3 motivos para sentar no chão (pelo menos de vez em quando) para brincar com seu filho | Macetes de Mãe

3 motivos para sentar no chão (pelo menos de vez em quando) para brincar com seu filho


15 de Janeiro de 2018

Hoje, mais um texto superbacana da Ale Palazzin e da Graziela Faelli, fisioterapeutas e autoras do blog Tempo Mágico, que compartilha informações úteis e relevantes sobre desenvolvimento infantil. No post de hoje, elas falam sobre as três principais razões para sempre arranajarmos um tempinho para sentar no chão e brincar com nossos filhos. Venham ver!

3 motivos para sentar no chão (pelo menos de vez em quando) para brincar com seu filho

Por Ale Palazzin e Graziela Faelli, fisioterapeutas e autoras do blog Tempo Mágico

Sabemos que, sentar no chão depois de um dia de trabalho (dentro ou fora de casa), pode parecer nem um pouco motivador, não é mesmo? Às vezes falta pique para brincar que dirá sentar num lugar pouco confortável.

Entretanto, você sabia que esse simples gesto pode ter ajudar na hora de brincar com seu filho mais do que você imagina?

Agora a gente vai explicar como. Acompanhe com a gente…

Em primeiro lugar, sentar no chão ajuda a gente a sair do piloto automático. Eu explico: no seu dia-a-dia, quantas vezes você senta no chão? A não ser que você pratique yoga ou algo do gênero, imaginamos que poucas vezes (ou até nenhuma). Certo? Pois bem, quando fazemos isso é como se mudássemos uma “chavinha”, como se saíssemos do que estamos habituados a fazer, quebrássemos a rotina e abríssemos espaço para a improvisação, para o “fazer diferente”,  que é justamente o que muitas vezes transforma algo rotineiro numa brincadeira. É num momento como esse que o tapete do quarto do seu filho pode se transformar num “tapete mágico” que levará vocês numa viagem pelo mundo… Viu? a brincadeira já está pronta….

Outra vantagem de sentar no chão para brincar é que esse gesto ajuda a gente a enxergar o mundo de outra forma. Sim, sentar no chão nos traz, literalmente, uma perspectiva diferente do mundo e podemos ver mais facilmente tudo sob o ângulo da criança (inclusive porque ela tem dificuldade em alcançar alguns brinquedos da estante). Assim, mais fácil imaginar porque as cadeiras da sala formam um túnel incrível e como o desenho do quadro pode parecer uma figura completamente diferente (um mostro talvez?). É mais ou menos como quando deitamos no chão para procurar formas nas nuvens (nossa! quanto tempo que não faço isso com meu filho!). Fica mais fácil entrar na brincadeira do “e se…?” que as crianças instintivamente fazem justamente por poder enxergar tudo literalmente de outro ponto de vista.

Por fim, sentar no chão para brincar com os pequenos ajuda a nos conectarmos mais com nossos filhos (isso vale para as crianças de modo geral, mas especialmente para os menores). Muitas vezes, o chão é o mundo da criança, então entrar nesse mundo por si só já aproxima vocês dois. Além disso, o chão é um lugar no qual ela se sente segura e tem autonomia, o que favorece ela se sentir mais à vontade e demonstrar o que é capaz. E assim, claro, você vai conhecendo mais e mais sobre seu filho. Num plano mais baixo todos são iguais, a comunicação fica mais fácil, o olho-no-olho, a conexão! Afinal isso é um dos grandes propósitos do brincar junto, certo?

Então, bora sentar no chão, mudar a perspectiva e buscar uma outra forma de brincar com seu filho? (ok, você pode encher de almofadas para encostar e deixar a posição mais confortável, mas você entendeu a ideia, certo?)

Alessandra Palazzin é fisioterapeuta, especializada em neuropediatra, mestre em aprendizado motor e mãe do Pedro. Graziela Faelli também é fisioterapeuta, especializada em neurologia pela USP, mestre em neurociências (UNICID) e mãe do Rafael. As duas são autoras do blog Tempo Mágico, que trata sobre desenvolvimento infantil. Siga o blog Tempo Mágico nas suas redes sociais e fique por dentro de informações interessantes e úteis sobre desenvolvimento infantil: Facebook e Instagram.