Como escolher a bolsa de passeio do bebê | Macetes de Mãe

Como escolher a bolsa de passeio do bebê


29 de novembro de 2012

Se tem uma coisa que a gente não pode errar é na escolha da bolsa de passeio do bebê (ou diaper bag em Inglês). Está aí algo que irá nos acompanhar sempre que formos dar uma escapadinha de casa, e por uns bons anos.

Eu comprei uma bolsa de passeio maravilhosa, toda tecnológica e cheia de frique-friques, e quer saber, acabo de trocá-la por outra, mais simples, mas que é muuuuuito mais prática.

Como ainda estou remoendo a compra errada e o dinheiro jogado fora, achei interessante fazer um post com dicas para a escolha da bolsa de passeio ideal, com as características que considero importantes e essenciais.

Aí vai:

1. A bolsa deve ser leve! Nada de escolher uma opção feita com materiais pesados. Esse foi meu primeiro erro. Escolhi uma bolsa que é de uma espécie de lona grossa e ainda super forrada. Moral da história: ela é um chumbo até vazia. Mas como comprei pela internet, não tinha como perceber isso com antecedência. Entretanto, cuidado! Não compre uma bolsa que seja feita de um material muito frágil. Você irá viver com ela para baixo e para cima, irá carregar um monte de coisas dentro dela e a jogará em tudo que é canto, assim, é bom que ela resista bem a essas intempéries.

2. Escolha um modelo que tenha bastante espaço interno. Quando você abrir o compartimento principal, você deverá sentir que caberá muita coisa lá. Imagine você colocando lá dentro um trocador portátil, uma mantinha, uma muda de roupa, dois ou três brinquedos e mais alguma coisinha grandinha que você acha que irá carregar. Se tudo isso couber nesse compartimento, aí a bolsa está legal.

3. Certifique-se de que a bolsa tem vários compartimentos menores, para você acessar rapidamente coisas mais importantes sem ter que ficar vasculhando dentro do compartimento principal. Coisas que é legal colocar em espaços menores: mamadeiras e potinhos de papinha; álcool gel e medicamentos; fralda, lenço umedecido e pomada para assadura; . Ou seja, além do compartimento principal, é legal a bolsa ter outros três que acomodem bem essas coisinhas.

4. Veja se a bolsa tem duas opções de alça: uma longa, para usa atravessada no corpo, e duas curtinhas, para usar sobre um ombro só. Eu, particularmente, não gosto de usar nada atravessado no corpo, mas vira e mexe a bolsa de passeio acaba nessa posição, pois fica bem mais prático.

5. Cheque se a bolsa é maleável. Assim, se você não estiver com ela muito cheia, ela ocupará menos espaço.

6. Verifique se o modelo é fácil de lavar.

7. Dê prioridade para bolsas com modelos e cores unissex, pois, lembre-se, o papai também irá carregar de vez em quando.

No geral, acho que são esses os pontos que mais devem ser observados na hora da escolha. Abaixo eu mostro o modelo que comprei inicialmente, e que acabei abandonando por não ser muito prático, e o que eu optei por adotar. Em ambos eu comento os prós e contras e o que me fez largar um e pegar o outro.

Essa é a bolsa Bento, da marca Skip Hop. Teoricamente, é o modelo top dessa ótima marca americana. Realmente, ela tem vários pontos positivos, que me fizeram optar por ela, mas, em contra-partida, tem algumas coisas chatinhas que só descobri com o uso.

 
Bolsa Bento da marca Skip Hop
 

Pontos positivos:

  • Tem vários compartimentos
  • Tem dois modelos de alça (curta e longa)
  • Tem um compartimento térmico para carregar papinhas e comidinhas
  • Tem dois dispositivos lateriais que servem para prender a bolsa no carrinho

Pontos negativos:

  • Ela é pesada (me dava uma canseira carregá-la)
  • Tem pouco espaço interno no compartimento principal (na maioria dos passeios não cabia tudo que eu precisava levar)

Acabei trocando esse modelo acima por um que nem é vendido para fins de bolsa de passeio de bebê, simplesmente porque eu já tinha em casa e achei que atenderia a minha necessidade (eu havia comprado para usar como mala de maternidade do Léo).
Assim, a bolsa de passeio que estou usando agora é essa bolsa de viagem da Kipling, que adoro! Esse modelo se chama Kipling Luggage Sherpa Travel Tote.

Bolsa de viagem da Kipling que venho utilizando como bolsa de passeio do bebê

Pontos positivos:

  • Ela é super leve (mas o tecido do qual é feita é super resistente)
  • Ela tem muuuuito espaço interno no compartimento principal
  • Como é maleável, quando não está cheia ela se molda para caber em espaços pequenos (como a cestinha do carrinho)
  • Ela tem dois tipos de alças (longa e curtas)
  • Ela é fácil de lavar. Dá até para colocá-la na lavadora e secadora

Pontos negativos:

  • Ela não possui o compartimento térmico para alimentos
  • Ela não tem os dispositivos lateriais para fixar no carrinho (mas tudo bem, eu penduro ou coloco na cestinha e está resolvido o problema)
  • Importante: além desse modelo que eu comprei e que não é exatamente uma bolsa de passeio de bebê, a Kipling tem outro que serve exatamente para esse fim. Ele se chama: Kipling New Large Baby Bag with Changing Mat e vem com um trocador acoplado. Não cheguei a experimentar, mas me parece bastante interessante:
Aqui está o modelo da Kipling que é bolsa de passeio para bebê. Bem parecido com o meu, não?
 
Bom, minhas observações gerais sobre a bolsa de passeio ideal são essas. Espero que sejam úteis na sua escolha!