Cadeirinha do carro pode ter mais germes e bactérias que banheiro

Você já parou para pensar quando foi à última vez que limpou a cadeirinha do carro do seu filho? Pois é! Está aí uma coisa que a gente quase nunca lembra de limpar, não é mesmo? 

Toda mãe sabe que a cadeirinha, de boa qualidade, garante a segurança das crianças, só que, às vezes, o que a gente esquece é que ela também precisa ser limpa e com frequência para garantir a saúde dos pequenos.

Uma pesquisa da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, dá um puxão de orelha nos pais. Ela alerta que uma cadeirinha de bebê pode ter mais germes e bactérias do que um banheiro (dá nojo só de pensar, né?). No estudo, eles encontraram mais de 100 cepas diferentes de fungos e bactérias na cadeirinha, enquanto no banheiro a média é de 50 cepas. O pior de tudo é que cerca de 60% dos pais confessaram que realmente se esquecem de higienizar o acessório.

Photo Credit: Scott SM Flickr via Compfight cc

Essa colônia de micróbios se forma por diversos motivos, entre eles restos de comida, sujeira do sapato e o próprio suor. Tudo isso em um ambiente que costuma ficar fechado e úmido é uma prato cheio para a proliferação dos fungos. Agora, imagina seu filho, que por natureza tem mania de colocar tudo na boca, ficando em um lugar desses!

Entre as bactérias que podem ser encontradas em uma cadeirinha estão a E. coli, que leva a diarreia; a salmonela, que causa infecção alimentar e a Staphylococcus aureus, responsável por, além das intoxicações alimentares, feridas com pus, furúnculos, sinusite e conjuntivite.

Para eliminar qualquer chance de contaminação a solução é criar uma rotina de higienização das cadeirinhas. O ideal é limpar o acessório toda semana ou até diariamente, dependendo do nível de sujeira (esse segundo caso acho meio complicado, pois a vida da gente é uma correria. Mas garantir a limpeza uma vez por semana, estipulando um dia específico para isso, não acho que seja o fim do mundo, né?)

Alguns serviços de higienização de artigos para bebês e crianças fazem isso, tanto por meio da lavagem tradicional quanto a de vapor de água. Mas pensando em economizar – e também na praticidade e viabilidade da coisa – dá pra fazer a higiene em casa também. O primeiro passo é desmontar todas as partes possíveis. Neste vídeo dá para aprender a retirar as peças da cadeirinha (mesmo que essa não seja a marca que você tem dá para ter uma boa noção por onde começar).

Tudo que for de tecido deve ser lavado a mão ou à máquina no ciclo delicado. Use sabão de coco ou o sabão específico para roupas de bebês.

Enquanto os tecidos ficam batendo e secando, as demais partes da cadeirinha devem ser higienizadas com um pano e uma solução de limpeza. A dica é colocar de 10 a 15 gotas de detergente neutro em um litro de água e passar no acessório. Se preferir, ao invés do detergente, use sabão neutro ou vinagre branco, ele tem ação desinfetante e acaba com o mofo. E atenção a todos os cantos da cadeirinha, não deixe nenhum espaço sem limpar, ok?

Depois dessa etapa, passe um pano só com água, para tirar o excesso de sabão ou de vinagre. Para finalizar, coloque duas colheres de sopa de água sanitária em um litro de água e repasse novamente com um pano limpo (Ok, o processo todo está parecendo muito complexo e demorado. Então, que tal deixar essa completíssima para ser feita uma vez por mês e, uma vez por semana, pelo menos fazer uma limpeza mais básica? Acho que é melhor que nada caso você não tenha condições de fazer a faxina pesada todas as semanas).

Se puder deixar a cadeirinha secar um pouco no sol, junto com as parte de pano, seria ótimo, senão já pode usar.

Além do acessório, não se esqueça da limpeza interior do carro e como hábito, evite deixar restos de alimentos, balas ou farelos de biscoitos no veículo.

Lembre-se: a limpeza da cadeirinha é parte da manutenção da segurança dos nossos filhos.

 

2 comentários

  1. Celina Ferraz

    Adorei a postagem! Vou continuar acompanhando o blog!

  2. Christian

    SuperWings !! Se for vermelho, é meu!!

Deixe seu comentário