Dicas para organizar a mala das crianças para viagens

E lá começa o período que a gente não para: férias dos pequenos, final do ano se aproximando, alguns feriadões à vista também. E nessa loucura toda, o que a gente mais curte fazer? Viajar! É claro!

Por aqui, amamos uma viagem! Sempre que dá, a gente coloca o pé na estrada. Seja para passeios curtos ou para viagens mais longas e memoráveis (como a nossa para a Itália, que entrou para a história da família e deixou muita saudade).

>>> Confira dicas para viajar com as crianças para o exterior.

Enfim, a gente ama viajar por aqui. E esse é um hábito maravilhoso que eu quero passar para os meus filhos, pois viagens acrescentam, ensinam, desafiam e nos fazem feliz.

fullsizerender_7

Mas, a verdade é que nem tudo são rosas quando se trata de viagens. E uma coisa das viagens que, posso apostar, quase ninguém curte é fazer mala. Afinal, não basta simplesmente jogar tudo dentro e seja o que Deus quiser. Quando viajamos, a gente tem que pensar, planejar e executar a organização da mala de forma eficiente. Se não, problemas à vista. Eu posso garantir. Ainda, mais quando se trata da bagagem dos pequenos, que exige que a gente leve um verdadeiro arsenal.

E por isso, estou fazendo esse post, para passar para vocês algumas dicas bem simples e bacanas que eu descobri fazendo a mala dos  meninos. Espero que curtam.

  1. Antes de começar a montar a mala, faça uma lista dos itens que você irá levar, se possível, organizados por categoria. Depois, é só ir dando o “check” conforme você for colocando as coisas na mala. Aqui, nesse post, eu dou uma sugestão de lista completa de coisas para levar numa viagem com bebês. A lista está longa, mas você pode cortar o que não é de seu interesse.
  2. Use uma mala apenas. Em viagens aéreas Caê ainda não tem direito a bagagem ainda (tem menos de 2 anos), então, a mala dele e do Leo é a mesma. Como as peças deles são todas pequenas, dá para levar uma boa quantidade dentro de uma mala grande. Acho mais fácil levar uma só porque é um volume apenas para carregar e assim, mesmo que a gente viaje de carro, eu levo uma única. Acho prático.
  3. Na hora de organizar a mala, eu sempre separo da mesma forma o espaço: coisas do Leo do lado esquerdo e coisas do Caê do lado direito. Assim, até o meu marido já sabe onde procurar as coisas de um e de outro dentro da mala.
  4. Quando coloco as roupa dentro da mala, eu sempre faço pilhas cujas peças tenham mais ou menos a ver umas com as outras. Por exemplo: uma pilha com calças e camisetas de manga longa. Outra pilha com bermudas e camisetas de manga curta. Assim, as coisas que tem a ver umas com as outras ficam próximas.
  5. Uma alternativa também é levar as mudas de roupa já montadas (e dentro de um saquinho), com o modelito completo: cueca, calça, camiseta, meia. Há quem prefira dessa forma, pois diz que leva exatamente o que precisa, mas eu confesso que nunca experimentei para poder avaliar se é bacana mesmo ou não.
  6. E quantas peças de roupa levar, ao todo? O indicado são duas mudas de roupa por dia e uma muda extra para cada 3 dias de viagem. Assim, é provável que não falte.
  7. Um cuidado que eu também tenho é o seguinte: como eu dividi a mala ao meio (de um lado coisas do Leo e do outro coisas do Caê), o que eu coloco em um lugar no lado do Leo também vai no mesmo lugar no lado do Caê. Por exemplo: calças e camisetas de manga longa ficam bem na frente, à esquerda. Isso no espaço do Leo e no espaço do Caê também. Organizado dessa forma a gente sempre sabe onde encontrar cada coisa.
  8. Calçados, necessaires, toalhas e outros itens que não são roupas vão por cima de tudo. Assim, se eu chegar no destino e for tirar alguma coisa da mala para colocar em outro lugar, eu tiro isso e deixo as roupas lá, organizadinhas. PS: muitos experts em organização de mala mandam colocar essas coisas embaixo e as roupas por cima, para amassar menos. Mas eu não acho que isso faz tanta diferença assim. A roupa em cima ou embaixo vai amassar um pouco de qualquer jeito. Então, prefiro deixar embaixo que, se não tiver espaço para colocar as coisas num armário, eu deixo na mala mesmo (e os itens de cima com certeza eu tiro).
  9. E por falar em necessaires, eu uso e abuso delas. Eu sou a louca da necessaire e dos saquinhos. Tenho necessaire e saquinho para quase tudo e uso mesmo, pois deixa a mala muito mais organizadinha.
  10. Por sinal, essas duas necessaires ficam sempre montadinhas e guardadas, só esperando uma viagem para sairem do guarda roupas. Eu uso a mesma necessaire de remédios e a mesma necessaire de itens de higiene para os dois, então, acabo economizando bastante espaço. Se vocês quiserem saber o que eu costumo levar na necessaire de remédios dos meninos, clique aqui. E a necessaire de higiene está sempre montada com os seguintes itens: shampoo para Leo, sabonete líquido da cabeça aos pés para Cae (que Leo usa no corpo também), repelente, protetor solar, creme dental, lenço umedecido, creme para assadura.
  11. E, por fim, quando a mala estiver prontinha, é necessário pensar na segurança do que tem dentro. Já aconteceu de viajarmos, abrirem a nossa mala sem percebermos e roubarem itens de dentro. Essa situação é super desagradável então, a minha dica é sempre que for fazer uma viagem na qual você irá se distanciar da mala (avião, por exemplo) usar um lacre para fechar a bagagem.

Com o uso de lacre você garante que a mala ficará “trancada” e, ainda, caso ela seja violada, você irá perceber imediatamente e poderá tomar as providências cabíveis.

Com o uso de cadeados a mala pode ser violada e você  nem perceber (há chaves mestras, o cadeado pode ser substituído por outro ou ainda podem dar o “golpe da cesárea”. Veja como é isso no vídeo abaixo). Já com o SealBag isso não ocorre, pois o lacre é numerado e, para ser aberto, ele deverá ser violado e aí, com toda certeza, você enxergará assim que colocar os olhos na mala (imagine você recebendo uma embalagem de medicamento com o lacre violado. Você vê de cara, não é mesmo?).

Os lacres da SealBag são vendidos online, através do site da marca, e em kits com 10 lacres. Cada lacre é usado uma única vez, por isso, quando aberto ele se torna inutilizável (o que garante a sua segurança).

Na hora de utilizar o SealBag o ideal é sempre colocá-lo prendendo os 2 zipers junto à alça da mala, como mostro na imagem abaixo. Dessa forma, realmente não tem como a mala ser aberta já que não é possível movimentar os fechos.

fullsizerender_3

O SealBag é uma ótima opção não só para a mala das crianças como para a mala de toda a família. E também pode ser usado em mochilas e em bolsas do bebê. E outro uso excelente para esse acessório é em malas de enxoval de bebê. Quando vamos fazer o enxoval de bebê fora, acabamos trazendo muita coisa, e aí proteger o conteúdo das malas com um lacre é imprescindível.

 

fullsizerender_4

fullsizerender_6

fullsizerender_1

Espero que tenham curtido das dicas. Com certeza, colocando-as em prática a gente garante uma viagem mais tranquila e segura. Pelo menos no que diz respeito à bagagem!

Acompanhe a SealBag também nas suas redes sociais: Instagram e Facebook.

publi-incentivo

Deixe seu comentário