Um desabafo: Só eu estou terminando essas férias me sentindo uma péssima mãe?

Pergunta do dia: só eu estou terminando as férias arrasada? Me sentindo uma péssima mãe? Achando que não dou conta, que faço as coisas bem aquém do que deveria e pensando que preciso melhorar, e muito, para chegar a ser uma boa mãe?

Esse meu texto pode soar meio exagerado, mas, na verdade, é exatamente como eu estou me sentindo. Escrevo essas palavras no domingo à noite, último dia de férias, último dia antes do Leo voltar às aulas (Caê volta terça) e depois de quase 30 dias voando feito louca e me virando nos 30 para dar conta de tudo (com exceção da última semana que viajamos e foi delicioso, mas também cansativo, porque viagem com filhos não é mel na chupeta não!). E claro, fazendo tudo meio que de qualquer jeito porque a gente simplesmente não consegue fazer melhor do que isso.

A verdade, é que eu nem tinha a ilusão de ser uma mãe perfeita, uma mãe maravilhosa, ou sequer uma ótima mãe. Ser uma boa mãe já estaria de bom tamanho. O problema é que tenho pensado que eu estou bem aquém disso, que tenho deixado tanto a desejar, que tenho feito tanta coisa errada (e claro que sempre tem pessoas para confirmarem essa suposição) que estou longe de ser a mãe que meus filhos precisam.

Não sei vocês, mas essas férias meio que me levaram à lona. De verdade, não estou me sentindo uma boa mãe. De verdade, perdi a paciência muito mais que gostaria, me irritei muito mais que deveria, deixei dormir sem escovar os dentes muito mais que poderia (só porque não queria comprar mais uma briga). E agora, fazendo um balanço dos últimos 30 dias, me sinto frustrada, triste e um pouco incapaz.

E diferentemente do que costumo fazer, não vou encerrar esse texto dando dicas para as coisas serem diferentes nas próximas férias e vocês se tornarem ótimas mães nos próximos meses. Até porque, nem eu sei como fazer isso. Vou terminar esse texto dizendo que ele é simplesmente um desabafo de uma mãe real, cansada e um pouco estressada. E, claro, gritando bem alto para vocês “Tamo junto amiga!!!!”

Ou seja, se você terminou as férias acabada, física e emocionalmente, saiba que você não está sozinha. Pelo menos eu estou contigo!

E bora desabafar aí nos comentários também, para a gente ver que tem mais mães humanas e meio doidas piradas por aí.

Bjs! Boa volta às aulas para todas.

15 comentários

  1. Gabriela

    Guria, o que me ajudou muito foi a terapia, e uma dica que sempre aplico nesses momentos mais difíceis é “qual o mal em deixar dormir sem tomar o banho, sem escovar os dentes, qual problema se essa semana a criança quer comer apenas arroz e carne?” Fazer essas perguntas e se a resposta for ” não vai causar nenhum dano grave, não está colocando ninguém em risco, entao ok! Mais vale menos estresse, gritos e brigas do que forçar uma “rotina” ” disciplina” a ferro e fogo. Crianças tem fases e umas bem longas, mas nada dura para sempre, logo a fase muda, melhora umas coisas, outras ruins aparecem e assim Vai…importante é conseguirmos viver o melhor possível com nossas frustrações e não massacrar a nós e aos nossos filhos com tanto estresse e tristeza. Estou tentando me fazer estas perguntas e aplicar isso mas nem sempre dá certo, as vezes quero que ele faça o que eu estou pedindo de primeira, sem falar mil vezes a mesma coisa ou ter que ter a maior paciência do mundo e levar uma hora para vestir a roupa. Seguimos com dias mais legais outros tanto!

  2. Giseli

    Te entendo perfeitamente, pq eu já fui muito assim, me cobrava, me martirizava, sempre achando q as outras mães eram muito melhores q eu. Até q eu resolvi parar! Agora estou em um exercício diário de, primeiro, agradecer por tudo, faz muito diferença ser grato pelas coisas q tem, principalmente pela saúde, pela comida de cada dia, e não reclamar ( sou tipo vc, reclamona, rs).
    Acho q já existe pessoas suficiente no mundo para apontar o dedo e querer mostrar nossos defeitos. Como eu termino essas férias? Não fui e não fiz metade das coisas q eu acho q deveria ter feito, mas sinceramente, da próxima tento fazer melhor! Bjo grande
    Ahh e sempre pense q teus filhos tem q melhor mãe q eles gostariam de ter: você!
    E o que um dente sem escovar???

  3. Juliana

    Me representa!!! É exatamente essa a sensação depois desse mês de férias…😭

  4. Lucélia Martins

    Bem assim mesmo me sinto da mesma forma e ainda pra piorar a situação sou separada e perdi meu emprego…sendo assim não tenho as mesmas condições financeiras que o pai….acabo sendo o lado chato porque fico com as obrigações e o pai deles com a diversão….o pior é ouvir que lá é melhor que aqui.
    Estamos juntas 👊

  5. cris

    Meus Deus Shirley, parece que você leu meus pensamentos, estava pensando exatamente nisso hj de manhã, inclusive na questão dos dentes kkk, é um eterno cair na lona e levantar novamente.

  6. Talita

    Me sinto exatamente como vc! Perdi muito mais a paciência do que gostaria e meu filho parece que chorou e gritou muito mais do que eu esperava de uma criança de férias.
    Mas o que me fez sentir um pouco melhor foi perguntar essa manhã para ele como tinham sido as férias, ele só falou coisas boas, citou momentos pequenos, um agrado, um almoço diferente que comeu, os jogos do celular que baixou (eu não gosto muito, mas ele usa)… me deu um abraço, um beijo e disse que me ama antes de eu sair para trabalhar <3
    (ele tem 4 anos e tenho uma menina de 9 meses)

    1. Rita Sales

      Sim amiga, só vc terminou as férias esgotada! Pq eu passeiei o máximo que pude com a minha filha! E não me preocupei em arrumar a casa e manter tudo em ordem não, pq tenho o ano inteiro prá fazer isso! Férias é prá deslugar, sair da rotina! Viajar, ir no parque se sujar de areia ligo depois do banho prá aproveitar o sol, comer só batata e tomar toddynho por uma semana! Sem neurose! Voltando as aulas tudo volta pro ritmo normal! Prefiro viver a vida!

  7. Priscila Frota

    Shirley, se tem uma coisa que venho aprendendo com a minha recente maternidade de primeira viagem (meu filhote tem apenas 10 meses), é que a maternidade é a que é possível para cada mamãe! As comparações só nos lançam na armadilha perigosa da frustração e com isso, caímos na fantasia de que somos impotentes, já que aquela mãe dá super conta e parece mais uma heroína do que uma mãe… Na real, somo todas mães possíveis e fazemos sempre o nosso melhor para dar conta dos nosso filhos e da rotina….Cada uma a seu modo…. Um grande beijo! :)

  8. Thatiane

    TAMO JUNTO AMIGAAAA, pois eh, meu filho voltou as aulas hj, tbm gritei, briguei, mas tbm beijiei mto, ri e tentei fazer o melhor. Nao fique assim, o bom eh q podemos ser fracas as x e achar q nao somos tão boas assim. Mas para nossos filhos somos demais, e com certeza para eles as férias foram sensacional. Tanto q o meu ta na escola e ja estou com saudades. Mas a vida segue, cada dia um aprendizado. E qtas ferias eles ainda terão. Bora aproveitar cada dia e aprender com eles. E nao fica assim nao. E nao se esqueça TAMO JUNTAS. Bjusss ❤😘❤

  9. Beatrice

    Vc é exatamente a mãe de que seus filhos precisam!!! Relaxa!!!

  10. Indiara Garcez

    Esse post de hoje me lembrou mto o que seu marido falava que vc nao tinha ‘instinto materno’. Me identifiquei total!! Tbm me esforço mto pra ser a mãe que sou. Tenho um filho de 12 anos e um outro de 11 meses. Minha ginecologista diz q sou ‘mãe de primeira viagem do segundo filho’.
    Enfim, ja me senti e sinto as vezes assim como você relatou e uma amiga me disse uma coisa que repito pra mim mesma, toda vez que tô pirando: SOU A MELHOR MÃE QUE MEUS FILHOS PODERIAM TER
    Cara, repete isso pra vc mesma varias vezes e acredita.
    E fica tranquila, ngm morre pq ficou sem escovar os dentes a noite ou pq comeu comida industrializada no almoço naquela quarta feira.
    Beijos, querida. Amo seu blog

  11. nagela cardoso

    Post exagerado com certeza, NÃO TAMO JUNTO…..não me sinto assim!!!

    Alias, me sinto muito bem pois lembro-me de quando eu era criança e passada as ferias toda em casa ou brincando na rua com um coleguinha e hoje, tenho a possibilidade de levar meu filho ao cinema, fazer alguns passeios e sobretudo DAR MUITO CARINHO!!

    É muito difícil ser criança hoje em dia, isso sim!!

  12. Juliana

    Coooom certeza me identifico. Nao viajamos nestas ferias. Ficamos em casa com pouca ou nehuma programacao. Ou seja, situacao perfeita para eu me irritar com eles, eles comigo e assim vai….sim, gritei muito mais que gostaria, comprei brigas desnecessarias muito mais que deveria, deixei para tras um outro tanto de coisas que deveria fazer. E isso tudo nos leva a sentir tao “unfit” para a funcao, né? Mas, as vezes, um simples “é o que temos pra hoje!” tambem é um pouco de conforto para acalentar o coracao e tocar em frente.

  13. Simone

    Olá Shirley!
    Acompanho o blog há cerca de 4 anos, já me senti aliviada em muitos momentos difíceis com seus textos.
    Pelo que observo, tenho a impressão de que o que torna as coisas tão pesadas pra você é um perfeccionismo extremo, é querer fazer certo sempre.
    Somos mães do mundo real, onde nada é perfeito.
    Aproveite as oportunidades que você tem, tente cobrar menos de você.
    Fica a dica.

  14. Érica

    Linda! Tenho duas crianças de 9 e 3 anos. O pequeno povo de energia e essas férias ainda veio minha afilhada. Ainda bem tenho alguém que me ajuda e pai das crianças. Tento levar as coisas com leveza também. Beijos e não se cobre tanto.

Deixe seu comentário