Carta de um recém nascido para suas visitas | Macetes de Mãe

Carta de um recém nascido para suas visitas


28 de outubro de 2015

Queridos familiares, amigos e pessoas próximas,

Eu acabei de chegar ao mundo, mas já sei do enorme carinho que vocês tem por nossa família. E sei também o quanto vocês estão ansiosos por me conhecer, me pegar nos braços, me embalar e celebrar a minha chegada. Mas esse é um momento muito delicado para mim, acabei de sair do ventre protegido e quentinho da minha mãe e estou enfrentando, pela primeira vez, esse mundo aqui de fora, tão cheio de novidades e estímulos. Assim, me encanta saber que já sou tão amado, mas preciso pedir que vocês respeitem esse momento tão delicado e íntimo para nossa família.

newborn
Photo Credit: gsz via Compfight cc

Eu e a minha mamãe ainda estamos nos conhecendo, ela está descobrindo como eu funciono e eu estou aprendendo a me virar por aqui. Assim, a gente precisa de um tempo só para nós. Mamãe precisa de calma e tranquilidade para conseguir me amamentar e eu preciso de tempo para aprender a sugar e a me alimentar no seu seio. Mamãe está eufórica, louca para dividir com vocês a benção que eu sou em sua vida, mas ela também precisa descansar, se recuperar e ficar 100% para cuidar de mim.

Assim, peço, com muito respeito, que vocês compreendam esse nosso momento. Não é que a gente não quer recebê-los, mas é importante entender a melhor hora para fazer isso. Mamãe e papai ficarão felizes com um telefonema seu antes, perguntando se tudo bem dar uma passadinha para me conhecerem, e eu ficarei mais confortável com visitas curtinhas, sem grande agito e tumulto na minha casinha (lembram que eu falei que vivia no ventre calmo e tranquilo da minha mãe? Ainda não acostumei com essa loucura aqui de casa).

Outra coisa que eu gostaria de dizer, sem ofender nenhum de vocês, é que a minha saúde é frágil e não estou preparado para enfrentar os riscos aqui de fora. Assim, se você está dodói é melhor deixar para me ver em outro momento, quando estiver bem e a gente puder curtir com prazer esse nosso primeiro encontro.

E sobre me pegar no colo, lembre-se que, como eu já disse, esse mundo é novo para mim e todos os estímulos mexem muito comigo, assim, eu prefiro ficar no colo aconchegado da minha mamãe e não passar de mão em mão, pois isso mexe demais comigo e, muitas vezes, me assusta.

Tenho certeza que teremos ainda muitos momentos para curtirmos juntos e que, em breve, você vai poder brincar comigo sem nenhuma restrição, mas, por enquanto, o que eu preciso é de tranquilidade, de um ambiente seguro e calmo para conhecer melhor minha mamãe, meu papai e esse mundo cheio de novidades que me cerca. Sei que você entende, e fico feliz e agradecido por isso.

Com carinho,

O bebê que acabou de chegar.