo! Ia fazer exatamente a mesma pergunta!!!

  4. tania

    Eu nunca coloquei meus bebês lá… pra falar a verdade, nem no supermercado eu levava. Agora, tem mãe que acaba de parir e já está passeando com o bb. Esses dias vi uma no supermercado com a pulseira da maternidade!

  5. Bruna

    Acredito que realmente possa ser que os médicos no tenha toda certeza mas não custa nada nós na condição de mães aproveitar a dica é proteger nossos filhos afinal melhor previnir do que remediar.

    1. Shirley Hilgert

      Concordo! Bjs

Deixe seu comentário