Cuidado ao carregar bebês em cangurus e slings na cozinha

Quem mais já passou por isso? Mil coisas para fazer em casa, bebê chorando, pedindo colo, lá vai você recorrer ao sling ou canguru para deixar a criaturinha aconchegada, calminha e te dar uma folga.

Eu mesma, fiz muuuuiiiittto uso do sling quando Caê era bem bebezinho. Eu o colocava no sling, ele dormia, e eu chegava a trabalhar até 3h seguidas com ele descansando na santa paz. Ou então, o colocava no sling e conseguia almoçar e jantar tranquilamente, em casa ou em restaurantes (só tomava o cuidado de cobrir um pouco a cabecinha para não cair comida em cima dele. kkk! As pessoas me olhavam torto, mas eu não estava nem aí. Se estivesse achando muito ruim que se oferecesse para segurar o filho para eu comer, né?).

bebe-no-sling

Photo Credit: thousand_names Flickr via Compfight cc

Mas enfim, uma coisa que eu nunca me arrisquei a fazer, e hoje confirmei que eu não estava sendo neurótica, foi levá-lo para a cozinha no sling e preparar algo no fogão ou no forno com ele pendurado em mim.

Pensar em fazer isso sempre me dava um calafrio. Ficava imaginando: e se eu derrubar algo quente sobre ele? E se eu chegar muito perto do fogão e pegar fogo no sling? E se eu encostar em algo quente e ele se queimar? Enfim, tinha medo de levá-lo para a cozinha no sling e nunca levava. No máximo levava para preparar um lanche rápido, frio, e bem longe do fogão.

E não é que eu estava certa? Certíssima, na verdade! Uma mãe, que tinha o costume de sempre levar seu bebê para a cozinha preso a ela, num canguru, para cozinhar e dar conta das tarefas, levou um susto daqueles há algumas semanas e compartilhou a sua história no Facebook como forma de alerta.

Molly Landis sempre carregava sua filha, de 4 semanas de vida, num wrap sling enquanto fazia as coisas na cozinha. Naquele dia, por acaso, sua filha dormiu em outro lugar e ela não estava com a bebê presa a ela quando uma explosão no seu fogão queimou o seu rosto e o seu peito. Local que, justamente, sua filha estava sempre presa (o peito).

Depois desse susto, ela resolveu fazer um alerta no Facebook, mostrando sua foto queimada e chamando a atenção de pais e mães para os riscos desse hábito.

captura-de-tela-2016-12-06-21-40-33

A mãe escreveu:

Eu não costumo postar esse tipo de coisa ou informações pessoais, mas depois de partilhar esta história com amigos próximos senti a necessidade de compartilhar com mais pessoas. Na terça-feira, eu acabei envolvida em um acidente no qual meu fogão explodiu e lançou uma bola de fogo diretamente em minha face, pescoço e peito. Isso causou feridas abertas e queimaduras no meu rosto e no meu peito. Sim, isso é horrível e doloroso, mas eu não tenho sido capaz de parar de pensar em quão sortuda eu realmente sou. Como uma nova mãe muitas vezes eu carrego minha bebê de 4 semanas de vida em meu wrap sling (sabemos que todos nós amamos ter as mãos livre, especialmente quando temos um bebê que nos demanda a todo tempo). Nesta noite, um anjo da guarda estava olhando por mim e minha bebê. Nessa noite, pela primeira vez na vida, ela adormeceu no seu balancinho e eu não a estava carregando no sling enquanto estava na cozinha. As piores queimaduras aconteceram no meu peito, exatamente onde a sua preciosa cabecinha estaria deitada se ela estivesse no sling.  E o que eu quero com a minha mensagem? Pedir que você seja cauteloso com as atividades que executar quando estiver carregando um bebê. Desde que isso aconteceu eu ouvi de muitas mães: “ai, meu Deus, eu faço isso o tempo todo”. Nós nunca achamos que algo como isso irá acontecer com a gente e eu também não pensei que iria acontecer comigo. Muito grata por minha filha não estar por perto na hora da explosão 

Essa mensagem está sendo compartilhada, via Facebook, por milhares de pessoas e eu achei que seria importante dar o alerta aqui também.

Se você faz uso de slings e cangurus, ótimo, não deixe de fazer isso. Eles são ótimos para facilitar nossa vida, já que deixam as mãos livres e, ao mesmo tempo, acalmam nossos pequenos. Mas, só peço uma coisa: por favor, façam uso desse acessório somente em situações nas quais o bebê esteja em total segurança. Nunca perto de fogões ou fornos, perto de algo quente que possa tomba ou virar ou outra situação perigosa.

Essa mãe e essa bebê tiveram muita sorte. Mas nem sempre podemos contar com um anjo da guarda olhando por nós.

Deixe seu comentário