Alimentos que soltam o intestino das crianças

Alimentos para prisão de ventre em bebês e crianças


26 de Março de 2014

alimentos para intestino preso em criancasIntestino de bebê ou criança preso é uma tristeza. Os bichinhos sofrem prá caramba. Hoje em dia, o Léo não sofre mais com esse problema, mas quando era bebê, recém nascido, foi um horror. Ele praticamente não fazia cocô (sintoma da APLV dele) e como ele ainda não se alimentava de nada a não ser leite, o negócio ficava pior ainda. Basicamente, não tinha muito o que fazer, não tinha o que dar, e toda vez que vinha uma crise de intestino preso muito forte, era ao pediatra que eu tinha que recorrer.

Mas depois que a criança já se alimenta de sólidos, nós mesmas podemos equilibrar a dieta dos pequenos de forma a soltar um pouquinho o intestino deles. Basicamente, o que eu tenho percebido sobre o assunto é que há duas formas de fazer isso: uma é oferecer alimentos já reconhecidos por suas propriedades laxantes e a outra é prestar atenção à reações dos nossos pequenos e identificar quais são os alimentos que fazem com que o intestino deles trabalhe melhor.

Assim, abaixo, trago uma lista de alimentos que são reconhecidos por soltarem o intestino das crianças (e adultos) e outros que não são tão conhecidos assim por essa função, mas que aqui em casa tem um efeito ótimo. Quem quiser, também pode deixar nos comentários abaixo a lista dos alimentos tem sido utilizado nas suas casas para esse fim. As demais mamães agradecem.

Frutas:

  • Ameixa seca: acho que é o alimento mais reconhecido por soltar o intestino. Ele pode ser oferecido através de chazinho, quando o bebê é menor (Modo de preparo: deixar duas ameixas de molho num copo de água de um dia para o outro), ou a própria fruta mesmo, quando o bebê já se alimenta de sólidos.
  • Mamão: depois da ameixa, outro famoso por soltar o intestino é o mamão.
  • Manga: também ajuda a soltar o intestino. Com o Léo, é tiro e queda. Funciona muuiiito!
  • Laranja: é reconhecida por seus efeitos laxantes, mas no Léo não tem muito resultado.

Fibras:

  • Aveia: também possui propriedades laxantes e aqui a dica é oferecer junto com mamão (cuidado ao oferecer com banana, pois a banana é conhecida por prender o intestino).
  • Linhaça: também pode ser misturada a alimentos laxativos para  potencializar os seus efeitos.

Grãos:

  • Feijão, lentilha, ervilha: são conhecidos por funcionarem como laxativos também.

Legumes:

  • Milho verde: aqui em casa funciona como um laxante e tanto! E várias amigas também já me relataram o mesmo.
  • Cenoura: aqui também funciona como laxante, apesar de não ser um legume reconhecido por possuir essa propriedade.
  • Abóbora: também tenho percebido que, quando o Léo come abóbora, o intestino dele fica, digamos assim, mais animado (PS: mas nem o efeito da bóbora, nem o da cenoura, se equiparam ao poder do milho. kkkk!)

Sementes:

  • Gergelim: tem ótimo efeito laxante.

Óleos/azeites:

  • Azeite de oliva: tem um excelente efeito laxante sobre o intestino do Léo. Não sei dizer se é famoso por ser um alimento laxativo, mas aqui em casa funciona muito bem para esse fim.

Água:

  • Muitas vezes, a criança está com intestino preso por falta de água no organismo. Por isso, sempre que você estiver enfrentando esse problema, ofereça muita água ou outros líquidos.

 

Importante:

  • Antes de oferecer aveia e linhaça para seu filho, cheque com o pediatra se ele autoriza a inclusão desses alimentos na dieta da criança.
  • Crianças que mamam apenas leite materno podem ficar períodos maiores sem evacuar sem risco à sua saúde. No caso de dúvidas sobre qual seria esse tempo máximo, converse com o pediatra.
  • Lembre-se que o indicado é a criança alimentar-se exclusivamente de leite materno até seis meses e, depois, contarem com o leite materno na sua dieta até os dois anos de idade. Além de todos os benefícios já conhecidos, isso ajuda no funcionamento equilibrado do intestino.
  • Se a criança se alimenta de fórmula, veja com o pediatra a possibilidade de trocá-la, caso os episódios de intestino preso estejam se tornando frequentes.
  • Faça massagens no abdômen (circular em volta do umbigo) e movimento de bicicletinha com as pernas para auxiliar no melhor funcionamento do intestino.
  • Sempre que tiver na dúvida se o seu filho está com o intestino preso ou não e o que deve ser feito para amenizar ou resolver o problema, converse com o pediatra. Esse post traz algumas dicas, mas somente um profissional poderá dar a orientação adequada.