Granuloma gravídico – um problema bucal que pode surgir durante a gravidez

Há alguns dias, recebi um e-mail de uma seguidora relatando que ela havia tido, na gravidez, um problema conhecido como granuloma gravídico e sugerindo que eu abordasse o assunto no blog.

Como eu nunca tinha ouvido falar sobre isso, achei que valia a pena ir atrás de mais informações e compartilhá-las aqui no blog. Afinal, elas podem ser úteis par outras mães também, né?

E, assim, contatei a Dentista Juliana Marchi, que já escreveu diversos outros posts para o Macetes, e pedi que ela explicasse e esclarecesse um pouco a questão para nós. E foi o que ela fez, nesse post bem simples e explicativo que nos ajuda a tirar todas as dúvidas sobre o tal do granuloma gravídico.

Confira e informe-se!

Granuloma gravídico - Granuloma gravídico

Photo Credit: ::: M @ X ::: Flickr via Compfight cc

Granuloma gravídico – conheça esse problema que pode surgir na gestação

Por Juliana Marchi, mãe de dois meninos, Mestre e Especialista em Odontopediatria e Ortodontiaautora e autora do blog Mundo Sem Cáries

Durante a gravidez, o organismo da futura mamãe recebe uma enxurrada de hormônios. Esses hormônios podem causar algumas alterações no organismo da grávida e por consequência favorecer o aparecimento de algumas lesões na boca. As lesões mais comuns durante a gravidez são: cáries, sangramentos na gengiva e granulomas gravídicos. Para você ter uma ideia a gengivite (inflamação gengival) atinge em torno de 70% das mulheres grávidas.

Nesse artigo iremos falar mais sobre o granuloma gravídico, que pode ainda ser chamado de tumor gravídico, tumor de gestação ou ainda de granuloma piogênico, muito comum aparecer no 2o e no 3o trimestre de gravidez e atinge em torno de 1% das mulheres grávidas. Eu sei que a palavra tumor assusta, mas fique tranquila não tem origem neoplásica, ou seja, não é um câncer maligno. O tratamento é relativamente fácil e tranquilo, que consiste em acompanhamento do granuloma, já muitas vezes após o nascimento do bebê, o tumor desaparece sozinho, sem a necessidade de removê-lo. Porém, em algumas situações específicas, como por exemplo alteração na mastigação, estética ou na fala, o dentista pode optar por remover esse granuloma com uma pequena cirurgia. A recidiva do granuloma pode acontecer, ou seja, mesmo depois de remover cirurgicamente, a lesão pode voltar no mesmo lugar.

O segundo trimestre de gravidez é a época mais indicada para o tratamento odontológico da gestante, por ser o período de maior estabilidade da gestação. Qualquer tratamento eletivo deve ser realizado nesse período, inclusive com o uso de anestésicos.

Esse granuloma aparece normalmente devido a algum trauma, que pode ser, restauração e próteses mal adaptadas, restos de raízes, trauma na escovação (quando batemos a escova sem querer na gengiva) e tártaros nos dentes. O mais comum é aparecer na gengiva perto de algum dente, mas pode ocorrer na bochecha, lábio ou língua. O aspecto do granuloma é uma bola vermelha de gengiva que sangra muito e facilmente.

É importante que a mulher que observe qualquer alteração na boca, procure seu dentista imediatamente para um diagnóstico diferencial de outras lesões, além de ver a real necessidade de se remover a lesão.

Cabe ressaltar que as grávidas devem fazer um pré e pós acompanhamento natal com o seu dentista e ir regularmente para realizar limpezas, avaliação de cáries e problemas nas gengivas, já que no período da gravidez é bem comum ocorrerem essas alterações. Isso porque a grávida tende a comer mais e muitas vezes mais açúcar, portanto a placa bacteriana tem seu potencial de agressão aumentado, facilitando o aparecimento de cáries e problemas gengivais.

O segundo trimestre de gravidez é a época mais indicada para o tratamento da gestante, por ser o período de maior estabilidade da gestação. Qualquer tratamento eletivo deve ser realizado nesse período.

Se você está grávida procure seu dentista o quanto antes e converse sobre o pré natal odontológico. É extremamente importante que a grávida tenha cuidado também com a sua saúde bucal.

Um abraço,
Dra. Juliana Marchi

Juliana Marchi é mãe de dois meninos, Mestre e Especialista em Odontopediatria e Ortodontiaautora e autora do blog Mundo Sem Cáries.

Curta e compartilhe esse post nas redes sociais:
Pinterest

Deixe seu comentário