Bicicleta sem pedal, rodinhas e freio. Sim, nós temos!

Bicicleta sem pedal, rodinhas e freio. Sim, nós temos!


8 de junho de 2015

Para o aniversário do Leo, havíamos decidido que daríamos de presente uma bicicleta. Nós gostamos que ele desenvolva atividades ao ar livre e ele mesmo já estava demonstrando interesse por esse tipo de “brinquedo”.

Só que aí, comecei a pensar que seria legal dar para ele uma bicicleta um pouco diferente, a qual eu já andava vendo por aí, nos passeios que a gente costuma fazer no Parque Villa-Lobos.

Falo dessas bicicletas que não tem pedal, rodinhas e nem freio (uau!) e cujos diferenciais estão no fato de proporcionarem, às crianças de 2 a 5 anos, um aprendizado autônomo sobre questões ligadas ao corpo, tais como coordenação motora, equilíbrio, autoconfiança, lateralidade e reflexo.

Captura de tela 2015-06-08 11.19.48

 

E por incrível que pareça, foi eu pensar em dar uma dessas bicicletas para o Leo e começar a pesquisar a respeito para a distribuidora das duas principais marcas desse tipo de bicicleta aqui no Brasil entrar em contato comigo para oferecer uma delas de presente para o Leo.

Bom, é claro que adorei o presente, afinal, já ia comprar mesmo, e aí bastava só escolher o modelo que a gente ia querer.

Inicialmente, eu estava in love com a Runna, que é de madeira, super charmosa e transadinha. Mas depois, conversando com o meu marido, acabamos optando pela Strider Sport, que achamos mais prática, pois, por ter pneus maciços, não necessita que eles sejam calibrados e ainda tem menor manutenção ao longo do tempo.

Mas vocês, agora, devem estar se perguntando: como é que funciona uma bicicleta sem pedal e sem freios? E a criança consegue andar nela já que não tem as rodinhas laterais de apoio? Isso é seguro? Sim, é seguro, e a ideia é justamente essa. Não ter rodinhas e pedal para a criança, no ritmo dela, aprender a andar e adquirir equilíbrio e autocontrole, sozinha e sem apoio, o que não é possível nas bicicletas tradicionais (ou seja, esse modelo de bicicleta, na minha opinião, estimula mais a criança).

E agora, trago para vocês, mais alguns detalhes da Runnabike e dos dois modelos de Strider.

Runnabike: Bicicleta em madeira, para crianças a partir de 2 anos, com 3 regulagens de altura de banco que permite uso até 5 anos aproximadamente. Oferece maior aderência, pois possui pneus em borracha com câmara de ar. Inclui buzina e cestinha nas cores desejadas. Acho um charme. Linda, linda!

Runnabike

Strider Classic: Bicicleta em metal, a partir de 18 meses, com regulagem por chave de altura de banco e guidão que permitem uso até 5 anos aproximadamente. Os pneus em borracha maciça diminuem a manutenção com o tempo de uso.

strider classic

Strider Sport: A escolhida para o Leo. É para crianças a partir de 18 meses, com regulagem rápida (blocante) de altura de banco e guidão que permitem uso até 5 anos aproximadamente. Os pneus em borracha maciça diminuem a manutenção com o tempo de uso. Acompanha um banco extra estofado com canote maior que permite uso mais prolongado da bicicleta. Neste modelo, as manoplas são customizadas e acompanha protetor de guidão.

strider sport

O Leo adorou o presente e já quis sair andando. Até agora, ele não conseguiu efetivamente andar na bicicleta (para andar, a criança tem que dar o impulso com os dois pés e aí tirá-los do chão, apoiando-os na própria bicicleta, num espaço para isso logo abaixo do banco), mas está se divertindo e se aventurando. Acho que em breve, ele estará correndo por aí, pois já está pegando o espírito da coisa.

bicicleta leo1

IMG_8453

cartao bicicleta1

Para quem está interessado nesse tipo de bicicleta digo que vale a pena experimentar. Eu achei bem bacana o conceito e tenho visto cada vez mais crianças por aí usando esses modelos sem rodinhas, pedal e freio.

A primeira vista, pode até parecer estranho, mas com certeza é bem bacana para a criança, que vai se desenvolver e ser estimulada ao mesmo tempo que brinca.

Para saber mais sobre essas bicicletas, acesse:

www.striderbike.com.br

www.runnabike.com.br

publi-incentivo