Como adormecer um bebê sem ser mamando no peito - Parte II

Como adormecer um bebê sem ser mamando no peito – Parte II


23 de Janeiro de 2015

Há dois meses, publiquei aqui no blog o primeiro texto da Marcia Horbácio, colunista do MdM, falando sobre como adormecer um bebê sem ser mamando no peito. Como o assunto dava pano para a manga, tinha muito conteúdo para ser compartilhado, ele foi dividido em duas partes, e hoje publico aqui a continuação das dicas dessa expert em sono infantil.

E aproveitem que as dicas da Marcia são de ouro! Testadas e aprovadas por amigas e leitoras do blog.

como adormecer um bebe - parte 2
Photo Credit: .aLx. via Compfight cc

Como adormecer um bebê sem ser mamando no peito – Parte II

Por Marcia Horbacio

Olá mamães, estou aqui de novo para falar do soninho do bebê e, desta vez, vamos falar sobre mais duas técnicas que ajudam a acostumar o bebê a dormir sem ser mamando no peito. Lembrem-se que no primeiro post que falamos sobre isso não houve espaço para detalhar todas as quatro técnicas, então , agora vamos falar das duas restantes.

Quero ressaltar que as minhas duas preferidas são as que ensinei no primeiro post. Acho que tanto a primeira, mais adequada para crianças menores de dezoito meses, como a segunda, usada para quando as crianças já entendem melhor as coisas, são mais eficazes e menos difíceis de fazer. No entanto, como consultora de sono materno-infantil , meu papel é informar e empoderar os pais para que eles possam tomar as decisões que são melhores para suas famílias, jamais interferindo com a minha opinião, a menos que eles peçam. Vamos às duas outras técnicas e vocês vão poder decidir se uma delas , ou uma das que expliquei anteriormente, é a melhor para vocês.

A primeira técnica que vamos abordar é do Dr. Jay Gordon, pediatra americano que sugere o uso desse técnica após o primeiro ano de vida do bebê. Dr. Gordon propõe um processo de nove noites, onde os pais fazem uma pequena mudança a cada três noites, avançando até chegar ao ponto onde o bebê vai dormir sem mamar. O Dr. Jay Gordon é partidário da cama compartilhada, portanto, ele sugere que o processo seja feito na cama dos pais. Fica claro que os pais que não praticam a cama compartilhada podem também fazer uso desta técnica, mas irão para o quarto do bebê para colocá-la em prática.

TRÊS PRIMEIRAS NOITES

Nas primeiras três noites, a mãe amamenta o bebê o quanto ele quiser até que ele durma. Ela deve escolher um horário para não amamentar mais (Dr. Jay Gordon sugere 11 da noite), mas enquanto essa hora não chega, ela deve dar o peito o quanto a criança quiser, toda vez que chorar, e pode até deixá-la dormir mamando. Quando der onze horas (ou a hora que a mãe decidir que é hora de dormir) ela deve parar de dar o peito, mas pode seguir abraçando, dando carinho, fazendo carinhos nas costinhas da criança. Se puder colocar ela adormecida já no berço, ótimo. Se não puder, deve colocar e ficar fazendo carinho até ela dormir. Se ela acordar a qualquer hora da noite, a mãe pode pegá-la no colo e amamentá-la de novo, mas agora deverá ser uma mamada curta e o resto do tempo mais conforto com abraço, colo, tocando na criança, enfim, como quiser, mas sem dar o peito . Dessa vez, deve tentar colocar o bebê sonolento, mas acordado no berço, e enquanto ele não adormecer, não deve dar mais peito. Só confortá-lo de outras maneiras. Se ela colocar o bebê no berço e ele dormir, a partir daí , se ele acordar de novo, pode dar o peito e fazer tudo de novo, um pouco de peito, retira , conforta de outra maneira (sem nunca dar o peito mais durante aquele despertar ) e deve-se colocar o bebê na cama sonolento, mas acordado. Se chorar, pode pegar no colo, mas não dar mais o peito durante aquele despertar. Para ele mamar de novo, só depois que conseguir dormir, entende mamãe? A cada vez que acordar, pode dar o peito, mas só um pouco, e o resto do tempo dev-se dar outra forma de conforto, como colocar na cama sonolento, mas acordado, e só quando acordar de novo é que se pode dar de mamar (enquanto ele está no mesmo despertar, ele não mama mais, só mama no comecinho , depois tem que dormir sem mamar). Isso você faz por três noites.

NAS PRÓXIMAS TRÊS NOITES

De novo a mãe deverá dá de mamar o quanto quiser até às 11 horas da noite (ou aquele horário que ela determinou como hora de dormir na casa). Depois, toda vez que a criança acordar, não tem mais mamadas. Essa é a grande mudança dessa segunda etapa. É possível abraçar, pegar no colo, ninar como quiser, mas não pode mais dar o peito. De acordo com o Dr. Gordon, uma criança de 1 ano de idade está pronta tanto psicologicamente como em termos de necessidades nutricionais para ficar sem mamar por 7 horas à noite. Portanto, nada de mamar das 11h até 7h, segundo ele. Toda vez que acordar pode pegar no colo, mas sem dar de mamar. Nesses casos, é possível confortar a criança como quiser.

AS PRÓXIMAS 3 NOITES

Deve-se dar de mamar o quanto quiser até às 11h, mas depois disso não pegar mais o bebê no colo e não dar de mamar. Quando ele chorar, deve-se ir até até ele, fazer carinho, falar baixinho para voltar a dormir, mas não pegar no colo.

Depois dessas 9 noites, ele já vai estar voltando a dormir sem mamar quando acordar a noite.

A segunda técnica que vou explicar é a Dra. Elizabeth Pantley , a autora do livro “Soluções para noites sem choro”. Na minha opinião, bem mais adequado para bebês menores de 1 ano.

Ela nos instrui a oferecer o peito quando o bebê acorda, mas não deixá-lo adormecer ali. Deixá-lo mamar um pouco e depois, quando perceber que ele já está bem sonolento, retirar com o dedo o mamilo da boca do bebê (e delicadamente, manter a boquinha dele fechada). Se ele estiver calmo, é possível niná-lo no colo, balançando-o, ou seja fazer o que for para ele voltar a dormir sem dar o peito. Já se ele chorar, deve-se dar o peito de novo e depois recomeçar o processo. Isso deve ser feito sempre que a criança acordar, mas ao perceber que está mamando mais lentamente, ela deve ser retirada do peito de novo, segurando o queixo com delicadeza e mantendo a boquinha fechada enquanto suavemente balança ou nina o bebê.

Segundo ela, depois de alguns dias, o bebê já conseguirá adormecer sem precisar mamar.

Mamães, agora algo muito importante: um bebê acordar de noite é natural, assim como os adultos eles também acordam entre ciclos de sono. Só que nós, nem percebemos que acordamos, enquanto muitos bebês choram porque precisam da situação que tinham na hora da cama para voltarem a dormir. Se dormiu mamando, muito provavelmente, vai precisar disso de novo no meio da noite. É natural.

Nesse processo todo, quando você acha que já é a hora, o importante é acreditar na capacidade do seu bebê de aprender uma nova maneira de dormir já com mais independência, confiando que ele pode aprender, mas precisará de alguns poucos dias de sua paciência e determinação.

Espero, com esse artigo, tê-las ajudado a decidir se é a hora ou não de desmamar à noite e, se for, qual maneira é o melhor e mais adequado para sua família. Continuamos no mês que vem abordando assuntos relacionados ao sono. Não perca o próximo post!

Colunistas MdM Marcia- sono. - NOVO 25.08cdr