Brinquedos para bebês de um ano

Brinquedos para bebês de 12 a 18 meses


3 de junho de 2013

O Léo acabou de completar um aninho, então as minhas atenções andam voltadas para essa nova e importante fase da vida dele. Nesse período, o bebê, que muitas vezes já caminha ou pelo menos engatinha, começa a se tornar mais independente e a explorar o mundo com muito mais interesse. Ele também começa a se comunicar, interagir, participar mais ativamente da vida da casa e curtir mais e melhor o seu “tempo livre” (que bonitinho!!!!!).Com todas essas mudanças também é natural que o seu interesse por determinados brinquedos mude. Então, muitos brinquedos que faziam sucesso no primeiro ano de vida, agora já não atraem mais tanta atenção.

Bom, tendo isso em mente, resolvi fazer o post de hoje. Pesquisei algumas informações sobre esse tema e cruzei com o que eu venho observando aqui em casa nas últimas semanas. Muita coisa bateu direitinho e baseado nisso fiz a relação abaixo, dos brinquedos favoritos dos nossos pequenos nessa nova e tão importante fase da vida (12 a 18 meses).

1. Bola: o Léo é louco por bola. Louco! Ele tem uma bola rosa pink (sim, eu não tenho essas frescuras de que rosa é de menina e azul de menino) que é diversão garantida a qualquer hora do dia. Se deixar, ele passar horas jogando e pegando a tal bolinha como se fosse um cachorrinho (e para ficar mais parecido ainda, ele faz isso engatinhando). A paixão está tão forte que é só eu falar: “Léo, cadê a bola rosa?” que ele sai em disparada para procurar a dita cuja. Então, fica a dica: não precisa investir naqueles briquedos mega tecnológicos da Fisher-Price, Estrela e afins. Basta comprar uma bolinha baratinha de plástico ou borracha que está tudo certo.

2. Brinquedos de encaixar: esse tipo de brinquedo eu não sabia que que era um “must have” dessa idade, mas depois da festinha de aniversário do Léo, e depois do tanto de brinquedos nesse formato que ele ganhou, tive certeza que essa é uma opção que faz sucesso com os bebês de 12 a 18 meses. Juro, acho que o Léo ganhou uns sete brinquedinhos desses, cada um num modelinho diferente do outro, mas todos com o mesmo propósito. Já testei um deles e o Léo adorou mesmo (as vendedoras das lojas estavam certas quando indicaram o treco). Ele se diverte de diversas formas: guardando as pecinhas dentro deles (ele abre a portinha por onde as pecinhas deveriam ser retiradas de dentro do brinquedo e joga vários objetos lá dentro), encaixando as pecinhas nos lugares onde se deve encaixar mesmo (com alguma ajuda da mamãe aqui), abrindo e fechando incessantemente as portinhas e, claro, arremessando o negócio no chão. Enfim, sucesso garantido! Pode comprar que vai agradar.

3. Blocos de montar: outro que o Léo ganhou de aniversário e que tem feito sucesso por aqui. O modelo que ele ganhou, nada mais é que uma espécie de Lego, só que com as peças bem maiores, para evitar acidentes. Há outras opções de encaixar que não lembram o Lego, mas que tem o mesmo propósito: encaixar blocos para formar objetos, então funcionam igual.

4. Brinquedos de puxar e empurrar: esse o Léo também ganhou de aniversário, mas ainda não testamos porque, primeiro, ele ainda não anda e, porque eu estou dando os brinquedinhos aos poucos, para sempre ter uma novidade e ele não enjoar de tudo de uma vez. Mas, apesar de ainda não termos experimentado, tenho lido em vários locais que essa é uma opção super adequada para a idade. Não é para menos, quando eles começam a andar, vão adorar sai puxando ou empurrando de tudo por aí, então, acredito que esse brinquedinho deve cair no gosto mesmo.

5. Instrumentos musicais: bingo! A vendedora da loja que atendeu um dos convidados da festinha do Léo também acertou na indicação (ele ganhou uns tamborzinhos). Nessa idade, os bebês costumam gostar desse tipo de objeto, pois permite uma boa interação e produz bastante som (bom, quem talvez não goste seja os pais. Vamos ver).

6. Atividades de escalar: esse último tópico não é um brinquedo, mas uma brincadeira, mas mesmo assim resolvi incluir, pois é super legal e diversão garantida. Nesse período que o Léo está agora, os bebês adoram subir, descer, escalar, vencer obstáculos e tudo mais. O que costumo fazer com o meu pequeno é me deitar no chão e deixá-lo ficar subindo, descendo e passando sobre mim, como se eu fosse uma montanha. Ele ama. Também dou uma forcinha e ele sobre no sofá, só que aí fico monitorando todo o tempo, para evitar qualquer acidente.
Bom, espero que as dicas sejam úteis. Se seus bebês estão em idade ente 12 e 18 meses, podem investir sem medo nesse tipo de brinquedo que a diversão é garantida.
Assista também: