Mães são mais estressadas do que os pais (e acredite, existe até pesquisa sobre o assunto)

Você já parou para pensar em quantas funções tem como mãe ao longo de apenas 24 horas? Agora pense nas tarefas do pai. A lista dele foi (bem) menor, não foi? (Salvo, claro, algumas exceções).

É, se você, assim como eu, tem a impressão de que vive sobrecarregada e que o estresse bate à porta mais do que deveria, saiba que não somos as únicas. Essa semana, li um texto que falava exatamente sobre isso e hoje eu o compartilho com vocês. Ele é, na verdade, um desabafo de uma mãe que compara seu papel com o de um pai e ele  publicado originalmente no site Scary Mommy.

Vai servir direitinho para muitas de nós mostrarmos para os maridos e falarmos: “Viu! Eu não sou uma chata reclamona! Tem muitas outras mulheres insatisfeitas com a atual divisão de tarefas e responsabilidades dentro de casa”.

Mães são mais estressados que os pais, diz o estudo mais óbvio da história

Livre tradução de um texto de Maria Guido para o site Scary Mommy (que eu adoooooro)

Uma equipe de pesquisadores das Universidades de Cornell, de Minnesota e do Minnesota Population Center chegou à conclusão de que as mães são menos felizes do que os pais quando exercem suas tarefas e obrigações na criação dos filhos. Ou seja, parece que fazer tudo é muito mais estressante que não ter que fazer tudo! (Ah jura! kkk!)

“Os pesquisadores usaram dados de diários para descobrir que as mães não são tão felizes quanto os pais em se tratando de suas tarefas”, diz o estudo. “As mães relataram mais estresse e maior fadiga do que eles. O motivo seria a diferença na distribuição de tarefas realizadas entre ambos”.

“Distribuição de tarefas” poderia ser traduzido como uma pessoa faz tudo e a outra nem tanto.

“- O que você está dizendo? Estamos em 2016 e os homens estão lutando contra o estereótipo de papéis divididos por gênero.” Ah, é? Então pense na última vez em que o seu filho esteve com febre. Quem ficou com ele durante toda a noite? Agora pense na última vez que a sua geladeira esteve cheia. Que os papeis do seguro foram preenchidos. Que novas mochilas foram compradas. Que roupas velhas foram tiradas da gaveta e doadas. Quando o pai lembrou que a criança precisava de um nova escova de dentes? E quando ele participou da reunião na escola?

“A boa notícia do estudo é que os pais geralmente gostam de estar com os filhos”, disse Ann Meier, pesquisadora da Universidade de Minnesota. “Mas a má notícia é que as mães desfrutam menos do que os pais porque elas ficam mais com o ‘trabalho’ e menos com a parte ‘divertida’ das tarefas”.

Essa é uma maneira legal de dizer que as mães dão um duro danado para fazer tudo o que é chato.

O sono também teve um efeito sobre os diferentes níveis de felicidade dos pais. Afinal, geralmente as mães acordam à noite quando o filho está com febre.

“As mães são mais chamadas do que os pais pelas crianças fora de hora. Com isso o sono do pai tende a ser menos interrompido. Essa é parte da razão dos pais ficarem menos cansados do que as mães”.

Ah sim! Pelo menos as mães são parabenizadas ao levar o filho para a escola ou quando fazem um rabo de cavalo na filha. Oh, espere! Isso acontece quando os pais fazem essas coisas… Bom, deixa pra lá...

E aí, o que acharam do texto? Eu adorei e posso dizer que me identifique com muita coisa. Infelizmente, por aqui, em função meu marido trabalhar muitas horas, viajar bastante e até “morar” em outra cidade em alguns períodos, o “grosso” da criação dos filhos acaba ficando comigo mesmo. Estou na luta para isso mudar, mas não é de um dia para o outro.

3 comentários

  1. Danielly

    Muito bom, bem isso mesmo

  2. Márcia Carvalho devSouza

    Isso é comprovado no nosso cotidiano, nem precisa de pesquisas de alto escalão ! O duro é conseguir mudar esse tipo de estresse, ou, pelo menos, conseguir dividir igualitariamente!

  3. Jennepher

    Nossa eu amei, me identifiquei muito e meu esposo ainda tem a capacidade de ficar nervoso comigo, quando eu chamo atenção da nossa filha é o cumulo isso, porque eu que cuido, dou banho, comida, troco de roupa, compro roupa, faça a mamadeira, levo á escola, tiro as roupas que ja não servem mais das gavetas (rsrsrs)…. Ele só usa o nome de pai…. Ser mãe é ótimo, mas da um mega trabalho e estresse.

Deixe seu comentário