Mãe, qual é a senha para conversar com você?

Recebi, por WhatsApp, uma série de cards de uma campanha linda e muito sensível, que incentiva pais a deixarem de lado os seus tablets e smartphones e conectarem-se mais a seus filhos.

Uma das frases da campanha traz o desenho de pai e filho abraçados e a seguinte frase: “Quando você larga o celular o seu filho vibra”. Outra delas diz: “83% das crianças se sentem trocadas pelo celular. E você se preocupa com o tempo que passa fora de casa”.

Acho que justamente por serem mensagens tão simples, e tão “soco no estômago” para muitos pais, a campanha tem viralizado nas últimas semanas. E assim como recebi de uma amiga, logo depois recebi de várias outras e também compartilhei.

Como apoio demais essa ideia, achei super importante compartilhar a campanha aqui. Eu trabalho com internet e mídias sociais e passo muito, mas muito tempo mesma conectada, mergulhada no meu celular ou computador. Mas no tempo que estou com os meninos, faço o possível para deixar o celular de lado, de preferência bem longe (carregando lá no quarto) e focar minha atenção neles em vez de no meu trabalho.

Se todos nós nos inspirarmos nas imagens abaixo, com certeza, teremos muito mais tempo de qualidade com nossos filhos e isso fará um bem enorme para todo mundo.

Sobre a campanha “Conecte-se ao que importa”: 

Esta campanha é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado do Paraná, a Prefeitura de Curitiba, o Ministério Público do Paraná e o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e tem por objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância de os pais darem mais atenção aos seus filhos e combaterem o excesso do uso de aparelhos eletrônicos e das redes sociais tanto por eles quanto pelas crianças e adolescentes.

A preocupação das organizações com o tema se baseia nos números. Pesquisa divulgada pela AAHC aponta que 66% das crianças com idade entre três e cinco anos já sabem brincar com jogos de computador, mas apenas 14% conseguem amarrar os cadarços dos próprios calçados. Ainda, 83% se sentem traídas pelos pais que dedicam tempo exagerado aos aparelhos eletrônicos. Como resultado da exposição exagerada à internet e aos aparelhos eletrônicos, as crianças podem apresentar problemas graves como déficit de atenção, obesidade, privação do sono, atrasos cognitivos e introspecção.

Saiba mais clicando aqui.

 

Curta e compartilhe esse post nas redes sociais:
Pinterest