As 20 coisas que mãe detesta

As 20 coisas que mãe detesta


5 de Fevereiro de 2014

coisas que mae detestaSe tem uma coisa que eu tenho certeza (agora, é claro!) é que só entende o que é ser mãe quem é. Quem imagina, lê a respeito, convive com sobrinhos ou afilhados pode ter uma vaga ideia, mas só sente na pele mesmo quem pariu. Fato!

E é por isso que só mãe entende as frescuras de outras mães (que para mim não tem nada de frescura). Quem não é, quando vê a gente fazer algum comentário, observação, alerta ou pedido, vira a cara e faz biquinho, achando tudo aquilo um exagero. Mas vai ter um filho para ver se não ia fazer igual? Ah, ia! Aposto, que ia!

E pensando nessas “frescuras” de mãe, que como disse para mim não tem nada de frescura, resolvi fazer o post de hoje, com uma listinha básica de 20 coisas que mãe detesta. Justamente, para evitar que os desavisados saiam cometendo gafes por aí e criando mal entendidos ou verdadeiras guerras familiares (ou você duvida que uma mãe, do alto do seu desequilíbrio hormonal, poderia decretar guerra contra a cunhada, sogra, prima o tia que ultrapassou os limites? Eu não! Não duvido nada!).

Enfim… com vocês, as 20 coisas que mãe detesta! (e não deixem de compartilhar com os desavisados, viu!)

  1. Que acorde o bebê/criança
  2. Que dê comida sem perguntar antes se pode
  3. Que fique passando o bebê de colo em colo (quando é recém nascido)
  4. Que pegue o bebê no colo e não solte mais (quando é recém nascido)
  5. Que beije a mão e rosto do bebê (quando é recém nascido)
  6. Que faça visitas sem avisar (também quando é recém nascido. Tudo é mais complicado nessa fase)
  7. Que questione se mama no peito
  8. E, se a resposta for não, que questione por que não mama
  9. E, se a resposta for sim, que questione por que ainda mama nessa idade (não dá para acertar nunca, vocês já viram, né!)
  10. Que fique perguntando por que a criança chora tanto
  11. Que fique perguntando por que a criança não dorme
  12. Que fique perguntando, sem parar, se o bebê não está com frio, calor, fome, entre outros…
  13. Que questione a decisão do tipo de parto
  14. Que questione por que o bebê ainda não senta, não fala, não engatinha, não anda
  15. Que insista que no seu tempo as coisas eram diferentes (e melhores)
  16. Que faça comparações, sejam da criança ou da mãe
  17. Que questionem a decisão de colocar na escolinha, não colocar na escolinha, contratar babá, não contratar babá, largar o trabalho para cuidar do filho (enfim, qualquer uma dessas decisões. Não é necessário questionar, garanto que a decisão foi muito, muito, muito bem pensada! E, muitas vezes, sofrida)
  18. Que condene as decisões sobre a alimentação da criança (sempre tem alguém achando que é um exagero os pais darem só orgânicos ou o fim do mundo a criança ter comido um Danoninho com dois anos de idade. Mais um assunto difícil de agradar todo mundo).
  19. Que fique contando vantagem, falando que o filho dormiu a noite toda com dois meses, atingiu todos os marcos de desenvolvimento antes da hora, come de tudo sem reclamar e é super comportado (mentir é feio, viu! kkk!)
  20. E, principalmente, que julgue e condene sem nem saber o que se passa na casa do outro. Uma das coisas mais comuns hoje em dia! Até para quem é mãe e bastante experiente no assunto (que vergonha!!!)

Querem aumentar essa lista? Com certeza dá! Deixem, nos comentários abaixo, a listinha das coisas que vocês detestam quando fazem com vocês ou com os filhotes. Com certeza, muitas outras mães vão se identificar.

Leia outros posts similares: